Namorei 8 meses, engravidei e fui morar com o meu marido. No início era muito bom e ele contou que tinha
10 respostas
Namorei 8 meses, engravidei e fui morar com o meu marido. No início era muito bom e ele contou que tinha que usar uma seringa p/ ter ereção. Após uns meses ele largou e consegue até hoje ter ereção, porém, quando chega na hr H ele perde e não consegue terminar. Isso pode ser nervosismo? Ou cansaço?
Olá! Primeiramente ele precisa passar por um bom urologista, para verificar se há algum problema físico. Não havendo busque por um bom Psicólogo, sexólogo, Cognitivo Comportamental e Hipnoterapeuta.Paz e Bem!

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Pode ser nervosismo? Pode! Cansaço? Pode , mas não por isso requer menos cuidados. Procure um urologista, explique tudo é uma vez descartadas causas físicas, com certeza será encaminhado para uma psicoterapia a fim de não ter mais esse distúrbio sexual. Procure um psicólogo de qualquer maneira. Há ansiedade no meio também.

Olá, o importante realmente é, em primeiro lugar procurar o diagnóstico de um urologista que fará os exames clínicos e saberá avaliar a melhor conduta a ser tomada. Por outro lado, o apoio psicológico deve ser considerado, pois ainda que as causas sejam orgânicas, a situação por si só traz um desconforto emocional que deve ser cuidado.

Olá.
Antes de emitir minha opinião, acredito ser mais prudente indicar que procure um acompanhamento profissional e a partir daí, apontará algumas direções que tenha mais possibilidades de respostas para seus questionamentos.

Existe a possibilidade deste sintomas estar relacionado com ansiedade ou até mesmo cansaço, mas é importante que outras causas sejam descartadas. O seu marido deve procurar um urologista para que a queixa seja melhor investigada. Sendo descartada as causas orgânicas, a causa será psicológica, e então um terapeuta vai conseguir auxiliá-lo. Espero ter esclarecido a sua dúvida. Um abraço.

Olá colega,
Disturbios sexuais devem ser primeiramente investigados por um médico da sua confiança.
Geralmente, problemas relacionados a ereção estão relacionados ao emocional da pessoa e isso tem tratamento. Oriento a buscar auxílio médico , proctologista. E após a investigação médica, se necessário, uma psicoterapia para trabalhar as causas emocionais que podem estar desencadeando o problema.
Boa sorte e abraço.

Ola! A Injeção Intracavernosa é a segunda linha de tratamento da Disfunção Erétil. Apesar de muitos problemas de ereção acontecerem por fatores psicológicos ( stress, fadiga, cansaço etc) fatores físicos podem ser a causa disso. Dependendo da idade do seu marido, o medico urologista pedirá alguns exames para verificar dosagem de hormônios que podem estar contribuindo para o cansaço e perda da ereção.

Cada caso é um caso. Seria interessante marcar uma sessão para conversarmos.
Não podemos simplesmente dizer que é isso ou aquilo sem uma conversa pessoal para se entender cada indivíduo em seus contextos.

Distúrbios de ereção e ejaculação não raramente estão associadas a questões psíquicas, entretanto, seria interessante o seu esposo conversar novamente com o urologista e reavaliar a parte física, já que tomou injeções anteriormente e isso deve ter razões. Se já foi levantada a possibilidade de causa psíquica, ir atrás de um psicanalista é um bom caminho, que pode seguir junto ao tratamento médico.

Olá. Sugiro que o seu marido procure inicialmente um Urologista para se investigar as possíveis causas físicas desta disfunção sexual. Como também procure um Psicólogo\a com especialização em Sexologia para a investigação de possíveis causa psicogênicas. O tratamento em conjunto irá fornecer as respostas que busca. Há tratamento. Abraço.

Especialistas

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 87 perguntas sobre Terapia sexual

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.