Quando fico um tempo sem tomar sertralina e volto a tomar, sinto que meus ouvidos trancam como se eu

28 respostas
Quando fico um tempo sem tomar sertralina e volto a tomar, sinto que meus ouvidos trancam como se eu estivesse na serra, uma pigarra na garganta e falta de apetite.
Olá,
Em alguns casos a medicação pode agir de varias maneiras, mas seria de fundamental importância procurar o seu médico e falar sobre as reações. E paralelamente fazer uma psicoterapia com o intuito de se aprofundar melhor em relação a essa necessidade de tomar remédios.
Boa sorte.

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Olá! A interrupção da medicação é um momento importante que pode sim causar reações. Essa interrupção e a volta da medicação é acompanhada por seu psiquiatra? Caso a resposta seja não, te oriento a buscar avaliação de um profissional, pois retirar medicação deve de forma gradual. Num segundo momento, após resolvida a questão da medicação, é indicado dar início a um acompanhamento com psicóloga para poder buscar alternativas para lidar com as emoções, pensamentos e comportamentos indesejados. Um abraço psicóloga Ana Paula R.
Todo efeito colateral deve ser comunicado ao médico. Interromper a medicação ou tomar por conta própria não ajuda o tratamento. O ideal será você, além do acompanhamento médico, ter o apoio de uma terapia para que os fatores que causam adoecimento psíquico sejam identificados e você tenha ganhos no tratamento. Se cuide!
Convidamo-lo para uma consulta: Acompanhamento a pacientes com: ansiedade,depressão, fobias e traumas psicológicos - R$ 130
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.
Olá. Você deve tomar sertralina dentro de um tratamento psiquiátrico, portanto qualquer parada deve ser comunicada e combinada com o psiquiatra, assim como esses efeitos colaterais que sentiu. Abraços
Olá, espero que tudo esteja indo bem dentro do possível.
Tanto o início, quanto o final de um tratamento medicamentoso deve ser SEMPRE feito sob supervisão médica (médico psiquiatra). Muitas vezes o uso desregulado e não programado de medicações pode gerar efeitos contrários aos desejados.
Psiquiatria + Psicoterapia são a chave para uma boa saúde mental.
Olá, qualquer medicação deve ser tomada com a supervisão de seu médico, os antidepressivos e ansiolíticos devem ser receitados de preferencia pelos psiquiatras. Cuide-se. Abraço
Olá! Não sei quem te prescreveu a sertralina, mas entendo que não chegastes a falar com o profissional que prescreveu. Então, a sugestão é para buscares um profissional em que confies para verificar também o porquê das paradas, se podes tomar outra medicação com menos efeitos colaterais para ti, ou até parar (se for possível, claro, para isso, precisas falar com o médico). Em geral, tomar "as vezes", parar e voltar não costuma ter um bom efeito em qualquer tratamento e gera frustração com os tratamentos. Espero ter ajudado!
Convidamo-lo para uma consulta: Telemedicina - R$ 130
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.
Não é indicado interromper a medicação sem indicação médica devido exatamente a alguns efeitos colaterais. Procure seu médico e converse a respeito
Olá
Uma medicação psiquiátrica precisa de todo cuidado para sua indicação e início de tratamento. As interrupções devem ser indicadas pelo médico, pois a retirada também exige cuidado. Tudo isto porque o efeitos sobre o sistema nervoso central atingem várias funções além das causas que levam à medicação. Portanto, não podem ser tomados de maneira negligente. Busque seu médico.
Relate estes sintomas ao seu médico. É importante que ele acompanhe a retirada do medicamento (se for este o caso). Não é recomendável fazer interrupções sem a devida orientação médica. Boa sorte.
Cabe aqui uma pergunta importante a você. Qual tem sido o critério de você tomar tal medicação, foi indicação médica? Observo que jamais podemos nos automedicar principalmente com tais medicamentos. Procure urgente um psiquiatra para te acompanhar neste processo. Seria importante também você procurar um psicólogo para fazer um acompanhamento psicológico.
Olá! Para um possível desmame seguro, duas medidas poderão te ajudar: acompanhamento com Terapia EMDR + Pain Management e com psiquiatra. Um abraço!
Concordo com os colegas e reforço o contato com o psiquiatra para vê essa forma de uso da medicação!
Abraço fraterno
Olá, incialmente parabéns pela iniciativa em buscar ajuda; contudo; vale salientar o seguinte: 1) quais as razões te levam a fazer uso desta medicação? 2) vc recebeu orientações do psiquiatra, inclusive em parar de tomar ou parou por conta? 3) esta medicação, algum componente pode estar lhe causando efeito colateral como uma alergia?. Mediante a estas hipóteses, fundamental você levar ao seu psiquiatra estas queixas e seguir as recomendações do mesmo, aliando, ainda, a psicoterapia para que você lide melhor com os possíveis fatores desencadeadores para o uso desta medicação. O trabalho desta dupla de profissionais contribuirá para sua evolução emocional e afastamento da medicação. Boa sorte e estou à disposição.
Olá! Existem algumas coisas importantes na sua pergunta. Uma delas é a necessidade de sempre conversar com sua(o) médica(o) psiquiatra para poder parar de tomar o remédio, muitos medicamentos psiquiátricos precisam que você vá diminuindo a dose aos poucos, gradativamente até poder parar 100% e os detalhes de como fazer isso só a(o) médica(o) poderá dizer. Outra questão a ser considerada é que medicamentos (todos eles) apresentam algum efeito colateral seja no início, durante ou final do tratamento, você precisa discutir com sua(o) médica(o) se os benefícios do remédio superam os efeitos colaterias desagradáveis, e caso não, buscar outras opções que estejam acessíveis para você. E por fim e não menos importante, o ideal seria você fazer terapia ao mesmo tempo que faz o tratamento medicamentoso para que enquanto o remédio alivia seus sintomas você possa cuidar das suas questões mais subjetivas, seus afetos e emoções.

