Consultórios (4)

Fuso horário: Brasilia

Consulta Psicanalista (descrição) • R$ 150

Primeira consulta Psicanálise (descrição) • R$ 150

Retorno de consultas Psicanálise (descrição) • R$ 150 +8 mais

Análise Junguiana • R$ 150

Coaching de negócios • R$ 150

Psicoterapia • R$ 150

Mostrar mais serviços

Atende: adultos
(61) 3772..... Mostrar número

Método de pagamento: Cartão de Crédito, Boleto, Transferência Bancária

Efetuar pagamento por transferência bancária na transação PIX código (CPF: ***.***.***-67) ou por TED (Banco ***. Agência ****. Conta: *****-4. Nome: Alberto Erich S. de P. Okada. CPF: ***.***.***-67). Outras formas de pagamento a combinar.

O pagamento para a consulta vai diretamente para o especialista, que também é responsável por determinar sua própria política de cancelamento e reembolso.

Em caso de qualquer problema com pagamento, contate o especialista.

Lembre-se de que a Doctoralia não cobra taxas adicionais pela marcação de uma consulta e não processa os pagamentos em nome do especialista.

Por favor, leia atentamente a política de cancelamento e reembolso.

* Algumas informações foram ocultadas para proteção de dados.Você as verá depois de agendar a consulta.


40 minutos antes da consulta, você receberá uma mensagem em seu celular e e-mail com um link para a consulta online. Clique no link e aguarde o especialista. Você não precisa baixar nenhum software e poderá participar da consulta em vídeo no computador e no celular.


Prepare-se 10 minutos antes da consulta e verifique se o seu smartphone ou notebook está com a bateria carregada. Para uma videochamada, verifique se tudo funciona: conexão com a internet, câmera e microfone. Prepare também a documentação médica (como resultado de um exame) caso precise mostrar na consulta.


Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília
Alberto Erich Okada - Águas Claras


Medidas de segurança neste consultório

Mostrar
Atende: adultos
Dinheiro, Transferência Bancária
(61) 3772..... Mostrar número

Consulta Psicanalista (descrição) • a partir de r$ 150

Primeira consulta Psicanálise (descrição) • a partir de r$ 150

Retorno de consultas Psicanálise (descrição) • a partir de r$ 150 +7 mais

Análise Junguiana • a partir de r$ 150

Psicoterapia • a partir de r$ 150

Psicoterapia Adulto • a partir de r$ 150

Mostrar mais serviços

SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília
Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul


Medidas de segurança neste consultório

Mostrar
Atende: adultos
Transferência Bancária, Dinheiro, Depósito Bancário
(61) 3772..... Mostrar número


SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Asa Sul, Brasília
Alberto Erich Okada - Asa Sul


Medidas de segurança neste consultório

Mostrar
Atende: adultos
Depósito Bancário, Dinheiro, Transferência Bancária
(61) 3772..... Mostrar número

Consulta Psicanalista (descrição) • a partir de r$ 150

Primeira consulta Psicanálise (descrição) • a partir de r$ 150

Retorno de consultas Psicanálise (descrição) • a partir de r$ 150 +7 mais

Análise Junguiana • a partir de r$ 150

Psicoterapia • a partir de r$ 150

Psicoterapia Adulto • a partir de r$ 150

Mostrar mais serviços

Experiência

Sobre mim

Alberto Erich Okada ( 1970 ) é terapeuta junguiano e presta atendimento clínico individual para pessoas interessadas no seu processo de desenvolvimen...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Junguiana
  • Psicoterapia Individual
  • Psicología Psicanalítica
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Dificuldades no relacionamento
  • Alterações do humor
  • Depressão
Mostrar mais doenças

Formação

  • Faculdade de Ciências da Saúde (São Paulo, 2019)
  • União Pioneira de Ensino Integrado (Brasília, 2003))
  • União Pioneira de Ensino Integrado (Brasília, 2004)
Veja mais


Idiomas

Português

Serviços e preços

Os preços são para pacientes sem convênio médico

Serviços populares


R$ 150

Telepsicoterapia

COACHING EXECUTIVO E GESTÃO DE CARREIRA

Público alvo: Lideranças interessadas em dar maior celeridade no seu processo de desenvolvimento; fazer crescer o seu negócio, aprimorar as suas relações interpessoais; usar a criatividade para inovar; tornar-se protagonista com entrega de novas soluções; impulsionar a sua carreira; obter maior reconhecimento; ganhar amplitude; obter recompensa ou benefícios; ascender profissionalmente e evoluir enquanto ser humano.

