Eu fui diagnosticado com asperger, mas possuo muita capacidade de sociabilização, apesar de algumas vezes eu demorar um pouco pra entender piadas (falta de atenção). Isso é possível? Tem como uma pessoa com asperger ter raras dificuldade sociais?(Mas lembrando que tenho um hiperfoco exarcebado e alguns pensamentos super repetitivos. Ah, eu tinha dificuldade de me socializar só na infância msm, mas eu aprendi sozinho a desenvolver amizades e ser extrovertido).
Dra. Bianca Bortolini
Dra. Bianca Bortolini
Psicólogo
Curitiba
Com certeza! Os “Asperger”são os que tem grandes habilidades e melhor evolução dentro do espectro autista. São funcionais. Consegue realizar praticamente todas as atividades quando bem estimulado!

Assim como a colega falou, o paciente com Asperger é aquele, que geralmente, consegue a melhor evolução de quadro. Certamente a psicoterapia iria te ajudar muito com psicoeducação, treino de habilidades e na questão da ruminação de pensamentos.

Dr. Deroni Sabbi
Dr. Deroni Sabbi
Psicólogo, Terapeuta complementar
Porto Alegre
Também concordo com os colegas. Entre as possíveis intervenções estão o treino em competências sociais e a terapia da fala. Mas o ideal é fazer um exame mais profundo para ver de forma mais clara, quais as suas dificuldades específicas. Eu já tratei algumas pessoas assim com a hipnose + recursos de PNL + terapia cognitivo comportamental, com bons resultados.

OLá, primeiramente quem diagnosticou você e o quanto disso realmente está afetando sua vida? se vc sente necessidade de desenvolver alguns aspectos relacionais é importante procurar um psicólogo (a) ok? Reflita se vc sofre com isso. Abraços

Bom dia,
Concordo com os colegas, quem tem esse diagnóstico, pode ser tratado em psicoterapia. Mas tem muitos diagnóstico errôneo tbem. Precisa ver se o ambiente onde vc foi criada de proporcionou extroversão. Será q vc não tem um excesso d dimidez com um pouco de displicência? Recomendo q procure terapia.

 Amanda Hellen Cunha
Amanda Hellen Cunha
Psicólogo
São Paulo
Sim adultos com a sindrome de Asperger podem ter um desenvolvimento excelente tanto em carreiras como relacionamentos, porém é necessário avaliar mais profundamente a sua necessidade de desenvolver ainda mais as habilidades sociais. A terapia cognitivo comportamental proporciona excelentes resultados!

 Juliana Goldstein
Juliana Goldstein
Psicólogo
São Paulo
Sim com certeza é possível. A síndrome de asperger esta dentro do espectro autista, porem dentro deste espectro existem vários níveis e graus. Este é um autismo de auto funcionamento, ou seja tem algumas características, mas tbm tem um ótimo prognóstico , capacidades, qualidades , enfim fique à vontade para perguntar mais ou agendar uma consulta sem compromisso. Tem um filme da HBO bem interessante que se chama Temple Granin. ( É um filme baseado em fatos reais sobre esta mulher chamada Temple, que tem síndrome de asperger, e mostra tudo que ela conseguiu atingir e se desenvolver) vale a pena!! Boa sorte!!

Dra. Francilene Torraca
Dra. Francilene Torraca
Psicólogo, Psicopedagogo
Rio de Janeiro
Pessoas dentro do espectro autista tem dificuldade em interpretar linguagem verbal e não verbal como gestos e tom de voz. a compreensão é muito literal da linguagem. Em geral não conseguem compreender quando a pessoa utiliza uma palavra com uma segunda interpretação. Por exemplo: Quando alguém utiliza a expressão"aquela mulher é uma gata". É muito difícil compreender que gata, nesse contexto, significa beleza e não animal.
Autistas podem achar difícil usar ou entender:
- expressões faciais
- tom de voz
- piadas e sarcasmo
- conceitos abstratos
A outra coisa importante é que de acordo com o DSM 5, o novo manual de doenças mentais, o termo "sindrome de asperger" que era utilizado para classificar um tipo de autista, não deve ser mais utilizado. Hoje o autista, por termos de um entendimento que possuem implicações muito particulares e únicas, devem ser classificados como " dentro do espectro".
Espero ter ajudado.

 Cristiane Borsatto Santiago
Cristiane Borsatto Santiago
Psicanalista, Psicólogo
Itanhaém
É possível sim. Muito comum pessoas diagnosticadas com Asperger que
conseguem se sociabilizar sem grandes dificuldades, mesmo havendo certa dificuldade em interpretar a linguagem verbal e não verbal como gestos ou tom de voz. Isso explica a demora que você relata em compreender algumas piadas, pois a compreensão da linguagem das pessoas com Asperger costuma ser literal. Mas isto não impede de serem capazes de se sociabilizar e realizar diversas outras atividades, ainda mais se forem bem estimuladas desde cedo.

 Claudia Kohn
Claudia Kohn
Psicólogo
Devido seu quadro ser autista leve ,pelo seu relato, com certeza voce com estimulos conseguiu se adaptar e ate ter excelentes resultados na sua dificuldade .
Com relação ao sua atenção prejudicada é normal pois autistas como não conseguem entender muito bem o faz de conta e o abstrato como um todo tem grandes prejuizos nesta area.

