Avaliação neuropsicológica - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em avaliação neuropsicológica

Encontre um especialista em Avaliação Neuropsicológica na sua cidade:

Perguntas sobre Avaliação neuropsicológica

Nossos especialistas responderam a 30 perguntas sobre Avaliação neuropsicológica

 Marina de Marco e Souza
Marina de Marco e Souza
Psicólogo
São Paulo
O exame neuropsicológico configura-se como uma avaliação detalhada das funções cognitivas, isto é, das diversas funções que necessitamos no dia-a-dia, tais como atenção, memória, processo de…
8 respostas

 Viviane Braga L. B.
Viviane Braga L. B.
Psicólogo
São José dos Campos
Olá!! Que prazer em falar com você! O mais importante é que você percebeu que existe algo de "errado" com o comportamento do seu filho... Minha orientação, é que você procure auxílio…
10 respostas

 Talita Martínez Foglino
Talita Martínez Foglino
Psicólogo
São Paulo
Para responder da melhor forma possível a sua questão creio que deveríamos pensar em algumas coisas antes. Ele continua sendo atendido por um psiquiatra? a adaptação ao medicamento realmente…
8 respostas

Especialistas falam sobre Avaliação Neuropsicológica

Ouvi que a avaliação neuropsicológica é como o "raio X do cérebro". Apesar dessa descrição ser pretensiosa e ousada, vejo que a avaliação objetiva checar o funcionamento cognitivo do cliente de uma forma bastante ampla para assim ajudar no direcionamento do tratamento. É uma ferramenta que, se bem usada, abre caminhos para tratamento mais assertivo. Abarca os domínios da memória, atenção, linguagem, praxia e velocidade de processamento mental, além do raciocínio verbal e não verbal, abstração, etc.

Creuza M Salvaterra

Psicólogo

Ipatinga


Trata-se de minucioso mapeamento do perfil cognitivo,afetivo,emocional e social do paciente,realizado apenas por profissionais da Psicologia com especialização em neuropsicologia, através de testes padronizados e validados pelo Conselho Regional de Psicologia.O objetivo é promover auxilio ao diagnóstico, com a finalidade de identificar habilidades e potenciais das funções cerebrais e comportamentos que necessitam de estimulação. Serão avaliados: atenção,memória,linguagem,funções executivas, e motoras. Procedimento em 3 etapas:entrevista,aplicação de testes e devolutiva, com laudo técnico.Indicado para auto-conhecimento,adaptação escolar e profissional.

Henriqueta Branco

Psicólogo

São Paulo


A avaliação neuropsicológica busca identificar o perfil cognitivo de pacientes com ou sem dano cerebral. Consiste em um exame exploratório do estado mental, ou seja, dos processos cognitivos e emocionais que tem como objetivo investigar estruturas cerebrais e suas possíveis disfunções sobre o comportamento e as emoções. A partir da avaliação neuropsicológica é possível traçar o perfil cognitivo do paciente e compará-lo com o esperado de acordo com sua idade e escolaridade, ou com ele mesmo nos casos de reavaliação para acompanhamento evolutivo, de forma a averiguar os possíveis indicativos de disfunções, forças e fraquezas.

Rafael Vaz

Psicólogo

Belo Horizonte

Agendar uma visita

A avaliação neuropsicológica serve para identificar os pontos fortes e as dificuldades no funcionamento do cérebro, permitindo para o médico e o psicólogo definir melhores formas de tratamento. Além disso permite o diagnóstico diferencial entre uma e outra psicopatologia. Tomemos com exemplo uma criança que não consegue ir bem na escola. Ela apenas não está motivada para estudar, está deprimida ou tem TDAH (Transtorno do Déficit da Atenção)? A avaliação Neuropsicológica consegue esclarecer essas dúvidas. Ela é útil para crianças, adultos e idosos.

Daniel Carvalho

Psicólogo

São Bernardo do Campo


A Avaliação Neuropsicológica consiste em uma minuciosa avaliação das funções cognitivas e comportamentais do indivíduo, realizada através de tarefas e testes psicológicos padronizados, com o objetivo de identificar quais funções estão preservadas e quais estão em prejuízo. O resultado desta avaliação é utilizado como base para diagnósticos diferenciais e intervenções adequadas nos tratamentos de diversos transtornos.

Paula Fernanda Fernandes De Souza

Psicólogo

Rio de Janeiro


ANP ou Teste Neuropsicológico trata-se de um processo avaliativo no qual busca-se compreender o funcionamento cognitivo do paciente, englobando tanto as disfunções quanto as potencialidades. Inicialmente realiza-se uma entrevista minuciosa para coleta do máximo de informações possível. Posteriormente da-se a etapa de testagem através da aplicação de instrumentos formais e informais com o intuito de analisar e compreender o desempenho de cada individuo, para que, enfim, seja confeccionado um laudo neuropsicológico descrevendo os resultados quantitativos e qualitativos, sempre levando em consideração o "ser" em sua integralidade e individualidade.

