Asma em crianças - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O que é um ataque de asma?

A asma é uma doença crônica das vias aéreas  alternando dificuldade respiratória e tosse causada pela inflamação dos brônquios, com períodos relativamente normais. As crises podem ser leves, moderadas ou graves, com uma duração variável de alguns minutos a vários dias, e podem ocorrer a qualquer momento.

Durante um ataque de asma, a inflamação das membranas mucosas que revestem as vias aéreas há a contração ou espasmo dos músculos dos brônquios causando uma diminuição do calibre destas vias, causando falta de ar e chiado.

Quais são os sintomas de asma em crianças?

Os sintomas básicos a suspeitar de asma são: falta de ar, tosse e respiração difícil. No entanto, as crianças podem ter algumas peculiaridades.

Em crianças pequenas, 0-3 anos, os sintomas podem incluir:

  • Ruído (chiado) para respirar o ar
  • Tosse, falta de ar, chiado ou sibilância com o exercício
  • Tosse prolongada, especialmente à noite ou que pioram à noite, não causada por um resfriado
  • Mal-estar
  • Constipações e repetição, que demoram a melhorar.

Em crianças dos 3 aos 15 anos, os sintomas são:

Assobio ruído quando expirar (expulsar) o ar
  • Tosse prolongada, especialmente à noite ou de manhã cedo
  • Noite de vigília com tosse
  • Inatividade, falta de vontade de participar em jogos ou exercícios que exijam esforço físico.

Você sabia que ...

  • 50% das crianças atingidas são curadas com a idade?
  • é a doença crônica mais comum na infância?
  • até 20% das crianças sofrem de algum distúrbio respiratório, mas não desenvolvem asma?

Como é que desencadeia a asma em crianças?

A asma é a doença crônica mais comum em crianças, de modo que entre 1 e 2% das crianças sofrem de ataques de asma na infância, e entre 15 e 20% das crianças sofrem de um ataque de dificuldade de respirar e chiado no peito, mas não desenvolvem asma. No entanto, cerca de 50% de crianças diagnosticadas com asma são curadas ao atingir a idade adulta.

Geralmente, as crianças têm ataques de asma durante os resfriados virais, irritantes e alergia também pode causar-lhe, tais como:

  • Árvores ou o pólen da grama
  • Caspa na pele, cabelo e animal
  • Alimentos como o leite ou ovos
  • Poeira, ácaros
  • Fungos microscópicos.

O que é piora a asma na infância?

Há um número de substâncias irritantes que existem no ambiente que contribuem para a piora da asma.

  • Exposição a substâncias você é alérgico
  • Fumaça (cigarro ou cachimbo)
  • Resfriados comuns
  • Poluição e poeira
  • Esforços e exercício (isso não significa que eles não devem se exercitar, mas antes deve-se aplicar uma medicação específica).

Quando consultar um médico?

Os pais devem levar seus filhos ao médico na mera suspeita que tenham asma, de acordo com os sintomas descritos acima. Se seu filho já está diagnosticado, e a medicação não funciona ou parece torná-lo pior, não hesite em contactar o seu médico, e se há alguma infecção do trato respiratório.

Você deve consultar o médico com urgência se:

  • A criança tem dificuldade em respirar
  • A pele ou lábios mudam de cor e tornam-se muito pálidos ou azulados
  • Falta de ar piora dramaticamente
  • A asma é muito pior do que o habitual.

Como o médico faz o diagnóstico de asma em crianças?

O médico pode diagnosticar através de sintomas que dizem os pais e a criança, bem como ouvir o peito. É útil  medir a capacidade pulmonar através de um medidor de vazão (medidor de fluxo de pico), um dispositivo simples que mede a velocidade com que a criança expele o ar de seus pulmões. Esta medida pode ser feita no escritório e em casa, e é particularmente eficaz em casos muito raros, onde intermitente ou desencadeada pelo exercício ou que se manifestam durante a noite.

No entanto, a melhor ajuda para o diagnóstico é um teste de boa resposta do tratamento é muitas vezes prescritos para sintomas.

Medicação para a asma

Muitas vezes, é necessário administrar medicação para a criança:

  • Eliminar os sintomas, permitindo a reintegração social através de jogos e exercícios
  • Reduzir reações alérgicas no organismo e aliviar a inflamação das vias aéreas
  • Reduzir ou eliminar efeitos a longo prazo de inflamação nos pulmões, permitindo o desenvolvimento normal.

Medicamentos para a asma são, basicamente, aqueles usados ??em adultos, com algumas particularidades. Eles são classificados em dois grupos:

Broncodilatadores

Impacto rápido, relaxa os músculos dos brônquios e aliviam os sintomas, como tosse, chiado e falta de ar. Eles são parte do tratamento de emergência de um ataque de asma aguda.

