Gagueira - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Distúrbio da fala.

Especialistas em gagueira

Encontre um especialista em Gagueira na sua cidade:
Mariângela Zulian

Mariângela Zulian

Fonoaudiólogo

Americana

Aletéia Maria dos Passos Pinto

Aletéia Maria dos Passos Pinto

Psicólogo

Passo Fundo

Melodi Witt

Melodi Witt

Fonoaudiólogo

Ribeirão Preto

Lívia Gomes

Lívia Gomes

Fonoaudiólogo

Campos Dos Goytacazes

Ariane Barros

Ariane Barros

Fonoaudiólogo

Taquarituba

Francine Fernandes Correia Yosetake

Francine Fernandes Correia Yosetake

Fonoaudiólogo

Ribeirão Preto

Perguntas sobre Gagueira

Nossos especialistas responderam a 84 perguntas sobre Gagueira

Olá. Pode ser que seja algo relacionado com o susto, mas o mais importante é a preocupação frente essa situação, então aconselho procurar uma fonoaudióloga e também uma psicologa que trabalhe…
4 respostas

A gagueira pode ter diversas causas e portanto deve ser um tratamento multidisciplinar. Primeiro uma avaliação por um fonoaudiólogo se faz necessário. Num segundo momento o psicólogo entra para…
6 respostas

Olá, existem duas coisas que precisamos olhar no caso relatado por vc. A primeira é esse encurtamento da língua. A parte fisiológica pode sim influenciar na fala e deve ser tratada por um especialista,…
5 respostas

Especialistas falam sobre Gagueira

A gagueira é uma transtorno de fala que se manifesta na infância e pode permanecer por toda a vida. Seu grau de acometimento pode variar entre leve, moderado ou severo. Ela pode causar grande prejuízo na vida do sujeito desde dificuldades de relacionamentos, isolamento social, medo de falar, dificuldades para conseguir empregos, etc... Sendo assim, o sujeito gago deve buscar o quanto antes ajuda especializada para sua melhora no processo da fala e (re)inserção social. O fonoaudiólogo é o profissional devidamente capacitado a avaliar e tratar os transtornos da fala, entre eles a gagueira.

Fernando Martinelli

Fonoaudiólogo


É um distúrbio na fluência e na temporalização da fala, segundo uma definição presente em dicionário especializado (*). A fluência refere-se à suavidade, facilidade, falta de esforço com que sons, sílabas, palavras e frases são ligados durante a fala; para uma pessoa que gagueja, a produção da fala é uma atividade trabalhosa, não sendo automática a ligação entre sons, sílabas, palavras e frases como é para uma pessoa considerada normal. * NICOLOSI, L.; HARRYMAN, E. & KRESHECK, J. (1996). Vocabulário dos Distúrbios da Comunicação; fala, linguagem e audição. 3ª ed. Porto Alegre, Artes Médicas.Tratamento: De linha fonoaudiológica tendem a enfocar a aprendizagem motora de técnicas a serem usadas

Flávio Carneiro

Fonoaudiólogo, Psicopedagogo

Maracanaú


A disfemia, conhecida popularmente, como gagueira ou gaguez, é a mais comum desordem de fluência da fala. Tenho obtido excelentes resultados com técnicas da PNL, ressignificação das certas crenças limitantes, potencializando a autoconfiança e utilizando abordagens para me aproximar dos sentimentos de raiva, medo, angústia e culpa, ou seja, levo o indivíduo a um processo do autoconhecimento e consciência da sua fala.

Marina Andrade

Psicólogo, Psicopedagogo

Rio de Janeiro


Muitos pais me procuram para que eu avalie o(a) seu filho(a) que começou a gaguejar. A gagueira, normalmente, aparece aos 2 anos e atinge 5% das crianças da população. Porém, 80% dessas crianças que começaram a gaguejar irão se recuperar de forma espontânea. Ainda assim, é super importante a avaliação do fonoaudiólogo que tenha experiência na avaliação e tratamento da gagueira desde o momento em que a criança começa a gaguejar. É importante lembrar que a gagueira é hereditária e suas bases são neurobiológicas. Quanto mais cedo, mais qualidade de vida iremos trazer para a criança. Gagueira não tem graça, tem tratamento.

Hugo Amilton Santos De Carvalho

Fonoaudiólogo

Aracaju


A gagueira é uma patologia da infância. Caracteriza-se pela alteração do ritmo da fala, com tal frequência e intensidade, que prejudica a inteligibilidade da mensagem e traz angústia tanto ao falante quanto ao ouvinte. Evolui por períodos de boa-fluência, intercalados com surtos de má-fluência que se tornam mais frequentes e duradouros com o correr do tempo. Até os 5 anos de idade, 50% das gagueiras já se instalaram; até os 8 anos, 90% e, até os 12 anos, 99%. Depois de instalada, podemos dizer que a gagueira se "autoalimenta" com as sensações de insucesso no ato de comunicar que, sucessivamente, vão-se acumulando e levam a criança à ansiedade e à expectativa de fracasso a cada nova tentativa.

Quais profissionais tratam Gagueira?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.