Achar que uma pessoa está dando um presente para querer que eu faça uma vontade dela, é delírio?

8 respostas
Achar que uma pessoa está dando um presente para querer que eu faça uma vontade dela, é delírio?
Bom, assim sem o contexto e sem conhecer a pessoa que estaria dando esse presente fica muito difícil afirmar se é "delírio" ou não. Até porque o delírio mesmo nada tem a ver com a expressão popular "nossa, fulano está delirando". Delírio mesmo é uma idéia patologicamente falsa e de conteúdo impossível (ou seja, incapaz de acontecer na realidade) e não suscetível a opinião alheia, já que o indivíduo delirante tem uma certeza absurda dos fatos.

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Dar um presente a alguém estar muito relacionado ao gostar, ao lembrar desta pessoa, mas, observando por este ângulo que seria o de analisar se este comportamento está sendo realizado com o intuito de fazer com que você faça o que esta pessoa deseja. Posso te dizer que seria muito importante você analisar o contexto como um todo. Quem é essa pessoa com você? qual o tipo de relação que vocês mantem?Traga para a realidade evidências deste comportamento. Isso não é delírio! Se você acredita que não consegue administrar sozinha alguns pensamentos relacionados ao outro e as suas ações, sendo que isso te traz um sofrimento, procure um psicólogo e faça terapia!!! Espero ter ajudado!

Seu questionamento me fez pensar muito.
Dar um presente a alguém, normalmente é um gesto de ternura, de carinho, de cuidado etc.
Mas me parece, que você colocar, o presente como troca de favores, talvez você não consiga ver como um gesto positivo, será que vc não merece simplesmente, por que tem sempre um interesse por traz, a vida pode ser mais leve.
Não entendo como delírio, mas como receio de ser amada.
Sugiro que você busque um Psicólogo, conhecendo-se mais, você sofrerá menos.
Espero que lhe tenha ajudado, estou a disposição
Abraço
Vera Pelizzari

De que tipo de delírio estamos falando, como sugerido pela colega, o delírio psicótico é muito diferente daquele delírio de que falamos pelo senso comum. Pelo contexto me parece que você se referindo a um delírio no senso comum, do tipo criando histórias na minha cabeça, ou viajando. Sendo esse o caso, vale avaliar bem a situação e refletir sobre o quanto você conhece essa pessoa. Esse tipo de atitude de natureza manipularias que analisa sempre meios para obter um fim que se almeja é corriqueira no comportamento dessa pessoa? Ela passa a impressão de sempre estar com segundas intenções, ou pensando em formas de se beneficiar, mesmo quando está ajudando alguém? São dicas para você avaliar a situação. Porém se você tem esse tipo de dúvida independentemente da pessoa que está lhe oferecendo algo, talvez se trate de uma questão sua de desconfiança e nesses casos a terapia pode lhe ser muito útil.

Não, necessariamente. Concordo com a colega Vera Pelizzari.

Indico que busque um psicólogo para uma melhor avaliação envolvendo sua questão . Abcs

É natural essa percepção, depende muito da sua relação com a ideia de ser presenteado, depende do grau desta amizade.
Precisaria de mais dados para uma melhor resposta a sua pergunta.

Acredito que este pensamento tenha uma razao de existir, não surgiu do nada, certo? Seja qual for o motivo é muito importante que você procure um psicólogo para te ajudar analisar o contexto e tratar as causas.
Um abraço,

Especialistas

Erika Suelen de Paula Ricci

Erika Suelen de Paula Ricci

Psicólogo

São Caetano do Sul

Renata Almeida

Renata Almeida

Psicólogo

Nova Iguaçu

Jair da Silva Cerqueira

Jair da Silva Cerqueira

Psicólogo

Osasco

Weslley Nazareth

Weslley Nazareth

Psicólogo

Uberlândia

Thalita Garcia

Thalita Garcia

Psicólogo

Curitiba

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 22 perguntas sobre Delírio

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.