Vasectomia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O que é uma vasectomia?

Esta técnica cirúrgica é a intenção mais segura e definitiva para esterilizar o simples masculino. A técnica é baseada na interrupção de espermatozóides através da seção no escroto dos dois canais deferentes (que transportam o esperma para a área da próstata). A técnica é normalmente realizada com anestesia local em nível ambulatorial, e as complicações são mínimas.

Hoje é um método contraceptivo escolhido por mais de 5% dos homens, e a cada ano aumenta sua demanda.

Que pode ser esterilizados?

Qualquer homem pode ser esterilizados por vasectomia. No entanto, os urologistas não costumam executar a operação em favor dos jovens do sexo masculino, especialmente se você não tem filhos. A vasectomia é geralmente solicitada por parceiros que não querem mais filhos.

Os fatores que desencadeiam a decisão de aplicar pode ser o risco de transmissão da doença para a descendência, o risco de gravidez por problemas femininos de intolerância à contracepção, a idade avançada da mulher, e assim por diante.

É mais simples do que a operação de esterilização feminina (laqueadura) e também pode ser realizada em ambulatório.

A quem devo recorrer?

O especialista que normalmente realiza esta operação é o urologista, um médico que trata os problemas normalmente associados com o sistema reprodutivo masculino.

O urologista vai falar sobre os detalhes da operação e os riscos envolvidos. Também perguntará sobre métodos contraceptivos utilizados pelo paciente e verifique se ele está claramente decidiu submeter-se a vasectomia.

Como  a operação é realizada?

A vasectomia é feita em uma sala de operação com medidas adequadas de assepsia e reanimação cardiopulmonar, se necessário (risco de desmaios pela tração do cordão espermático). O paciente é posicionado deitado para cima e raspado e desinfectada a área onde a incisão é feita. É infiltrado com anestesia local em uma área acima de ambos os testículos, canal deferente em torno de cada lado.

A vasectomia pode ser realizada através de uma incisão na incisões medial ou lateral de dois, sendo esta última mais comum. Você alcança o canal deferente e corta uma parte de cada um, para amarrar as pontas. Opcionalmente, para maior segurança, você pode trazer uma folha de tecido entre ambas as extremidades. Colocado sobre a pele dão alguns pontos que são reabsorvidos em poucos dias, assim não há necessidade de ter que retirá-los. Normalmente, o paciente pode voltar para casa depois de algumas horas.

Pode haver problemas depois da operação?

Às vezes, depois da  cirurgia pode ocorrer hemorragia(nas bordas da ferida, e até mesmo hematomas do escroto e pênis), inflamação ou infecção (o testículo epidídimo ou canais deferentes). Se isso acontecer, você deve consultar um urologista. Mais raramente, pode acumular uma certa quantidade de fluido entre as camadas do testículo (hidrocele). Em geral, estes problemas podem ocorrer em 5% dos casos.

O escroto também pode ser ferido, inchado e dolorido, e sentir dor nessa área e até mesmo na parte inferior do abdome temporariamente. Estes sintomas podem ser aliviados através do uso de roupas íntimas apertadas que faz tomar a medicação de apoio e prescrever o cirurgião. Recomenda-se que após a operação sejam mantidos pelo menos 24 horas de repouso relativo (você pode caminhar, realizar um trabalho sedentário, etc) .. Durante uma semana, devemos evitar exercícios pesados ??e elevação.

Mais tarde, há casos em que ainda há um pouco de dor na área do testículo, que em alguns casos pode permanecer algum tempo, indicando o tratamento específico (síndrome postvasectomía tarde). Não se esqueça que o duto pode recanalizar apesar de todas as medidas que têm sido descritas (0,6 a 1,4% dos casos, mas estes valores variam de acordo com vários estudos), tornando obrigatória a verificar a ausência de esperma em momento posterior. Recanalização duto pode ter que fazer novos espermatozóides no sêmen.

Quando você pode continuar a ter relações sexuais?

O sexo pode ser quando deixa de haver desconforto na região genital.

São os efeitos imediatos da esterilização?

