Helton Cavalcanti, Psiquiatra Recife

Dr. Helton Cavalcanti

Psiquiatra

Número de registro: CRM-PE 20.720
61 opiniões

COVID-19: Não desista de cuidar de sua saúde

Doctoralia

Com este especialista, você pode agendar:

Consulta online

Comece ou continue seu tratamente de uma forma segura e efetiva, sem sair de casa.

Consultórios (2)

Pagamento após a consulta

Com este especialista, você poderá pagar após a consulta. Veja mais


Fuso horário: Brasilia

Telemedicina


Atende: adultos
(81) 3031.....

Método de pagamento: Transferência Bancária

Você efetua o pagamento após a consulta online.

O pagamento de consultas on-line poderá ser realizado através de transferência bancária e o comprovante enviado até 15 minutos antes da consulta, para e-mail (*******************************) ou WhatsApp (81 **** ****). Outras formas de pagamento deverão ser acordadas previamente através do WhatsApp do Instituto.

O pagamento para a consulta vai diretamente para o especialista, que também é responsável por determinar sua própria política de cancelamento e reembolso.

Em caso de quaquer problema com pagamento, contate o especialista.

Lembre-se de que a Doctoralia não cobra taxas adicionais pela marcação de uma consulta e não processa os pagamentos em nome do especialista.

Por favor, leia atentamente a política de cancelamento e reembolso.

* Algumas informações foram ocultadas para proteção de dados.Você as verá depois de agendar a consulta.


Utilizaremos a vídeochamada do aplicativo WhatsApp, em seu celular. Para isto:
1) Entraremos em contato por mensagem de texto, WhatsApp ou ligação, para confirmar a consulta. Por favor, esteja atento ao nosso contato.
2) Certifique-se de que o WhatsApp esteja instalado;
3) Certifique-se que sua conexão com a internet é suficientemente rápida e estável para chamadas de vídeo;
4) Esteja disponível (on-line)10 minutos antes do horário agendado;
5) Aguarde o início da vídeochamada.


Prepare-se 10 minutos antes da consulta e verifique se o seu smartphone ou notebook está com a bateria carregada. Para uma videochamada, verifique se tudo funciona: conexão com a internet, câmera e microfone. Prepare também a documentação médica (como resultado de um exame) caso precise mostrar na consulta.


Experiência

Sobre mim

Diretor médico do Instituto Cavalcanti MBA em Liderança, Inovação e Gestão, pela PUCRS Aperfeiçoamento em Psicogeriatria, pelo IPq-FMUSP. Formação ...

Mostrar a descrição completa

Tratar condições médicas

  • Transtornos Da Personalidade
  • Demência
  • Transtorno Depressivo Maior
Mostrar mais doenças

Formação

  • Médico, Faculdade Pernambucana de Saúde, 2012
  • Formação em Terapia Cognitivo Comportamental, IPq-FMUSP, 2017
  • Especialista em Dependência Química, UNIFESP, 2017
Veja mais


Idiomas

Português, Francês, Inglês

Serviços e preços

Serviços populares

Primeira consulta Psiquiatria


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Retorno de consultas Psiquiatria


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti

Outros serviços

Parecer psiquiátrico


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Telemedicina


Telemedicina


Terapia Cognitivo Comportamental


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Testes Psicométricos


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Tratamento Adicção


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Tratamento da ansiedade


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Tratamento da depressão


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Tratamento da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Tratamento da insônia


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Tratamento de alcoolismo


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Tratamento de transtorno afetivo bipolar


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Tratamento em Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti


Tratamento para parar de fumar


Av. Gov. Agamenon Magalhães, 4318 (SL 1201 e 1202), Recife

Instituto Cavalcanti

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
61 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
J
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: outro lugar Outro

Profissional muito atencioso que deixa um claro entendimento e transparência de domínio diferenciado do assunto. Atendimento com qualidade alta


V
Local: Instituto Cavalcanti Primeira consulta Psiquiatria

Dr Helton,atencioso,atendimento excelente,ótimo profissional,dedicado,compromissado,sendo que fomos bem direcionados.Procura ajudar o paciente a entender seus anseios e lidar com as situações.Atenção e orientação para a família lidar com a situaçào.
Só temos a agradecer a atenção e carinho em que minha neta e nós fomos acolhidos.

Dr. Helton Cavalcanti

Olá, Valéria! Agradecemos pela confiança. Sua opinião é muito importante pra nós.


