Olá, é normal ficar muito preocupado com tudo, mesmo que seja algo simples?

21 respostas
Olá, é normal ficar muito preocupado com tudo, mesmo que seja algo simples?
Na verdade, não. Pense o seguinte: todo extremo é indicativo de algo que esta em desequilíbrio. A preocupação extrema, incluindo nas mais pequeninas coisas, pode denotar um quadro de ansiedade (que tem gradações) ou até um transtorno obssessivo compulsivo. Não seria certo criar um diagnóstico aqui, afinal não se tem informações suficientes para tal. Sendo assim, é necessário uma avaliação psicológica de forma a identificar o que pode estar ocorrendo com você. Já sabemos que este momento em que estamos vivendo, de pandemia, muitos gatilhos podem ser disparados, potencializando emoções e atitudes que geram desconforto em nosso dia a dia. Recomendo que procure uma psicóloga de forma a poder auxilia-lo(a), tanto na identificação do que esta ocorrendo com você, como para ajuda-lo(a) a compreender e tratar desta situação ou de qualquer outra que possa estar gerando essa preocupação excessiva. Conte comigo se precisar! Abraços!

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Prezado(a) paciente. Penso que talvez seja interessante identificar o que você classifica como "coisas simples" que lhe suscitam preocupações. Embora esse significante seja um tanto quanto vago e denote abrangência, concordo com a colega no tocante a considerarmos a excepcionalidade atual, propicia a deflagrar sintomas psíquicos, outrora, irreconhecíveis. Nesse sentido, penso que se há incomodo e/ou desconfortos na forma de transitar nas relações interpessoais, um trabalho minucioso e detalhado já seria indicado. Para maiores informações coloco-me a disposição.

Olá a preocupação é algo comum e corriqueiro no dia a dia, mas como tudo na vida é uma questão de equilíbrio, se essas preocupações são exageradas e lhe causa desconforto, o ideal é vc procurar um psicólogo para que isso ñ ultrapasse os limites, gerando crises de ansiedade.

Olá! Ter algum nível de preocupação, vez ou outra, é absolutamente normal e necessário para a nossa sobrevivência. Mas, dependendo das circunstâncias e intensidade, a preocupação pode se tornar algo prejudicial a qualidade de vida. Consideramos a preocupação excessiva quando ela surge de maneira desproporcional ao contexto, causando prejuízo e sofrimento. Esse excesso de preocupação pode ser um indicativo de que a sua ansiedade está acima do normal e precisa de controle. Se você sente dificuldade de esvaziar a cabeça, mesmo frente a situações do dia a dia que considera “simples”, e isso vem te perturbando, recomendo que procure um Psicólogo para fazer a avaliação e te ajudar a lidar melhor com essas questões. Cuide-se bem!

Olá, boa tarde! Pode ocorrer das preocupações do dia a dia parecerem muito grandes e nos atrapalharem. Pode ser importante refletir sobre o que está acontecendo, para que a ansiedade e o estresse das preocupações não gerem sofrimento desnecessário, para que a vida fique mais leve. Fico a disposição se quiser conversar mais a respeito. Abs!
Convidamo-lo para uma consulta: Telemedicina - R$ 150
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Não. Provavelmente você está hipersensibilizada. Como dessensibilizar? Terapia EMDR + Pain Management (Gerenciamento da Dor).

Olá! Para que possamos compreender melhor, será necessário ter uma explanação mais abrangente dos conteúdo a que você se refere.
Como disseram, comportamentos ou pensamentos generalizados e extremistas de tudo ou nada podem ser prejudiciais, afinal, é importante conseguirmos priorizar certas situações frente à outras para que possamos ser mais funcionais nas resoluções de problemas.
Existe uma sobrecarga emocional quando esse funcionamento perdura por muito tempo.
Procure um profissional para ajudá-lo.

Todo tipo de excesso precisa ser observado, vai ser através dessa observação que você vai poder perceber se esse "excesso" está te fazendo mal. É preciso observar também a qualidade desses pensamentos. O ideal é que esses pensamentos sejam observados e analisados junto a um profissional, ele poderá te ajudar o por quê você está nesse excesso.

O indicativo de que se preocupa com pequenas coisas de forma extrema conforme citou não é algo normal. Provavelmente sua ansiedade está mais elevada que o normal e o mais adequado é que procure um psicólogo de preferência da Terapia Cognitiva Comportamental que tem muito êxito.
Espero ter ajudado
Desde já me ponho a disposição.
Um abraço

Olá! Não é normal se preocupar com tudo. Isso pode mostrar uma necessidade de encobrir outras coisas, o que gera um quadro ansioso, que se estender em todas as direções. Procure por ajuda psicológica para ajudar com suas questões emocionais. Lhe ajudará muito.