Após a cirurgia, ainda há esperma na porção dos vasos deferentes, perto da próstata. Por isso, é necessário usar outro método contraceptivo durante algum tempo. Cerca de três meses após a vasectomia é necessário fazer dois testes de sêmen (em um intervalo de 2-4 semanas) para ver se os espermas se foram. Uma vez que os dois testes tenham sido negativos (nenhum traço de ejaculação de esperma para examinar sob um microscópio), o paciente pode contar com a vasectomia sem ter que recorrer a outro método.

Também deve ser notado que, embora raramente ocorre, há a possibilidade de uma recanalização invulgarmente tardia.

Não se esqueça que a vasectomia não protege contra doenças sexualmente transmissíveis. Por outro lado, não afeta o nível de desejo e de orgasmo, e só reduz o volume do ejaculado em menos de 10%.

Você se arrepende de ter sido esterilizado ?

É essencial observar que após a vasectomia não pode ter filhos. Talvez o paciente está determinado a fazer uma vasectomia, mas as circunstâncias pessoais podem ser alterados (mudança de parceiro, as circunstâncias económicas, perda de filhos, etc.) E considerar uma reversão de vasectomia. Aproximadamente  1-3% dos vasectomizados solicitam isso.

Algumas pessoas já ouviram falar que a vasectomia é reversível, mas isso é impreciso. No entanto, de acordo com o tipo de técnica utilizada, a reversão pode ser facilitada. Portanto, qualquer um que considera uma vasectomia deve primeiro estar bem certo de que você não vai se arrepender mais tarde.

Existem alternativas à vasectomia?

Algumas drogas têm sido estudadas como alternativas, mas até agora têm sido descartadas pelos efeitos colaterais que podem ocorrer.

Temos também  outros métodos simples para interromper o canal deferente, a fim de simplificar a técnica, reduzindo o número de complicações e facilitando uma possível intervenção para reverter o processo. Em geral, a taxa de insucesso é muito maior do que a vasectomia tradicional e, portanto, não utilizado na prática diária.

Especialistas em vasectomia

Encontre um especialista em Vasectomia na sua cidade:
Luis Antonio Caldas Guerra

Luis Antonio Caldas Guerra

Urologista

Campinas

Paulo Tadeu Turki de Lima

Paulo Tadeu Turki de Lima

Urologista

Santa Rosa

Antonio Otero Gil

Antonio Otero Gil

Urologista

São Paulo

Vítor Brandani Garbelini

Vítor Brandani Garbelini

Urologista

Santo Antônio Da Platina

Agendar uma visita
Celso Luis Peralva Pimentel

Celso Luis Peralva Pimentel

Urologista

Cabo Frio

Andrei Luiz Lopes Nunes

Andrei Luiz Lopes Nunes

Urologista

Recife

Perguntas sobre Vasectomia

Nossos especialistas responderam a 508 perguntas sobre Vasectomia

Olá, aconselho que vc retorne com o urologista que te operou pra ser examinado

À disposição
1 respostas

Dr. Guilherme Salati Stangarlin
Dr. Guilherme Salati Stangarlin
Urologista
Campo Grande
Se você foi submetido a cirurgia de vasectomia e no espermograma de controle não foram encontrados espermatozóides no líquido ejaculado está confirmado o objetivo da cirurgia. Não precisa usar…
1 respostas

bom dia provavelmente ocorreu uma aderencia no local da cirurgia. aguarde mais alguns dias (30-40) que se resolve sozinho
caso haja muito incomodo ou dor local, consulte seu urologista
1 respostas

Especialistas falam sobre Vasectomia

É um procedimento que causa a ligadura dos canais que levam os espermatozoides dos testículos para fora cursando com a infertilidade programada. É realizado em hospital com anestesia local e sedação. Pode trabalhar com 2 dias depois e a recuperação é rápida e com muito pouca dor nos dias seguintes ao procedimento

A vasectomia é a interrupção dos ductos deferentes realizada por meio cirúrgico e que visa a esterilização definitiva do homem. Está indicada como opção de planejamento familiar quando a família já se encontra constituída e não existe o mínimo desejo de ter mais filhos. Logo implica em uma decisão que deve ser ponderada e amadurecida ao longo dos anos. Deve ser levado em consideração a idade e o número de filhos. A lei brasileira determina que o homem deverá ter 2 filhos se ao menos tiver de 25 anos. Homens com mais de 25 anos podem fazer a cirurgia sem o limite de ter pelo menos 2 filhos. A taxa de "arrependimento" do procedimento se situa na faixa de 30% dos homens.

