É possivel fazer tratamento psiquiátrico ou com psicologo escondido da familia?
 Maria Auxiliadora Costa
Maria Auxiliadora Costa
Psicanalista, Psicólogo
Brasília
Sim. Se voçê for adulto e tiver autonomia e em condições para decidir sobre o seu desejo,ok.
A Psicoterapia inclusive poderá te ajudar a lidar com estas e outras questões que possam gerar algum conflito.

Consiga todas as respostas durante a Telemedicina

Agende uma Telemedicina e pergunte aos especialistas sobre tudo o que precisa sem sair de casa

Mostrar especialistas Como funciona?
Olá, se você é uma pessoa adulta fica a seu critério a quem você ira contar que esta realizando um processo terapêutico.
Contudo, se o paciente for menor ou incapaz é preciso ter autorização de um responsável.
Espero ter ajudado.

 Cristina Aparecida Silva
Cristina Aparecida Silva
Psicólogo
Salvador
Bom dia! Para uma pessoa adulta, não há nenhum impedimento. O que lhe traz esta dúvida? Sua família não concorda com a ideia do acompanhamento? Tem vergonha? A psicoterapia pode inclusive ajudar no amadurecimento destas questões e na busca de novos posicionamentos na família.

Olá!

As crianças e adolescentes precisam ter algum responsável pelo seu atendimento, porém, caso seja adulto, não há necessidade do consentimento da família para o seu tratamento.
Precisamos entender os motivos pelos quais, o conhecimento da psicoterapia pelos familiares podem lhe causar prejuízos.
Isso pode ser conversado em sessão e, lembramos que existe o sigilo profissional que tem o intuito de resguardar a sua intimidade.
Fique à vontade para esclarecer suas dúvidas.

 Ada Natália Firmino
Ada Natália Firmino
Psicólogo
Fortaleza
Bom, não vejo algo impossível nisso. Mas, em alguns casos é interessante que a família saiba, pois em determinadas situações convocamos a família para uma rede de apoio. Como por exemplo nos casos de risco a vida. Enfim, precisaria saber mais do seu contexto familiar para conseguir esclarecer melhor sobre o assunto. Abraço.

 Mayra Kruse de Morais
Mayra Kruse de Morais
Psicanalista, Psicólogo
São Paulo
Depende. Se você for maior de idade, sim. Adolescentes e crianças devem sempre ter o consentimento e a participação dos pais, ou pelo menos de algum familiar que possa ser parceiro ao tratamento. Se você é maior, não há problema em não contar para a familia que está fazendo acompanhamento, se acredita que isso será prejudicial. Provavelmente, durante o acompanhamento, você poderá entender melhor a necessidade de esconder e ainda toda a sua relação familiar e porque isso é um incômodo. Boa sorte!

Dra. Eloisa Dagostin
Dra. Eloisa Dagostin
Psicólogo
Curitiba
Bom dia! Eu como terapeuta sempre aconselho a avisar os familiares sobre o processo terapêutico. Minha abordagem engloba familiares e pessoas próximas, mas acredito que outras abordagens também achem interessante esta linha de apoio.
Contudo, é possível sim fazer terapia sem que ninguém saiba, já tive casos aqui no consultório de que uma pessoa apenas fez movimentos para a mudança de um sistema todo dentro da família e deu bastante certo.

Dra. Conceição Leite
Dra. Conceição Leite
Psicólogo, Sexólogo
Montes Claros
Olá. Se é adulto ( maior de idade), a privacidade das suas escolhas você decide, (observando que crianças e adolescentes deveram ser acompanhados dos pais ou cuidadores).
Se manter em sigilo ( pelos motivos específicos que você tem) o fará sentirá confortável nada o impede.Abraço.

Eu acho que é possível iniciar um tratamento psiquiátrico ou psicológico sem a participação da família. Porém, tanto num ou noutro tratamento, se o mesmo for se mostrando efetivo a sua nova conduta será percebida pelos seus familiares. Sendo assim, talvez faça-se necessário uma informação ou até talvez um trabalho com algum membro familiar ou com a própria rede como um todo.

Olá!
No que diz respeito aos atendimentos psicológicos, sim. Desde que você seja maior de idade. Crianças e adolescentes precisam da autorização de seus responsáveis para serem atendidos e, mesmo nesses casos, a confidencialidade das informações prestadas durante atendimento devem ser respeitadas, sendo passados aos pais somente o essencial.
De acordo com o Código de Ética do Psicólogo, o sigilo profissional deve ser mantido, sendo a confidencialidade quebrado somente quando: identifica-se situações de ameaça a segurança do paciente ou terceiros; quando o psicólogo é chamado em juízo para depor; ou em casos de supervisão clínica. Em todas essas circunstâncias, a intimidade do cliente deverá ser preservada, sendo passadas informações estritamente necessárias. No caso de supervisão, não são divulgadas aos profissionais participantes qualquer informação que pode caracterizar esse paciente como nome, ocupação ou local onde reside.

Dra. Sheila Cardoso
Dra. Sheila Cardoso
Psicólogo
Curitiba
Para pacientes acima de 18 anos, sim. Crianças e adolescentes precisam do concentimento e acompanhamento dos pais. Algo que pode surgir em sessão é a necessidade de esconder o atendimento da família.

 Teresa Cristina Machado
Teresa Cristina Machado
Psicólogo
Belo Horizonte
Sim, desde que o paciente tenha atingido a maioridade. Em casos de crianças e adolescentes , é necessário o consentimento e o acompanhamento dos pais ou responsáveis.

É importante salientar a idade da pessoa que está procurando pelo processo terapêutico. Maioridade não é necessário, antes disso os pais ou responsáveis necessitam saber do processo, levando em consideração o sigilo profissional entre paciente e terapeuta para que assegure a confiança de sua demanda.

 Daniela Sarmento
Daniela Sarmento
Psicólogo
Rio de Janeiro
Se você for menor de idade não será possível, pois o profissional vai precisar da autorização dos pais ou responsáveis para iniciar qualquer tratamento.

Além disso, se seus pais inviabilizam seu acesso a tratamento, existem outros meios legais de conseguir, busque quem possa te ajudar com isso ou aguarde até a maioridade... Enquanto aguarda, procure conversar com eles sobre a sua necessidade em tratar suas questões.


 Beatriz Amorim
Beatriz Amorim
Psicólogo
Campina Grande
Olá! Se você for maior de idade não há nenhum impedimento de seus familiares desconhecerem que está em processo psicoterapêutico. Uma decisão sua, de foro íntimo, que não precisa necessariamente ser compartilhada com ninguém.
Agora, caso você seja menor de idade, é sim necessário a autorização e acompanhamento em conjunto com a família.
Grande abraço!

Boa noite, concordo plenamente com a colega Beatriz Amorin, somente se voçe é menor de idade a familia precisa saber se for de maior e independente pode decidir sobre sua vida, suas escolhas e decisões. Procure ajuda tranquilamente, boa sorte.

Especialistas em Aconselhamento Psicológico

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 15 perguntas sobre Aconselhamento Psicológico

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.