Rinite - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O que é?

A rinite é a inflamação das mucosas do nariz. Podem ser alérgicas ou não. Trata-se de uma doença aguda ou crônica. Ela afeta aproximadamente 40% das pessoas independente da idade. As rinites são classificadas em três tipos: - Alérgica: pode ser sazonal (acontece apenas em uma parte do ano) e perene (sempre gera crises) - Infecciosa: aguda (viral ou bacteriana) e crônica- Não alérgicas

Qual é a causa?

A rinite não alérgica pode ser causada por alterações motoras dos vasos do nariz, uso de medicamentos por tempo prolongado (principalmente os descongestionantes nasais), pólipos nasais e pela formação da estrutura do nariz. A rinite alérgica tem como seus principais motivadores os fatores alérgenos presentes no ar (poeira, pólen, fumaça de cigarro etc).

Quais os sintomas?

- Coriza- congestão nasal- coceira - ardor nos olhos nariz e boca- espirros constantes- vômito - tosse crônica durante a noite- dificuldade para sentir cheiros e sabores - infecções repetidas (otite, sinusite, amigalites e faringites)

Como fazer o diagnóstico?

Um exame físico e a entrevista com o paciente são suficientes.

Qual o tratamento?

A rinite não alérgica causada por medicamentosa pode ser curada com a simples suspensão de seu uso. As infecciosas também podem ser combatidas extinguindo seu fator motivador. Não há cura para a rinite alérgica. Alguns medicamentos podem apenas controlar os seus sintomas. É possível até mesmo recorrer a algumas vacinas antialérgicas para diminuir o número de substâncias causadoras de crises. A melhor maneira de se lidar com a doença é prevenir o desenvolvimento de crises. Algumas medidas relativamente simples podem ser tomadas: - higiene ambiental adequada (limpar a casa com um pano molhado evitando “levantar a poeira”) - evitar o contato com substâncias que provocam a alergia - não ter animais em casa - usar colchão e travesseiros de espuma cobertos por uma capa protetora - não fumar e evitar ambientes onde há fumantes, especialmente os locais fechados - lavar o nariz com soro fisiológico - utilizar produtos de higiene pessoal sem odores fortes ou corantes

Especialistas em rinite

Encontre um especialista em Rinite na sua cidade:
Marina Ferraz Gontijo

Marina Ferraz Gontijo

Otorrino

Brasília

Virginia Palermo de Araújo

Virginia Palermo de Araújo

Alergista

Recife

Juliana Sencini

Juliana Sencini

Pneumologista

Barueri

Luiz Carlos Melo Barboza Junior

Luiz Carlos Melo Barboza Junior

Otorrino

São Paulo

André Yamamoto

André Yamamoto

Otorrino

São Paulo

Perguntas sobre Rinite

Nossos especialistas responderam a 101 perguntas sobre Rinite

Dra. Beatriz Fagundes Pedrosa
Dra. Beatriz Fagundes Pedrosa
Otorrino
Belo Horizonte
Bom dia
Uma criança com respiração oral deve ser avaliada por um otorrinolaringologista e realizados exames para esclarecimento diagnostico.
2 respostas

Boa tarde! Surgiro agendares uma consulta com otorrino para ele, é importante fazer o diagnóstico adequado e juntamente com seu médico optar pelo tratamento adequado. Este pode incluir medicamentos…
1 respostas

Dr. Marcelo Schweller
Dr. Marcelo Schweller
Médico clínico geral, Pneumologista
Campinas
A rinite apenas dificilmente gera esse odor, mas quem tem rinite tem chance aumentada de ter sinusite, essa sim causadora de cheiro ruim pelo nariz e pela boca. Sugiro que o leve a a consulta…
3 respostas

Especialistas falam sobre Rinite

A rinite é uma doença inflamatória da mucosa de revestimento do nariz caracterizada por prurido, coriza clara, espirros e obstrução nasal. A alergia é uma reação exagerada a determinado agente (alérgenos). A sua ocorrência depende de fatores individuais, isto é, uma pessoa pode reagir de forma exacerbada a determinado estímulo, considerado normal para outro indivíduo. O nariz é responsável por filtrar, aquecer e umedecer o ar. A alergia do nariz, portanto, é caracterizada pelo exagero destas funções, trazendo prejuízos. Nem todo sintoma nasal é causado pela rinite. A avaliação do otorrino possibilitará o diagnóstico e o tratamento corretos, tanto da rinite quanto das demais doenças nasais.