Andreia Oliveira Do Carmo

Psicólogo

Goiânia


É uma avaliação detalhada das funções mentais que são conhecidas como funções cognitivas, utilizando-se de um conjunto de testes, inventários, escalas e procedimentos padronizados. Investiga o desempenho das habilidades como atenção, percepção, linguagem, raciocínio, abstração, memória, aprendizagem, habilidades acadêmicas, processamento da informação, visuoconstrução, afeto, funções motoras e executivas.

Eliana Francisco De Oliveira

Psicólogo

Guarulhos


É uma ferramenta utilizada por neuropsicólogos para avaliar funções cognitivas, sensoriais, motoras, emocionais e sociais. Para tanto, utiliza-se de entrevistas e instrumentos que mostram o nível atual de funcionamento do paciente e o nível esperado. Com isso pode-se obter informações para montar um plano de reabilitação, caso necessário.

A avaliação neuropsicológica (AN), busca investigar quais as funções cognitivas que estão preservadas e as que estão comprometidas. Através do uso de instrumentos (testes, baterias, escalas) padronizados para avaliação das funções cognitivas, o neuropsicólogo irá pesquisar o desempenho de habilidades como atenção, percepção, linguagem, raciocínio, abstração, memória, aprendizagem, processamento da informação, visuoconstrução, afeto, habilidades motoras e executivas. A avaliação neuropsicológica tem por objetivo coletar os dados clínicos para auxiliar na compreensão da extensão das perdas e explorar os pontos intactos e ou potenciais.

Fabiana Da Silva

Psicanalista, Psicólogo

Florianópolis

Agendar uma visita

Esta avaliação consiste em investigar como se encontram as funções cognitivas do avaliado. Esta avaliação ocorre por meio do do uso de instrumentos (testes, baterias, escalas) padronizados para avaliação das funções cognitivas, ou seja, a avaliação busca observar como se dá o desempenho de habilidades como atenção, percepção, linguagem, raciocínio, abstração, memória, aprendizagem, processamento da informação, visuoconstrução, afeto, habilidades motoras e executivas.

Bianca Batista Dalmaso

Psicólogo

São Paulo


Avaliação Neuropsicológica tem como objetivo estudar a relação entre o Cérebro e o Comportamento, identificando Prejuízo Funcional e a presença de Distúrbios, Transtornos e, seu grau de evolução, orientando indicações de intervenções, reabilitação especifica para cada paciente, contribuindo assim para o desenvolvimento de novas estratégias gerando uma rotina mais adaptada e saudável para paciente e o meio onde está inserido. 1. Entrevista Inicial com paciente e família; 2. Aplicação de testes e escalas; 3. Entrega do relatório; 4. Se dá inicio e/ou continuidade aos tratamentos que se fazem necessários.

A avaliação neuropsicológica permite avaliar o desempenho do funcionamento cerebral e funções cognitivas, por meio de uma entrevista e da aplicação de uma bateria de testes neuropsicológicos. Ela tem como objetivo a identificação de quais funções cognitivas estão preservadas e quais estão comprometidas, assim como a análise da gravidade das alterações encontradas. Esta avaliação é recomendada para crianças em casos de dificuldades na aprendizagem, alterações comportamentais, prejuízo na atenção, concentração, compreensão verbal, memória, dificuldade para ler, processar informações, entre outros. Duração: esta avaliação é realizada entre 5 e 7 sessões. Idade: indivíduos entre 5 e 18 anos.

A avaliação neuropsicológica é um procedimento que tem por objetivo investigar as funções cognitivas (conhecimentos complexos) e práxicas (atividade motora fina) dos pacientes, buscando elucidar através dos testes os distúrbios de atenção, memória e sensopercepção, além de alterações cognitivas específicas como gnosias, abstração, capacidade de raciocínio, cálculo e planejamento, bem como seus diagnósticos diferenciais. A avaliação neuropsicológica na Doença de Alzheimer (DA) é o principal instrumento para diagnosticar o tipo e a intensidade dos distúrbios de atenção, memória e desempenho intelectual, permitindo acompanhar, em exames sucessivos, a progressão mais rápida ou lenta da DA.

A neuropsicologia busca investigar quais as funções cognitivas que estão preservadas e as que estão comprometidas. Através do uso de instrumentos (testes, baterias, escalas) padronizados para avaliação das funções cognitivas, o neuropsicólogo irá pesquisar o desempenho de habilidades como atenção, percepção, linguagem, raciocínio, abstração, memória, aprendizagem, processamento da informação, visuoconstrução, afeto, habilidades motoras e executivas. A avaliação neuropsicologica tem por objetivo poder coletar os dados clínicos para auxiliar na compreensão da extensão das perdas e explorar os pontos intactos que cada patologia provoca no sistema nervoso central de cada paciente.