Anti Inflamatório

Ou profiláticos, que atuam no longo prazo, reduzem a inflamação das vias aéreas.

Ambos os grupos podem ser combinados.

Broncodilatadores

Existem três tipos de drogas:

Beta-agonistas:

agem sobre os receptores nos músculos dos brônquios de pequeno porte, produzindo relaxamento. Ação pode ser curta, 3-4 horas, como o salbutamol ou terbutalina, ou um efeito mais duradouro, como o salmeterol, atingindo até 12 horas e é muito útil para a asma induzida pelo exercício e sintomas noturnos embora não seja adequado para crianças menores de 4 anos. Estas drogas (e em geral todos os administrado por inalação) dependendo da dose inalada,  as crianças são obrigadas a usar os dispositivos e adaptadores que facilitam a administração (câmaras de inalação). Recomenda-se que a enfermeira e / ou o médico recomende o mais adequado para sua idade.

Anticolinérgicos:

como ipratrópio, bloqueam o efeito dos nervos, impedindo que os músculos se contraiam como resultado da estimulação do nervo, o que permite a abertura das vias aéreas. O efeito é pequeno, tão raramente utilizado em crianças como de costume.

Teofilina:

é administrado por via oral, mas por causa de seus efeitos colaterais são preteridos.

Inflamatório

Corticosteróides:

reduzem a inflamação das vias aéreas, e a tendência de contrair o problema. São normalmente inalados, embora nos casos mais graves são usados ??por via oral. Eles são muito eficazes, mas por causa de sua potência e efeitos colaterais devem avaliar bastante bem o seu uso.

Cromonas:

Cromolyn e Nedocromil; também atuam reduzindo a inflamação dos brônquios, e são particularmente adequados na asma leve e em crianças. Eles são administrados por inalação e bem tolerados, mas não têm efeito imediato, assim  não podem ser usados ??em crises.

Receptor antagonistas de leucotrienos:

montelucaste e zafirlukast. São relativamente novos. Bloqueiam a inflamação que causa a contração dos pulmões. No entanto, devido à sua comercialização e uso recente não foram testados em crianças menores de 6 e 12 anos respectivamente, então eles tem pouca utilidade no campo pediátrico.

Quais são as perspectivas de longo prazo?

Como já mencionado no início, 50% das crianças diagnosticadas com asma livram-se da doença à medida que envelhecem, e parece que a asma mais leve é ??mais provável que cure.

Além disso, com tratamento adequado e bem controlado, permite que a criança com asma possa participar como outras crianças em jogos e exercícios normalmente.

Especialistas em asma em crianças

Encontre um especialista em Asma em crianças na sua cidade:
Aurea Martins Souza Trindade

Aurea Martins Souza Trindade

Pediatra, Pneumologista

João Pessoa

Lucas Rodrigues de Castro

Lucas Rodrigues de Castro

Pediatra

Patos de Minas

Daniel Henrique C. Silva

Daniel Henrique C. Silva

Pediatra

Salgueiro

Caren Ishikawa

Caren Ishikawa

Pediatra, Pneumologista

Maria Luiza Silva

Maria Luiza Silva

Pediatra

Ipiaú

Perguntas sobre Asma em crianças

Nossos especialistas responderam a 10 perguntas sobre Asma em crianças

Pergunta interessante! Se a criança tem realmente Asma e não respondeu ao Salbutamol {Aerolin(R)} significa estar em Estado de Mal asmático. O Estado de Mal Asmático indica que o predomínio da…
3 respostas

Boa tarde
Converse com seu médico sobre a possibilidade da substituição do Montelair por medicações aspiradas com espaçador para controle dos sintomas, testes de puntura para a identificação…
3 respostas

Dra. Renata Marcos Bedran
Dra. Renata Marcos Bedran
Pediatra
Belo Horizonte
O tratamento da asma é individualizado. Durante a crise, o broncodilatador de curta ação é benéfico, uma vez que tem ação rápida!
Já em pacientes com sintomas frequentes, o uso de corticoide…
3 respostas

Especialistas falam sobre Asma em crianças

Identificar os alergênos causadores das crises de asma/bronquite nas crianças. Assim podendo indicar o melhor tratamento.

