Vaginismo - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Vaginismo é um distúrbio da sexualidade feminina, é uma síndrome psicofisiológica cuja a característica fundamental é a contração involuntária, recorrente ou persistente, dos músculos interior da vagina, quando é tentada, prevista ou imaginada a penetração vaginal com pênis, ou até mesmo o dedo ou tampão. A contração pode variar desde leve, induzindo alguma tensão e desconforto, até severa, impedindo completamente a penetração, inclusive ocasionando dor.
O vaginismo pode ser facilmente identificado por exame ginecológico, pela própria mulher sozinha, ou durante a atividade sexual.
O tratamento indicado para o vaginismo é a psicoterapia, este tratamento tem como objetivo a ampliação do conhecimento pessoal, quanto mais a mulher conhecer a si mesma, seu corpo, sua forma de lidar com o mundo, mas apta está a permitir-se vivenciar amplamente sua sexualidade

Especialistas em vaginismo

Encontre um especialista em Vaginismo na sua cidade:
Jota Machado

Jota Machado

Psicólogo

Ibirama

Reinaldo Macedo de Beirigo

Reinaldo Macedo de Beirigo

Psicanalista, Psicólogo, Terapeuta complementar

Taguatinga

Céline Maurin Manava Prem

Céline Maurin Manava Prem

Sexólogo, Terapeuta complementar

Vitória

Mayara Florençano Mendes

Mayara Florençano Mendes

Fisioterapeuta, Sexólogo

Taubaté

Patricia Souza Mamede

Patricia Souza Mamede

Psicólogo

Uberlândia

Thais Helena Souza Silotti

Thais Helena Souza Silotti

Ginecologista, Sexólogo

Manaus

Perguntas sobre Vaginismo

Nossos especialistas responderam a 31 perguntas sobre Vaginismo

Olá. Ter dor na relação não é normal. Não é o momento de ter dor.
Diversas patologias podem gerar dor na relação: endometriose, doença inflamatória pélvica, varizes pelvicas, etc.
5 respostas

Dr. Reinaldo Macedo de Beirigo
Dr. Reinaldo Macedo de Beirigo
Psicanalista, Psicólogo, Terapeuta complementar
Taguatinga
Faço tratamento de vaginismo com hipnose e regressão de memória s.
5 respostas

Olá ! O vaginismo normalmente é diagnosticado por um ginecologista , pois a mulher não consegue realizar o ato sexual com penetração , porque a vagina contrai muito “ automaticamente “. Qdo isso…
6 respostas

Especialistas falam sobre Vaginismo

O vaginismo, ou seja, contrações involuntárias da musculatura vaginal (espamos) é uma disfunção sexual que causa dificuldade ou até mesmo impede a penetração. Pode ocorrer desde o início da atividade sexual (primária) ou aparecer depois de várias relações sexuais sem o problema (secundária). As causas podem ser multifatoriais e o diagnóstico depende uma boa avaliação.

Caroline Tarazi Valeton

Fisioterapeuta

Curitiba


É um distúrbio da sexualidade feminina, extremamente raro, que pode chegar a impedir por completo a relação sexual. O vaginismo varia desde leve, gerando alguma tensão e desconforto, até severa, impedindo completamente a penetração, sendo que em certos casos essa contração é tão intensa que provoca dor. No entanto, uma mulher com vaginismo pode manter normalmente suas demais respostas sexuais como, por exemplo, desejo, prazer e capacidade orgásmica, desde que não seja tentada ou prevista a penetração.

Christiane Curci Regis

Ginecologista

São Paulo


O que é Vaginismo? O vaginismo é uma disfunção sexual onde é caracterizado pela contração involuntária dos músculos ao redor do orifício vaginal,causando dor,dificuldade e até impossibilidade de manter a penetração no ato sexual ou até mesmo impossibilitando a essa mulher não realizar os exames ginecológicos preventivos. Vaginismo tenhe cura de 100% com a Fisioterapia Pélvica.

No vaginismo, a mulher realiza uma contração muito forte e involuntária do assoalho pélvico durante ou até mesmo só em pensar em algo penetrar a cavidade da vagina (relação sexual, exame preventivo...). Muitas vezes está relacionada à questões psicológicas, porém sempre manifestada fisicamente com contração indesejada e dor. Na clínica Fisiopelvica, conto com uma equipe de fisioterapeutas especializadas no tratamento do vaginismo que tem como objetivo ensinar a paciente o reconhecimento e o relaxamento correto desta musculatura. As experiências realizadas durante as sessões promovem confiança e segurança para a paciente evoluir no tratamento.

Juliano Silveira

Fisioterapeuta

Rio de Janeiro


O vaginismo é um tipo de dor pélvica crônica e uma causa de dor na relação sexual (dispaurenia ) Vaginismo é a contração involuntária dos músculos próximos à vagina, dificultando ou até impedindo a penetração pelo pênis na relação sexual. Há um círculo vicioso de medo da dor → tensão → dor → tensão → dor. A abordagem deve ser biopsicossocial, analisando a pessoa como um todo, sendo necessário um plano de ação para o tratamento efetivo. Pode-se indicar técnicas de neuromodulação, biofeedback, toxina botulínica e hipnose para a pessoa aprender a relaxar os músculos.

