Distúrbios da voz - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em distúrbios da voz

Encontre um especialista em Distúrbios Da Voz na sua cidade:
Mariângela Zulian

Mariângela Zulian

Fonoaudiólogo

Americana

Rodrigo Pereira

Rodrigo Pereira

Otorrino

Guarapuava

Izabel Lopes

Izabel Lopes

Fonoaudiólogo

Caroline Moraes Rodrigues

Caroline Moraes Rodrigues

Fonoaudiólogo

Rio Verde

Nayara Ribeiro Gomes

Nayara Ribeiro Gomes

Fonoaudiólogo

Perguntas sobre Distúrbios da voz

Nossos especialistas responderam a 42 perguntas sobre Distúrbios da voz

Existe a possibilidade da fenda fechar sim, não sei quanto tempo você faz tratamento, mas com algumas sessões de fonoterapia é possivel ter o fechamento
4 respostas

Dra. Cybelle Elias Dib
Dra. Cybelle Elias Dib
Fonoaudiólogo
Goiânia
Sei de um procedimento cirúrgico que envolve aplicação de Botox para "engrossar" a voz, mudando sua frequência fundamental. Porém , há riscos de pneumonia ou afonia total, que é ficar…
4 respostas

Dra. Michelly Bezerra
Dra. Michelly Bezerra
Fonoaudiólogo
Recife
Você precisa ter acompanhamento com neurologista para auxiliar com medicação pra ajudar controlar os espasmos associado ao tratamento Fonoaudiólogico enfatizando um trabalho de relaxamento da…
4 respostas

Especialistas falam sobre Distúrbios Da Voz

Os distúrbios de voz estão presentes entre os profissionais que, no contexto ocupacional,fazem uso da voz como um importante instrumento de trabalho. Professores,teleoperadores, cantores, atores e locutores,entre outros, podem ser os chamados profissionais da voz que mais são acometidos por esses distúrbios. Porém as alterações na voz também acometem muito crianças sendo relativamente comum os nódulos vocais na infância .

A rouquidão é causada por várias doenças,de curta ou longa duração, desde inflamação,abuso vocal( cantores,professores),infecção,câncer e trauma.Com a videolaringoscopia entre outros exames temos o diagnóstico. O tratamento vai desde remédios, fonoterapia e a cirurgia de laringe. O tabagismo e etilismo são cofatores importantes .

Humberto Camara Pimenta Soares

Otorrino

Divinópolis


A famosa disfonia ou se agravamento que é a afonia, pode ser causada por uma laringite aguda ou crônica. Esta doença compromete a qualidade da voz e pode causar dor de garganta ao falar e ou ao engolir. Geralmente, pode estar associado a um quadro infecciosa ou um abuso vocal ou seja durante um período falou demais ou gritou. No mesmo dia da consulta, posso realizar em consultorioi sem necessidade de sedação um exame chamado videolaringoscopia o qual avalio e mostro ao paciente as cordas vocais e assim, saberei a causa desta rouquidão aguda ou crônica. Geralmente o tratamento agudo envolve medicamentos e repouso vocal, o crônico pode ter indicação cirúrgica, fonoterapia e medicamentos.

Os distúrbios da voz ou disfonias podem surgir a partir do mau uso ou abuso vocal bem como por lesões nas pregas vocais (cordas vocais). As disfonias comumente são caracterizadas por rouquidão, hiper ou hiponasalidade, voz muito fina para homens ou muito grossa para mulheres. Pessoas disfônicas comumente falam com muito esforço e fazem uso demasiado da voz e por isto necessitam de orientação adequada para sua mudança de hábito e recuperação da qualidade vocal. Para que a voz humana seja aceita pelo próprio sujeito e/ou pelo meio em que este vive ela deve apresentar três características fundamentais, sendo assim, ela deve ser clara, sonora e agradavel. Afine a sua saúde. Cuide da sua voz.

Fernando Martinelli

Fonoaudiólogo


Existem relações entre a saúde vocal, os distúrbios da voz (disfonias) e as condições de trabalho. Uma disfonia representa qualquer dificuldade na emissão vocal que impeça a produção natural da voz. Essa dificuldade pode se manifestar por meio de uma série de alterações: esforço à emissão da voz:dificuldade em manter a voz; cansaço ao falar; variações na frequência habitual; rouquidão; falta de volume e perda da eficiência vocal. A disfonia é, na verdade, apenas um sintoma presente em vários e diferentes distúrbios, ora se manifestando como sintoma secundário, ora como principal.

Carine Cruz Ferreira

Fonoaudiólogo


Qualquer mudança na qualidade da voz é um alerta de que está ocorrendo um desgaste nas pregas vocais. Estar rouco ou ficar rouco com frequência é um motivo para procuramos um otorrinolaringologista. As causas mais frequentes são infecções virais e bacterianas, assim como mau uso da voz. Contudo, algumas doenças graves podem cursar com rouquidão e devem ser tratadas prontamente

A voz é emitida de forma complexa, as cordas vocais localizadas na laringe precisam que o ar chegue até elas através da respiração eficaz e funcionamento adequado das caixas de ressonância ( nariz e garganta ).Se você escuta mal, vai falar alto e danificar esse sistema. Tratando todo o sistema, a voz pode ser emitida de maneira clara e limpa. Aqui na Otovoice, o meu trabalho como médico Otorrino anda de mãos dadas com a fonoaudiologia, associando o tratamento medicamentoso aos exercicios fonoaudiologicos, conseguimos ótimos resultados para a melhora da voz e da respiração de um modo geral. Possuímos tratamento único para os distúrbios da voz e adequação da voz para a carreira artística.

Sabryna Farneze

Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A rouquidão é o principal distúrbio encontrado na voz, e muitas vezes é causado por uso repetido ou esforço vocal. Geralmente ocorre com profissionais que necessitam usar a voz em todo o tempo, como professores, vendedores, atendentes etc. É importante a avaliação pelo otorrinolaringologista, bem como a realização do exame de laringoscopia para diagnosticar possíveis alterações na laringe e nas pregas vocais, como os nódulos, popularmente conhecidos como "calos vocais". O tratamento dos distúrbios da voz dependem da sua causa, e vão desde a realização de exercícios vocais supervisionados por fonoaudiólogos, uso de medicamentos, e em alguns casos, realização de cirurgia na laringe.

Quais profissionais tratam Distúrbios da voz?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.