Alain Machado Da Silva Dutra

Urologista

Santo André


A vasectomia é a ligadura (fechamento) dos canais deferentes no homem. É uma pequena cirurgia feita com anestesia local na lateral do escroto (saco), na qual são seccionados estes canais que levam os espermatozóides. Pode ser feito com sedação para maior conforto do paciente. Não precisa de internação, o paciente vai pra casa no mesmo dia. Recomenda-se repouso por 3 a 5 dias. Após 2 meses é necessário realizar o exame de espermograma para confirmação do sucesso da cirurgia (ausência de espermatozóides no esperma).

Guilherme Salati Stangarlin

Urologista

Campo Grande


A vasectomia é o método contraceptivo masculino. Um procedimento cirúrgico que interrompe a circulação dos espermatozoides produzidos pelos testículos.Trata-se de um método de contracepção muito seguro. Muitos homens, porém, se recusam a fazer essa cirurgia porque imaginam que ela possa provocar distúrbios de ereção, no que estão completamente enganados. A vasectomia torna o homem estéril, mas não interfere na produção de hormônios masculinos nem em seu desempenho sexual.

Jesus Pires

Urologista

São Caetano do Sul

Agendar uma visita

A vasectomia é o procedimento cirúrgico indicado para homens que não desejam ter mais filhos de maneira definitiva. Neste procedimento, são realizados dois pequenos cortes no escroto (à direita e à esquerda), através dos quais é feita a ligadura e secção dos ductos deferentes (canal que transporta os espermatozóides). É um procedimento rápido, que não necessita de internação. Apresenta tempo de recuperação curto, sem maiores restrições após 1 semana de procedimento, inclusive para atividade sexual. Não interfere na potência sexual ou no risco de surgimento de câncer. Em razão da simplicidade do procedimento, é cada vez mais procurado como alternativa para o planejamento familiar.

A vasectomia é um procedimento cirúrgico para o sexo masculino com o objetivo de esterilização e planejamento familiar. Durante o procedimento, os canais deferentes são cortados e depois amarrado e cauterizados de modo a impedir que o esperma entre na corrente seminal (ejaculação) e, assim, evitar que ocorra a fertilização. As vasectomias são realizadas em ambiente hospitalar e as incisões são pequenas. Devido à simplicidade da cirurgia, a vasectomia geralmente leva menos de 30 minutos para ser concluído e os pacientes podem retomar o seu comportamento sexual típico dentro de duas semanas.

A vasectomia é um procedimento cirúrgico de esterilização masculina. Trata-se de um procedimento efetivo e altamente seguro para os homens que desejam controlar a sua fertilidade. A vasectomia não tem nenhum efeito secundário na incidência de câncer, no impacto da ereção ou performance sexual. O procedimento não requer hospitalização e o homem pode voltar ao trabalho em três dias. Após a realização da vasectomia, é necessário um número mínimo de 25 ejaculações para que todos os espermatozóides armazenados no canal sejam eliminados. Neste período é recomendado o uso de métodos contraceptivos pelo casal, até que o espermograma de controle revele a ausência total de espermatozóides.

A vasectomia é uma cirurgia que pode ser realizada com anestesia local ou com sedação. Sedação é quando você durante o procedimento dorme. Ao acordar do sono induzido você não se lembra de nada do que aconteceu. Em casos de anestesia local, é comum o paciente sentir um incômodo maior quando na manipulação do canal deferente. Quanto maior é o nível sócio-cultural, maior é o incômodo. Vídeo específico sobre alguns dos temas abordados no momento da consulta médica assim como orientações pós operatórias serão disponibilizados para os pacientes via What's App. Basta cadastrar o número e informar que deseja realizar o procedimento de vasectomia.

André Milanezi Lorenzini

Urologista

Belo Horizonte


Os homens maiores de 26 e que já possuem prole completa, podem ser submetidos a cirurgia de vasectomia ( cirurgia esterilizado masculina). Um procedimento cirúrgico realizado que bloqueia a passagem dos espermatozóides. Este procedimento possui alta eficácia e baixo índice de complicações.