Espero ter ajudado, fique bem! Abraços, Taíla.
Convidamo-lo para uma consulta: Telemedicina
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.
Boa noite! A sertralina pode, sim, ter esses efeitos que vc descreveu. falta de apetite é comum, as outras já não comuns, recomendo que leve as questões ao seu psiquiatra. Chegou a fazer exame de sangue para avaliar o seu nível de vitamina D no sangue? Sua alimentação está balanceada? Pergunto porque existem alimentos são ricos em Triptofano, que é um componente importante, juntamente com a vitamina D, inclusive faz parte da composição da vitamina D e ambos são muito importantes para manter o nível de serotonina adequado no organismo. Mas é bom que você tenha ciência da importância de ter acompanhamento psicológico para alterar certos padrões de pensamento, sentimento e, por consequência, de comportamento que podem te deixar mais propensa a desenvolver e/ou manter a depressão. Além de que você aprenderia a lidar com os sintomas e outras coisas que você desenvolver na terapia.
Olá, o correto é que a sertralina esteja sendo um tratamento acompanhado por um médico e que haja uma constância no tratamento, pois não adianta iniciar o tratamento medicamentoso e parar do subitamente e mais subitamente ainda retomar a medicação. Remédios devem ser consumidos com cautela e prescrição médica. Porém, nunca soube desses tipo de sintomas causados pela sertralina, acho válido informar ao médico e caso tenha acompanhamento psicológico, que informe ao terapeuta para que possa olhar com atenção e investigar uma possível sintomatização que possa estar fazendo inconscientemente vinculado a medicação, mas é válido que ambos os professores que lhe assistem possam lhe informar melhor sobre esses sintomas.
Espero te ajudado.
Abraco
Olá, é de extrema importância passar por uma consulta com o profissional que prescreveu a medicação para uma avaliação. Mas também procurar um profissional de psicologia para o acompanhamento terapêutico.
As medicações podem apresentar efeitos colaterais . Caso esteja te incomodando tanto é importante voltar ao psiquiatra que te passou a medicação. O uso da medicação precisa ter um acompanhamento contínuo com o médico além de psicoterapia.
Deve-se evitar ao máximo a interrupção do tratamento medicamentoso, pois ao interrompe-lo inicia-se um novo ciclo de readaptação. Caso os sintomas persistam, informe ao seu médico para que possa te orientar melhor. Importante também, manter um acompanhamento contínuo com o médico e com o psicólogo.
Olá. Você não colocou se essa pausa foi feita por recomendação médica. É importante que qualquer pausa em seu medicamento seja feita por um psiquiatra, lembrando que a retirada tende a ocorrer de forma gradativa exatamente para que não ocorra nenhum mal e/ou recaída. Um forte abraço e melhoras
Em geral esse tipo de medicação é de uso contínuo e não deve ser interrompida e retomada por conta própria. Converse com seu médico.