Dra. Laura Winikor Dolub
Dra. Laura Winikor Dolub
Psicólogo
Niterói
É interessante a preocupação que vc tem com se suas condutas coincidem ou encaixam ou não com o diagnóstico. O mais importante é o que vc pode conseguir na sua vida. Se é possível? Vc diz que sim.
Esses pensamentos super repetitivos que vc diz ter, e que parecem lhe trazer complicações, podem ser trabalhados em uma psicoterapia.
E sugiro vc se perguntar e trabalhar, também, por que deve ser outro quem decida o que vc pode.


Resolvi dar uma olhada no dicionário para justificar minha resposta.
Diagnóstico: substantivo masculino
Rubrica: medicina - fase do ato médico em que o profissional procura a natureza e a causa da afecção.
Diagnóstico diferencial. Datação: 1713
• d. diferencial
Rubrica: medicina.
fase em que o médico descarta a possibilidade de afecções que apresentem sintomatologia comum com a doença apresentada pelo paciente (Fonte: Houaiss Eletrônico -versão julho 2013).
Tudo isso para lhe dizer: não se prenda ao diagnóstico que recebeu, é só uma orientação para que o profissional possa conduzir seu tratamento. Você é uma pessoa com qualidades e "defeitos", facilidades e dificuldades, como todas as outras pessoas. Seja feliz.

 Amauri Pereira
Amauri Pereira
Psicanalista, Psicólogo
Londrina
Olá, como foi dito anteriormente revise o diagnóstico. E digo ainda que seja crítico aos diagnósticos. Eles são “apelidos” necessários para os estudos em saúde mental. No entanto, é muito comum que as pessoas se apeguem ao diagnóstico de forma que isso as definam, não é bem por aí... Procure um psicanalista.

Dr. Daniel R. Branco
Dr. Daniel R. Branco
Psicólogo
Curitiba
Interessante você estar perguntando sobre o seu diagnóstico, pois abre a possibilidade de que isto o esteja afetando de alguma forma, ou no mínimo, que esteja em dúvida. Pois, se você tem boas habilidades sociais, já está melhor do que a média ;-) e poderia nem estar se preocupando com o nome que deram para a sua forma de funcionar... Quem sabe, se algo o está incomodando, possa procurar um bom (boa) psicanalista e rever estas questões?

Parece que você foi diagnosticado tem pouco tempo ou não foi trabalhado qd diagnosticado em criança as habilidades sociais. Nessa sua fala "mas eu aprendi sozinho a desenvolver amizades e ser extrovertido", pelo que entendi e de acordo com a minha experiência, provavelmente assim como grande parte das pessoas que possuem um funcionamento dentro do espectro autista TEA leve, desenvolvem habilidades ou mecanismos de defesas e nesse caso em relação a socialização você é popular com as pessoas mais que social, uma vez que ser social implica em teoria da mente, coerência central cognitiva e algumas outras habilidades, às quais fazem parte das grandes dificuldades no cérebro TEA .

 Marina Andrade
Marina Andrade
Psicólogo, Psicopedagogo
Rio de Janeiro
Olá, tudo bom?? Muitos colegas escreveram bastante. O importante é você não ficar muito confuso com tantas informações e rever este diagnóstico. Nem tudo o que sente ou como se percebe pode se referir ao autismo e sim as suas características, personalidade. Seria uma boa buscar uma psicoterapia. Abraços fraternos.

Dra. Rejane Amaral de Sousa
Dra. Rejane Amaral de Sousa
Psicólogo
Belo Horizonte
Olá, você tem que validar ttambém a sua personalidade frente às interações sociais. O diagnóstico muitas vezes faz com que o paciente se rotule diante do que foi dado e acha que tem que se comportar e pensar repetitivamente sobre como atuar diante desse diagnóstico. Mas como todos disseram acima é importante saber que apesar de qualquer resultado ou diagnóstico você tem como superar suas dificuldades e habilidades sociais. A terapia vai lhe ajudar a lidar e enfrentar essas dificuldades . Entre em contato conosco. Abraço Rejane

 Paulo Renato Oliveira
Paulo Renato Oliveira
Psicanalista, Psicólogo
Rio de Janeiro
Tenha muito cuidado com esses diagnósticos, o Brasil é o país onde, proporcionalmente, mais se realizam diagnósticos e tratamentos de Autismo e Asperger, de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, de Depressão e de Transtorno de Ansiedade Generalizada. Procure sempre uma segunda e uma terceira opinião, consulte Psiquiatras, Neurologistas e Psicólogos Clínicos experientes (sempre estes 3, não abra mão de nenhuma dessas especialidades). Caso confirmado, não se preocupe tanto, inicie um tratamento sério que os resultados aparecerão no médio e longo prazos. Procure então um Psiquiatra e um Psicólogo Clínico qie trabalhem articulados.