Tânia Tavares Reis

Psicólogo

Palmas


A avaliação neuropsicológica infantil compreende um processo de investigação sobre o perfil de funcionamento cognitivo da criança e do adolescente, dos três aos dezessete anos de idade. Para adultos, a avaliação neuropsicológica pode surgir devido à alterações neurológicas ou psiquiátricas, como acidente vascular cerebral, crises epiléticas, alterações hormonais, entre outros. Buscamos identificar se há realmente um comprometimento, e entender se está perda cognitiva está relacionada ao envelhecimento natural ou está alguma alteração emocional/ comprometimento degenerativo.

Ligia Menezes

Psicólogo

Santo André


Visa investigar as relações entre o cérebro e o comportamento, investigando de maneira minuciosa as funções cognitivas. E como? Identificando áreas cognitivas preservadas ou prejudicadas. As habilidades de linguagem, atenção, funções executivas, habilidades motoras, viso espaciais, memória, raciocínio lógico, capacidade e retenção da aprendizagem, dentre outros são exemplos daquilo que se pode investigar. A análise é realizada através de testes, baterias ou escalas padronizadas para a nossa população. A avaliação se dá em algumas sessões. Após, um relatório é elaborado para esclarecer a dúvida ou suspeita diagnóstica. Procure um profissional apto para esta avaliação.

Investiga quais as funções cognitivas estão preservadas e quais estão comprometidas. Funções como raciocínio, atenção, memória, linguagem, aprendizagem, dentre outras, além de humor e personalidade. Principais indicações: TDAH, dificuldades escolares, distúrbios do neurodesenvolvimento e psiquiátricos, doença de Alzheimer e déficits causados por AVC ou "derrame", lesões cerebrais decorrentes de traumatismos e abuso de drogas e álcool.

A neuropsicologia é uma área da psicologia e das neurociências que estuda as relações entre o sistema nervoso central, o funcionamento cognitivo e o comportamento. O exame neuropsicológico é um procedimento de investigação clínica que além de proporcionar o conhecimento das potencialidades cognitivas do indivíduo, dedica-se a investigar como diferentes lesões ou disfunções podem causar déficits em diversas áreas da cognição humana (atenção, memória, raciocínio, juízo, linguagem, percepção, praxias). A qualificação e a experiência do examinador na condução de uma avaliação neuropsicológica são fatores essenciais, capazes de cumprir os seus objetivos de maneira precisa e confiável.

Ana Carla Teodoro Olimpio

Psicólogo, Sexólogo

Goiânia


Tem como objetivo analisar detalhadamente as funções cognitivas como: atenção, percepção, linguagem, raciocínio, abstração, memória, aprendizagem, habilidades acadêmicas, processamento da informação, visuoconstrução, funções motoras e executivas, funções emocionais e comportamentais. Os testes neuropsicológicos permitem um mapeamento das áreas cerebrais, permitindo a identificação precoce dos distúrbios cognitivos, sua quantificação, o seguimento da evolução natural da doença ou esclarecer com mais detalhes os sintomas de um problema diagnosticado anteriormente ou sua resposta às medidas terapêuticas, através do uso de instrumentos (testes, baterias e escalas específicas) padronizados.

Andréa Garcia Baran Modesto

Psicólogo

Joinville


Consiste numa investigação detalhada sobre o funcionamento das competências cognitivas ( atenção, memória, planejamento, tomada de decisão, , etc), e comportamentais do paciente, visando a identificação de alguma disfunção cerebral nessas atividades, auxiliando no diagnóstico, na detecção da dimensão das perdas funcionais, no desenvolvimento de um plano de reabilitação específico e adequado para cada caso. O processo envolve o levantamento de dados clínico do paciente e familiares, entrevistas, e a utilização de testes psicométricos e projetivos padronizados.

Lúcia Dornelas Cavalcante

Psicólogo

Recife


É o exame detalhado das funções cognitivas. Investiga as relações entre cérebro, cognição e comportamento. Utiliza-se um conjunto de técnicas específicas que visam pesquisar o desempenho de habilidades como: atenção, memória, linguagem, processamento de informações, funções executivas, raciocínio, abstração, humor, entre outros. Uma avaliação neuropsicológica é feita em etapas: diagnóstico, compreensão das perdas funcionais, estabelecimento de possíveis intervenções e desenvolvimento de um plano de reabilitação para cada caso. O objetivo é que as pessoas possam melhorar, compensar ou adaptar-se às dificuldades.

Thalita R. Fernandes

Psicólogo

Sorocaba


Avaliação neuropsicológica compreende de 8 a 12 sessões em média para avaliação de dificuldades em vários ambientes ( escolares, aprendizagem, famíliar). Aavaliação neuropsicológica pode ocorrer em crianças á partir de 2 anos e 6 meses, adolescentes, adultos e idosos.