Gustavo Guagliardi Pacheco

Medico do sono, Otorrino

Rio de Janeiro


A Rinite Alérgica é um quadro clínico em que aparecem: coriza, espirros , entupimento, coçeira nasal. Os olhos ficam vermelhos, lacrimejam etc. Coçeira na garganta e ouvidos. Seu diagnóstico preciso é feito através de uma bateria de testes de inalantes. Onde se arranha levemente o antebraço, e pinga-se 6 alérgenos a resposta de dará em 10 minutos. O tratamento eficaz é através da imunoterapia.

Isaac Aisenberg Ferenhof

Alergista

Florianópolis


A Rinite Perene ocorre durante todo o ano e é desencadeada por alérgenos domésticos, tais como descamação da pele, urina e saliva encontrada em caspa de animais domésticos, mofo, excremento de ácaros e partículas de baratas. O tratamento da rinite envolve o uso de medicamentos e atitudes que evitem o contato do paciente com os alérgenos que desencadeiam os sintomas.

"Rinosinusocunjutivite" seria o termo adequado porque toda a rinite é uma sinusite e 80% têm Conjuntivite Alérgica associada! Os sintomas são sangramento nasal, prurido (coceira), espirros, nariz trancado, coriza, etc. Há 40 tipos de rinites, portanto o paciente tem que ser investigado com História Clínica correta e direcionada, avaliação de Peak Flow Nasal ou Rinomanometria e tratado adequadamente. Dar Antibiótico e Corticoide oral Não trata a causa, apenas ameniza a crise aguda! A falta de tratamento pode levar a Anosmia (perda do olfato), lesões de arcada dentária, fadiga e a baixo desempenho sexual.

A Rinite é uma inflamação no nariz que gera muitos incômodos, como coceiras, dores de cabeça, sonolência, espirros, secreção nasal, obstrução nasal (dificuldade para respirar) e dificuldade para dormir a noite. Pode ser de causa alérgicas ou não alérgicas, como medicamentos, alterações climáticas, perfumes, produtos limpeza. O diagnóstico e realizado pelo teste cutâneo ou IgE específica e citologia nasal e história clinica. O tratamento poderá ser realizado com medicações e Imunoterapia (vacinas) ou os dois combinados e controle ambiental (controle dos fatores que desencadeiam os sintomas)

Elisangela Lemos Da Costa

Alergista, Pediatra

Barueri


É uma inflamação na cavidade nasal que pode ser alérgica ou não. Em Curitiba, o paciente pode ter os dois tipos e assim mais difícil a sua investigação e consequentemente a melhor escolha do tratamento. Aqui no Centro da Rinite do Hospital IPO, tenho a disposição vários exames para esta avaliação,desde o teste cutâneo que saberemos em menos de 30 minutos e sem dor qual é o causa da rinite alérgica, posso realizar uma endoscopia nasal sem necessidade de sedação o qual avalio assim uma possível indicação cirúrgica. E tenho como experiência a última modalidade de tratamento para a rinite alérgica que é a imunoterapia sub lingual, sem necessidade de agulhas. Ela é especifica para cada paciente.

O nariz é a porta de entrada para o ar e substâncias carregadas por ele e tem a função de filtrar as impurezas, além de umidificar e aquecer o ar que vai chegar aos pulmões. O indivíduo alérgico tem uma reação exagerada aos alérgenos. Seu sistema imunológico reage de forma intensa a estas substâncias estranhas na tentativa de defesa do organismo. Os sintomas da rinite são obstrução nasal, coriza, espirros e coceira no nariz. Uma investigação diagnóstica realizada por testes com aeroalérgicos específicos deve ser realizada para diferenciar a rinite alérgica da não alérgica. Esse passo é muito importante pois determina o tempo e qual o melhor tratamento para cada paciente individualmente.