Objetivos: O treinamento pessoal tem por objetivo:

a) delimitar o objetivo, escopo;
b) coletar e mapear as informações
c) planejar as estratégias de curto prazo;
d) definir os entregáveis;
e) escolher os métodos teóricos;
f) definir metas e indicadores;
g) definir as ações;
h) treinar a execução;
i) identificar os riscos, efeitos e os possíveis impactos no meio ambiente e na sociedade;
j) gerar entregas e avaliar resultado.

MENTORIA DE NEGÓCIOS E INOVAÇÃO

Público alvo: Gestores, ou lideranças em desenvolvimento ou em formação interessadas na aquisição de conhecimentos específicos ou de informações relevantes que possam ajudar no desenvolvimento dos seus trabalhos, ou para tomada de decisões.


Objetivos: A mentoria de negócios e inovação tem por objetivo:

a) construir um saber coletivo a partir de experiências passadas para agir com maior segurança e autonomia para realizar de forma efetiva.

b) compartilhar as experiências com ênfase no que deu certo e no que deu errado, para aprender com os erros e acertos, aprendendo como fazer, corrigir e a evitar a incidência de novos erros;

c) compreender as etapas de um processo criativo: compartilhar informações, ter ideias, identificar oportunidades, sugerir, colaborar, identificar o core da solução, modelar a solução MVP (minimum viable product), construir, testar, errar, corrigir rápido, testar novamente, implementar, coletar a percepção do usuário, aperfeiçoar com novas funcionalidades, implementar novas versões, coletar avaliação do usuário, inovar e gerir seus resultados.

d) estimular a criatividade no mentorado para que ele produza novos insights;

e) aprender fazendo, colocando em prática as tarefas com uso da criatividade.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Águas Claras

COACHING EXECUTIVO E GESTÃO DE CARREIRA

Público alvo: Lideranças interessadas em dar maior celeridade no seu processo de desenvolvimento; fazer crescer o seu negócio, aprimorar as suas relações interpessoais; usar a criatividade para inovar; tornar-se protagonista com entrega de novas soluções; impulsionar a sua carreira; obter maior reconhecimento; ganhar amplitude; obter recompensa ou benefícios; ascender profissionalmente e evoluir enquanto ser humano.

Objetivos: O treinamento pessoal tem por objetivo:

a) delimitar o objetivo, escopo;
b) coletar e mapear as informações
c) planejar as estratégias de curto prazo;
d) definir os entregáveis;
e) escolher os métodos teóricos;
f) definir metas e indicadores;
g) definir as ações;
h) treinar a execução;
i) identificar os riscos, efeitos e os possíveis impactos no meio ambiente e na sociedade;
j) gerar entregas e avaliar resultado.

MENTORIA DE NEGÓCIOS E INOVAÇÃO

Público alvo: Gestores, ou lideranças em desenvolvimento ou em formação interessadas na aquisição de conhecimentos específicos ou de informações relevantes que possam ajudar no desenvolvimento dos seus trabalhos, ou para tomada de decisões.


Objetivos: A mentoria de negócios e inovação tem por objetivo:

a) construir um saber coletivo a partir de experiências passadas para agir com maior segurança e autonomia para realizar de forma efetiva.

b) compartilhar as experiências com ênfase no que deu certo e no que deu errado, para aprender com os erros e acertos, aprendendo como fazer, corrigir e a evitar a incidência de novos erros;

c) compreender as etapas de um processo criativo: compartilhar informações, ter ideias, identificar oportunidades, sugerir, colaborar, identificar o core da solução, modelar a solução MVP (minimum viable product), construir, testar, errar, corrigir rápido, testar novamente, implementar, coletar a percepção do usuário, aperfeiçoar com novas funcionalidades, implementar novas versões, coletar avaliação do usuário, inovar e gerir seus resultados.

d) estimular a criatividade no mentorado para que ele produza novos insights;

e) aprender fazendo, colocando em prática as tarefas com uso da criatividade.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

COACHING EXECUTIVO E GESTÃO DE CARREIRA

Público alvo: Lideranças interessadas em dar maior celeridade no seu processo de desenvolvimento; fazer crescer o seu negócio, aprimorar as suas relações interpessoais; usar a criatividade para inovar; tornar-se protagonista com entrega de novas soluções; impulsionar a sua carreira; obter maior reconhecimento; ganhar amplitude; obter recompensa ou benefícios; ascender profissionalmente e evoluir enquanto ser humano.