O procedimento da vasectomia é bastante simples e seguro. As duas extremidades dos canais que transportam o esperma são seccionadas e amarradas, fazendo com que o sêmen fique sem espermatozoides. O paciente é liberado no mesmo dia.

Também conhecida como Cirurgia Esterilizadora Masculina, é um procedimento realizado em 20 minutos e que o paciente fica infértil. Necessita de 03 dias de repouso absoluto e com 3 meses realiza um espermograma para confirmar o seu desejo de não poder mais ter filhos.

A vasectomia é uma cirurgia realizada em pacientes com casamento estável e no mínimo 2 filhos saudáveis. a vasectomia é realizada sob anestesia local, com duração de cerca de 15 a 20 minutos, podendo ser revertida cirurgicamente caso haja arrependimento, mas esta reversão tem resultado pior se muito tempo desde a vasectomia. Todo paciente deve realizar o exame de espermograma após a cirurgia de vasectomia de acordo com a orientação médica devido ao risco de reversão espontânea, maior nos primeiros 5 anos desde a vasectomia.

Já realizei cerca de 5000 vasectomias, realizo o procedimento sem dor, com incisão única, de forma rápida e eficaz. Marque uma consulta.

Tácito Guimarães

Urologista

Belo Horizonte

Agendar uma visita

A vasectomia é um procedimento cirúrgico de pequeno porte feito com anestesia local e sedação. Tem a maior taxa de sucesso na prevenção de gravidez (99%) e é considerado um método definitivo por não necessitar de um novo procedimento no futuro. Pode ser revertida através da reconstrução dos ductos deferentes de cada lado, através de um novo procedimento cirúrgico. A vasectomia é uma cirurgia feita por um médico urologista em um hospital ou clínica. Os pequenos ductos deferentes que transportam o esperma são identificados logo abaixo da pele são identificados e seu fluxo interrompido de forma definitiva. A reversão da vasectomia é possível através de uma microcirurgia.

Bruno Benigno

Oncologista, Urologista

São Paulo

Agendar uma visita

Vasectomia é um procedimento cirúrgico que interrompe a circulação dos espermatozoides produzidos pelos testículos e conduzidos para os canais deferentes que desembocam na uretra. Trata-se de um método de contracepção muito seguro que secciona os dois deferentes. A vasectomia torna o homem estéril, mas não interfere na produção de hormônios masculinos nem em seu desempenho sexual. Não precisa de internação e em geral permite retorno ao trabalho em poucos dias.

André Ramos Sorgi Macedo

Urologista

Londrina


A cirurgia esterilizadora masculina, a vasectomia, é realizada como método contraceptivo masculino definitivo. São feitas duas pequenas incisões no escroto e é seccionado o ducto deferente de ambos os lados. Após 2 meses da cirurgia o paciente deverá realizar um exame chamado espermograma. Em caso de azospermia considera-se exitoso o procedimento. Em cerca de 1 em cada 2000 casos faz-se necessário uma nova cirurgia em decorrência de recanalização dos ductos. O paciente não precisa ficar internado e normalmente não precisa se afastar de suas atividades laborativas por mais de 1 dia.

A vasectomia bilateral é o procedimento de esterilização masculina. Tem indicação para pacientes acima de 25 anos, especialmente já com filhos e em relacionamento estável. Realizada geralmente sob anestesia local, com ou sem sedação, em ambiente hospitalar para melhor conforto e segurança do paciente, com alta no mesmo dia. Tem elevada chance de sucesso e baixo índice de complicações. Não provoca disfunção erétil ou quedas hormonais. Não muda o aspecto, volume ou consistência do esperma.

A vasectomia é uma cirurgia de pequeno porte que tem o objetivo de interromper a passagem dos espermatozóides, e com isso impedir uma gestação. Quando bem sucedida, a cirurgia tem um caráter definitivo. O procedimento pode ser realizado com anestesia local e dura em torno de 30 minutos. Após o procedimento, os homens são liberados para casa. Diferente do que algumas pessoas pensam, a vasectomia não causa nenhuma interferência negativa na vida sexual do homem. Após 3 meses da cirurgia, os homens devem realizar um teste de verificação do esperma para confirmar o sucesso da cirurgia. (espermograma)

Procedimento rápido, seguro e eficiente, indicado para o controle de natalidade e planejamento familiar. O homem deve ser muito bem orientado quanto a esterilização antes da realização do procedimento. Esclarecer dúvidas é de suma importância e a decisão deve ser compartilhada pelo casal.

