Minha mãe tem 82 anos e sempre teve personalidade autoritária e deprimida, mas ultimamente vem se apresentando muito esquecida, agressiva e com obsessão por limpeza. Ela tem acompanhamento com psicóloga mas não há diagnóstico da parte dela. Pode ser Alzheimer? Qual especialidade procurar? Obrigada
 Roberto Souza Mendes
Roberto Souza Mendes
Psicólogo, Terapeuta complementar
Nova Iguaçu
Muito bem... como neuropsicologo indico um profissional da neuropsicologia. O neuropsicologo pode avaliar e orientar melhor como ajudar sua mãe, pois existem doenças senis que podem ser confundidas por outras... a depressão pode resultar em tudo descrito por você.

 Sandra Mara Comper
Sandra Mara Comper
Psicólogo
Porto Alegre
A característica principal do Alzheimer são falhas na memória, apresentadas no dia a dia como: esquecer comida no fogo, deixar de tomar o remédio, não lembrar se comeu, esquecer recados ou coisas que foram ditas ou feitas há poucos minutos, horas ou dias, entre outros. Esses problemas de memória vem acompanhados de mudanças de comportamento na maioria das vezes. No entanto, vale lembrar que pessoas deprimidas apresentam dificuldade de memória; a diferença é que, de maneira geral (há exceções!) pessoas deprimidas se queixam de problemas de memória e pessoas com Alzheimer tendem a não admitir ou dizer que está tudo bem quanto aos problemas de esquecimento (negam). Como sua mãe vem apresentando problemas comportamentais (agressividade e obsessão por limpeza), o ideal seria procurar por um um psiquiatra especialista em geriatria. Abraços!

 Sara Guedes Conceicao
Sara Guedes Conceicao
Psicólogo
Salvador
Esses sintomas por si só não são indícios de Alzheimer não. Muitas coisas podem interferir na memoria, como por exemplo o estresse e a depressão.

Uma avaliação neurológica pode ajudar a fazer um diagnostico mais preciso.

Espero ter ajudado

att

 Alisson Ferreira Lepienski
Alisson Ferreira Lepienski
Psicólogo
São José Dos Pinhais
Olá! As alterações que você relatou (esquecimentos, agressividade, obsessão por limpeza) são comuns em diversas condições psicológicas e neurológicas. Apesar da Depressão e outras características de personalidades poderem causar essas mudanças de comportamento, é possível que seja devido a outra condição. É interessante que você busque um Neurologista para verificar se há indicações de que seja Alzheimer ou outra condição médica e, se possível, busque realizar uma avaliação neuropsicológica.

 Fábio Luiz Socreppa da Fonseca
Fábio Luiz Socreppa da Fonseca
Psicólogo, Psicopedagogo
Santo André
Olá! O diagnóstico clínico é um direito da pessoa que está em psicoterapia. Se a sua mãe não for responsável por si, vocês teriam de ter direito de saber esse diagnóstico, contudo, se esse não é o caso, depende da sua mãe compartilhar ou não o diagnóstico que ela recebeu.

O conjunto de sintomas que você descreveu podem estar relacionados tanto a processos depressivos, transtornos de humor e mesmo processos neurodegenerativos.

Caso tenha mais dúvidas, fico à sua disposição.

Dra. Elisabete Paoletti
Dra. Elisabete Paoletti
Psicólogo
São Paulo
Acho que uma medida fundamental neste caso é submetê-la a uma avaliação neuropsicológica, realizada por um neuropsicólogo especializado em idosos, neste procedimento que leva em média 5 sessões, avalio o funcionamento cognitivo, a personalidade e capacidade de aprendizagem de novas informações. Com o laudo em mãos vocês devem ir a um Neurologista que fechará o diagnóstico e provavelmente peça exames de imagem do cérebro, alem de exames laboratoriais.

 Adriana M. Corrêa
Adriana M. Corrêa
Psicólogo
Niterói
Olá! Seria recomendado procurar um geriatra e um psicólogo especialista em gerontologia, para melhor diagnosticar os sintomas que você descreve. A disposição!

 Natalia Marques Antunes
Natalia Marques Antunes
Psicólogo
São Paulo
Recomendo que sua mãe consulte um médico Geriatra, ele poderá fazer uma avaliação e o encaminhamento necessário para melhor equilíbrio de sua saúde.

Especialistas em Doença de Alzheimer

Maria Silvia Beletti

Maria Silvia Beletti

Terapeuta ocupacional

Julia Pires

Julia Pires

Terapeuta ocupacional

Rio de Janeiro

Bruno Funchal

Bruno Funchal

Neurologista

São Paulo

Ilza Melo

Ilza Melo

Neurologista

Juiz de Fora

Eduardo Borges

Eduardo Borges

Neurologista

Teresina

Eduardo H Lauar

Eduardo H Lauar

Neurocirurgião

Belo Horizonte

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 89 perguntas sobre Doença de Alzheimer

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.