Objetivos: O treinamento pessoal tem por objetivo:

a) delimitar o objetivo, escopo;
b) coletar e mapear as informações
c) planejar as estratégias de curto prazo;
d) definir os entregáveis;
e) escolher os métodos teóricos;
f) definir metas e indicadores;
g) definir as ações;
h) treinar a execução;
i) identificar os riscos, efeitos e os possíveis impactos no meio ambiente e na sociedade;
j) gerar entregas e avaliar resultado.

MENTORIA DE NEGÓCIOS E INOVAÇÃO

Público alvo: Gestores, ou lideranças em desenvolvimento ou em formação interessadas na aquisição de conhecimentos específicos ou de informações relevantes que possam ajudar no desenvolvimento dos seus trabalhos, ou para tomada de decisões.


Objetivos: A mentoria de negócios e inovação tem por objetivo:

a) construir um saber coletivo a partir de experiências passadas para agir com maior segurança e autonomia para realizar de forma efetiva.

b) compartilhar as experiências com ênfase no que deu certo e no que deu errado, para aprender com os erros e acertos, aprendendo como fazer, corrigir e a evitar a incidência de novos erros;

c) compreender as etapas de um processo criativo: compartilhar informações, ter ideias, identificar oportunidades, sugerir, colaborar, identificar o core da solução, modelar a solução MVP (minimum viable product), construir, testar, errar, corrigir rápido, testar novamente, implementar, coletar a percepção do usuário, aperfeiçoar com novas funcionalidades, implementar novas versões, coletar avaliação do usuário, inovar e gerir seus resultados.

d) estimular a criatividade no mentorado para que ele produza novos insights;

e) aprender fazendo, colocando em prática as tarefas com uso da criatividade.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Asa Sul

COACHING EXECUTIVO E GESTÃO DE CARREIRA

Público alvo: Lideranças interessadas em dar maior celeridade no seu processo de desenvolvimento; fazer crescer o seu negócio, aprimorar as suas relações interpessoais; usar a criatividade para inovar; tornar-se protagonista com entrega de novas soluções; impulsionar a sua carreira; obter maior reconhecimento; ganhar amplitude; obter recompensa ou benefícios; ascender profissionalmente e evoluir enquanto ser humano.

Objetivos: O treinamento pessoal tem por objetivo:

a) delimitar o objetivo, escopo;
b) coletar e mapear as informações
c) planejar as estratégias de curto prazo;
d) definir os entregáveis;
e) escolher os métodos teóricos;
f) definir metas e indicadores;
g) definir as ações;
h) treinar a execução;
i) identificar os riscos, efeitos e os possíveis impactos no meio ambiente e na sociedade;
j) gerar entregas e avaliar resultado.

MENTORIA DE NEGÓCIOS E INOVAÇÃO

Público alvo: Gestores, ou lideranças em desenvolvimento ou em formação interessadas na aquisição de conhecimentos específicos ou de informações relevantes que possam ajudar no desenvolvimento dos seus trabalhos, ou para tomada de decisões.


Objetivos: A mentoria de negócios e inovação tem por objetivo:

a) construir um saber coletivo a partir de experiências passadas para agir com maior segurança e autonomia para realizar de forma efetiva.

b) compartilhar as experiências com ênfase no que deu certo e no que deu errado, para aprender com os erros e acertos, aprendendo como fazer, corrigir e a evitar a incidência de novos erros;

c) compreender as etapas de um processo criativo: compartilhar informações, ter ideias, identificar oportunidades, sugerir, colaborar, identificar o core da solução, modelar a solução MVP (minimum viable product), construir, testar, errar, corrigir rápido, testar novamente, implementar, coletar a percepção do usuário, aperfeiçoar com novas funcionalidades, implementar novas versões, coletar avaliação do usuário, inovar e gerir seus resultados.

d) estimular a criatividade no mentorado para que ele produza novos insights;

e) aprender fazendo, colocando em prática as tarefas com uso da criatividade.