A vasectomia é a cirurgia esterilizadora masculina, considerada um método definitivo de esterilização, mesmo que possa ser revertida microcirurgicamente. ​A cirurgia de vasectomia em nada altera a libido masculina, a virilidade ,a ereção ou qualquer outro ponto da sexualidade masculina O homem continua fértil , pois os testículos mantêm a produção de espermatozóides. A cirurgia simplesmente bloqueia a passagem dos espermatozóides. Existe uma lei federal no Brasil sobre quem pode ser submetido a vasectomia: Lei 9.263 / 96 , que trata do planejamento familiar. A cirurgia esterilizadora masculina pode ser realizada em "homens maiores de 25 anos de idade ou com pelo menos dois filhos vivos".

Thiago Tambelli

Urologista

São Paulo


A vasectomia é a cirurgia de esterilização masculina. É opção para os casais que procuram alternativas aos métodos anticonceptivos femininos. Após verificação da aptidão do homem para submeter-se a cirurgia, ela é realizada de maneira pouco invasiva. Um ou dois pequenos cortes na bolsa escrotal, sob anestesia, e o ducto deferente é individualizado e a cirurgia realizada. O paciente recebe alta no mesmo dia. Um seguimento é realizado com espermograma para assegurar o sucesso da cirurgia.

Consiste em método de esterilização masculina que não interfere sobre a esfera sexual. É um procedimento seguro e rápido, realizado com anestesia local. Após o procedimento, o homem precisa fazer um espermograma para ter a certeza da efetividade da cirurgia e poder descartar outros métodos contraceptivos. Para saber se você pode realizar o procedimento, consulte um urologista que irá lhe explicar os quesitos legais e técnicos da cirurgia.

A Vasectomia é um procedimento relativamente simples, feita com o intuito de esterilização do homem. Sua principal indicação se dá para casais com prole constituída e que não desejam mais ter filhos. Não afeta as funções do testículo e das vesículas seminais e, consequentemente, não altera o volume do ejaculado, a libido do homem e tampouco suas ereções. O preparo é feito com raspagem dos pelos genitais e pubianos e jejum. É rápida e via de regra é realizada na clínica, com sedação via oral + anestesia local. O pós-operatório exige repouso (3-5 dias), uso de analgésicos e compressas de gelo, e costuma ser tranquilo. Trata-se do método de esterilização definitiva mais realizado no mundo.

Luis Fernando Dip

Cirurgião geral, Urologista

Francisco Beltrão


A vasectomia é considerado o melhor método de contracepção existente. Feito de forma rápida, ambulatorial, com pequena incisão e rápida recuperação, é indicada para casais que não desejam mais ter filhos.

Gilberto Vianna

Urologista

São José dos Campos


Consiste num procedimento cirúrgico simples, realizado em caráter ambulatorial (alta no mesmo dia), com anestesia local e/ou sedação. Este tratamento se destina aos homens que possuem mais de 1 filho e não desejam mais gerar filhos. Trata-se de uma forma de esterilização programa e consentida. Deve ser discutido com o médico e a cônjuge a fim de sempre ser realizado no momento correto. É passível de reversão, mas nunca pode ser realizado com objetivo de revertê-lo, pois em alguns casos a reversão não é bem sucedida.

Diego Rafael Oliveira

Urologista

Balneário Camboriú


A vasectomia é a ligadura (fechamento) dos canais deferentes no homem. É uma pequena cirurgia feita com anestesia local em cima do escroto (saco), na qual é cortado o canal que leva os espermatozoides do testículo até as outras glândulas que produzem o esperma (líquido) masculino.

Victor Hugo Senra Victor

Urologista

Rio de Janeiro


Por ser tratado como um procedimento definitivo, nem todos que desejam têm indicação para passar por uma vasectomia. O homem precisa ter mais de 25 anos ou, pelo menos, dois filhos para poder receber a indicação da vasectomia. Durante a consulta com o urologista, se houver alguma dúvida por parte do paciente se deve ou não passar por uma vasectomia, ele será aconselhado a não fazer. Todas as dúvidas de ordem funcional (desempenho, potência sexual, etc) e de ordem técnica (procedimento, pós-cirúrgico, etc) deverão ser esclarecidas com o urologista. Ao passar por esse procedimento cirúrgico, o homem tem de estar 100% certo do que quer fazer.

