Síndrome de asperger - Informações, especialistas e perguntas frequentes

A síndrome de asperger era definida como um transtorno específico do espectro autista pelo DSM-IV. Atualmente o DSM-V o classifica dentro do autismo leve.

As principais características da Síndrome de Asperger são inteligência normal ou elevada, linguagem rebuscada, interesses específicos e rotinas rígidas, habilidades sociais pouco desenvolvidas e dificuldade no entendimento e expressão de emoções.

É mais comum em meninos e a prevalência na população varia de acordo com os critérios diagnósticos utilizados, de 0,3 a 48 por 10000 crianças.

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - síndrome de asperger

Encontre um especialista na sua cidade:
Celia Suassuna

Celia Suassuna

Psicólogo

Guarulhos

Danielle Mistura Cury dos Santos

Danielle Mistura Cury dos Santos

Psicólogo

Rio de Janeiro

Cindia da Silva

Cindia da Silva

Psicólogo

São Paulo

Wagner Gurgel

Wagner Gurgel

Psiquiatra

São Paulo

Tatiane Rodrigues Pinto Rafailov

Tatiane Rodrigues Pinto Rafailov

Psicólogo

Taguatinga

Perguntas sobre Síndrome de asperger

Nossos especialistas responderam a 178 perguntas sobre Síndrome de asperger

Primeiramente, seria interessante esclarecer que "savant" não é um epônimo, como "Asperger"; "Savant" vem do verbo francês "savoir", que significa "saber".…
2 respostas


Sim pode acontecer, embora o mais comum é outro tipo de comportamento. Procure ajuda profissional e este risco de se tornar um marginal não deve te preocupar pois ele não faz isso intencionalment…
8 respostas


Olá, tudo bem?

Não temos pesquisas que comprove a relação entre o espectro do autismo e disforia de gênero pois questões de gênero são consideradas condição e não patologias e normalmente…
13 respostas

Especialistas falam sobre Síndrome de Asperger

A psicoterapia de adultos e adolescentes com transtorno de Asperger se apresenta como um ambiente favorável, onde ele pode existir e ser sem as pressões dos ambientes sociais. Por apresentarem pouco ou nenhum comprometimento cognitivo, esses pacientes participam de grupos sociais como: escola, faculdade, grupos de lazer, trabalho, mas devido às dificuldades de comunicação e relacionamento, apresentam grande sofrimento. A atitude consistente, sensível e adaptada às necessidades de cada paciente possibilita que, apesar das grandes dificuldades de comunicação, juntos, terapeuta e paciente encontrem uma forma de o paciente se expressar em terapia e assim aliviar seu sofrimento.

Ana Lucia Villela Moretto

Psicólogo

Florianópolis


Em 2013 a Síndrome de Asperger foi incluída no DSM como umaTranstorno de Espectro do Autismo), ou seja, um tipo mais brando do Autismo clássico. Na Sindrome de Asperger não há comprometimento intelectual, como no Aultismo. As causas ainda são desconhecidas, embora estudos apontem para uma interação entre a causa genética e a interação ambiental. As principais características são: QI acima da média, elevada capacidade de criatividade e algumas dificuldades na área de interação social, padrão repetitivo em algumas tarefas e atividades, hiper ou hipo atividade, dentre outros. O tratamento é individualizado para cada paciente e deve ser multidisciplinar, com ou sem medicação.

Rúbia Helena De Matos

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo

Agendar uma visita

A Síndrome de Asperger, também conhecida como transtorno de Asperger ou simplesmente Asperger, é uma condição neurológica do espectro autista. Geralmente é diagnosticado aos seis anos de idade ou mais. Costumam ter dificuldade em fazer amigos, dificuldade em perceber ou comunicar-se através de pistas não verbais, como faciais, não compreendem que os outros têm sentimentos diferentes dos seus, interesse obsessivo por algum assunto e alguns outros. A minha clínica com indivíduos com este transtorno é construída na relação de confiança cliente-terapeuta, através do Acompanhamento Terapêutico, convite para um jogo de xadrez, caminhadas e outras propostas.

Marina Do Espírito Santo

Psicólogo, Sexólogo

Rio de Janeiro


A Síndrome de Asperger está inserida em um grupo, que engloba síndromes similares, chamado Espectro Autista. As novas classificações diagnósticas não mais distinguem a síndrome de Asperger dos demais transtornos do espectro autista (TEA). Essa é considerada como um subgrupo com alta funcionalidade psicossocial. Características comuns incluem alta capacidade de foco cognitivo, facilidade para memorização e pouca necessidade de envolvimento social. São atributos vantajosos, que quando bem explorados levam a uma vida de grandes realizações.

Walter Sena

Psiquiatra

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Síndrome de Asperger é um transtorno neurobiológico enquadrado dentro da categoria Transtornos do Neurodesenvolvimento, de acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V). Afeta a forma como as pessoas percebem o mundo e interagem com outras pessoas. Trata-se de um dos perfis ou espectro de autismo, o chamado Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Camila Lourenço

Psicólogo

Curitiba

Quais profissionais tratam Síndrome de asperger?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.