Karla Vianna De Souza

Alergista

Rio de Janeiro


A asma, também chamada popularmente de bronquite, é a doença crônica mais comum da infância e da adolescência. Seu diagnóstico é basicamente pelos sintomas, que consistem em tosse seca, cansaço aos esforços, crises de falta de ar com sibilos (necessitando da realização de inalação com beta-dilatadores). Exames podem nos auxiliar no diagnóstico, como: 1) teste de punctura ou prick-test para determinar qual o alérgeno responsável pelos sintomas 2) espirometria ou prova de função pulmonar: avalia o grau de obstrução e comprometimento pulmonar. O tratamento vai depender da intensidade dos sintomas e o quanto eles comprometem o dia a dia do paciente.

Jessica Loekmanwidjaja

Alergista, Pediatra

São Paulo


A asma é uma doença respiratória que acomete os pulmões do indivíduo, levando aos sintomas de falta de ar, aperto no peito, chiado, tosse. Pode ser desencadeada por estímulos como poeira, odores fortes (perfumes, desinfetantes), quadros virais, esforço físico, mudança de temperatura. No caso da asma alérgica, a criança tem normalmente uma carga genética de alergia familiar (pais que tem ou tiveram asma,rinite,dermatite atópica) e sintomas desencadeados após o contato com alérgenos (ácaros da poeira, polens das flores, barata, fungo, epitélios de animais). O tratamento da asma é baseado em controle do ambiente e medicações de acordo com cada caso, que pode incluir "vacinas de alergia".

Davisson Tavares

Alergista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O paciente com asma precisa de um acompanhamento mais próximo. Com consultas e exames mais frequentes podemos classificar o perfil desse paciente. A classificação correta da asma garante tratamento adequado, o que garante melhor qualidade de vida ao paciente, podendo evitar tantas visitas ao pronto-socorro.

Lucas Rodrigues De Castro

Pediatra

Patos de Minas


A asma ou bronquite alérgica é uma doença que leva ao estreitamento dos bronquios causando crises de tosse seca, cansaço, falta de ar e dificuldade respiratória. Grande parte dos casos de asma na infância estão associados a causas alérgicas, porém alterações climáticas, exercício físico e infecções virais tambem são causadores de crise. A asma leva a enorme apreensão por parte dos pais e certas crises podem ser graves levando a falta de oxigenação na criança. A investigação do quadro e o tratamento preventivo conseguem levar ao controle da doença, trazendo bem estar e qualidade de vida ao paciente. Por isso é de extrema importancia o acompanhamento dos casos de asma com um especialista.

Victor Lioi

Alergista

Osasco


Asma é a doença crônica mais comum na infância, sendo fundamental seu diagnóstico para evitar que a criança tenha crises que são responsáveis por faltas escolares e idas frequentes a pronto socorros. O diagnóstico é clínico com crises de chio no peito, problemas de pele e história familiar positiva. A maioria das crianças com asma tem qualidade de vida normal desde que bem acompanhadas com pediatra e com uso regular de medicamentos profiláticos, quando necessários. Em nossas consultas teremos totais condições de fazermos o diagnóstico e estabelecer a melhor conduta para fazer com que seu filho tenha plena qualidade de vida, vivendo em harmonia com esta condição.

A asma é uma doença crônica, que provoca crises de cansaço respiratório, tosse e chiado no peito. Quando não controlada de maneira adequada pode provocar dificuldade escolar, dificuldade para fazer atividade física, para dormir, além das crises que podem levar o pequeno paciente a várias internações hospitalares. O controle adequado da doença tem um grande impacto na qualidade de vida da criança e dos pais. O uso de medicações por via inalatória podem modificar a evolução da doença, reduzindo o número e a intensidade das crises.

Asma é uma doença crônica, que manifesta diferentes sintomas. Desde crises de tosse e cansaço, até sintomas diários como cansaço e tosse para realização de atividade física, tosse diária, falta de ar. O tratamento é fundamental principalmente para a melhora da qualidade de vida, e diminuição do número de crises graves.

Juliana Miguita

Pediatra, Pneumologista pediátrico

São Paulo


A asma é uma doença inflamatória crônica dos brônquios caracterizada por hiper-reatividade das vias aéreas, resultando em limitação variável do fluxo aéreo. A manifestação clínica habitual consiste em episódios recorrentes de sibilância, dispneia, aperto no peito e tosse. Trata-se de doença inflamatória crônica mais comum da infância e resulta de uma interação entre a predisposição genética e agressão ambiental, representada principalmente por infecções respiratórias virais, exposição aos alérgenos e aos fatores irritativos inespecíficos. Os objetivos do tratamento a longo prazo realizado por Pneumologista pediátrico consistem no controle dos sintomas e na redução dos riscos.

Raphael Américo De Almeida

Pneumologista pediátrico

Brasília

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Asma em crianças?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.