Olá, tenho 16 anos, e sou muito medrosa e tenho muito medo de algum dia ter alguma doença grave, me preocupo com qualquer coisa, ultimamente eu venho sentindo dores nos braços, no peito, na mandíbula em ambos os lados, nas costas, e sei que alguns desses sintomas são de infarto, porém eu tenho síndrome de pânico e sei que é normal que eu tenha as vezes a sensação de que eu vá infartar, como eu não faço nenhum exercício e fico bastante parte do meu tempo deitada, é normal que eu sinta dores, mas mesmo assim eu me preocupo, eu deveria procurar um cardiologista? Ou são apenas sintomas da minha ansiedade que se manifestam?
Olá. Em primeiro lugar visite um médico clínico geral para fazer uma primeira avaliação. Este profissional deverá fazer um encaminhamento especializado, seja para um médico, seja para outro profissional como um psicólogo.
Convidamo-lo para uma consulta: - R$ 80
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Se esses sintomas vem te trazendo angústia, seria interessante você procurar o cardiologista até para descartar que não é nada físico e se caso ainda não esteja passando com psicólogo, iniciar um tratamento psicológico ajudaria muito.

Olá!
Os sintomas que você relacionou estão relacionados a muitos diagnósticos e por isso seria importante sim que você procure um cardiologista para afastar suas dúvidas físicas, apesar de você ser jovem demais para tais sintomas.

Sugiro que você faça sim uma bateria de exames, mas que tambem procure um Psicólogo na sua região para falar sobre o que você chamou de sindrome do pânico e investigar sobre estes medos que você tem de doenças, pois, muito provavelmente estes sintomas estão associados a uma somatização, transformando seus pensamentos em sintomas físicos que nos paralizam e podem nos colocar em situações como as que você descreveu.

Considere começar um exercício físico de que você goste, assim você ativa neurotransmissores importantes para sua saúde mental também, além de colocar o corpo pra funcionar! ;)

Espero ter ajudado!

Olá! Além do diagnóstico acertado do síndrome do pânico, é preciso que você faça um acompanhamento psicológico, a fim de trabalhar sua ansiedade. Medo de uma doença grave é típico de alguém com vulnerabilidade a danos e doenças, nomenclatura da terapia do esquema. Esta terapia, que fala de cognições, sentimentos e comportamentos auto-sabotadores, pode ajudá-la a entender melhor seu funcionamento psicológico. Se sua ansiedade está muito alta, procure um psicólogo para ensiná-la técnicas de respiração e relaxamento. E ainda é importante ir a um psiquiatra para verificar a necessidade de uso de algum medicação.

Cuide-se!
Abraço!

Olá...
É muito importante procurar um médico clínico para uma avaliação geral.
Os sintomas citados podem está relacionados a uma série de situações de ordem física, como também a um quadro de ansiedade.
A ansiedade só é possível o diagnóstico ao descartar possibilidades clínicas. Imagino também, o tanto que a dúvida do que se trata tem lhe angustiado.
É fundamental uma avaliação médica e um acompanhamento psicológico.
Gratidão!

Percebo pelo seu relato que seria interessante que procurasse um médico para exames médicos a fim de eliminar hipóteses diagnósticas, em seguida procurar por profissionais da saúde mental. O tratamento terapêutico psicológico em consonância com a psiquiatria dependendo da avaliação recebida, em caso de ansiedade ou não, poderá ser eficiente e proporcionará você bons ganhos em sua saúde.

Boa noite! Avaliação médica é importante sim para descartar problemas de ordem orgânica. No entanto você precisa iniciar psicoterapia com psicólogo para falar sobre sua angústia e dessa forma poderás ressignificar seu existir, sua vida. Você precisa conhecer o gatilho dos seus sintomas físicos conhecendo sua mente e suas emoções.
Cuide-se! Melhoras.

 Claudius Viana
Claudius Viana
Psicólogo
Rio de Janeiro
Boa noite. Na hipótese de que tenham sido descartadas as causas orgânicas, poderíamos realmente pensar que seus sintomas se devam a fatores emocionais. Os transtornos de ansiedade podem disparar diversas respostas fisiológicas, desde o aumento de tensão em áreas musculares específicas, até reações inflamatórias ou alterações hormonais, que explicariam as sensações que você descreve. Nesse caso, aconselho que procure um psicólogo de sua confiança e faça um relato mais detalhado, pois assim terá condições de obter uma melhor avaliação é uma proposta de tratamento. Abraços!

O medo faz parte da nossa vida e é normal. É ele que nos faz fugir diante de uma situação de perigo. Mas, quando o medo é paralisante precisamos pedir ajuda. As dores são sintomas de que algo não está bem. Somando tudo que vc falou acredito que vc poderia se beneficiar de terapia associada a visita ao psiquiatra. Td isso que vc contou é contornável. Procure ajuda. Td isso tem solução.

