Olá, sou um jovem rapaz de 22 anos. Não consigo me aproximar das pessoas sempre procurei motivos par

27 respostas
Olá, sou um jovem rapaz de 22 anos. Não consigo me aproximar das pessoas sempre procurei motivos para me afastar delas, seja homens ou mulheres. É normal? Sempre senti um ódio sem sentido para todas as pessoas, e ao mesmo tempo inveja? Não compreendo minha própria mente e sempre me mantive isolados com meus pensamentos. Eu necessito de ajuda ou dar para viver sem problemas maiores?
Boa tarde, intuitivamente parece que já concluiu que precisa de ajuda. Sentimentos negativos como raiva, inveja, ciúmes entre outros são parte (importante) da nossa psicologia. Muitas vezes, reações afetivas como as que citei acima são proporcionais ao que vivemos e, portanto, podem ser funcionais. A questão é a prevalência e a contiguidade, ou seja, "sempre senti ódio para todas as pessoas, e ao mesmo tempo inveja". Você é jovem, procure ajuda profissional.
Convidamo-lo para uma consulta: Consulta psicologia - R$ 150
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Olá, como seres humanos somos seres sociais (em menor ou maior grau). Em outras palavras, há uma necessidade de pertencimento num determinado grupo mesmo que este grupo seja composto por poucas pessoas de contato. Quando se tem dificuldades em estabelcer afetos ou relações com outras pessoas e isso causa certo sofrimento, o indicado é que procure ajuda psicoterapêutica.
Olá! Se essa pergunta te surgiu é bem provável que ela já esteja te causando pensamentos negativos quanto ao seu futuro. Se você está aberto a procurar ajuda profissional, a psicoterapia pode ser muito útil pra você, para conhecimento de suas próprias emoções, pensamentos e comportamentos. Estou à disposição, caso precise desse apoio. Um abraço.
Olá!
Primeiramente, que bom que entrou em contato buscando compreender esta condição. No geral, temos ímpeto de achar que este tipo de coisa se resolve com o tempo, mas buscar ajuda é o primeiro passo para compreender o que está por trás.
A psicoterapia pode lhe ajudar e muito neste sentido. Toda condição psíquica deve ser pensada individualmente, afinal, não há ninguém que tenha tido a mesma história de vida que você.
Qualquer dúvida, estou à disposição.

Se isolar e criticar todos não é um bom caminho para se ter uma vida saudável. O que acontece com você que ficou amargo desse jeito? É muito importante se conhecer e ver de onde vieram esses pensamentos e essas ações que o fazem se afastar das pessoas. Talvez venha de seu relacionamento com os pais e com as pessoas da família, que também poderiam ter esse tipo de reação às pessoas, ou a forma como você foi educado. Sem dúvida a Psicoterapia pode ajudá-lo a ser uma pessoa melhor.
Olá! Todas as emoções e sentimentos são válidos e necessários, precisamos acolher e compreender os motivos de senti-los. Quando eles causam dificuldades em conviver com outras pessoas temos um grande sinal de alerta, sugiro buscar ajuda profissional para conseguir ressignifcar e interpretar esses sentimentos e emoções e conseguir melhorar as relações interpessoais. Psicoteria vai lhe ajudar a interpretar e identificar os motivos desses sentimentos.
Olá, querid! Que bom que veio relatar sobre aqui. Somos seres sociais por natureza e a convivência com o outro impacta diretamente no nosso bem-estar. Seria importante identificar essa necessidade de afastamento que você sente pelo o outro.
Me coloco a disposição para maiores dúvidas.
Olá! A atitude comum das pessoas introvertidas é manter um distanciamento das pessoas, em geral. Sentir ódio e ao mesmo tempo inveja das pessoas, pode ser um conflito interno, pois, parece que uma parte sua deseja relacionar-se com os outros. Fazer terapia é uma ótima oportunidade de autoconhecimento. A qualidade da relação com os outros, está ligada com a qualidade da relação que temos com nós mesmos. Qualquer dúvida, estou à disposição.
Olá
Parece que esses pensamentos negativos estão te incomodando bastante. Esse é o principal indicativo que sua mente está dando para buscar ajuda profissional.
Aparentemente você tem um comportamento de esquiva, e por isso evita os contatos sociais com outras pessoas. Os sentimentos de ódio e inveja podem ser a lenha desse comportamento.
O melhor no seu caso seria fazer uma terapia. Nas sessões o psicólogo irá te ajudar a entender os motivos desse sentimentos aparecerem e como fazer para evitá-los.
Acredito que a psicoterapia poderia te ajudar muito a aprender a lidar com emoções e sentimentos de maneira mais assertiva e segura. Pelo que você descreve, deve ter uma mente pautada em depressão (evitação social, emoções negativas intensas, tendência ao isolamento). Um profissional da saúde poderá ajudá-lo a compreender melhor e a aprender a se reinserir socialmente. Qualquer dúvida, estou à disposição.
Quem não precisa de ajuda?
Ajuda sempre é bom. Você poderá identificar e corrigir esses “equívocos” no seu pensamento. Procure um psicólogo
Boa noite!
Aconselho buscar uma ajuda psicológica pra falar sobre essas questões. Seria bem interessante pra você nesse momento.
Olá! Sinto muito por saber que se sente assim, sobre sua interação social.. hoje vc acredita que prefere viver assim, possivelmente tem em mente que não se encaixa em suas relações e o medo de ser julgado pode se transformar no que você chamou de ódio.

