Alucinações - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em alucinações

Encontre um especialista em Alucinações na sua cidade:
Juliana de Oliveira Ramos

Juliana de Oliveira Ramos

Psicólogo

Nova Iguaçu

Debora Lima

Debora Lima

Psicólogo

Rio de Janeiro

Heitor Mota Gonçalves

Heitor Mota Gonçalves

Psiquiatra

São Paulo

Maria do Carmo da Silva

Maria do Carmo da Silva

Psicanalista, Psicólogo

Manaus

Luize Dantas Carvalho Costa

Luize Dantas Carvalho Costa

Psicólogo

Salvador

Zeno Germano de Souza Neto

Zeno Germano de Souza Neto

Psicólogo

Porto Velho

Perguntas sobre Alucinações

Nossos especialistas responderam a 23 perguntas sobre Alucinações

Para verificar essa questão, é necessário analisar não de forma isolada a medicação, mas o profissional pode apontar para outras questões que podem estar inseridas nesta.
8 respostas

 Tainá Marcinichen
Tainá Marcinichen
Psicólogo
Rio de Janeiro
Olá,

Já que isso está te preocupando, o ideal é marcar uma sessão com um psicólogo para que ele ou ela possa entender melhor o que está acontecendo.
Como é algo muito específico…
9 respostas

Sugiro que procure um médico psiquiatra, pois aparentemente tratam-se de sintomas psicóticos que provavelmente necessitem de tratamento medicamentoso.
9 respostas

Especialistas falam sobre Alucinações

Alucinação é a percepção real de algo que não existe, entretanto o alucinado vivencia de tal forma a sensação, que crê profundamente no que está vendo, ouvindo, ou sentindo. Em psiquiatria, tratamos esses sintomas com medicações anti psicóticas, com o objetivo de diminuir o sofrimento que causa no paciente e na família. Associado ao tratamento, iremos identificar se o sintoma está associado a algum distúrbio que também mereça atenção psiquiátrica ou outra especialidade.

As alucinações caracterizam-se por não ter um objeto real, ou seja, não há nada externo ligado àquela percepção. Mas para quem as tem elas são reais. Porém, as alucinações podem originar-se de patologias psiquiátricas como também do abuso de drogas, uso de medicamentos e estar associadas à stress, fadiga, medo, febres, privação de sono, etc. Podem ser visuais (faíscas, figuras, pessoas, etc.), táteis (picadas, formigamento, animais peçonhentos, etc.) olfativas e gustativas (ex. odores desagradáveis, etc.), auditivas (zumbidos, vozes, gritos), cinestésicas (sensação de movimentos corporais involuntários) cenestésicas (sensação de apodrecimento de um órgão), sinestésicas (ex. ver a cor do som).

Judy Cavenago

Psicólogo

Belo Horizonte


Alucinações tanto podem ser ligadas às doenças mais graves (crônicas), como a situações recentes , importante é a pesquisa de sua causa.

Valéria Nador

Psiquiatra

São Paulo


Quando a pessoa começa a entrar em um mundo totalmente fora da realidade de seus familiares, gerando um distanciamento de tudo que é real. Causando angústia não naquele que tem os sintomas mas sim nos que não estão inseridos no mundo do paciente. A pessoa se torna desorganizada em seus pensamentos tendo uma mudança significativa na maneira de viver e encarar a vida.

Quais profissionais tratam Alucinações?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.