 Paulo Renato Oliveira
Paulo Renato Oliveira
Psicanalista, Psicólogo
Rio de Janeiro
Mesmo nos casos em que se trata de uma somatização de sintomas de cunho psicológico, a ida a um cardiologista pode ter um efeito terapêutico importante, por afastar, mesmo que parcialmente, a ideia de um infarto, incidente pouco provável em alguém da sua idade. Sou contra adolescentes tomarem antidepressivos, razão pela qual te sugiro procurar o quanto antes um Psicólogo Clínico e iniciar um tratamento sério. É possivel, em pessoas mais jovens , obter completa remissão dos sintomas no médio e longo prazos apenas vom Psicoterapia.

Olá! O primeiro passo é você ir ao médico e excluir a possibilidade de algum problema físico e posteriormente procure um psiquiatra para avaliação e um psicólogo que trabalhe com terapia cognitivo comportamental, que é o tipo de terapia mais indicada e eficiente para tratamento da síndrome do pânico. Abraços

Olá, o primeiro passo é procurar um médico e fazer alguns exames, assim vc irá excluir qq causa orgânica.
O segundo passo é procurar um psicólogo , para que este faça uma avaliação e com isso possa realizar a indicação adequada para seu caso.
Boa sorte !
Lembre-se : cuide de sua saúde mental sempre!!!

Inicialmente saia de sua zona de conforto, inicie alguma atividade física como academia ou caminhada ao ar livre, 2 a 3 vezes por semana, além de procurar um cardiologista e um psicólogo. Boa sorte

Dra. Helda Moreira
Dra. Helda Moreira
Psicólogo, Psicopedagogo, Especialista em administração em saúde
Juiz de Fora
Descartado a hipótese de ter uma cardiopatia, por sua idade ser muito tenra. Você verbaliza a questão de os sintomas estarem a associados à ansiedade que de fato, precisa de uma avaliação mais detalhada, por profissionais de saúde mental: psiquiatra e psicólogo. Sua suspeita possui características de um quadro ansioso, contudo precisa de avaliação profissional mais detalhada.
Convidamo-lo para uma consulta: - R$ 100
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

 Virginia Fernandes
Virginia Fernandes
Psicólogo, Terapeuta complementar
Santo André
Olá o ideal é vc descartar todas as possibilidades para que possa dar um segmento mais adequado ao tratamento, então visite um clínico geral e peça uma orientação relacionada ao seu estado físico, e nesse meio tempo tb seria legal vc já marcar co, um psicólogo assim ele terá a possibilidade de fazer uma avaliação em relação a seus medos e trabalhar o que for preciso para vc ficar em uma boa estabilidade emocional....sou de santo André fico a disposição, boa sorte...

Boa noite!
Provavelmente esta tensão física seja reflexo da tensão mental. Procure sim um médico, te fará bem! Tudo que você fizer para aliviar as preocupações te fará bem! O mais importante é você procurar um psicólogo para te ajudar cuidar de suas feridas emocionais e aliviar esta tensão interna. Procure por um profissional o quanto antes.
Estimo melhoras!

Olá, mediante a todos os sintomas que você descreveu é recomendável procurar um cardiologista para realizar um check up. Você também mencionou que tem síndrome do pânico, então deve procurar um psicólogo para acompanhamento. Este profissional fará uma avaliação e te orientará. Cuide-se! A saúde mental é muito importante para você ter qualidade de vida. O ambiente terapêutico é reservado e você poderá contar com um profissional especializado para entender as questões que geram angústia.

Voce diz que tem sindrome de panico. Para se curar voce precisa mudar seus maus habitos de pensar errado sobre voce mesma. Jamais acredite que esta doenca e permanente. Voce esta doente mas existe a cura. Para ser curada voce precisa corrigir a sua estrutura emocional ensina a excelente cientista da Psicologia, Karen Horney. Voce tem os sintomas comuns de sindrome do panico. Como se sente doente do coracao de consultar um medico. Se nao for doenca fisica procure um psicologo competente em psicoterapia. Existe cura.

 Cleide Marchiotti
Cleide Marchiotti
Psicólogo, Psicanalista
Maringá
Ola! Procure sim um cardiologista para tirar dúvidas sobre algo físico para descartar essa possibilidade. O que você relata são sintomas de algo muito subjetivo e se tem transtorno do pânico, deves além de consultar um profissional da psicologia ou psicanálise, também ser acompanhada com um psiquiatra. O transtorno do pânico fala sobre uma ansiedade exagerada, o que me parece que te a ver com seu relato. Procure por ajuda!