M
Local: Instituto Cavalcanti Retorno de consultas Psiquiatria

Dr Helton é um ótimo médico, e olhe que passei em vários médicos, mas só ele vem acertando no meu tratamento. Agradeço primeiramente a Deus, que colocou Dr Helton na minha vida. Obrigado Dr Helton.

Dr. Helton Cavalcanti

Olá, Sra. Rosibete! Ficamos imensamente felizes com o seu comentário. Agradecemos a confiança.


A
Local: Instituto Cavalcanti Tratamento da ansiedade

Já me consultei com mais de 4 psiquiatras e já tentei usar mais de 12 remédios para ansiedade / depressão. Cheguei a fazer teste farmacogenético (usando como base DNA do paciente) para ver se ajudava na definição do rumo a seguir e na avaliação do rumo seguido até á data e nenhum resultado foi obtido. Na primeira consulta o Dr. Helton ouviu, examinou todo o material, deu o seu parecer e prescreveu o tratamento que achava ser o certo para o meu caso. Acertou na primeira até agora pois não sinto mais o mal-estar diário (enjoos) e a energia e vontade necessária para retomar tarefas paradas / a serem feitas voltou quase que por completo. Visto isso, só tenho a elogiar.

Dr. Helton Cavalcanti

Olá, António! Ficamos felizes com sua experiência e agradecemos a confiança.


M
Local: Instituto Cavalcanti Outro

Estamos com Dr Helton há três anos, temos obtido resultados excelentes, profissional altamente atencioso e comprometido com o paciente. Sua intervenção vai para além dos sintomas, indico sempre esse profissional.

Dr. Helton Cavalcanti

Olá, Márcia! Agradecemos pela confiança e indicação. Ficamos felizes com a sua opinião sobre nós.


J
Local: Instituto Cavalcanti Primeira consulta Psiquiatria

Excelente profissional, superou as minhas expectativas! Tranquilo nas explicações, deixou-me a vontade para relatar o meu problema e atento nos detalhes do meu problema que relatei durante a consulta.

Dr. Helton Cavalcanti

Olá, João! Ficamos felizes com a sua experiência e agradecemos pela confiança.


G
Paciente verificado
Local: Instituto Cavalcanti Tratamento da depressão

Excelente profissional, muito atencioso e convicto no que diz, simpático e muito educado. Não o conhecia pessoalmente, até procurá-lo e encontrá-lo no site , daí decidi vai ser este, e realmente superou minhas expectativas.Com certeza farei todo meu tratamento com ele. Realmente faz a diferença, depois que passei por 3 psiquiatras,sem êxito com nenhum.

Dr. Helton Cavalcanti

Olá, Genivalda! Agradecemos pela confiança. Sua opinião é muito importante pra nós.


J
Local: Instituto Cavalcanti Primeira consulta Psiquiatria

Achei incrível. Bem explicativo. Por mais que eu dissesse coisas confusas, ele se esforçava para entender e isso faz toda a diferença no tratamento! Além disso, sua conduta é firme e confiante, mostrando que ele entende do assunto.

Dr. Helton Cavalcanti

Ficamos felizes com a sua experiência. Agradecemos pela avaliação.


T
Local: Instituto Cavalcanti Primeira consulta Psiquiatria

Consegui sair da consulta com mais confiança e determinação. Um sentimento de conforto e a sensação que tenho oportunidade de tomar decisões mais acertivas.

Dr. Helton Cavalcanti

Olá, Tania! Ficamos felizes com a sua experiência. Agradecemos pela avaliação.


K
Paciente verificado
Local: Instituto Cavalcanti Primeira consulta Psiquiatria

Médico excelente, acima da curva.
Paciente. Demonstrou bastante ciência em tudo o que falou. Indico a todos

Dr. Helton Cavalcanti

Ficamos felizes com a sua experiência. Agradecemos pela indicação.



Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

3 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Transtorno bipolar

    Fora medicamentos, qual terapia mais indicada para o transtorno bipolar?

    Esta não é uma pergunta simples. O transtorno bipolar (TB) é geralmente caracterizado por três fazes: (1) eutimia, quando não há sintomas, mania, marcada pela insônia e agitação psicomotora e, (3) depressão.

    Há poucas dúvidas que o fundamento do tratamento do tratamento do TB é medicamentoso. Contudo, algumas práticas psicoterápicas tem demonstrado eficácia, principalmente na prevenção de recaídas, ou seja, manutenção da eutimia. Para isto, são indicadas principalmente as modalidades psicoeducação ou terapia cognitivo-comportamental (TCC).
    Já durante a faze de mania, a psicoterapia não é indicada.
    Durante a fase depressiva, pode haver tratamento complementar à farmacoterapia, com TCC ou terapia interpessoal. As evidências científicas, contudo, não são fortes nestas indicações.