Seria importante entender de onde vem os padrões e crenças e observar a construção da sua autoestima. A Psicoterapia pode te ajudar a entender seus pensamentos, pode ajudar você a se conhecer melhor e, consequentemente, melhorar suas relações..

Buscar a ajuda de um Psicólogo não faz de você um desajustado, pelo contrário, ter ajuda pra se entender é o que todos deveríamos fazer!

Procure um e comece o quanto antes a ser mais gentil consigo mesmo, a se tornar protagonista da sua vida e dos seus pensamentos, abandonando a postura de vítima e passando a ocupar o lugar que você desejar!

;)
Convidamo-lo para uma consulta: Telemedicina - R$ 160
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.
Olá, primeiramente parabéns por ter a coragem de relatar seu problema. Já é um importante passo diante da sua dificuldade. Mas vejo que você é bem jovem e precisa procurar ajuda para lidar melhor com essas questões. Saiba que existe tratamento para seu problema e que você não precisa ficar sofrendo assim. Fico a disposição.
Olá! Sim, eu acredito que você necessita de ajuda. Você é jovem e deve estar se sentindo muito sozinho, sem conseguir estabelecer uma aproximação amena e prazerosa com as pessoas. Entendo que seja importante você procurar ajuda para entender e aprender a lidar com seus sentimentos e com as pessoas.
Olá! Com esse questionamento que você nos trouxe, parece que já há uma dúvida de sua parte sobre a possibilidade de viver sem maiores problemas se mantiver essa conduta. O que você pensa sobre a possibilidade de buscar acolhimento com um profissional Psicólogo? Talvez, juntos, possam refletir como você se articula em seu meio social e como isso afeta sua vida.
Olá...
De sua pergunta é possível perceber o conflito entre socializar ou preferir estar sozinho. Percebe-se também o incômodo de sentir ódio e inveja por elas. Já é possível valorizar este movimento de buscar compreender a si mesmo, seu funcionamento intrapsíquico. Somos seres interdependentes, ou seja, em alguma medida precisamos dos outros, mesmo que em momento futuro. A ajuda será necessária sim caso queira eliminar alguns desses desconfortos, caso isso esteja atrapalhando sua vida. O que chamamos de comportamentos disfuncionais ou não adaptados. Importante é estar bem, mesmo que na sua solidão (ou solitude) e que eventualmente consiga estabelecer contatos sociais saudáveis, mesmo que seja para atender suas necessidades de sobrevivência, como sair para o mercado, faculdade, trabalho, ir ao médido ou até mesmo para buscar um lanche na portaria de sua casa.
Ola, me parece que essa dificuldade te traz situações bastante dificei de lidar. A terapia pode te ajudar a entender melhor o que acontece e desenvolver recursos para ter uma melhor habilidade social, tendo uma vida com mais leveza.
Convidamo-lo para uma consulta: Consulta psicologia
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.
Olá, talvez esteja na hora de encarar os motivos que o levam a ter esses sentimentos em relação ao outro. Uma psicoterapia poderá ajudar nisso. Abçs
Olá! O fato de você não conseguir se aproximar das pessoas está te causando um questionamento, e isso é importante para que tenha respostas adequadas. A habilidade social de se relacionar pode ser aprendida e moldada, a partir do rompimento de padrões e atitudes inadequadas que afeta as relações. É preciso investigar esses sentimentos de ódio/inveja que relata sentir sem ter a consciência de algo que justifique tais sentimentos. A psicoterapia poderá lhe ajudar a se autoconhecer melhor e se libertar dos pensamentos que o aprisiona.