R$ 150

Telepsicoterapia

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Águas Claras

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Asa Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



R$ 150

Telepsicoterapia

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Águas Claras

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Asa Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



R$ 150

Telepsicoterapia

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Águas Claras

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Asa Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



R$ 150

Telepsicoterapia

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Algumas técnicas utilizadas: Análise de virtudes e forças de caráter, técnicas de interpretação de sonhos, meditação e tarot psicológico.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Águas Claras

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Algumas técnicas utilizadas: Análise de virtudes e forças de caráter, técnicas de interpretação de sonhos, meditação e tarot psicológico.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Asa Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Algumas técnicas utilizadas: Análise de virtudes e forças de caráter, técnicas de interpretação de sonhos, meditação e tarot psicológico.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



R$ 150

Telepsicoterapia

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Águas Claras

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Asa Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



R$ 150

Telepsicoterapia

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Águas Claras

Público alvo: Pessoas que além de buscar saúde e qualidade de vida, buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe avanços no seu processo de desenvolvimento profissional.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Asa Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



R$ 225

Telepsicoterapia

Público alvo: Casais que além de buscar saúde e qualidade de vida, buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter um relacionamento saudável no contexto conjugal, permitindo-lhe avanços no seu processo de desenvolvimento profissional e familiar.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o casal na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seu relacionamento, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar a mitigar conflitos conjugais e dificuldades no seu relacionamento sócio-afetivo;

e) ajudar o casal a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar o casal a se sentir menos sobrecarregado e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal do casal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que o casal se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;

j) compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;

k) ajudar o casal a mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 225

Alberto Erich Okada - Águas Claras

Público alvo: Casais que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos conjugais saudáveis, no contexto familiar, do trabalho e comunidade, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o casal na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seu relacionamento, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar a mitigar conflitos conjugais e dificuldades no seu relacionamento sócio-afetivo;

e) ajudar o casal a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar o casal a se sentir menos sobrecarregado e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal do casal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que o casal se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;

j) compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;

k) ajudar o casal a mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 225

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

Público alvo: Casais que além de buscar saúde e qualidade de vida, buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter um relacionamento saudável no contexto conjugal, permitindo-lhe avanços no seu processo de desenvolvimento profissional e familiar.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o casal na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seu relacionamento, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar a mitigar conflitos conjugais e dificuldades no seu relacionamento sócio-afetivo;

e) ajudar o casal a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar o casal a se sentir menos sobrecarregado e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal do casal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que o casal se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;

j) compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;

k) ajudar o casal a mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 225

Alberto Erich Okada - Asa Sul

Público alvo: Casais que além de buscar saúde e qualidade de vida, buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter um relacionamento saudável no contexto conjugal, permitindo-lhe avanços no seu processo de desenvolvimento profissional e familiar.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o casal na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seu relacionamento, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar a mitigar conflitos conjugais e dificuldades no seu relacionamento sócio-afetivo;

e) ajudar o casal a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar o casal a se sentir menos sobrecarregado e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal do casal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que o casal se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;

j) compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;

k) ajudar o casal a mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.

Outros serviços


R$ 150

Telepsicoterapia

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Águas Claras

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 150

Alberto Erich Okada - Asa Sul

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis no contexto familiar e do trabalho, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o indivíduo na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seus relacionamentos, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar de pessoas que apresentam dificuldades nos seus relacionamentos, que se sentem incapaz de firmar os vínculos nos contextos profissionais, familiar e relacionamentos sócio-afetivos;

e) ajudar as pessoas a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar as pessoas a se sentirem menos sobrecarregadas e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais; compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos; mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



