Eritroblastose fetal - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Doença hemolítica do recém-nascido que se caracteriza por presença de eritroblastos no sangue, icterícia intensa, destruição das hemácias (anemia hemolítica) e outras conseqüências que dependem do grau de destruição das hemácias. A eritroblastose fetal ocorre apenas num tipo de situação: mãe Rh-, filho Rh+. Na placenta ocorrem trocas de passagem de hemácias do embrião Rh+ para a mãe Rh-. Isto tem como consequência a produção de anticorpos anti-Rh+, cujo feto não nasce afetado pela doença. Numa segunda gravidez, se o feto for Rh+, os anticorpos anti-Rh+ da mãe passam para ele, onde, atingindo uma certa concentração, destróem as suas hemácias. 

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - eritroblastose fetal

Thays Clarindo

Thays Clarindo

Ginecologista

Rio de Janeiro

Alexandre Lobel

Alexandre Lobel

Ginecologista

São Paulo

Flávia do Vale

Flávia do Vale

Ginecologista

Niterói

Márcio do Nascimento Ribeiro

Márcio do Nascimento Ribeiro

Ginecologista

Teresina

Enio Augusto Mialaret

Enio Augusto Mialaret

Ginecologista

São Paulo

Perguntas sobre Eritroblastose fetal

Nossos especialistas responderam a 159 perguntas sobre Eritroblastose fetal

É importante fazer o acompanhamento com o Coombs indireto. O normal é que o resultado seja negativo. Se mantiver negativo, à princípio isso não aumenta os riscos numa próxima gravidez.
1 respostas


Pelo visto, precisam de uma orientação sobre Herança Genética, mais exatamente Herança Mendeliana, o espaço aqui fica curto para sua resposta.
1 respostas


Pelo visto, precisam de uma orientação sobre Herança Genética, mais examtamente Herança Mendeliana, o espaço aqui fica curto para sua resposta.
1 respostas

Quais profissionais tratam Eritroblastose fetal?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.