Consultório

Av. Nove de Julho, 3575, Anhangabaú , Jundiaí
Clínica Viarengo

Próxima data disponível:

Mostrar o calendário
Convênios médicos aceitos neste endereço

Pacientes particulares (sem convênio)

Allianz Saúde

Amil

Bradesco Saúde

FunCesp

Mediservice + 2 mais


Atende: adultos, crianças de qualquer idade
Cartão de Débito, Cheque, Dinheiro, + 1 mais
(11) 4586.....
(11) 99236.....


Experiência

Sobre mim

Valores: -Atendimento focado no paciente -Proporcionar uma visão integral da doença e os aspectos que à circundam. -Atendimento de qualidade, visan...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Flebologia
  • Cirurgia Arterial
  • Cirurgia Endovascular
Veja mais


Formação

  • Universidade São Francisco
  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas
  • Curso de Especialização em Cirurgia Endovascular
Veja mais


Idiomas

Inglês, Português, Espanhol

Serviços e preços

Serviços populares

Primeira consulta Cirurgia Vascular


Av. Nove de Julho, 3575, Jundiaí

Saiba mais

Clínica Viarengo

Outros serviços

Consulta Cirurgião vascular


Av. Nove de Julho, 3575, Jundiaí

Saiba mais

Clínica Viarengo


Flebologia Estética


Av. Nove de Julho, 3575, Jundiaí

Saiba mais

Clínica Viarengo

Opiniões

Você realizou uma visita com Dr. Gabriel Viarengo?

Escreva uma opinião sobre a sua experiência. Centenas de pacientes poderão se basear nos seus comentários para agendar suas consultas.

Deixar uma opinião

Dúvidas respondidas

5 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Diosmin

    Pode se fazer interação Diosmin, excitalopram 10mg e Atenolol 25mg?

    Olá.
    Apesar de não haver estudo dirigido para a investigação de interações medicamentosas com a DIOSMINA+HESPERIDINA, sua ampla utilização por anos demonstrou ser uma droga segura, não sendo relatado qualquer caso de interação medicamentosa desde seu surgimento.
    Quanto ao escitalopram e atenolol: ambas as drogas possuem interações com outras medicações, porém não interagem entre si e nem com a DIOSMINA+HESPERIDINA.
    Att,
    Gabriel Viarengo.

    Dr. Gabriel Viarengo

  • Pergunta sobre Tratamento de varizes por espuma densa

    Olá!
    Vou passar por tratamento de espuma nos membros inferiores, será necessário acompanhante? Ou é um procedimento simples, posso ir sozinha?

    Olá. O tratamento de varizes com espuma densa é um procedimento minimamente invasivo porém não isento de riscos.
    Acredito que seu médico tenha lhe explicado sobre eventuais riscos e potenciais complicações do procedimento, dentre elas, reação alérgica, trombose, trombo-embolismo pulmonar, anafilaxia, entre outras...
    Visto isso, cada médico ou instituição tem seus protocolos a serem seguidos. Quando há tratamento de varizes calibrosas ou da Veia Safena Magna, julgo prudente a presença de um acompanhante no momento da alta do paciente. As vezes o paciente está ansioso pelo procedimento e não consegue absorver todas as orientações dadas no momento da alta, e, mesmo entregando-as por escrito, sempre resta alguma dúvida a ser esclarecida.
    Bom procedimento e boa recuperação.
    Att,
    Dr. Gabriel Viarengo.

    Dr. Gabriel Viarengo

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Valores: -Atendimento focado no paciente -Proporcionar uma visão integral da doença e os aspectos que à circundam. -Atendimento de qualidade, visan...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Flebologia
  • Cirurgia Arterial
  • Cirurgia Endovascular
Veja mais


Formação

  • Universidade São Francisco
  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas
  • Curso de Especialização em Cirurgia Endovascular
Veja mais

Experiências profissionais

  • Universidade São Francisco, USF, Brasil. Cirurgia Geral, 2015
  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas, PUC Campinas, Cirurgia Vascular, 2017
  • Atualização em Cirurgia Endovascular - Hospital Israelita Albert Einstein
Veja mais


Idiomas

Inglês, Português, Espanhol

Redes sociais


Artigos

Úlcera Varicosa

INSUFICIÊNCIA VENOSA: COMO PREVENIR? Faça exercícios! Não deixe de praticar alguma atividade física: caminhada, bicicleta, natação, etc. O fortalecimento da musculatura das pernas otimiza a bomba periférica, melhorando a circulação venosa. Evite longos períodos sentado ou em pé. Movimente as pernas durante o dia; Utilize calçados confortáveis e evite salto alto (salto alto diminui a drenagem venosa dos pés, levando à todas as alterações que descrevemos acima) Para não perder a elegância, prefira saltos baixos; Mantenha a pele hidratada; Alimente-se de forma saudável e evite hábitos como tabagismo ou etilismo; Estimule a circulação com massagens nas pernas.


Varizes

INSUFICIÊNCIA VENOSA: O QUE É Quando as válvulas ficam insuficientes, elas não conseguem fechar totalmente, permitindo que o sangue retorne em direção aos pés, com isto, o sangue acumula-se na veia fazendo com que o ele flua de forma lenta e ineficiente, o que provocará o aumento da pressão venosa, inchaço e varizes nas pernas podendo levar, com o passar dos anos, ao endurecimento da pele nessa região (dermatofibrose) Estas alterações crônicas favorecem o aparecimento de úlceras e de hiperpigmentação da pele (manchas). Além disso, as veias podem se tornar dilatadas, tortuosas e espessadas caracterizando as varizes, que também estão mais propicias ao surgimento de tromboflebite superficial.


Varizes nas pernas

INSUFICIÊNCIA VENOSA: O PRINCIPIO Para entender o problema, primeiro precisamos entender como o sangue circula pelas pernas. Primeiro, o coração bombeia o sangue através das artérias, que o distribui para todo o corpo, inclusive para as pernas e pés. O sangue então retorna ao coração através das veias, após realizar as trocas de nutrientes e oxigênio. O sangue nas veias é impulsionado pela musculatura da panturrilha e coxa, que funcionam como uma bomba, fazendo o sangue retornar ao coração contra a gravidade. Além disso, as veias possuem válvulas que abrem e fecham conforme a contração muscular, não deixando o sangue retornar para os pés, formando assim a circulação venosa.

Veja todos os artigos

Publicações

Publicações (15)