R$ 225

Telepsicoterapia

Público alvo: Casais que além de buscar saúde e qualidade de vida, buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter um relacionamento saudável no contexto conjugal, permitindo-lhe avanços no seu processo de desenvolvimento profissional e familiar.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o casal na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seu relacionamento, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar a mitigar conflitos conjugais e dificuldades no seu relacionamento sócio-afetivo;

e) ajudar o casal a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar o casal a se sentir menos sobrecarregado e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal do casal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que o casal se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;

j) compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;

k) ajudar o casal a mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



Rua Copaíba S/N Lote 1, Bloco A, Sala 707 - Shopping DF Plaza - Águas Claras, Brasília

a partir de r$ 225

Alberto Erich Okada - Águas Claras

Público alvo: Casais que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos conjugais saudáveis, no contexto familiar, do trabalho e comunidade, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o casal na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seu relacionamento, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar a mitigar conflitos conjugais e dificuldades no seu relacionamento sócio-afetivo;

e) ajudar o casal a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar o casal a se sentir menos sobrecarregado e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal do casal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que o casal se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;

j) compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;

k) ajudar o casal a mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SBS Quadra 02 no. 12 Bloco E, Sala 206, sobreloja. Edifício Prime - Asa Sul, Brasília

a partir de r$ 225

Alberto Erich Okada - Setor Bancário Sul

Público alvo: Casais que além de buscar saúde e qualidade de vida, buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter um relacionamento saudável no contexto conjugal, permitindo-lhe avanços no seu processo de desenvolvimento profissional e familiar.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o casal na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seu relacionamento, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar a mitigar conflitos conjugais e dificuldades no seu relacionamento sócio-afetivo;

e) ajudar o casal a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar o casal a se sentir menos sobrecarregado e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal do casal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que o casal se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;

j) compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;

k) ajudar o casal a mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



SEPS 705 / 905, Ed. Centro Empresarial Santa Cruz, Sala 531, Brasília

a partir de r$ 225

Alberto Erich Okada - Asa Sul

Público alvo: Casais que além de buscar saúde e qualidade de vida, buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter um relacionamento saudável no contexto conjugal, permitindo-lhe avanços no seu processo de desenvolvimento profissional e familiar.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar o casal na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seu relacionamento, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar a mitigar conflitos conjugais e dificuldades no seu relacionamento sócio-afetivo;

e) ajudar o casal a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar o casal a se sentir menos sobrecarregado e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal do casal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que o casal se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;

j) compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;

k) ajudar o casal a mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.



R$ 150

Telepsicoterapia

Público alvo: Pessoas que buscar saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade. Que buscam resignificar os conteúdos que lhe afetam e gerar atitude na consciência para provocar as mudanças e transformações necessárias para ter relacionamentos saudáveis, no contexto familiar, trabalho e comunidade, permitindo-lhe obter avanços no seu processo de desenvolvimento.

Objetivos: A terapia junguiana vale-se da psicologia analítica, cujo objetivo principal é trabalhar o indivíduo na sua integralidade, promovendo a saúde da corpo e da psique, com percepção de bem-estar, bem-ser, bem-ter e bem-viver, buscando:

a) dar assistência no processo de desenvolvimento com provimento de autonomia, desenvoltura para fazer escolhas e coerência na tomada de decisões;

b) ajudar na reconstrução dos vínculos afetivos e na manutenção de seu relacionamento, de forma saudável e sustentável;

c) resignificar os conteúdos que lhe afetam, gerar atitude na consciência e provocar as mudanças e transformações necessárias;

d) cuidar a mitigar conflitos conjugais e dificuldades no seu relacionamento sócio-afetivo;

e) ajudar a aprimorar e ampliar sua rede de relacionamento, exercitando a gratidão e a empatia;

f) ajudar a se sentir menos sobrecarregado e a aprender a colaborar, ensinar, delegar e dividir responsabilidades;

g) ajudar na relação intrapessoal, quem internamente está em sofrimento, observando alguns indicadores sintomáticos;

h) analisar a simbologia das disfunções de natureza psicossomática e analisar os impactos que tais disfunções provocam dentro dos contextos do trabalho, familiar e social e como mitigar seus impactos e gerar equilíbrio de todo o sistema;

i) facilitar o processo de análise para que o casal se sinta fortalecido e capaz de resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;

j) compreender as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;

k) ajudar a mudar de atitude e de conduta, incorporando novos comportamentos no seu dia-a-dia de forma gradativa e tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de reconstruir.

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
6 opiniões

W
Local: outro lugar Outro

Excelente profissional, atencioso, extremamente culto e disposto a te ajudar. Tem me ajudado bastante a vencer meus traumas e crises de ansiedade. Super recomendo


I
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Telepsicoterapia Consulta Psicanalista

A princípio achei excelente, vou ter uma conclusão completa no final do tratamento, mas ñ tenho dúvidas que um profissional dealtíssima eficácia.