Leidiane Rosa Da Silva

Psicólogo, Psicopedagogo

Goiânia

Agendar uma visita

Atendimento de criança, adolescente, adulto e idoso. A avaliação neuropsicológica investiga, através de instrumentos clínicos, o funcionamento de diversas funções cognitivas, tais como, a memória, a linguagem, as funções executivas e atencionais, as funções visuo-perceptivas e visuo-espaciais, as praxias, as funções intelectuais, dentre outras. Nas crianças e adolescentes com frequência auxilía a identificar alterações comportamentais e dificuldades na aprendizagem escolar, devido a vários fatores, como problemas de atenção, concentração, compreensão, memória, incapacidade para ler, para fazer cálculos etc. Nos adultos auxilia no diagnóstico de alzheimer, demência, AVC, etc.

Alessandra Datto

Psicólogo

São Paulo


Avaliação Neuropsicologica consiste em um exame detalhado das funções cognitivas (memória, atenção, funções executivas, linguagem, funções visuoespaciais, perceptivas e visuoconstrutivas), utilizando-se de um conjunto de testes, inventários, escalas e tarefas, que propiciam o entendimento dos pontos fortes e dos pontos que necessitam de auxílio. Geralmente solicitado por Pediatra, neuropediatra, neurologista, Psiquiatra, Psicólogo e pais ou profissionais que identifiquem necessidade de avaliação dos seguintes casos: Transtorno e deficit de atenção e hiperatividade, Transtornos de Aprendizagem, Deficiência Intelectual, Transtorno do Espectro Autista, Epilepsia, AVC, TCE, Alzheimer.

Marcia Aparecida Santos Restolho

Psicólogo, Psicanalista

Piracicaba

Agendar uma visita

Através de um conjunto de ações, que se inicia a partir de uma Entrevista Inicial e se desenvolve com testes e avaliações específicas para cada demanda, torna-se possível investigar possíveis prejuízos e alterações cognitivas e comportamentais que se deram por uma lesão, deficits ou por degeneração, (como no caso das demências, dos Transtornos de Aprendizagem, déficits cognitivos pós-traumas etc.) para assim desenvolver estratégias mais eficazes de adaptação e autonomia do sujeito em seu meio social.

Rose Fialho

Psicanalista, Psicólogo

Salvador


O processo de Avaliação Neuropsicológica busca esclarecer questões sobre os funcionamentos cognitivo, comportamental e emocional de um paciente. O exame ocorre através de um trabalho investigativo, composto de entrevistas, observações comportamentais, além do uso de testes e escalas. A avaliação pode auxiliar em diversos contextos, possibilitando uma compreensão global do quadro do paciente, tem fins desde auxílio diagnóstico, bem como no tratamento de enfermidades neurológicas, transtornos psiquiátricos, problemas de desenvolvimento e síndromes. Com o exame é possível a administração e planejamento de um tratamento mais adequado as necessidades do paciente.

A avaliação neuropsicológica busca investigar quais as funções cognitivas que estão preservadas e as que estão comprometidas. Através do uso de instrumentos (testes, baterias, escalas) padronizados para avaliação das funções cognitivas, o neuropsicólogo irá pesquisar o desempenho de habilidades como atenção, percepção, linguagem, raciocínio, abstração, memória, aprendizagem, processamento da informação, visuoconstrução, afeto, habilidades motoras e executivas. A avaliação neuropsicologica tem por objetivo poder coletar os dados clínicos para auxiliar na compreensão da extensão das perdas e explorar os pontos intactos que cada patologia provoca no sistema nervoso central de cada paciente.

Jésus Fillipi

Psicólogo

Montes Claros

Agendar uma visita

A avaliação neuropsicológica busca investigar quais as funções cognitivas estão preservadas e quais estão comprometidas. Utilizando instrumentos (testes, baterias, escalas) padronizados para avaliação das funções cognitivas, o especialista pesquisará o desempenho de habilidades como: atenção, linguagem, percepção, raciocínio, abstração, afeto, habilidades motoras, visuoconstrução, aprendizagem, memória, processamento da informação, funções executivas e humor. A avaliação neuropsicológica tem por objetivo coletar os dados clínicos para auxiliar na compreensão da extensão das perdas e explorar os pontos intactos que cada patologia provoca no sistema nervoso central de cada paciente.

Ícaro Castro

Psicólogo

Manaus


É um exame que serve para verificar o funcionamento do cérebro através de observação e de testes a fim de compreender se há algum prejuízo de memória, raciocínio, linguagem, atenção, emoção, personalidade, etc., auxiliando no diagnóstico médico de doenças. Em crianças, verifica se há falhas cognitivas relacionadas ao processo de aprendizagem, dificuldades atencionais, quadros psiquiátricos ou neurológicos (TDAH, autismo, depressão, entre outros). Em adultos, verifica as sequelas de TCE, AVC, epilepsias, tumores, esquizofrenia, etc. Em idosos, esclarece se falhas de memória e de raciocínio estão dentro do esperado ou se podem indicar possíveis quadros de demências ou outras doenças.

