Meu marido me traiu,näo consigo aceitar.Tenho vontade de larga lo,mas tenho dois filhos adolescentes

12 respostas
Meu marido me traiu,näo consigo aceitar.Tenho vontade de larga lo,mas tenho dois filhos adolescentes que ainda me criticam.Olho pro meu marido e näo sinto mais nada.O que faço???
Procure um psicoterapeuta, dessa forma você poderá trabalhar a questão de uma forma ampla. Pode ser que essa traição tenha desencadeado também outros sentimentos, recentimentos e questões acumulados durante anos. Pode ser que você precise se fortalecer para tomar decisões sobre isso, de forma consciente e madura. Independente da decisão que tomar é preciso que você trabalhe essa dor para que ela não te faça sofrer muito mais do que o necessário, como um exercício diário de superação para si mesma. Um psicoterapeuta ético poderá te ajudar. Vá e enfrente!

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Não ha como te orientar nesta decisão de vida neste espaço. Recomendo que voce procure com brevidade um psicoterapeuta, que poderá ser um psicólogo ou medico psiquiatra habilitado para conversar e lhe ajudar a superar ou resolver seu sofrimento.


att

prof david
Olá , te oriento a procurar ajuda psicológica, esse momento requer um acompanhamento , pense nessa possibilidade. Oriento a linha Cognitiva Comportamental
Desde que esta situaçao esteja lhe está causando sofrimento e prejuizos em sua vida diária, procure um psicoterapeuta para ampliar sua consciência e perceber sua condição humana enquanto sujeito nesta relação.
Assim minimizará seu sofrimento e encontrará formas de lidar com este sofrimento familiar.

Mônica Araújo!
Bom dia

Isso é um questão de análise. Acredito que num processo psicanalítico junto anum profissional que seja de sua confiança, você possa desenvolver possibilidades nesse contexto que você coloca. A questão que se inicia uma análise já está, praticamente, colocada de saída, diante do impossível de perdoar e de ter que se haver com as críticas de seus filhos.

Abc

Danilo Alves da Cruz
Concordo com todos os especialistas, é fundamental procurar um psicólogo que possa lhe ajudar a entender o que esta acontecendo e retomar sua vida.
Uma psicoterapia poderá ajuda-la a elaborar melhor esta situação, porém o mais importante e saber o que você deseja para sua vida, a escolha e unicamente sua. A psicoterapia poderá facilitar sua tomada de decisão e melhorar sua auto estima.
Se o seu amor para o seu marido dependia da exclusividade que vocé pensava ter no coração dele, você decerto está conforme com a nossa cultura, mas quem sofre é você.

Me estranha você dizer que não sente mais nada por ele. Será? Não significa que você não o amava porquê gostava dele, mas o amava por ser amada por ele? Você, neste relacionamento, estava numa posição bastante fraca, passiva, talvez sem se dar conta.

Se você não trabalhar a sua própria autoestima, qualquer que seja a sua decisão agora, você arrisca entrar na mesma situação com o seu próximo parceiro. Eu sei que superar ciumes é mais difícil para mulher do que para homem. Mas não tem jeito. A felicidade do cinema não acontece na vida ou raríssimamente.

Você pode achar injusto e duro para você aceitar, mas recomendo trabalhar com um@ psicoterapeuta humanista ou um@ psicanalista para entender-se melhor e ganhar mais liberdade, apreender amar incondicionalmente. Garanto que vai ficar mais feliz por ser mais forte.
Olá!
Sinto por sua dificuldade!
Sugiro que busque psicoterapia o quanto antes.
Há momentos nos quais se torna bastante desafiador lidar com sentimentos e decisões emocionais tão impactantes e profundas. Nesses casos, um excelente processo analítico auxiliará muito.
Na vida temos que trabalhar com prioridades. Nossa maior prioridade deve ser a nossa própria vida pois ninguem tem a capacidade de ser especialista em nós, somente nós mesmos podemos saber o que é melhor para nossa vida.
Procure sentir o que é melhor pra voce e aja de uma forma que gere o menor impacto negativo naqueles que ama, mas faça, cuide se voce.
Às vezes temos a ideia de que amor é sofrimento, de que para amar é preciso sofrer, mas trata-se de uma crença equivocada que nos afasta de um relacionamento sadio e equilibrado.
Procure um psicólogo, ele lhe ajudara a colocar em ordem seus sentimentos e prioridades. Volte a amar, mas também mantenha seu espaço de forma saudável .
Buscar um psicólogo pode ser uma boa alternativa para que você perceba sozinha qual é a melhor decisão a se tomar. Ter um lugar que você pode entrar em contato com seus sentimentos sem julgamento e sendo acolhida pode te ajudar em vários aspectos da vida.

Especialistas

Ana Carolina Lynch

Ana Carolina Lynch

Psicanalista, Psicólogo

Rio de Janeiro

Agendar uma visita
Beatriz Sevilhano Casado

Beatriz Sevilhano Casado

Psicólogo

São Caetano do Sul

Agendar uma visita
Natalia Ventura

Natalia Ventura

Psicólogo

Cachoeirinha

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Luis Falivene Roberto Alves

Luis Falivene Roberto Alves

Psiquiatra

Campinas

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 91 perguntas sobre Psicoterapia
  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.
  • Por uma questão de saúde, quantidades e doses de medicamentos não serão publicadas.

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.


Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.