Boa noite! Minha filha quer engordar e não sei o que fazer? Ela tem 18 anos e 170 e pesa 52kg. Ela quer se matar se ela n engordar. Nos ajude porfavor!
Dra. Celina Moraes de Castro Leal
Dra. Celina Moraes de Castro Leal
Psicólogo
Rio de Janeiro
Primeiramente eu buscaria uma avaliação psicológica até para tentar diagnosticar se eu não engordar dela pode ter algo a ver com algo psíquico e também fazer um acompanhamento para saber como está o qual os aspectos estariam levando a ter uma auto imagem errada depois contrataria uma equipe multidisciplinar como nutricionista e psiquiatra para poder intervir com a dieta de engorda de sua filha.

 Juliana Cozzolino
Juliana Cozzolino
Psicólogo
Rio de Janeiro
Olá,
é importante que haja uma intervenção multidisciplinar com um nutricionista, psicólogo e psiquiatra. O nutricionista poderá passar uma dieta e acompanha-la no ganho de peso. Já o psicólogo ajudará sua filha a entender melhor suas questões ligadas a percepção com o corpo.
É importante que você converse com ela sobre essas possibilidades de ajuda. Fiquem bem. Beijo Juliana Cozzolino.

 Juliana Rezende Ferreira
Juliana Rezende Ferreira
Psicólogo
Belo Horizonte
É preciso tomar duas ações importantes o mais rápido possível. Levar a um nutricionista para que ele possa avaliar, preparar uma dieta para ganho de peso e acompanhar o processo. Procurar um psicólogo para cuidar das questões ligadas a percepção dela sobre o corpo, auto estima e acompanhá-la enquanto ela faz a dieta prescrita pelo nutricionista. Um ponto importante na terapia é descobrir se a insatisfação com o corpo é o real motivo por trás da ameaça a tirar a própria vida, muitas vezes o real motivo está em outro lugar que ela não tem consciência. Por isso é preciso investigar e acompanhar para que ela possa ficar bem com ela mesma.
O trabalho conjunto de nutricionista e psicologo é imprescindível nesse caso.

Acredito que o melhor caminho é leva lá para um nutricionista pars ele poder sugerir uma alimentação saudável . O segundo ponto do seu relato me chamou atenção, pois se ela diz que quer se matar caso não engorde o que demonstra que ela não está satisfeita com sua imagem, prejudicando a auto estima e confiança. Sugiro leva lo a um psicólogo para poder entender melhor essa questão da imagem para ela.
Att
Andrea

Sua filha necessita urgente de uma avaliação psicológica porque pode estar sintomatizando sentimentos e também uma consulta com uma equipe multidisciplinar e nesta idade em que os hormônios e o corpo dela também se adaptando precisa de muito apoio familiar com dialogo e muto amor.

Olá, imagino seu sofrimento.
Acredito que esse momento será relevante voces buscarem terapia de família. Buscar também ajuda de um nutricionista que possa orienta-la a respeito do ganho e perda de peso e suas consequências.
Essa sua colocação muito me chamou atenção: Ela quer se matar.Sugiro que voce possa leva-la ao um médico.
Caso sua filha não aceita nada do que falei, penso que voce poderia ir para terapia para aprender cuidar e voce.e quem sabe ela aceita posteriormente. um forte abraço.

Dra. Katia Barbosa
Dra. Katia Barbosa
Psicólogo, Sexólogo
Nova Iguaçu
Seu relato sugere intervenção de uma equipe multidisciplinar como nutricionista, psicólogo e psiquiatra que podem ajudá-la nesse processo de não aceitação de si mesma. Ela é jovem e necessita desse apoio. Sugiro também que a acompanhe nesse processo para que possa estar fortalecida para ajudá-la nesse momento difícil porque está passando. O suicídio entre jovens está se agravando e alarmando todos os órgãos de saúde no mundo. Boa sorte!

 Adriana M. Corrêa
Adriana M. Corrêa
Psicólogo
Niterói
Olá! Sua filha encontra-se ansiosa por uma questão que tanto pode ser alimentar, como outra de fundo emocional. É importante que faça exames clínicos, procure orientação de uma nutricionista e ajuda de um profissional da área de saúde mental. Coloco-me a disposição!

 Rafaelle Melo
Rafaelle Melo
Psicólogo
Rio de Janeiro
Olá!
Questões de ganho de peso, assim como de perda, podem gerar muito sofrimento sobretudo no que diz respeito a autoaceitação, podendo afetar as relações sociais.

É importante entender que nem sempre a dificuldade relacionada às questões corporais se restringem apenas ao aspecto fisiológico, mas estes devem ser avaliados com seriedade por profissionais especializados (médicos e nutricionistas).

Por outro lado, pode ser importante que sua filha tenha um acompanhamento junto a um psicólogo para poder ressignificar, ou talvez até descobrir, sua relação mais positiva com o próprio corpo, passando por um trabalho de percepção corporal, enfrentamento dos incômodos, reconstrução da autoestima e etc.

Converse com sua filha a apresente para ela essa possibilidade, certamente um psicólogo a ajudará a viver essa situação de forma menos dolorosa.

Um abraço.

 Fabiana Cruz Destro
Fabiana Cruz Destro
Psicanalista, Psicólogo
Araraquara
Acredito que sua filha precise passar numa nutricionista e endocrinologista em conjunto com um profissional que trabalhe com psicoterapia para dar início a compreensão da causa de não conseguir engordar.
São comuns adolescentes por medo e angústia as novas mudanças corporais nao se sentirem bem consigo mesmos, afetando na auto estima e levando a possiveis Depressões e ate mesmo Distúrbios Alimentares como Bulimia e Anorexia.
Para tanto uma Avaliação Psicologica se faz necessário a fim de diagnosticar a necessidade do tratamento

Especialistas em Ganho De Peso

Cibele Duarte

Cibele Duarte

Nutricionista

São Bernardo do Campo

Brenno Myrael Rosal Lopes

Brenno Myrael Rosal Lopes

Endocrinologista

Cuiabá

Ellen Luiza Rangel de Castro El Zayek

Ellen Luiza Rangel de Castro El Zayek

Nutricionista

Brasília

Natália Ipaves

Natália Ipaves

Nutricionista

Taboão Da Serra

Dra. Franciane de Moura Froes

Dra. Franciane de Moura Froes

Nutricionista

Araçatuba

Verena Bartkowiak de Oliveira

Verena Bartkowiak de Oliveira

Nutricionista

Belo Horizonte

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 15 perguntas sobre Ganho De Peso

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.