Sandra Mara Comper

Psicólogo

Balneário Camboriú


Trata-se de um trabalho detalhado, processual e personalizado, que acontece em torno de cinco a oito encontros, com duração média de uma hora e meia. O primeiro encontro é destinado ao conhecimento do caso com entrevista semi-estruturada, observação clínica, levantamento de hipóteses diagnósticas e fechamento de acordo de prestação de serviço. Nos encontros seguintes o examinando passa por avaliações objetivas, com instrumentos padronizados, além de provas e tarefas capazes de testar as mais diversas habilidades pessoais. Por fim, o último encontro é reservado a uma devolutiva, ao examinando, de tudo que foi achado no exame, com entrega de relatório neuropsicológico por escrito.

Avaliacão neuropsicológica: anamnese clinica, e com os testes: wais iii, wisc iv, figuras complexas de rey, cinco dígitos, torre de londres, mini mental.

Ilma Torres

Psicólogo

Rio de Janeiro


A avaliação Neuropsicológica estuda as relações entre o cérebro e o comportamento, investigando quais as funções cognitivas estão preservadas e quais as funções estão comprometidas, para isso são realizados testes que avaliam o desempenho das seguintes habilidades: atenção, percepção, linguagem, raciocínio, abstração, memória, aprendizagem, processamento da informação, visuoconstrução, afeto, habilidades motoras e executivas. Uma avaliação neuropsicológica é realizada tendo como base a aplicação de uma bateria de testes neuropsicológicos e outros instrumentos (baterias, escalas) padronizados para avaliação das funções cognitivas em crianças, adultos e idosos.

Mariana Borges Soares De Lima

Psicólogo

Goiânia


Processo avaliativo que auxilia na investigação de problemas e habilidades cognitivas, no diagnóstico de patologias, prognóstico, e na escolha medicamentosa quando necessário; na orientação para tratamento e intervenção no contexto escolar, no planejamento profissional, da aprendizagem e reabilitação.

Jocélia Peixoto

Psicanalista, Psicólogo

Duque de Caxias

Agendar uma visita

O processo de avaliação fundamenta-se na correlação de conhecimentos próprios às neurociências básicas e à psicologia dos processos cognitivos. Clinicamente, avaliação é composta por três etapas: inicialmente, é realizada a entrevista inicial e contratualizadas da prestação de serviço; no segundo momento faz-se uso de entrevista focada, observação comportamental, de técnicas objetivas de avaliação psicológicas e neuropsicológicas validadas em âmbito nacional; e, ao final do processo, realiza-se entrevista de devolução na qual é entregue ao cliente o laudo neuropsicológico impresso descrevendo seu desempenho, possíveis comprometimentos, encaminhamentos e orientações.

Aline M. S. De Coster

Psicólogo, Psicanalista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Neuropsicologia busca responder questões que expliquem os "porquês" de determinados comportamentos. Através de um estudo minucioso da vida do paciente e com a aplicação de testes específicos para cada caso, as perguntas pertinentes serão respondidas, é elaborado um relatório psicológico para os outros profissionais envolvidos no tratamento e serão feitos todos os encaminhamentos necessários para o tratamento do paciente.

Elaine Giordano Arroio

Psicólogo

São Paulo


A Neuropsicologia inicia com uma avaliação onde são aplicados testes para verificar atenção, memória, organização, planejamento, linguagem entre outras funções. Depois é feito um plano de trabalho considerando as dificuldades e potencialidades, para que o cliente possa desenvolver e tornar sua rotina funcional. É indicado para todas as idades.

Elciane Lipski

Psicólogo, Psicopedagogo

Curitiba

Agendar uma visita

A Avaliação Neuropsicológica é uma avaliação detalhada das principais funções mentais: atenção, memória, linguagem, funções executivas, tais como abstração, raciocínio lógico, planejamento, flexibilidade cognitiva etc. Os objetivos desse tipo de avaliação são: - Diagnóstico: identificar e delimitar o quadro do paciente; - Prognóstico; - Orientação de tratamento; - Planejamento de reabilitação neuropsicológica; - Perícia etc. Ela é indicada como exame diferencial para identificação de déficits e suspeitas de casos de: - TDAH; - Transtornos de Aprendizagem; - Deficiência Intelectual; - Traumatismo craniano; - AVC; - Demências (Alzheimer, etc); - Casos psiquiátricos etc.

Composta por uma série de testes e de exames, a avaliação neuropsicológica analisa a relação entre o funcionamento do cérebro e o comportamento do indivíduo, podendo ser aplicada em crianças, adultos e idosos. A falta de memória, dificuldade de atenção e disfunções motoras são alguns dos sintomas que podem indicar a necessidade de uma avaliação neuropsicológica. O processo conta com a aplicação de testes padronizados de acordo com a faixa etária e o perfil do indivíduo.Dentre outros pontos, são analisados a capacidade de raciocínio, atenção, linguagem, processamento da informação, aprendizagem e habilidades motoras.

