Dor no peito - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - dor no peito

Misael Mustafa

Misael Mustafa

Médico clínico geral

Olinda

Licença 10

Licença 10

Médico clínico geral

Belo Horizonte

Heloísa Dias

Heloísa Dias

Médico clínico geral

Campinas

Lineker Fernandes

Lineker Fernandes

Médico clínico geral

Santo André

Thiago Cezar Rocha Azevedo

Thiago Cezar Rocha Azevedo

Médico clínico geral

Recife

Neide Feldhaus

Neide Feldhaus

Intensivista

São Paulo

Perguntas sobre Dor no peito

Nossos especialistas responderam a 189 perguntas sobre Dor no peito

O covid no seu caso evoluiu com um quadro inflamatório mais lento. A dor que vc sente é provavelmente por inflamação da membrana que envolve o pulmão. isso deve melhorar nas próximas duas semanas.…

Sim ele teve uma dor típica porém no exame de ecg não mostrou infarto agudo do miocárdio, o ideal é que procure um colega cardiologista para realização de exames complementares

Especialistas falam sobre Dor No Peito

Angina pectoris é o sintoma referente a dor no peito. A "angina" ou dor no peito deve ser avaliada de maneira pormenorizada por um cardiologista, pois pode estar associada a quadros de obstrução coronária causado por "placas de gordura" (ateromas) na circulação do coração (artérias coronárias). Existem diversas causa de dor torácica. Portanto a avaliação médica cuidadosa é fundamental para os pacientes com sintomas de dor no peito.

Rodrigo Esper

Cardiologista

São Paulo


Dor no peito é um sintoma bastante comum e decorrente de uma grande número de causas que podem ser desde alterações simples e passageiras como distensões musculares até distúrbios potencialmente graves envolvendo o coração e o pulmão. É muito importante procurar seu médico, que fará um diagnóstico individualizado com base nos seus fatores de risco, história familiar e características da dor e iniciará o tratamento adequado. Atenção: indivíduos com dor intensa e persistente, acompanhada de tontura, falta de ar e sudorese importante devem buscar atendimento médico de urgência.

Raíssa Galvão Portella

Cardiologista, Médico clínico geral

Teresina


Dor no peito ou precordialgia é um sintoma clínico frequente e pode ser decorrente de qualquer acometimento no tórax , desde uma simples costocondrite ou dor muscular até um infarto do miocárdio. O diagnóstico diferencial é feito com qualquer estrutura torácica que possa estar enferma como por exemplo pulmões, pericárdio, esôfago , costelas, músculos e diafragma. As características da dor, sua intensidade, duração e outros comemorativos auxiliam o médico no diagnóstico assim como exames como laboratoriais, eletrocardiograma , ecodopplercardiograma e teste ergométrico. Sempre que existir este sintoma um médico deve ser procurado uma vez que podemos estar frente a uma situação clínica grave.

Edmar Batista Dos Santos

Cardiologista, Médico clínico geral

São Paulo


A queixa de dor no peito, chamada de Angina, pode estar relacionado a Estenose Coronária. Utilizamos este termo para descrever a obstrução ou estreitamento dos vasos do coração. O tratamento medicamentoso é essencial para esses pacientes. Quando necessário, podemos desobstruir esses vasos por métodos minimamente invasivos: Cateterismo Cardíaco e Angioplastia Coronária. Muitos pacientes que são encaminhados a Cirurgia Cardíaca aberta podem se beneficiar com a realização destas novas técnicas e novos stents. O médico especializado para sua realização é o cardiologista intervencionista, com registro RQE no Conselho Regional de Medicina.

Dor no peito ou dor torácica é um sintomas comum nas doenças cardiológicas. Pode ser algo sem gravidade, mas também pode estar por trás de doenças sérias. Entre as doenças cardíacas, a mais frequente são as obstruções das artérias do coração (artérias coronárias) cujo quadro recebe o nome de doença arterial coronariana, a qual pode causar infarto. Outras causas incluem doenças nas válvulas, cardiomiopatia hipertrófica, hipertrofias decorrentes da hipertensão arterial e inflamações da membrana que envolve o coração (pericárdio). Mas a dor torácica pode ser devido a problemas fora do coração, como doenças pulmonares, digestivas e musculares.

Humberto Villacorta

Cardiologista

Rio de Janeiro


Dor no peito, a famosa angina, se manifesta como um desconforto profundo, no peito , podendo irradiar para o braço, podendo ser estável ou instável, a primeira é precipitada por esforços físicos ou estresse emocional, e melhora em 5-20 minutos em repouso ou com medicamento, em contraste, a instável, deve ter pelo menos uma dessas características: ocorre em repouso e dura mais de 20 minutos, severa e de aparecimento recente (1 mês), ocorre em padrão crescente.

Ana Carolina Lahaud Ramos

Médico clínico geral

Teresópolis


Dor no peito, essa condição pode ser causada por alguma alteração cardíaca, porém é muito importante o diagnóstico diferencial. Esse diagnóstico é feito através de consultas e exames. A dor pode ser causada, além do coração, pelo esôfago, estômago, pleura dos pulmões, intestinos, músculo diafragma, vesícula ou até mesmo apenas por músculos e articulações. Por isso é muito importante a correta avaliação.

Ivo Alberto Nobrega Silva

Cardiologista, Médico clínico geral, Médico de emergência

Londrina


Dor no peito é um sintoma comum que pode significar doenças cardíacas graves, dentre elas; a angina, o infarto, a dissecção de aorta, o tamponamento cardíaco, estenose aórtica, dentre outras. No entanto, sua localização, duração, fatores desencadeantes, intensidade são fundamentais para direcionamento do diagnóstico. Mas não se assuste, pode ser apenas a manifestação de uma dor muscular, ou do trato gastrointestinal de simples tratamento. Na dúvida procure um cardiologista.

Diogo Da Luz

Cardiologista, Médico clínico geral

São Paulo


A dor torácica é um dos sintomas mais comuns dentre a população geral. Nem sempre indica problema cardiovascular porém deve ser um alerta para que seja realizada investigação adicional dependendo da história clinica e exame físico direcionados que podem elevar a possibilidade de doença arterial coronariana (angina pectoris). Sintomas persistem podem indicar agravamento da doença. O mais importante é o diagnóstico precoce para que se evite complicações e sequelas cardiovasculares.

Márcio Campos Sampaio

Cardiologista

São Paulo


Dor no peito tem diversas causas, como por exemplo refluxo gastro esofágico, dor muscular, gases, inflamação da cartilagem do tórax, alteração pulmonar; mas como a causa cardíaca é a mais grave, e com risco de vida, é necessário uma avaliação específica pelo cardiologista! A doença cardiovascular ainda é a principal causa de morte em todo o mundo. A prevenção é sempre a melhor opção.

Augusto Sardilli

Cardiologista

São José do Rio Preto


Dor no peito pode ter muitas causas diferentes, sejam elas cardiológicas (insuficiência coronariana, estenose aórtica, pericardite) ou de outras etiologias (gastrite, refluxo, dor osteomuscular, ansiedade). A avaliação cardiológica é importante para afastar causas cardíacas e tranquilizar o paciente mostrando que na maioria das vezes a causa é mais simples e menos grave do que se imagina.

Quais profissionais tratam Dor no peito?

Pesquisas relacionadas

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.