M
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Telepsicoterapia Consulta Psicanalista

Excelente profissional, pontual, me deixa muito a vontade para falar, super profissional , atencioso demais


F
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Alberto Erich Okada - Águas Claras Análise Junguiana

Muito atencioso, explicou de forma muito didática a abordagem Adotada para o tratamento e nos deixou bastante confortável


R
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Telepsicoterapia Análise Junguiana

Profissional muito competente e acolhedor. Eu
me senti muito à vontade e confiante no trabalho dele. Recomendo!


F
Local: Telepsicoterapia Análise Junguiana

Okada é um excelente terapeuta. Possui uma sabedoria imensa e uma alma humana sensível. Tem um cuidado especial no acolhimento, sabe ouvir e fazer intervenções pontuais que ajudam muito. Ele atua com muito profissionalismo e responsabilidade.


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

4 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Análise Junguiana

    o que é técnica Junguiana??

    A psicoterapia individual analítica tem por objetivo:

    resignificar os conteúdos do passado que lhe afetam e gerar atitude na consciência com mudança de posicionamento e de conduta.
    cuidar de pessoas com problemas de natureza psíquica, tais como dificuldades nos relacionamentos, descontrole emocional decorrentes de sobrecarga de trabalho, com estresse, ansiedade, depressão, transtornos de personalidade e outras patologias, inclusive com sintomas de natureza psicossomáticas.
    ajudar o cliente ou facilitar o seu processo de análise para que ele se sinta fortalecido e capaz de:
    resolver turbulências afetivas, ou problemas psicológicos ou psicossociais;
    compreender melhor as relações interpessoais existentes no ambiente de trabalho, familiar e em seus relacionamentos afetivos;
    mudar de atitude e de conduta, incorporando novos hábitos e costumes de forma gradativa;
    tornar-se mais resiliente para superar os obstáculos, para ser persistente sem desistir, encontrando novas alternativas de se fazer ou de se reconstruir.
    humanizar suas relações.
    Método terapêutico

    Durante o processo terapêutico será trabalhado a pessoa na sua totalidade, a fim de identificar, observar, analisar, compreender e trabalhar:

    os pontos de vulnerabilidade da psique para a incidência de sofrimentos, sintomas ou patologias e gatilhos para constelação de complexos;
    os traços de personalidade e comportamento, identificando como a pessoa se relaciona e lida com problemas do dia-a-dia, na família: pais, filhos, conjugue, etc; com pessoas no ambiente de trabalho: superiores, pares e subordinados; e demais contextos e conexões de sua rede de apoio;
    o inconsciente pessoal e coletivo, conhecendo o lado oculto ou não percebido, observando a atuação de comportamentos arquetípicos predominantes e reconhecendo o lado oculto e sombrio;
    a relação intrapessoal do indivíduo, os agentes internos que fazem oposição, da anima e animus;
    o perfil psicológico e o caráter individual e coletivo predominante e não predominante, a partir da identificação da resultante de forças psíquicas percebidas;
    o desenvolvimento de suas virtudes e potencialidades
    o encontro com si mesmo e a resignificação de conteúdos que dão causa ao sofrimento
    Ao longo do processo terapêutico o cliente compreenderá a simbologia dos sintomas que lhe causam dores e sofrimentos e o que eles podem estar querendo dizer a sua consciência, além de provocar mudança de atitude no seu modo de pensar e agir.

    O terapeuta irá ajudar a reabilitar aquele que, internamente, está em sofrimento, sendo um facilitador para que o cliente amplie a sua consciência e encontre o caminho para dissolução dos seus complexos dominantes e fortaleça o seu ego para que ele não seja dominado por tais complexos.



    Bases teóricas

    Foca o indivíduo no seu desenvolvimento interpessoal e intrapessoal, compreendendo em partes alguns elementos para melhor compreensão do indivíduo em sua totalidade, de como trabalha as suas relações em prol do bem-viver pessoal e coletivo.

    O bem-viver depende de como o indivíduo se realiza, de qual significado dá a sua vida, de como ele constrói as suas relações, de qual sentido dá a sua própria existência, de como estrutura os seus contextos, de como lida com seus complexos, de quais conquistas são transformadoras e de como gera atitude na consciência corroborando com o seu processo de individuação.