Maria Cristina Cagnin

Psicopedagogo

Cotia


A avaliação neuropsicológica é solicitada com maior frequência para crianças e idosos. Fornece informações importantes de quais áreas cerebrais estão sendo afetadas ou preservadas, sendo de extrema importância para avaliação das dificuldades de aprendizagem (criança) ou para identificação dos processos demenciais (idosos). São utilizados diferentes instrumentos que avaliam o funcionamento da memória, atenção, cognição, linguagem, praxias, funções executivas, velocidade de processamento, humor e comportamento. Ocorrem de 5 e 7 sessões, e os instrumentos são programados a partir da primeira consulta, de acordo com a queixa do cliente.

A Neuropsicologia é a área da psicologia e das neurociências que estuda as relações entre o sistema nervoso central, o funcionamento cognitivo e comportamento. A Avaliação Neuropsicológica possibilita o raciocínio de hipóteses diagnosticas, identifica o tipo e a extensão da alteração cognitiva, discrimina funções cognitivas preservadas e comprometidas, a presença de alteração comportamental e do humor, e como o impacto que as mesmas têm em atividades da vida diária, ocupacional, social e pessoal. Diversos transtornos podem ser avaliados juntos da Neuropsicologia: TDAH, AVC, epilepsias, cefaleia, dislexia, Alzheimer e demências, autismo, danos a partir do de substancias...

A Avaliação Neuropsicológica é um procedimento que tem por objetivo, investigar a relação entre o funcionamento do cérebro e o comportamento humano, buscando assim, elucidar as funções cognitivas (QI) e executivas ( atenção e memória), além de possíveis comprometimento das funções cerebrais para um diagnóstico diferencial. Na avaliação, são utilizados instrumentos padronizados, como: testes, inventários e escalas, visando buscar a investigação do desempenho de habilidades como atenção, percepção, linguagem, memória, aprendizagem, processamento da informação, afeto, habilidades motoras, entre outras, afim de melhorar a qualidade de vida.

Graziele Souza

Psicólogo, Psicopedagogo

Taguatinga


A Avaliação Neuropsicológica consiste no método de investigar as funções cognitivas e o comportamento. Trata- da aplicação de técnicas de entrevistas, exames quantitativos e qualitativos das funções que compõem a cognição abrangendo processos de atenção, percepção, memória, linguagem e raciocínio. A demanda da Neuropsicologia hoje difere um pouco daquela observada antes da viabilização dos exames de imagem. A localização específica das lesões cerebrais é mais bem detectada através desses métodos, mas a avaliação neuropsicológica é capaz de revelar as alterações sutis, o nível e a qualidade do funcionamento cognitivo(Jones-Gotman,1991).

A avaliação Neuropsicológica é de extrema importância para diagnostico tanto para o adulto como para idoso. A avaliação Neuropsicológica faz uma "pesquisa" de todo funcionamento cognitivo visando detectar o que está preservado e o que está comprometido para assim realizar um diagnostico seguro. Alterações da atenção, memória, raciocínio, organização, comportamento, trauma cranio encefálico, AVC, epilepsia, cirúrgias cranianas, são alguns dos indicadores para avaliação.

Fernanda Ignácio

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo


A avaliação neuropsicológica é um processo utilizado para investigar funções cognitivas como atenção, memória, inteligência geral, linguagem, entre outras, bem como questões emocionais. O neuropsicólogo avalia, a partir do comportamento da pessoa, como estão essas funções. Durante o processo de avaliação neuropsicológica, o psicólogo realiza atividades com a pessoa a fim de identificar déficits e potencialidades (o que está preservado) no funcionamento cerebral. É importante para traçar o perfil e auxiliar no tratamento e diagnóstico de Déficit de atenção, Autismo, Alzheimer, Depressão, Transtorno Bipolar, Esquizofrenia, dentre outros.

Amanda Barroso De Lima

Psicólogo

Fortaleza


A Avaliação Neuropsicológica consiste em uma investigação detalhada das funções cognitivas, ou seja, avalia atenção, memória, percepção, linguagem, dentre outras funções. Com o intuito de identificar potencialidades e dificuldades de cada indivíduo. Esta avaliação pode auxiliar no estabelecimento de diagnósticos, na compreensão da extensão das perdas funcionais, bem como auxiliar no desenvolvimento de um plano de reabilitação neuropsicológica. Sua atuação, portanto, é voltada para a avaliação e reabilitação de pessoas que apresentem alguma alteração cognitiva e/ou comportamental, associada às diversas patologias que afetam o sistema nervoso central. Aplica-se em crianças, adultos e idosos.

Isabelle Rolim

Psicólogo

Curitiba


A avaliação neuropsicológica é uma atividade exercida geralmente por psicólogos, pois é a única profissão que regulamenta a utilização de testes psicológicos e neuropsicológicos. Seu objetivo é investigar funções cognitivas (pensamento, atenção, memória, linguagem, percepção etc.) em pessoas que possam apresentar algum tipo de comprometimento cerebral, e relacionar com prejuízos comportamentais. Esta prática auxilia muito na observação do que está preservado e o que está comprometido. Ela tem a função de auxiliar na elaboração de um plano de intervenção, que é o que chamamos de Reabilitação Neuropsicológica. Por isso, sempre digo, que avaliamos para reabilitar.

