Fui diagnosticada com tept após um evento que me deixou traumatizada no meu trabalho. estou a 9 meses assim e não consigo melhorar. Faço terapiacognitiva também é nada adianta. Quando alguma coisa acontece que me faz lembrar o meu trabalho eu tenho crises e regrido. Isso tem cura? Vou conseguir superar?
Olá, com certeza o processo terapêutico irá ajudar, contudo se vc estiver ainda bastante ansiosa e sofrendo busque sim tratamento medicamentoso, pois irá ajudar na dinamica do processo terapêutico .
Contudo, o processo terapêutico nesses casos , poderia ter uma frequência maior que a habitual, que é uma vez por semana.
Espero ter ajudado !

Olá, para os casos de TEPT a indicação é o EMDR q é uma terapia comprovada cientificamente voltada para traumas. O Emdr foi criado na década de 80 para tratar os ex combatentes de guerra q passaram por traumas terríveis, O trauma deixa vc congelado no passado e sempre q acontece algo q possa ser um disparador para esse trauma vc se mobiliza e tem sensações corporais desagradáveis. O Emdr não muda o seu passado mas sim a sua percepção do que aconteceu! Então de uma chance para vc e liberte-se do q te aprisiona. Seja feliz e deixe os seus traumas no passado q lá o lugar onde eles devem estar! Abçs!!!

Olá! Busque por um bom psicólogo que além da terapia Cognitiva comportamental e hipnoterapia, também atue com a técnica EDRM. Paz e bem!

 Rejane dos Santos Magalhães Sá
Rejane dos Santos Magalhães Sá
Psicólogo
Praia Grande
Olá. A terapia ajuda, mas precisamos entender melhor como está sendo para você estas crises. Acredito que você esteja afastada do seu trabalho devido a este trauma. Se você tentasse uma outra abordagem em psicoterapia, outras técnicas mencionadas pelos nossos colegas aqui do doctoralia como hipnose, biofeedback, EMDR etc... Procure um profissional que se sinta a vontade para compartilhar a sua vida, suas angústias. O processo não é rápido, mas com o tempo e a ajuda de profissionais especializados você vai conseguir ir superando gradativamente, tendo mais força diante dessas crises. Essas crises tendem a diminuir conforme você vai conseguindo enfrentar no dia a dia. Nao sabemos se você no momento está fazendo algum acompanhamento médico psiquiatrico. As medicações auxiliam muito, principalmente quando o paciente está em terapia, mas converse com seu terapeuta ou procure um médico. Eles indicarão o melhor tratamento para você.

 Claudius Viana
Claudius Viana
Psicólogo
Rio de Janeiro
Bom dia. Via de regra, não há um prazo de trabalho rígido em qualquer abordagem psicoterápica, mas as chances de estabilização dos sintomas do Transtorno de Estresse Pós Traumático, com o tratamento adequado, são altas. Converse com seu psicólogo a respeito de outras estratégias de enfrentamento do problema, como a prática de esportes, mudança de hábitos de vida ou meditação, por exemplo. A hipnose também apresenta excelentes resultados na remissão do TEPT. Em alguns casos, pode ser necessário o tratamento medicamentoso, mas para isso você deverá procurar um psiquiatra de sua confiança. Abraços!

Olá! O trauma é algo que acontece no corpo todo. Às vezes, somente falar sobre ele pode não ser suficiente para superá-lo. Quando nos sentimos ameaçados, física e psicologicamente, nosso sistema nervoso aciona recursos para garantir a nossa sobrevivência: pode ser fugir, lutar ou se anestesiar. Depois que o evento passa, se pudermos ser acolhidos, deixar nosso corpo tremer para descarregar a tensão e o medo, e dermos expressão para as emoções que foram geradas, fica mais fácil superar o trauma. No entanto, ainda assim, pode ser que neurologicamente o corpo sinta que a ameaça não passou e aciona todas essas defesas novamente, e você sente tudo de novo como se estivesse acontecendo agora.
Conheço duas técnicas q levam em consideração o corpo no trabalho de alívio dos sintomas do trauma Vou indicá-las a você: T.R.E - exercícios para liberação de estresse e traumas, e Experiência Somática.
Procure por profissionais dessa área, vai te ajudar muito. Desejo que se sinta melhor!
Obrigada!

 Paulo Renato Oliveira
Paulo Renato Oliveira
Psicanalista, Psicólogo
Rio de Janeiro
Sem conhecer o evento que atingiu você, acho prematuro falar qualquer coisa. Algo extremamente grave, como um abuso ou um assédio sexual ou um assédio moral extremamente violento, são eventos que podem realmente precisar de um período mais longo para superação. Se foi algo menos forte, pode-se pensar no evento como desencadeador de uma crise que já estava aí prestes a emergir. Não acredito que seja o caso de medicação. Quanto às abordagens da Psicologia, as pessoas, como são muito diferentes entre si , o mais certo sendo dizer que cada um de nós é único, singular, cada um adapta e tem resultados melhores com uma ou outra abordagem. Não há abordagem que seja melhor do que a outra. Freud já curava traumas de guerra no início do século 20. O que você deve se perguntar é se existe a indispensável confiança entre você e o profissional que te atende e se o método de trabalho dele encontra em você respaldo e respostas positivas.

Existe cura. Procure um psicologo competente especializado em psicoterapia. Existem muitas linhas terapeuticas: exemplo : 1. Rogeriana 2. Jung 3. Gestalt 4. Comportamentista 5. Analise transacional 6. Logoterapia 7. Psicanalise 8 transpessoal...etc.... Confira a que lhe ajudara mais. So voce podera avaliar a competencia do profissional. Existe cura.

Dra. Danielle Caetano
Dra. Danielle Caetano
Psicólogo
Goiânia
Olá colega, tudo bem?
existem técnicas específicas para superação de bloqueios e traumas.
Trabalho com Regressão hipnótica, PNL e técnicas alternativas focadas em traumas. Técnicas com resultados rápidos e bem eficazes.
Boa sorte.

Abraços

 Fabiani de Paiva Vieira
Fabiani de Paiva Vieira
Psicanalista, Psicólogo
Londrina
Existem vários tipos de terapias, cada uma com sua abordagem teórica e suas técnicas correspondentes.
Como você disse que já está em acompanhamento psicoterápico há algum tempo, talvez seja o caso de você conhecer uma outra abordagem com outras técnicas.
A Psicanálise também trata desses sintomas.
Sugiro que você conheça esta abordagem e veja que contribuição ela pode te trazer.
Abraço!

Especialistas em Transtorno de Estresse Pós Traumático (TEPT)

Melita Márcia Carvalho Gonçalves

Melita Márcia Carvalho Gonçalves

Psicólogo, Psicanalista

Salvador

Rosanne Alves de Souza

Rosanne Alves de Souza

Psicólogo

Fortaleza

Manuela Figueiredo

Manuela Figueiredo

Psicólogo

São Paulo

Luiza Barcelos Viana

Luiza Barcelos Viana

Psicólogo

Campinas

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Ana Larissa Marques Perissini

Ana Larissa Marques Perissini

Psicólogo

São José do Rio Preto

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 5 perguntas sobre Transtorno de Estresse Pós Traumático (TEPT)

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.