Ola, tenho 20 anos e a algum tempinho um psiquiatra me diagnosticou com ansiedade generalizada. Tenho um medo enorme de ficar esquizofrenico ou de enlouquecer. Nunca tive sintomas de nada mas nao paro de pensar nisso. Esse medo é da propria ansiedade?
 Mayara Souza
Mayara Souza
Psicanalista, Psicólogo
Curitiba
será que justamente essa sensação de ansiedade, não seria proveniente desses tantos pensamentos? Um psicanalista pode lhe ajudar a entender estes pensamentos e o porque eles vêm tanto à sua cabeça. Acredito que quando começar a compreender, seus sintomas de ansiedade podem diminuir. Abraço!

 Ana Paula Ruas
Ana Paula Ruas
Psicanalista, Psicólogo
Campinas
Olá, como vai?
Pensamentos persistentes e o medo de enlouquecer, morrer, perder um ente querido, são sintomas recorrentes dentro de transtornos de ansiedade. Uma parte do tratamento vc já procurou, no entanto, seria de grande valia vc buscar pelo atendimento de um psicólogo para compreender suas angústias e ressignificá-las!
Cuide-se!
Abraços

Olá! se o diagnóstico foi de ansiedade e não associada a uma patologia, não tem porque essa preocupação! Esquizofrenia é passado geneticamente, não se adquire! Busque por Psicoterapia Cognitivo Comportamental e Hipnoterapia. Paz e Bem!

 Anelise Mira
Anelise Mira
Psicólogo
Curitiba
Olá!
É normal pessoas ansiosas sofrerem com pensamentos contínuos. O melhor a fazer é junto ao tratamento psiquiátrico, você fazer acompanhemos com psicólogo. De preferência com psicólogo que trabalhe com a abordagem cognitiva comportamental, pois ele ensinará técnicas para você aprender a lidar com sua ansiedade e também mudar seus pensamentos automáticos.
Em relação a esquizofrenia, concordo com a colocação da outra colega, descarte esta hipótese.
Boa sorte
Abraços
Anelise Mira

Dra. Betânia Tassis
Dra. Betânia Tassis
Psicanalista, Psicólogo
Rio de Janeiro
Olá, pensar... pensar antes... pensar em outro diagnóstico ... me parece que a angústia relacionada as suas emoções e a forma como lida e sente a ansiedade está te causando profundo sofrimento. Não é incomum no consultório escutarmos relatos de medo de enlouquecer e pensamento que se apresenta de forma imperativa em quadros de ansiedade. Busque um espaço que confie para falar, se expressar e se relacionar um pouco mais tranquila no dia a dia. Práticas de respiração podem ajudar a relaxar o corpo e fazer a mente acalmar.
Espero ter ajudado em sua questão.
Absç, Betânia Tassis.

 Daniele Muniz
Daniele Muniz
Psicólogo
Rio de Janeiro
Olá! No Transtorno de Ansiedade Generalizada o indivíduo se preocupa antecipadamente de forma desproporcional com situações e eventos que nem sempre são reais. Existe um gasto de energia mental e física muito grande em função de uma mente que se ocupa constantemente com perigos e situações reais e imaginárias. Se procurar um acompanhamento psicológico poderá minimizar os efeitos desses sintomas. A terapia cognitivo-comportamental pode ajudar.

 Thiago de Sousa
Thiago de Sousa
Psicanalista, Psicólogo
Rio de Janeiro
Olá. Pode ser interessante buscar um apoio para além do medicamentoso que lhe permita espaço para elaborar essas questões de que tanto anseia.
Cuidado ao acreditar em diagnósticos pré estabelecidos pois não necessariamente isso lhe levará a qualquer um dos quadros que você descreveu.

 Marina Souza Duarte Alvarenga
Marina Souza Duarte Alvarenga
Psicólogo, Terapeuta complementar
Belo Horizonte
Como dito anteriormente, essa preocupação faz parte do transtorno de ansiedade generalizado. Procure acompanhamento psicológico para complementar o tratamento passado pelo psiquiatra.