A preocupação não é a questão e sim, o excesso. Se está causando prejuízo na sua qualidade de vida e trazendo sintomas ansiosos é preciso iniciar uma terapia. Que fatores estressantes te trazem essa "preocupação com tudo"? Em uma análise poderá trazer essa reflexão, assim como outras questões que te causam sofrimento psíquico. Procure um psicanalista e inicie uma análise. Cuide de você. Um abraço!

Ola! Me parece que o excesso de preocupação está te incomodando. Quando nos preocupamos demasiadamente gastamos muita energia antecipando o que pode ou não acontecer. Diante disso compreender melhor o que realmente tem te preocupado fará com que você possa lidar melhor com as questões, e até altere essa preocupação em demasia.
Estou a disposição!
Convidamo-lo para uma consulta: Primeira consulta psicologia
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Seu curto relato pode ser um indicativo de Ansiedade. Mas como algumas colegas já falaram acima, é importante observar que todo excesso pode ser decorrente de um possível transtorno, mesmo que leve. Todos nós temos, de uma forma ou outra, distorções cognitivas como, catastrofização, leitura de pensamento, adivinhação, etc. Em uma consulta com um psicólogo da abordagem TCC ajudaria na identificação da sua forma de pensar e ajudá-la a entender seu padrão de comportamento.

Olá
Quando nos questionamos sobre normalidade já há um indicativo que algo está fora do que nos é peculiar.
Excesso de preocupação pode relacionar a inseguranças, instabilidades pelas quais estamos passando.
Um tratamento psicológico psicanalítico pode contribuir para sustentar e atravessar estes momentos.
Convidamo-lo para uma consulta: Telemedicina - R$ 120
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Há de se questionar porque tudo ainda que simples lhe pré-ocupa. Partindo desse joguete de palavras algumas possibilidades podem se abrir, uma vez que algo que é "pré" é anterior. Ou seja, vocẽ se ocupa de algo que ainda nem conseguiu fazer, por exemplo?
Deixo essa provocação e também, lembrar que a fronteira entre o normal e o patológico em saúde mental é tênue, logo, talvez esse não seja necessariamente o caminho interessante para o seu caso.

Olá, boa tarde! Ás vezes temos alguns padrões de pensar/interpretar o mundo ao nosso redor, que nos deixam muito estressados, ansiosos, aumentando o tamanho dos problemas, etc. Mas isso pode transformado, para vivermos sem tanto incômodo. Fico a disposição para conversarmos mais. Abs!
Convidamo-lo para uma consulta: Psicoterapia online - R$ 160
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Converse com um psicólogo de sua extrema confiança . Ele Poderá te
Ajudar, sim .

Olá, o medo e a preocupação são sentimentos normais e saudáveis que nos ajuda a identificar situações de perigo, como um sinal de alerta. Porém se não há um motivo real para isso, possivelmente esse "sinal de alerta" não está muito bem "regulado". Isso é típico dos quadros de ansiedade. A noticia boa é que os quadros de ansiedade respondem muito bem ao tratamento. tem uma taxa de sucesso e quase 90% quando são tratados adequadamente. Isso inclui um tratamento psicológico, psiquiátrico e algumas mudanças de estilo de vida. Estou a disposição para te ajudar nessa jornada, você não precisa passar por isso sozinho(a). Forte Abraço!
Convidamo-lo para uma consulta: Atendimento psicoterapia - R$ 150
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Na verdade não. Normal é ter uma vida leve! a preocupação faz parte da vida, mas não pode ser sua vida. Provavelmente é ansiedade! Você pode buscar psicoterapia para te ajudar nesse processo.

Olá! Se você está com preocupação em excesso é de suma importância fazer uma avaliação melhor com um psicólogo, pois você para de produzir o que realmente é necessário para a sua vida e também passa deixa de ver a vida com prazer e alegria
Convidamo-lo para uma consulta: Telemedicina - R$ 160
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Olá! Depende do grau de preocupação e o quanto essa situação ocupa seu dia. Caso essa situação esteja trazendo prejuízos, seria interessante procurar um psicólogo. Boa sorte!

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 305 perguntas sobre Otociriax

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.