O que subjaz em todo processo de ansiedade são as preocupações. Existem preocupações que são produtivas ou improdutivas. As produtivas são adaptativas e importantes, pois nos preparam para o enfrentamento de diversas situações, facilitando a nossa tomada de decisão. As improdutivas, muitas vezes, são fruto de distorções de pensamento, que contribuem para potencializar a nossa ansiedade, levando o indivíduo até a um ataque de pânico. Sugiro, inicialmente, que você procure um médico clínico geral, que irá solicitar alguns exames e encaminhá-la a especialistas, se for o caso. Quanto à síndrome do pânico, o tratamento adequado é a psicoterapia, acompanhada da intervenção medicamentosa realizada por um médico psiquiatra, a depender do grau de complexidade do distúrbio. Abraço

 Marilza Rozalen
Marilza Rozalen
Psicólogo, Terapeuta complementar
Osasco
Caso você tenha alguma pessoa da sua família com problemas cardíacos muito próxima, pode realmente estar relacionada a uma questão física. Do contrário podemos avaliar como um quadro de somatização e ansiedade aguda, agravada pelos sintomas da Síndrome do Pânico. Pode ser valioso a avaliação médica, mas são sintomas de ordem psicológica, sendo que uma boa avaliação e acompanhamento de faz com certeza necessário. Busque observar e perceber o que de fato você teme e como isso te paralisa viver a vida que vc deseja e então possívelmente vc encontrará a solução.
Espero ter ajudado de alguma forma. Abraços e boa sorte

Olá,

O que você sente é característica de quem está manifestando sintomas de ansiedade.

Porém, é importante consultar um médico para saber como está a sua saúde física e se estiver tudo bem a recomendação é fazer atendimento psicológico.

abraços
Andressa Justina

Dr. Lucas Montanha dos Santos
Dr. Lucas Montanha dos Santos
Psicólogo, Psicanalista
Guarulhos
O Ideal é que você vá ao médico, ao menos para descartar que estes sintomas não estejam relacionaos ao coração.
E sim, é verdade que estes sintomas também são comuns na ansiedade.
Neste caso seria legal procurar atendimento com um profissional da psicologia.

De acordo com seu relato, até mesmo baseado na síndrome do pânico relatada, esses sintomas podem ser decorrentes disso. Uma procura por um cardiologista ajudaria para que você tirasse sua preocupação com algo relacionado a algum problema cardíaco.
A terapia cognitiva comportamental é bastante utilizada no acompanhamento da síndrome citada.

 Kelly Fernandes
Kelly Fernandes
Psicólogo, Psicanalista
Santo André
Bom dia! Percebo, pelo seu relato, que vem observando questões emocionais importantes. Podemos pensar que corpo e mente coexistem; não há função corporal sem psíquica. Como prioridade, sugiro que inicie com análise pessoal individual, com uma Psicóloga (o) de livre escolha. Para não neglicenciar, uma vez que desconheço suas condições atuais de saúde física, sugiro que procure um médico (a) cardiologista; ele poderá responder suas dúvidas e/ou propor exames, conforme considere necessário.
Espero ter podido auxiliar.
À disposição.

 Carol Zacarias
Carol Zacarias
Psicólogo
Indaiatuba
Todos nós manifestamos no corpo sintomas que podem ter origem biológica e psicológica. O passo fundamental você já identificou, pois sabe qual sentimento está presente junto com os sintomas (o medo). É importante que procure ajuda profissional pois sentirá segurança em reconhecer se os sintomas dizem respeito ao lado emocional ou biológico. Se for emocional, através de um psicólogo é possível que com técnicas modernas seus sintomas melhorem, e se for biológico um médico te prescreverá um tratamento adequado. Muitíssimo obrigada e espero ter contribuído com sua pergunta.

Olá, recomendo que procure um clínico geral para fazer um check-up. Isso vai te dar uma visão mais clara da sua situação orgânica. Em paralelo, procure um psicólogo para tratar da sua ansiedade. Se os dois profissionais puderem trabalhar integrados, melhor ainda!
Convidamo-lo para uma consulta: - R$ 200
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Dra. Valeria Abatemarco
Dra. Valeria Abatemarco
Psicólogo, Psicanalista
São Paulo
Pelo seu relato me parece ser de fundo nervoso, transtorno sério de ansiedade, síndrome de pânico. Se fosse cardiológico você não estaria de pé escrevendo com esses sintomas. Urgente um psicólogo sim! Uma avaliação psicológica e siga orientação. Mas não deixe de fazer nunca uma avaliação clínica cardiológica, seu psicólogo deverá pedir. Existe tratamento e alívio quase total desses sintomas. Procure um psicólogo e viva bem!

Especialistas em Dor No Peito

Fábio Bellini Pereira Teixeira

Fábio Bellini Pereira Teixeira

Cardiologista

Bragança Paulista

Carlos Eduardo Passarini

Carlos Eduardo Passarini

Cardiologista

Rio de Janeiro

Jaide Murilo Ferreira da Silva

Jaide Murilo Ferreira da Silva

Cardiologista

Uberlândia

Edmar Batista dos Santos

Edmar Batista dos Santos

Cardiologista, Médico clínico geral

São Paulo

Raíssa Galvão Portella

Raíssa Galvão Portella

Cardiologista, Médico clínico geral

Teresina

Roberto Borges

Roberto Borges

Cardiologista

Porto Alegre

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 71 perguntas sobre Dor No Peito

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.