Procedimento que consiste em secção dos ductos deferentes, ou seja, corte dos pequenos "canos" nos quais são transportados os espermatozoides, o procedimento é realizado com anestesia local em sala cirúrgica com recuperação em alguns dias. É um procedimento seguro e de rápida recuperação quando comparado a laqueadura. Segundo legislação vigente em nosso país deve-se ter 25 anos ou mais e/ou dois ou mais filhos, sendo que quando tem dois filhos, o menor deve ter mais que um ano. Também deve-se respeitar um prazo mínimo de 60 dias entre demonstrado o interesse em consulta médica de realização do procedimento e a realização do mesmo.

Cada vez mais homens procuram os serviços de Urologia para deixarem de ser férteis. Corresponde a um pequeno procedimento cirúrgico realizado com anestesia local. O ducto deferente, que leva os espermatozoides dos testículos para a uretra, é ligado e seccionado. Assim, o homem continua a ejacular, pois a maior parte do esperma vem da próstata e das vesículas seminais, mas sem espermatozoides. De acordo com a lei 9.263, sobre a regulamentação do planejamento familiar, a vasectomia pode ser feita em qualquer homem com mais de 25 anos ou, pelo menos, dois filhos vivos ou nos casos onde a gravidez do cônjuge poderá gerar risco de vida.

Também denomidada de Cirurgia Masculina Esterelizante, a Vasectomia consiste na ligadura de ambos os ductos deferentes, canais que conduzem os espermatozóides a partir do epidídimo. Considerada como cirurgia de pequeno porte e realizada sob sedação e anestesia local. Indicada para homens que já têm prole definida e não mais apresentam o desejo de ter novos filhos. Em relação a reversão, a taxa de sucesso é dependente tanto do intervalo entre a vasectomia e a reversão, quanto à experiência do cirurgião.

A Vasectomia é um método de esterilização voluntária, cada vez mais utilizado em todo o mundo para controle de natalidade. Consiste num procedimento cirúrgico ambulatorial, não necessitando de internamento, realizado diretamente sobre a bolsa escrotal, sob anestesia local, para ligadura dos ductos deferentes, canais responsáveis por conduzir os espermatozóides até a uretra prostática durante a ejaculação. Conforme a lei 9.263 (1996), podem ser submetidos à Vasectomia homens com capacidade civil plena e maiores de 25 anos ou, pelo menos, 2 (dois) filhos vivos. Realizamos esta pequena cirurgia em Hospital Dia (alta logo após o procedimento), com todos os cuidados e segurança ao paciente.

A vasectomia é o procedimento cirúrgico para realizar a esterilização masculina definitiva. Realiza-se a secção e ligadura dos ductos deferentes com o intuito de interromper a passagem de espermatozóides para o conteúdo ejaculado. Geralmente é realizada em esquema ambulatorial (sem a necessidade de internação), com anestesia local, com ou sem sedação, por meio de pequenas incisões na bolsa testicular. É um método seguro e eficaz , com aproximadamente 50 milhões de vasectomizados no mundo. Também é muito importante que, após sua realização, o paciente aguarde o espermograma de controle para atestar o sucesso do procedimento e só então liberar os métodos de contracepção.

Rodrigo Dal Moro Amarante

Urologista

São Paulo


A vasectomia ou deferentectomia é um método contraceptivo através da ligadura dos canais deferentes no homem. É uma pequena cirurgia feita com anestesia local em cima do escroto e que não é necessário de internação. É uma cirurgia de esterilização voluntária. Este método impede que os espermatozóides se desloquem ao canal de saída, evitando assim uma gravidez.