    Dr. Helton Cavalcanti

  • Pergunta sobre Pondera

    Nas três primeiras semanas tomando paroxetina de 20 me é normal sentir a ansiedade aumentada?

    Complementando a resposta do colega, Dr Labinas, a ansiedade pode ocorrer como efeito colateral da Paroxetina em até 10% dos pacientes. Conforme dito, tais sintomas tendem a desaparecer em uma ou duas semanas do início do tratamento. Existem medidas que podem ser tomadas tanto para prevenir este sintoma quanto para trata-lo, caso não remita. Converse com seu médico. Ele saberá o que fazer.

    Dr. Helton Cavalcanti

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Diretor médico do Instituto Cavalcanti MBA em Liderança, Inovação e Gestão, pela PUCRS Aperfeiçoamento em Psicogeriatria, pelo IPq-FMUSP. Formação ...

Mostrar a descrição completa

Tratar condições médicas

  • Transtornos Da Personalidade
  • Demência
  • Transtorno Depressivo Maior
Mostrar mais doenças

Formação

  • Médico, Faculdade Pernambucana de Saúde, 2012
  • Formação em Terapia Cognitivo Comportamental, IPq-FMUSP, 2017
  • Especialista em Dependência Química, UNIFESP, 2017
Veja mais

Certificado Doctoralia


Experiências Profissionais

  • Estágio em Psiquiatria, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), 2012


Idiomas

Português, Francês, Inglês

Redes sociais


Artigos

Doença de Alzheimer

As demências são um conjunto de doenças, que tem em comum a perda da memória e a dificuldade para pensar corretamente. São sintomas: esquecimentos constantes, confusão mental, problemas com a linguagem (dificuldade em achar a palavra correta), problemas com as tarefas do dia-a-dia (como pagar contas ou cozinhar) e se perder em lugares conhecidos. Algumas causas de demência são: Alzheimer, Doença Vascular, Doença com corpos de Lewy, Degeneração lobar frontotemporal (DFT) e Doença de Parkinson. O psiquiatra ou neurologista devem ser consultados quando há perda de habilidades que não sejam explicáveis por outras doenças. Perdas de habilidades mentais não fazem parte do envelhecimento normal.


Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

O TDAH é um dos problemas neuropsiquiátricos mais comuns. A doença começa na infância, mas 1/3 das crianças mantém os sintomas quando adultos. É em grande parte genético, encontrado em cerca de um em cada 25 adultos. O TDAH leva à prejuízo no desempenho e nos relacionamentos. Alguns sintomas são: esquecimentos frequentes, dificuldade em finalizar tarefas demoradas e complexas, impulsividade, impaciência, flutuações de humor, distraibilidade, procrastinação, entre outros. Alguns estudos mostraram que adultos com TDAH não tratado têm mais acidentes de trânsito, mais desemprego, menor desempenho acadêmico e maior risco de abuso de drogas. O tratamento é efetivo e principalmente medicamentoso.


Transtorno Depressivo Maior

A depressão é uma síndrome, que existe em várias formas, mais e menos graves, mais e menos duradouras: Transtorno Depressivo Maior, Distimia, Depressão Menor, entre outras. Pouco mais de uma em dez pessoas terá depressão durante a vida. A depressão reduz a qualidade de vida, leva a faltas ao trabalho, dificuldades nos relacionamentos e piora de doenças pré-existentes. Apesar de ocorrer em quase todas as idades, idosos são especialmente susceptíveis. Hoje, há sólido conhecimento sobre a doença e como tratá-la, sendo medicamentos e psicoterapia as principais modalidades. Isto é fundamental para reduzir o sofrimento, e principalmente, prevenir recaídas ou cronificação da doença.


Esquizofrenia

No Espectro da Esquizofrenia, temos a Personalidade Esquizotípica -- muitas vezes confundida com a Esquizofrenia, o Transtorno Delirante, o Psicótico Breve, a própria Esquizofrenia e o Transtorno Esquizoafetivo. São todos transtornos caracterizados, em maior ou menor grau, pela presença de psicose (delírios e alucinações). São doenças debilitantes, que impõem enormes desafios à família e ao próprio paciente. O bom tratamento, executado da melhor maneira, e o mais cedo possível, traz alívio aos portadores dessas doenças. O manejo dos transtornos psicóticos está entre as principais áreas de interesse e experiência do Dr. Helton Cavalcanti.

Veja todos os artigos

Publicações

Publicações (2)

Pesquisas relacionadas