 Cristina Leandro do Vale
Cristina Leandro do Vale
Psicanalista, Psicólogo
São José dos Campos
Olá! O fato destes pensamentos virem à tona, faz parte do quadro de ansiedade, ainda mais quando não consegue-se identificar ao certo o motivo da ansiedade. Além de técnicas para ajudar no controle da ansiedade, é necessário uma investigação para tentar se chegar à raiz do problema. Creio que assim como a Abordagem Cognitivo Comportamental tem sua importância e contribuição, as outras também têm. Desta forma, neste caso o importante é encontrar um Psicoterapeuta com quem se sinta confortável em falar das suas questões, independente da Abordagem. Mas lembre-se que é muito importante ter este acompanhamento, então se ainda não está com acompanhamento psicológico, este deve ser sempre próximo passo. Abraço!

Se você já consultou um psiquiatra precisa confiar no diagnóstico fornecido. A esquizofrenia é um diagnóstico bem diferente da ansiedade e apresenta outros sintomas que certamente seu psiquiatra perceberia. Pessoas ansiosas sentem medo de muitas coisas, umas delas é de enlouquecer. A ansiedade constante pode parecer uma paranóia, mas é apenas um desconforto generalizado. Seria importante você entender bem quais os gatilhos dos seus medos e aprender técnicas para redução da ansiedade. Conhecer bem seu quadro pode te ajudar a não temer perder o controle mental.

Pelo seu relato parece que o pensamento de enlouquecer ou de se tornar esquizofrênico é bem recorrente e se manifesta na forma de medo. Como algo que funciona a revelia de seu controle, é bem provável que tenha a ver com o quadro de ansiedade generalizada. Mas para além de situar essa questão em termos diagnósticos, também é muito importante saber como lidar com isso tudo. Concomitantemente ao tratamento junto a um psiquiatra, iniciar um processo analítico seria muito profícuo. Por que será que perante uma série de quadros psicóticos a esquizofrenia foi (inconscientemente) eleita como algo uma ameça? Você conhece alguém nesta condição? Elaborar questões como essas podem ser fundamentais para que você consiga agir de modo mais autônomo e livre, sem ter que constantemente buscar respostas para esses pensamentos que o atormentam.

 Clayton dos Santos Silva
Clayton dos Santos Silva
Psicanalista, Psicólogo
Limeira
Se a intensidade desse medo é grande o suficiente para lhe causar sofrimento ela é sim uma dos sintomas de ansiedade apontados pelo seu médico. Recomendo que relate a ele esse seu medo e a frequência desses pensamentos, isso o irá ajudar a entender melhor o que está lhe acontecendo. Recomendo também procurar um psicólogo para iniciar uma psicoterapia. Tenho certeza que lhe será muito útil nesse momento.

 Geisa Bastos Melo
Geisa Bastos Melo
Psicólogo
Salvador
Olá. Que bom que já está sendo acompanhado por um psiquiatra. É importante que você esclareça todas as suas dúvidas com ele e, busque um suporte de psicoterapia que vai lhe oferecer um espaço de compreensão de como se sente e entende seu funcionamento psíquico, reduzindo as fantasias e preocupações.

Olá, o medo é um sentimento que acompanha o TAG. Geralmente esse medo é irreal e exacerbado, ou seja, não existe uma razão concreta para ele existir. Acredito que será importante a procura de um psicólogo para lhe ajudar a lidar melhor com esses sintomas. A psicoterapia vai lhe proporcionar um ambiente seguro para que seus medos sejam avaliados, interpretados e elaborados. Abraço, Daniela.

Especialistas em Transtornos de Ansiedade Generalizados

Maria Isabel Nestarez

Maria Isabel Nestarez

Psiquiatra

São Paulo

Jennifer Villar

Jennifer Villar

Psiquiatra

São Paulo

Daniel Yamada

Daniel Yamada

Psiquiatra

São Paulo

José Fernandes Pedrosa

José Fernandes Pedrosa

Psiquiatra

Brasília

Andrea Dadalto

Andrea Dadalto

Psiquiatra

Rio de Janeiro

Alber Morais Dias

Alber Morais Dias

Psiquiatra

São Paulo

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 161 perguntas sobre Transtornos de Ansiedade Generalizados

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.