    A atitude na consciência surge durante o processo que Jung denominou de processo de individuação, em que o indivíduo vai ao encontro de si-mesmo ou de sua totalidade (que chama de Self), reconhece e conversa com seus aspectos sombrios, concilia com o sagrado, coloca em equilíbrio sua consciência na sua contraparte feminina ou masculina (anima ou animus), modela sua persona com base no seu eu autêntico, equilibra suas emoções, dissolve os seus complexos dominantes, transforma conteúdos do inconsciente em consciente e fortalece o seu Ego, seguindo adiante no firme propósito, no caminho definido pelo Self, de servir a humanidade.

    Durante a terapia ou análise são utilizadas algumas técnicas que tem o objetivo de auxiliá-lo na sua função transcendente para acesso a conteúdos do seu inconsciente, tais como: análise de expressão artística (arteterapia e musicoterapia), análise de sonhos, tarot psicológico, imaginação ativa, meditação guiada, dentre outras.

    Dr. Alberto Erich Okada

  • Pergunta sobre Psicoterapia somática

    Acho que tenho diarreia quando estou nervosa, como tratar isto?

    Quando o indivíduo vivencia emoções intensas que se manifestam na forma de complexos tendo em seu núcleo um dado arquétipo, ocorre uma dominação da consciência. O ego é tomado pelo complexo. Quando ocorre de forma recorrente, esse sofrimento psíquico é somatizado, ou seja, ocorre a transformação de conflitos psíquicos em afecções de órgãos ou problemas psicossomáticos. Assim, surgem as expressões criativas e os sintomas. Por meio de processo terapêutico, o indivíduo precisaria reagir e ressignificar a consciência que tem o Ego em seu núcleo central, para que assim esteja pronto para caminhar rumo aos seus ideais e propósitos de vida apontados pelo Self (sua totalidade psíquica em si-mesmo)



    Não há como separar o corpo e a alma, a psique e o soma, a matéria e a energia, pois são partes inseparáveis. A separação é para mero estudo, mas não no sentido da compreensão. O corpo é a dimensão simbólica estruturante da consciência imprimindo características espaciais, temporais e de causalidade. O desafio é aprender a ler os sinais que o corpo humano, que trabalha intensa e continuamente, está tentando nos avisar que existem disfunções. Existem alguns sinais de que existem disfunções, tais como: úlceras, hemorroidas, alterações na pressão arterial ou na parede dos vasos sanguíneos, doenças renais, inflamação do aparelho gastrointestinal, diarreia, prisão de ventre, afecções dermatológicas, alergias, artrites reumáticas. perturbações sexuais, queda da imunidade, asma , bronquite, síndrome hipostênica, etc....
    E preciso tratar o paciente e não a doença.


    A alteração disfuncional com ou sem lesão, ou seja, a partir de uma atuação de complexo que possui uma elevada carga emocional, pode desencadear diversas ações coordenadas pelos sistemas nervoso, endócrino e imunológico. Chega um instante em que o corpo irá manifestar-se com sintomas na tentativa de alertar a psique que há algo de errado a ser trabalhado. Os sintomas surgem principalmente quando ficamos especialistas e fissurados no objeto externo e deixamos de olhar para dentro de si, na sua essência psíquica e no equilíbrio da sua natureza primordial, na sua totalidade.

    Dr. Alberto Erich Okada

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Alberto Erich Okada ( 1970 ) é terapeuta junguiano e presta atendimento clínico individual para pessoas interessadas no seu processo de desenvolvimen...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Junguiana
  • Psicoterapia Individual
  • Psicología Psicanalítica
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Dificuldades no relacionamento
  • Alterações do humor
  • Depressão
Mostrar mais doenças

Formação

  • Faculdade de Ciências da Saúde (São Paulo, 2019)
  • União Pioneira de Ensino Integrado (Brasília, 2003))
  • União Pioneira de Ensino Integrado (Brasília, 2004)
Veja mais

Experiências Profissionais

  • Instituto Humanos Sem Fronteira, Vice-Presidente
  • Banco do Brasil, Gerente Executivo
  • Visão Cliente Assistência, CEO

Certificados



Idiomas

Português

Prêmios

  • Vencedor de 3 Prêmios E-Finnance

Redes sociais


Publicações

Publicações (2)

Pesquisas relacionadas