Luciane Simonetti

Psicólogo

São Paulo


Consiste em avaliar detalhadamente as funções cognitivas, aspectos emocionais e comportamentais da criança. Geralmente é solicitada por um profissional da área médica para identificar potencialidades e auxiliar em determinados diagnósticos (TDAH, Transtorno Opositivo Desafiador, Altas Habilidades, Autismo, Atraso do Desenvolvimento Neuropsicomotor, Deficiência Intelectual, etc). Para realizar a avaliação, o neuropsicólogo irá conduzir entrevistas com os pais, aplicar escalas de avaliação, testes neuropsicológicos, técnicas projetivas, entre outros procedimentos. Através dos resultados obtidos, os profissionais interessados conseguem propor rotinas de tratamentos mais eficazes, além de cola

Avaliação neuropsicológica tem como objetivo investigar as funções executivas , que seriam linguagem, memória, pensamento e percepção, e é através de algumas testes que se torna possível relacionar dificuldades comportamentais com comprometimento cerebral; essa avaliação pode se aplicada em adultos e crianças. A partir desta avaliação elabora-se uma intervenção através de uma reabilitação que tem como finalidade reduzir os déficits cognitivos e alterações de comportamento emocionais, melhorando o aproveitamento das funções preservadas e melhorando uma melhora na qualidade de vida nos pacientes e familiares.

A avaliação neuropsicológica é um levantamento amplo das características cognitivas, emocionais e de vida pregressa do avaliado, objetivando levantar suas características em equilíbrio e adequadas a idade, cultura e padrão social e identificando também em que situações encontra-se abaixo do esperado. Tudo mensurado e comparado quantitativamente e qualitativamente, que torna possível buscar melhorar as características que apresentam resultados abaixo do esperado, sustentando o nível para não aumentar a perda ou ainda otimizando, dentro do potencial da pessoa. São utilizados diversos testes, entrevistas e inquéritos e podem ser solicitados por psiquiatras, neurologistas e outros.

Wládia Morais

Psicólogo

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Uma avaliação neuropsicológica busca investigar o sistema nervosos central - atenção, concentração, memória, comportamento e humor, dentre outras para auxiliar no diagnóstico de, por exemplo: processos demenciais; transtornos ou dificuldades de aprendizagem, aspectos emocionais e suas consequencias.

Profissional formada pelo HCFMUSP (Hospital das Clínicas da Faculddae de Medicina de São Paulo), a avaliação neuropsicológica investiga os processos cognitivos, tais como atenção, memória, linguagem, percepção. A identificação precoce de alterações e dificuldades do paciente fornecem subsídios para intervenções pontuais. Na criança e no adolescente é recomendada quando existe queixa comportamental ou dificuldade de aprendizagem. No caso de adulto ou idoso para melhoraria do desempenho cognitivo, quanto denota-se redução do desempenho ou dificuldades nas relações sociais, trabalho e escolar.

Liliane Eunice De Souza França

Psicólogo

São José dos Campos


A avaliação neuropsicológica é um processo técnico-científico que visa fazer uma descrição dos processos psicológicos do indivíduo a partir do conhecimento do funcionamento cerebral. Para tanto, são utilizadas várias técnicas, estratégias e testes neuropsicológicos que nos dão uma visão geral sobre as capacidades e potencialidades das funções cognitivas, emocionais e comportamentais do paciente. Exemplos de área de avaliação são Atenção, Memória e Funções Executivas. Ela é recomendada em diversos contextos, como em Transtornos Neurológicos (p.ex.: Doença de Alzheimer, Epilepsias, Acidentes Vasculares Cerebrais) e em Dificuldades de Aprendizagem (p.ex.: Dislexia, Discalculia).

Alisson Ferreira Lepienski

Psicólogo

São José Dos Pinhais


A avaliação neuropsicológica tem como objetivo testar os níveis das funções cognitivas e neurológicas, bem como a sua aplicação prática a fim de diagnosticar possíveis variações de intensidade e localizar deficiências nos processos de compreensão, memória, atenção, raciocínio, organização, planejamento e inteligência. Esta avaliação é feita por psicólogos e neurologistas treinados na avaliação das "funções nervosas superiores" e utiliza de testes neurológicos e psicológicos específicos, padronizados e validados, sendo realizados em etapas sucessivas, baseados em dados comparativos, segundo o esperado para cada faixa etária (início a partir de 4 anos), nível socioeconômico e escolaridade.

Fernanda Souza

Psicólogo

Niterói


Avaliação Neuropsicológica tem como objetivo identificar o funcionamento do cérebro do paciente, verificando como as funções cognitivas (atenção, memória, linguagem, raciocínio, inteligência, percepção, etc) se relacionam com a vida do paciente e, frente a prejuízos, quais as estratégias utilizadas para reduzí-los ou eliminá-los.