Olá! Sertralina é um antidepressivo, ou seja, medicação para tratamento de depressão. Esse tipo de medicação leva tempo para fazer os efeitos esperados (os efeitos colaterais, por outro lado, já são ligeiros: podem ocorrer logo após o uso no 1o dia!). Deve ser consumido de forma contínua (sem interrupção) a menos que seu Psiquiatra tenha lhe dado alguma outra informação mais personalizada. Cada paciente pode fazer referência a efeitos colaterais diferentes. Porém, a bula deste prevê a falta de apetite. Assim, sugiro retornar na consulta com Psiquiatra para rever o que pode ser feito nesse caso. Os outros sintomas (ouvido tampado e pigarro) me fazem pensar em outras questões. O que, simbolicamente, você não quer ouvir e nem falar sobre? Talvez seja algo dolorido emocionalmente. Fico à disposição. Até mais!
Olá! Todo medicamento tem um jeito correto de ser administrado, a sertralina é um remédio de uso controlado que requer alguns cuidados importantes principalmente em sua forma de iniciar e parar o tratamento. Pelo seu relato não me parece que seja feito um acompanhamento nem médico nem psicológico, e se esse for o caso , indico que busque o quanto antes um psiquiatra para acompanhar o seu caso e também um psicólogo para fazer um acompanhamento terapêutico (psicoterapia) , pois os dois profissionais juntos poderão te ajudar para que você possa parar de vez com o uso dessa medicação. Esses sintomas podem estar relacionados com a forma incorreta da administração dessa medicação, junto com questões de ordem emocional. Busque e realize um tratamento adequado com profissionais adequados e você ficará bem ! Me coloco a sua disposição. Um forte abraço!
Sugiro que procure seu médico para relatar tais reações. O uso de toda medicação deve ser acompanhado da observação cuidadosa dos efeitos esperados e das possíveis reações adversas, a fim de que proporcione o melhor resultado para o tratamento.
Olá! É necessário relatar isso ao seu médico. E lembre-se, toda medicação deve ser acompanhada por profissional. Um abraço!
Olá! Para começar ou parar uma medicação, busque sempre orientação do seu psiquiatra. Seria importante fazer acompanhamento psicológico para que você possa levar suas questões de ordem emocional. Fico
à disposição. Um abraço!
Medicamentos tem efeitos colaterais. Busque orientação médica.

Especialistas

Delcir Rodrigues Pêgo

Delcir Rodrigues Pêgo

Psicólogo, Psicanalista

Montes Claros

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Anne Rafaella Carneiro Roza

Anne Rafaella Carneiro Roza

Oncologista, Pediatra

Recife

Luis Falivene Roberto Alves

Luis Falivene Roberto Alves

Psiquiatra

Campinas

Ana Larissa Marques Perissini

Ana Larissa Marques Perissini

Psicólogo, Sexólogo

São José do Rio Preto

Flavia Rabelo Frayha

Flavia Rabelo Frayha

Alergista, Pediatra

São Vicente

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 869 perguntas sobre Depressão
  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.
  • Por uma questão de saúde, quantidades e doses de medicamentos não serão publicadas.

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.


Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.