Adriana Almeida Mendes Barroso

Alergista

Três Rios


A rinite é uma das doenças alérgicas mais comuns e que causam grande impacto na qualidade de vida. Causam diversos sintomas como coriza, espirros, secreção nasal, dores de cabeça , roncos e dificuldade respiratória. A principal forma de buscar o diagnóstico é identificar quais os alérgenos causam os sintomas. Ao identificar os causadores da alergia através dos testes da pele, entre outros exames, podemos fazer um tratamento específico melhorando a imunidade e prevenindo os sintomas. A rinite pode ser controlada com antialérgicos e spray nasal no entanto o melhor método é tratar e prevenir com a imunoterapia que são as vacinas da alergia.

Gabriela Dourado

Alergista, Pediatra

Goiânia

Agendar uma visita

Rinite significa inflamação ou disfunção da mucosa nasal e tem como sintomas mais comuns a obstrução nasal, a coceira no nariz, os espirros e a descarga de secreção nasal, seja anterior ou posterior, além de eventualmente poder causar redução do olfato. Esses sintomas geralmente estão presentes na maioria dos dias, por mais de 2 dias consecutivos e com duração maior que uma hora. Existem diversos tipos de rinite: alérgica, infecciosa, hormonal, emocional, atrófica, induzida por fármacos, etc. Dependendo do tipo de rinite, alguns desses sintomas podem ser predominantes em relação aos outros.

Rinite é doença comum de tratamento clínico e continuo com especialista. Disponibilizamos de exames diagnósticos e tratamento personalizado para cada situação.

Yenly Gonzalez Perez

Otorrino

Manaus


Rinite é a inflamação da mucosa nasal, mediada por uma imunoglobulina chamada IgE, após a exposição a alérgenos, como ácaros, poeira, fungos…gerando os sintomas: coriza, obstrução, prurido nasal e espirros. Os principais sintomas são: · Espirros em salva; · Nariz entupido/ escorrendo; · Coriza abundante (aquosa, tipo clara de ovo); · Coceira no nariz. Porém podemos observar muito comumente: · Lacrimejamento; · Coceira nos olhos, garganta e ouvidos; · Sensação de ouvido tampado; · Estalidos ao engolir; · Tosse; · Secreção na garganta, pelo gotejamento pós-nasal; · Crianças, principalmente, podem apresentar sangramento nasal.

Aline Martinez Neves

Alergista, Dermatologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Controlar as crises de espirros, coceira no nariz, coceira nos ouvidos, coceira na garganta, nariz entupido, coriza.

Karla Vianna De Souza

Alergista

Rio de Janeiro


A Rinite Alérgica é uma doença bastante comum, podendo afetar até 1/3 da população. O risco de ter rinite é maior caso familiares próximos tenham esse diagnóstico. Os sintomas mais comuns são nariz entupido, coceira, espirros e secreção nasal, geralmente clara/transparente. É comum que as pessoas confundam rinite alérgica com a sinusite causada por vírus e bactérias, mas são coisas bem diferentes. Enquanto a rinite é desencadeada por partículas presentes no ambiente, a rinossinusite infecciosa é causada por vírus, bactérias e fungos. Os tratamentos também são diferentes, principalmente porque a Rinite Alérgica geralmente exige um tratamento mais longo e preventivo.

Rinite é a inflamação da mucosa do nariz. Ela pode ter diversas causas, entre elas alérgica. Na rinite alérgica, os principais sintomas são: coceira, espirros, coriza e nariz entupido. Para confirmar o diagnóstico de alergia é necessário a avaliação do que o paciente tem alergia. Na rinite alérgica, o mais frequente é alergia a pó doméstico (ácaros). O tratamento vai depender dos sintomas do paciente e da interferência na qualidade de vida. Consiste em corticóides nasais, anti-alérgicos, imunoterapia (também conhecida como vacina para alergia).

Jessica Loekmanwidjaja

Alergista, Pediatra

São Paulo


Tratamento homeopático visando a remissão dos sintomas de rinite causada por alergias ou rinite cronica.

Daniela Cristina C Silva

Psicanalista, Terapeuta complementar

Coromandel


Rinite é uma inflamação das mucosas do nariz que pode levar a congestão nasal, espirros e coriza. As rinites podem ter várias causas, desde resfriados, produtos químicos irritantes, medicamentos e alergia. O otorrinolaringologista é o profissional habilitado para avaliação do quadro clínico e início do tratamento. O tratamento para rinite envolve medicações tópicas nasais e medicações orais como antialérgicos. Quando de causa alérgica deve-se ficar atento também para o controle ambiental com remoção de tapetes, cortinas, bichos de pelúcia, troca constantes de roupas de cama, limpeza de filtros de ar condicionado e ventiladores.