Athos C. Cardillo

Urologista

Rio de Janeiro


A vasectomia é o método contraceptivo a longo prazo mais eficiente que existe, e está entre as opções mais seguras para o planejamento familiar, sendo realizado através da ligadura dos canais deferentes no homem. Este procedimento é considerado uma cirurgia de baixo risco realizada com anestesia local e que não é necessário internação. Tem duração de cerca de 20 minutos sendo realizado através de uma ou duas pequenas incisões por onde é feito a retirada de um pedaço de cada um dos ductos deferentes, sendo amarradas, ou cauterizadas, as suas partes remanescentes, evitando sua recanalização. Este método impede que os espermatozóides se desloquem ao canal de saída, evitando assim uma gravidez.

Rafael Ribeiro Meduna

Oncologista, Urologista

Santo André

Agendar uma visita

A vasectomia é um procedimento simples em que é realizado a ligadura (fechamento) dos canais que levam os espermatozóides do epidídimo para o pênis. Dessa forma o homem não conseguirá mais ter filhos. É um procedimento rápido feito na maioria das vezes com anestesia local e sedação. O paciente não sente nada durante o procedimento e geralmente está de alta no mesmo dia.

É um procedimento relativamente simples: O procedimento dura, em média, 30 minutos e o paciente é liberado no mesmo dia — podendo até mesmo dirigir no retorno para casa. 1. Não interfere na vida sexual: O canal cortado na cirurgia NÃO tem relação com os nervos e artérias responsáveis pela ereção. O procedimento não interrompe a produção de testosterona, o hormônio masculino ligado ao desejo sexual 2. Recuperação rápida: O paciente pode retomar as atividades normais diárias após cerca de 3 dias e deve esperar pelo menos uma semana antes de praticar relações sexuais 3. Não impede a ejaculação.

Vasectomia é uma cirurgia bastante tranquila, realizada através de duas pequenas incisões (uma de cada lado) da bolsa testicular de cerca de 1 cm cada. O paciente recebe uma anestesia local, e aos meus pacientes, ofereço também a sedação, o que torna o procedimento muito mais tranquilo e menos dolorido. Após o término, paciente irá alimentar-se e receberá alta no mesmo dia. A legislação exige que o paciente tenha mais de 25 anos ou pelo menos 2 filhos. Agende sua consulta e programaremos a sua cirurgia!.

A vasectomia é o método de esterilização masculina realizado pelo urologista na maioria das vezes com anestesia local. O método é seguro e apresenta taxa de falha (reversão espontânea) muito baixa. Nessa cirurgia, os ductos deferentes são seccionados e suas extremidades ligadas a fim de evitar a passagem de espermatozoides. O paciente tem alta no mesmo dia e pode voltar a suas atividades habituais poucos dias após o procedimento.

Vasectomia é uma operação que se faz com anestesia local (raras vezes, dependendo da condição do paciente pode ser necessária outra forma de anestesia), são feitos dois pequenos cortes no escroto, que no final, não são necessário pontos por serem muito pequenos. São necessários no máximo 3 dias de afastamento do trabalho e 1 semana para o retorno as relações sexuais. Apos a cirurgia, é necessário fazer um espermograma após 25 ejaculações para ter certeza que o procedimento foi bem sucedido. Para realização do procedimento é necessário que o homem possua pelo menos 2 filhos vivos e idade mínima de 25 anos.

Vasectomia é um procedimento cirúrgico de esterilização para homens que não desejam mais ter filhos futuramente. Pacientes que desejam realizar a cirurgia devem procurar um urologista e aguardar 60 dias para poderem serem operados. O procedimento é feito em bloco cirúrgico sob anestesia local e são ressecados os ductos deferentes de cada lado. O processo de recuperação é simples, porém requer repouso principalmente nos primeiros dias. O paciente deverá retornar ao médico conforme orientação e principalmente após 90 dias com espermograma para avaliar a eficácia do tratamento. Só após essa avaliação poderá ser liberado pelo médico.

Vasectomia, ou cirurgia esterilizadora masculina, é um método contraceptivo permanente, no qual os ductos deferentes, responsáveis por conduzirem os espermatozoides dos epidídimos até a uretra, são cortados. No Brasil, qualquer homem com idade superior a 25 anos ou com 02 ou mais filhos pode submeter-se a vasectomia. A técnica minimamente invasiva, chamada de vasectomia sem bisturi, é a que possui menor chance de complicações. A cirurgia dura em média 20 minutos, feita com uma anestesia local ou sedação. Um pequeno orifício é aberto na pele no meio da bolsa escrotal, com a ajuda de uma pinça especial, Através deste orifício os ductos deferentes cortados e amarrados. Não há pontos no pele.