Processo que engloba consulta clínica e aplicação de bateria de testes, com a finalidade de verificar, analisar e descrever o funcionamento mental, as funções cognitivas e a condição emocional do paciente, com o objetivo de correlacionar possíveis déficits a doenças neurológicas e ao funcionamento cerebral. São necessários de 4 a 10 encontros para avaliação, e posteriormente, até 30 dias para elaboração de laudo.

Hegle Fraga Pinheiro Dias

Psicólogo, Psicopedagogo

Itaperuna

Agendar uma visita

A avaliação neuropsicológica é feita por um psicólogo com especialização na área, cuja finalidade é auxiliar no diagnóstico, avaliar o grau de comprometimento de determinada doença e balizar o tratamento a fim de que se possa programar a reabilitação do paciente. Ela investiga funções como a memória, atenção, linguagem, aprendizagem, comportamento, personalidade, etc. Pode ser realizada em adultos, crianças e idosos, com dificuldades memória, atenção, transtornos psiquiátricos,do desenvolvimento, problemas de aprendizagem, etc. Trata-se de um procedimento complexo que se utiliza de entrevista com paciente, testes e escalas e pode durar várias sessões gerando ao final um laudo detalhado.

A avaliação neuropsicológica inclui a entrevista com o paciente e com o seu cuidador ou responsável. Nela ocorre a coleta de dados do paciente, levantando-se a sua história de vida em todos os setores: escolar, profissional, familiar e saúde (física e emocional). Através de testes e exercícios, realiza-se o exame das funções cognitivas do indivíduo, tais como: orientação, memória, linguagem, atenção e raciocínio. A partir dos resultados obtidos, o paciente poderá compreender como suas dificuldades o afetam, permitindo que encontre melhores formas de maneja-las.

Patricia Leal Silva

Psicólogo

São Bernardo do Campo

Agendar uma visita

A Neuropsicologia preocupa-se com a complexa organização cerebral e suas relações com o comportamento e cognição, tanto em quadros de doenças como no desenvolvimento normal. Assim, a Avaliação Neuropsicológica tem como objetivo, investigar as funções cognitivas e o comportamento através de aplicação de técnicas de entrevistas, exames quantitativos e qualitativos das funções que compõe a cognição, abrangendo funções superiores como atenção, percepção, memória, linguagem e raciocínio. Os resultados dessa avaliação, auxiliam no diagnóstico e encaminhamentos pertinentes ao caso.

A avaliação neuropsicológica é um processo que consiste na realização de entrevistas e aplicação de testes e inventários com o objetivo de investigar conhecer o funcionamento cognitivo do paciente. A técnica investiga possíveis hipóteses diagnósticas como transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), Alzheimer, transtornos alimentares e uso abusivo de álcool e drogas, entre outros, permitindo o mapeamento da extensão do dano e funções afetadas por um traumatismo crânio encefálico ou AVC, por exemplo. No fim da análise, o paciente recebe um relatório com as diretrizes para o tratamento multidisciplinar e recomendações para reabilitação/intervenções.

Jessica Do Nascimento Porto

Psicólogo

Santo André


A neuropsicologia é uma ciência que estuda a relação entre a cognição, o comportamento e a atividade do sistema nervoso. É uma ciência que demonstra como está o funcionamento cerebral de cada pessoa por meio de seu desempenho cognitivo, de sua expressão comportamental. A avaliação neuropsicológica se baseia no princípio básico de que a performance cognitiva do indivíduo deve ser interpretada à luz da fase do desenvolvimento, qual seja: infância, adolescência, fase adulta e senescência. Alterações de memória, atenção, linguagem, raciocínio lógico, planejamento, comportamento etc, podem ser potencialmente indicadores emergenciais, ou não, de patologia cerebral.

Míriam Ramim

Psicólogo

Brasília


Procedimento que investiga as funções cognitivas (atenção, memória, função executiva, senso-percepção, linguagem, abstração, capacidade de raciocínio, habilidade acadêmica, inteligência, cálculo, organização e planejamento) e comportamentais dos pacientes. O resultado dos testes neuropsicológico e psicológico específico, padronizado e validado auxilia na elaboração do plano terapêutico, assim como na prescrição dos medicamentos pelos médicos e em processo de reabilitação dos quadros neurológicos e psiquiátricos.

Maria Das Graças M De O Castano

Psicólogo, Psicopedagogo

São Gonçalo


A avaliação neuropsicológica consiste em uma investigação minuciosa das funções cognitivas, sensoriais, motoras, emocionais e sociais da pessoa, com o objetivo de se identificar não só algum comprometimento funcional neurológico, mas também as áreas preservadas. Trata- se de um processo complexo, que usa instrumentos padronizados (testes, baterias e escalas) para análise detalhada da relação entre o comportamento do indivíduo e o funcionamento de seu cérebro. É de grande auxilio para o diagnóstico e a compreensão da extensão das perdas funcionais, além de permitir a proposição de intervenções específicas e o desenvolvimento de um plano de reabilitação.

Quais profissionais realizam Avaliação neuropsicológica?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.