 Joana Novais
Joana Novais
Psicólogo
Caxias Do Sul
Certamente você poderá ser enquadrar no tipo de altas habilidades e ser do tipo funcional. O melhor caminho, com já sugerido pelos colegas acima, é compreender como foi realizado o diagnóstico e se há prejuízos funcionais em sua vida cotidiana. O diagnóstico é um caminho para desenvolver um plano de tratamento que beneficie a vida do paciente, nesse sentido o profissional que fez o diagnóstico poderá possibilitar isso.

 Silene David Jorge
Silene David Jorge
Psicólogo
Nova Lima
É muito positiva a sua conscientização de sociabilidade. Qualquer síndrome se difere nos quesitos de diagnóstico. Com certeza a psicoterapia pode te propiciar o desenvolvimento de vários aspectos positivos e colaborar na vivência interativa e social. Um acompanhamento neurológico será bastante importante. Qualquer dúvida estou a disposição.

Dra. Ana Maria Fudoli
Dra. Ana Maria Fudoli
Psicólogo
Sorocaba
Olá, também é necessário validar a sua personalidade frente às interações sociais. O diagnóstico muitas vezes faz com que o paciente se rotule diante do que foi dado e acha que tem que se comportar e pensar repetitivamente sobre como atuar diante desse diagnóstico. Mas como todos disseram acima é importante saber que apesar de qualquer resultado ou diagnóstico você tem como superar suas dificuldades e habilidades sociais. A terapia vai lhe ajudar a lidar e enfrentar essas dificuldades.

 Kelly Fernandes
Kelly Fernandes
Psicólogo, Psicanalista
Santo André, SP
Boa tarde!
Tenho bastante cautela com confirmação de diagnósticos sem o contato direto com o paciente, dado que para tal, é imprescindível a análise de múltiplos fatores para além do sintoma.
Considero que é importante que, se possível, entre em contato com o profissional o qual lhe atribuiu tal diagnóstico para retirar tais dúvidas.
Ademais, considero válido refletir sobre início de uma análise individual presencial, com uma psicóloga (o) de sua escolha e confiança.
Espero ter auxiliado.
À disposição.

 Alexandre Ferreira Silva
Alexandre Ferreira Silva
Psicólogo
São Paulo
Olá. O autismo de uma maneira geral está dentro de um espectro. Falo de autismo porque o Asperger está relacionado com o autismo como os colegas falaram, mas com bom prognóstico, com alto rendimento. Assim como acontece com quadros de "autismo" que não fecham diagnóstico, porque as pessoas apresentam características de autismo, assim também pode ser o seu quadro. Terapia para isso? Se vc tem necessidade de desenvolver alguma habilidade em vc (assim como qualquer pessoas que não tem nenhum diagnóstico) busque, vai ser bom. Talvez não necessariamente pelas questões de sociabilidade, já que vc conseguiu desenvolver recursos para isso. Caso contrário, e vc etiver bem, não vejo necessidade de buscar terapia porque alguém algum dia disse que vc é Asperger. Fique bem!

 Helio Borges Junior
Helio Borges Junior
Psicólogo
Brasília
Bacana , saber de toda sua superação e constante desenvolvimento de suas habilidades e competências sócio-relacionais . Gostaria de te parabenizar e deixar um amistoso e gentil pedido : " - continue se respeitando , amando e jamais creia que sua síndrome poderá impedir que você expanda mais e mais seus horizontes ". Grande abraço .

Dra. Tatiana Berta
Dra. Tatiana Berta
Psicólogo
São Paulo
Sim, é importante lembrar que, independentemente do diagnóstico, todos somos únicos e precisamos ser cuidados em nossas necessidades individuais.
Um diagnóstico de transtorno autístico requer uma série de critérios, dentre eles, pelo menos seis comportamentais, destacando-se os prejuízos nas habilidades para comunicação e interações sociais. Entretanto, nem toda pessoa considerada “Asperger” apresentará da mesma forma todas as características (critérios) apontadas na literatura. É fundamental o olhar profissional/multidisciplinar de quem está acompanhando, a fim de que características de personalidade ou mesmo outros transtornos associados sejam identificados. Com relação aos Psicólogos, no Brasil, podemos contar com uma gama de profissionais treinados e qualificados para conduzir o processo terapêutico em busca de melhoria de qualidade de vida, conforme o que a ciência nos permite obter. É sempre importante uma busca aos materiais das Associações Brasileiras que incentivam a pesquisa científica e creditam os profissionais com embasamento científico para o acompanhamento dos pacientes com transtorno do desenvolvimento.

Especialistas em Síndrome de Asperger

Francy de Brito Ferreira

Francy de Brito Ferreira

Psicólogo

Osasco

Tânia Daniele Negrão

Tânia Daniele Negrão

Terapeuta complementar

São Bernardo do Campo

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Luis Falivene Roberto Alves

Luis Falivene Roberto Alves

Psiquiatra

Campinas

Ana Larissa Marques Perissini

Ana Larissa Marques Perissini

Psicólogo, Sexólogo

São José do Rio Preto

Tiago Lenz De Brum

Tiago Lenz De Brum

Psiquiatra

Concórdia

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 133 perguntas sobre Síndrome de Asperger

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.