A vasectomia, por ser simples, segura e eficaz tem se tornado o método contraceptivo definitivo de escolha pelos pacientes. A cirurgia consiste na abertura da pele do escroto, corte e remoção de 2 cm de ducto deferente bilateral, cauterização dos cotos, ligadura das extremidades e interposição de músculo dartos entre os cotos dos ductos deferentes bilateralmente.

A vasectomia ou cirurgia esterelizadora masculina, é um método de contracepção seguro, que consiste na secção (corte), dos chamados dutos deferentes, canais que transportam os espermatozóides. É realizada através de uma ou duas pequenas incisões na bolsa escrotal e o procedimento dura em média 30 minutos. Vale ressaltar que a cirurgia nao tem qualquer influência no desempenho sexual.

Técnica simples e segura que permite planejamento familiar. Possui duração de 15 min, com alta hospitalar no mesmo dia da internação.

A cirurgia esterilizadora masculina é considerado hoje um procedimento extremamente seguro e com taxas de sucesso semelhantes a salpingotripsia feminina. Diferentemente do procedimento feminino, a cirurgia é realizada a nível ambulatorial com uso de anestesia local na maioria das vezes, podendo o paciente retornar para sua residência no mesmo dia da sua realização e retorno precoce a suas atividades. A legislação brasileira exige que o paciente em potencial para a realização da vasectomia seja maior que 25 anos ou tenha pelo menos 2 filhos vivos. Após a manifestação do desejo de sua realização em consultório médico e assinatura do consentimento, o procedimento poderá ser agendado em 60 dias.

A vasectomia tornou-se popular como método contraceptivo masculino na década de 1960, nessa época , principalmente nos EUA. É uma técnica cirúrgica minimamente invasiva de alta eficiência com taxas de insucesso menores que 1% e baixas taxas de complicações . A eficácia do método deve ser confirmada através da realização na análise seminal (espermograma) após um período pós-operatório . Complicações a curto prazo estão relacionadas a hematomas , epididimite e infecção de ferida operatória com taxas inferiores a 6%.

A vasectomia é a esterilização masculina. É uma pequena cirurgia de interrompe o ducto deferente e não permite que os espermatozóides cheguem ao esperma. A recuperação é rápida e há alta chance de sucesso. É voltada para o homem que tem desejo de não ter mais filhos após já ter pelo menos 2 filhos e idade maior que 25 anos e estabilidade conjugal. Essa cirurgia não interfere na potência sexual e nem na produção hormonal da testosterona.

A vasectomia é um método cada vez mais popular para o planejamento familiar. Cada vez mais homens procuram os serviços de Urologia para deixarem de ser férteis. Essa pequena operação, feita com anestesia local, interrompe definitivamente o canal, chamado de ducto deferente, que leva os espermatozoides dos testículos para a uretra. Assim, o homem continua a ejacular, pois a maior parte do esperma vem da próstata e das vesículas seminais, mas sem espermatozoides. A vasectomia é considerada um método de esterilização e não de anticoncepção, pois estes são métodos temporários como a pílula ou o DIU, usados pelas mulheres.

A vasectomia é uma opção de método anticoncepcional cirúrgico definitivo. É um procedimento seguro, minimamente invasivo, realizado em ambiente ambulatorial e com anestesia local. O paciente pode voltar ao trabalho rapidamente e o risco de complicações pós operatorias é mínimo.

A vasectomia ou cirurgia esterilizadora masculina tem por objetivo oferecer um método contraceptivo eficaz ao casal que já possui prole completa. Está indicada para homens acima dos 26 anos de idade e/ou que tenham pelo menos 2 filhos. É um procedimento que deve ser bem planejado, pois não pode ser revertido em um parcela considerável dos pacientes. Procure seu Urologista para informações mais detalhadas e aconselhamento.

A vasectomia ou cirurgia para não ter filhos é um método simples realizado com anestesia local e tem cerca de 30 minutos de duração. Sua recuperação pós operatória leva aproximadamente 36 a 48h, apos o paciente pode retornar ao seu trabalho normalmente.

Quais profissionais realizam Vasectomia?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.