Rinite alérgica é uma inflamação da mucosa nasal, ou seja do "tapete" que cobre o nariz internamente, causada por uma sensibilidade exagerada a pequenas partículas (alérgenos) que ativam facilmente o sistema imunológico, provocando sintomas de alergia que acometem não apenas o nariz mas também a face. Causam coceira nasal, na garganta e nos ouvidos, aumentam a secreção nasal, lacrimejamento dos olhos, espirros e dificultam a respiração nasal, principalmente nos meses de inverno e primavera, piorando a qualidade de vida dos pacientes.

A rinite alérgica é muito comum, reduz muito a qualidade de vida mas, por não ser fatal, é negligenciada por muitos médicos e mesmo os próprios pacientes. Respirar mal pelo nariz ou só pela boca, dormir mal, viver sonolento e congestionado, assoando o nariz ou espirrando causam muito incomodo e atrapalham a vida estudantil, profissional e social. A rinite tem tratamento e controle com medidas ambientais, medicamentos e, eventualmente, uso de vacinas (imunoterapia). Não se deixe dominar pela rinite, domine-a e controle-a junto com um alergista.

Eduardo Costa F. Silva

Alergista

Rio de Janeiro


A rinite é uma inflamação na parte interna do nariz, que resulta em espirros, coriza e entupimento nasal. É frequente também aparecer coceira no nariz e nos olhos. Ela pode ser alérgica e não alérgica. O seu diagnóstico preciso e a identificação das suas causas são fundamentais para a prevenção e o tratamento.

Alvaro Cruz

Alergista, Pneumologista

Salvador

Agendar uma visita

Rinite é a inflamação da mucosa de revestimento do nariz e pode se apresentar como: obstrução nasal, secreção nasal, espirros, coceira e diminuição do olfato. A rinite alérgica é a mais comum e é causada por fatores presentes do ambiente que a pessoa vive como ácaros, resíduos de insetos, pelos de animais, pólen, poluentes ambientais, fumaça. A rinite causa incômodo importante, podendo causar inclusive piora da qualidade de sono mas a maioria dos casos pode ser controlada com diversas modalidades de tratamento. Faça uma avaliação e respire melhor.

Carlos Henrique Tolomei

Otorrino

Bauru


Existem vários tipos de Rinite, mas o mais comum é a Rinite Alérgica. Ela mostra sintomas de prurido nasal e ocular, espirros, coriza, obstrução nasal, dentre outros. Seu tratamento envolve afastar as coisas que causam a alergia como pós, poeiras, pelo de animais domésticos, bolores, etc. Além disso, o tratamento também é realizado com medicamentos anti alérgicos e sprays nasais para Rinite ( não qualquer tipo de spray nasal). Alguns casos podem se beneficiar de um tratamento mais prolongado que se chama imunoterapia

Doença muito em comum em nosso meio e, por esse motivo, muitas vezes menosprezada. Ser comum não significa ser normal. A rinite trás consequências sérias para qualidade de vida e pode também esconder doenças mais graves. Investigue e trate seu nariz, sua saúde agradece.

Rinite é, por definição, a inflamação da mucosa (pele) do interior do nariz. Como ela é formada por glândulas e por tecido esponjoso, a inflamação gera congestão nasal e aumento da secreção. Existem vários tipos de rinite, com peculiaridades e tratamentos diferentes. Por exemplo a rinite alérgica, rinite da gestante, rinite do idoso, rinite do atleta e rinite vasomotora.

Lucas Sol Da Costa

Otorrino

Almenara


A Rinite é uma condição em que ocorre a inflamação da cavidade nasal. Existem várias causas de Rinite. Os principais sintomas incluem obstrução nasal, coriza, espirros e prurido nasal. Se você tem esses sintomas crônicos, procure um alergista, para possivel investigação através de teste alérgico e realização de tratamento especializado.

Quais profissionais tratam Rinite?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.