Conjuntivite alérgica - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em conjuntivite alérgica

Encontre um especialista em Conjuntivite Alérgica na sua cidade:
Fernanda Pedreira Magalhaes

Fernanda Pedreira Magalhaes

Oftalmologista

Salvador

Patrícia de Freitas Dotto Quaresma

Patrícia de Freitas Dotto Quaresma

Oftalmologista

Campinas

Nathalia Mota Gomes de Almeida

Nathalia Mota Gomes de Almeida

Alergista, Pediatra

Rio de Janeiro

Leonardo Fontana

Leonardo Fontana

Oftalmologista

Itaguaí

Mariana Miziara

Mariana Miziara

Pediatra

Brasília

José Justiniano Torrico

José Justiniano Torrico

Médico clínico geral

Rio Branco

Perguntas sobre Conjuntivite alérgica

Nossos especialistas responderam a 24 perguntas sobre Conjuntivite alérgica

A conjuntivite alérgica é resultado do contato com alergenos que podem ser àcaros, epiteliais de animais , alimentar e outros e por não está sendo tratada a causa específica é somente os sintomas…
1 respostas

Pergunta interessante! Cerca de 80% dos pacientes com Conjuntivite Alérgica têm Rinite Alérgica. Enquanto não tratar os dois problemas, concomitantemente, nunca vai ter melhora! Este é um dos…
4 respostas

Dr. Ataualpa Pereira dos Reis
Dr. Ataualpa Pereira dos Reis
Alergista, Pneumologista
Belo Horizonte
Sim, o tracolimus é um inibidor da cascata de eventos alérgicos e bastante seguro para uso preventivo a longo prazo evitando a reação alérgica
2 respostas

Especialistas falam sobre Conjuntivite Alérgica

A Conjuntivite Alérgica apresenta fotofobia, lacrimejamento, prurido (coceira) e dor ocular. Em 80% dos casos está associada à Rinite Alérgica, portanto, têm que tratar as duas doenças! O prurido ocular pode levar ao Ceratocone, deformidade na Córnea irreversível!

Existem certas épocas do ano em que observamos uma ocorrência maior de quadros de conjuntivite alérgica. Seja em crianças ou adultos. A época mais propicia a tal é entre o inverno e o final da primavera, principalmente em climas subtropicais como o nosso! O tratamento atual é eficaz com os colírios adequados e relativamente simples. Consulte - nos para maiores orientações.

A Conjuntivite alérgica é importante ser diagnosticada e tratada, pois pode levar a cegueira e alteração da corneá chamada ceratocone, pelo ato de coçar. O tratamento consiste em usar colírios, e imunoterapia (vacinas) quando não responde ao tratamento com medicamentos e retirar o alérgeno do local, como poeira (ácaros), pelos de animais etc. O diagnóstico é realizado com o teste cutâneo ou IgE especifica colhido no sangue.

Elisangela Lemos Da Costa

Alergista, Pediatra

Barueri


A conjuntivite é uma inflamação na conjuntiva dos olhos. Podendo ser de origem viral, bacteriana, irritativa e/ ou alérgica. Em geral, qdo o paciente apresenta um quadro repetitivo de conjuntivite associado à rinite, essa conjuntivite é causada por ácaros e poeira. É importante o tratamento correto dessa doença pois a inflamação crônica ds olhos pode causar sequelas ao longo dos anos (ceratocone) levando a alteração da visão.

Pilar Blanco

Alergista, Pediatra

São Paulo

Agendar uma visita

Tratar coceira nos olhos, vermelhidão nos olhos, lacrimejamento, inchaço nos olhos.

Karla Vianna De Souza

Alergista

Rio de Janeiro


A conjuntivite alérgica é uma patologia que acomete os olhos do indivíduo (conjuntivas), levando a lacrimejamento abundante, coceira e vermelhidão nos olhos, desencadeada por alérgenos, principalmente ácaros da poeira, fungos, barata, polens, epitélio de animais, que podem ser identificados nos testes cutâneos (testes de alergia). Em muitos casos existem outras manifestações associadas, como rinite e asma. O tratamento consiste em controle do ambiente e medicamentos de acordo com cada caso. É importante o acompanhamento simultâneo com médico oftalmologista. Estou à disposição para lhe ajudar e melhorar sua qualidade de vida!

Davisson Tavares

Alergista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Se o seu filho coça frequentemente os olhos, levando a lacrimejamento e vermelhidão, ele provavelmente tenha uma conjuntivite alérgica. Esse quadro na maioria das vezes vem associado a Rinite Alérgica, trazendo grande desconforto a criança. Existem diversas causas detectáveis nos testes alérgicos, de modo que se torna possível fazer um bom tratamento. Lembrando que a conjuntivite alérgica quando não tratada, a longo prazo pode levar a alterações oculares graves e perda de acuidade visual. Portanto, é importante o acompanhamento de perto do quadro por um alergista.

Victor Lioi

Alergista

Osasco


O clima seco, ácaros da poeira, pelos de cães e gatos são geralmente os fatores que ocasionam a conjuntivite alérgica que se apresenta como um quadro de coceira nos olhos, vermelhidão e lacrimejamento,fotofobia, sendo muito comum a associação com rinite. Geralmente acontece no outono inverno e interfere na qualidade de vida do paciente afastando da escola e do trabalho e atrapalhando o convívio social. E necessário determinar as causas através dos testes alérgicos e iniciar o tratamento para evitar complicações nos olhos. Medicamentos oculares e vacinas de alergia são as melhores alternativas para controle dos sintomas.

Quais profissionais tratam Conjuntivite alérgica?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.