Olá, o isolamento social não é algo confortável para as pessoas e o ideal seria procurar ajuda para entender o motivo pelo qual age dessa maneira, pois provavelmente você não se sente feliz e confortável vivendo dessa maneira, existe algum incômodo e isso precisa ser visto e não mais ignorado.
Abraço.
Olá. Esse "odio sem sentido" e "ao mesmo tempo inveja" que você conta mostra que você vive um conflito dentro de você. Eu sinto como se fosse a seguinte dualidade: por um lado, querer estar distante das pessoas, e por outro, querer estar tão perto, que desejaria se parecer, ter características, ou a vida dessas pessoas, o que se expressa através da inveja que você diz sentir. Acredito que relatar sua dúvida é uma forma de pedir ajuda e sugiro que você busque psicoterapia, pois pode ser um caminho para que você se conheça um pouco mais e passe a entender esses sentimentos e aliviar seu desconforto. Estou aqui se precisar.
Olá. Buscar se isolar de todos não é um comportamento muito saudável, o ser humano é um ser social, e precisa de contatos saudáveis com as outras pessoas. Se você começou a se questionar sobre esse assunto, mostra como não está mais confortável ficar nesse lugar, e que está na hora de mudar. Não é aconselhável você continuar a viver assim, pois com certeza irá te trazer problemas. Se já chegou até aqui, continue.... busque ajuda profissional para que você possa entender o porquê desses seus comportamentos.
Olá! Como já disseram meus colegas acima, é importante buscar ajuda para que você possa entender melhor esse comportamento e esses sentimentos. Espero que consiga a ajuda que precisa
Olá, uma vez que você evita se aproximar de outras pessoas por não saber como se comportar é possível dizer que o comportamento de se isolar está sendo reforçado, pois assim você não entra em contato com episódios aversivos.
Com acompanhamento terapêutico você conseguirá compreender melhor os seus comportamentos, como também traçar estratégias para muda-los.
Convidamo-lo para uma consulta: Terapia comportamental - R$ 200
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.
Entendo que você já sentiu que precisa de ajuda ao vir aqui e contar o que se passa com você. É importante primeiro nomear essa raiva e inveja que sente, entender o porque dela existir e se manifestar de maneira tão forte, ao ponto de comprometer suas relações e lhe causar sentimentos negativos de raiva e inveja. Ninguém sente isso por nada, sem nenhum porque. A psicologia vai te ajudar a entender tudo isso, através de um processo de autoconhecimento, pois é preciso olhar para dentro de si e entender onde essas dores lhe tocam.

Especialistas

Rafaella Fernandes

Rafaella Fernandes

Psicólogo

Natal

Delcir Rodrigues Pêgo

Delcir Rodrigues Pêgo

Psicólogo, Psicanalista

Montes Claros

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Luis Falivene Roberto Alves

Luis Falivene Roberto Alves

Psiquiatra

Campinas

Ana Larissa Marques Perissini

Ana Larissa Marques Perissini

Psicólogo, Sexólogo

São José do Rio Preto

Tiago Lenz De Brum

Tiago Lenz De Brum

Psiquiatra

Concórdia

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 65 perguntas sobre Dificuldades no relacionamento
  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.
  • Por uma questão de saúde, quantidades e doses de medicamentos não serão publicadas.

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.


Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.