Maike Heerdt

Especialista em dor, Terapeuta complementar

São Paulo


O vagirmos pode ser psicogênico (não orgânico), que são espasmos na musculatura do assoalho pélvico que circunda a vagina, causando fechamento da entrada da vagina (introito vaginal). Como também pode ser orgânico, o que causa dor e outras afecções associadas aos órgãos genitais. Ambas provocam dor durante a relação sexual. Durante a consulta, analisaremos o caso através do histórico sexual do paciente e traçaremos a melhor conduta. Isso inclui escutar a forma como este indivíduo vivenciou a sexualidade ao longo do tempo, bem como exercícios para serem realizador em casa.

Larissa Mamedes

Sexólogo

Ribeirão Preto


Vaginismo é a contração involuntária dos músculos que se situam na entrada da vagina, tornando difícil ou até mesmo impossível a penetração do pênis durante a relação sexual. O medo e a dor são os principais componentes para esta disfunção, por isso o processo terapêutico atua a fim de desmistificar crenças e os bloqueios que geram tanto desprazer.

Giane Nucci

Psicólogo, Sexólogo

São Paulo


Não é normal ter dor na relação sexual, não é normal ter dor na realização de exame ginecológico periódico. Os pudores, bloqueios psicológicos, medo exagerado da dor, medo de estar fazendo algo errado ou pecaminoso faz com que algumas mulheres apresentem contrações involuntárias da musculatura pélvica e vaginal criando uma barreira mecânica a passagem do pênis na relação sexual e gerando uma dor descontrolável que piora os sintomas. Reconhecer que existe um problema é o primeiro passo para solucionar a questão. Outras doenças também podem causar dor na relação sexual. por isso é importante fazer uma avaliação medica cuidadosa e iniciar o tratamento o mais rápido possível.

Ludmila Andrade Seoane Vitorino

Ginecologista

Salvador


Considera-se disfunção sexual a incapacidade de manter uma relação sexual satisfatória. O vaginismo é caracterizado por uma contração involuntária dos músculos pélvicos impossibilitando a mulher de ter uma relação sexual. As causas são multifatoriais, dentre as mais comuns estão: abuso sexual na infância, relação sexual traumática, medo de engravidar e fatores religiosos. A psicoterapia foca na dessensibilização corporal,psicológica e nos exercícios de toques para evolução do tratamento.

Sebastião Nascimento

Psicólogo, Sexólogo

Manaus


O Vaginismo é uma dificuldade que a mulher tem em permitir a penetração, seja de um pênis, dedo ou qualquer outro objeto. Mesmo que a mulher deseja ser penetrada ela não consegue, pois o vaginismo se apresenta por uma contração muscular pélvica e das coxas de modo Involutário. Caso não for tratado dificilmente consiguira ter uma vida sexual ativa e plena.

Nevile Luiz Turatti

Psicólogo, Sexólogo

Sinop

Agendar uma visita

O vaginismo é uma disfunção sexual feminina muito comum na rotina do consultório, infelizmente, muitas mulheres apresentam essa disfunção mas não sabem a quem recorrer e o que fazer. Dentro da equipe multidisciplinar tem a fisioterapia que por atuar na musculatura perineal, auxiliará na consciência corporal, relaxamento, controle e coordenação desses músculos, costumo dizer que é uma reprogramação do seu corpo, que até então tem reações de proteção impedindo o funcionamento correto. Você reassumirá o controle da sua musculatura. Não perca tempo, vaginismo tem cura. Ah, e fique tranquila, durante a fisio não pode sentir dor.

Rafaela Arrais Albuquerque

Fisioterapeuta

Belo Horizonte


Vaginismo é uma disfunção sexual caracterizada por espasmos (contrações) da musculatura do assoalho pélvico que interfere na vagina gerando a oclusão (fechamento/estreitamento) do introito vaginal (entrada da vagina), tornando assim a penetração do pênis dolorosa, difícil ou impossível. Fatores psicológicos, geralmente, estão ligados ás causas do vaginismo. Medo antecipatório da dor, dificuldade em confiar no outro e crenças/educação/emoções negativas sobre a sexualidade podem resultar em defensivas contrações da musculatura pélvica que vão gerar dor e dificuldade para a penetração. A terapia sexual é muito recomendada nestes casos e traz bons resultados para as pacientes.

Michelle Sampaio

Psicólogo, Sexólogo

São Paulo


O vaginismo se caracteriza por uma contração involuntária ao redor da vagina impedindo a penetração e impossibilitando a relação sexual ou exames ginecológicos. Em alguns casos é possível a relação ou exames mas sempre com muita dor e sofrimento. Independente da causa, muitas vezes o "gatilho" da dor é emocional, há uma questão física instalada que é a tensão aumentada da musculatura ao redor da vagina. A Fisioterapia Pélvica tem recursos para desfazer o ciclo negativo de medo, tensão e dor e por isso o tratamento é muito eficiente nesses casos.

Dificuldades em realizar penetração vaginal não são associadas apenas a incômodos físicos ou dificuldade de ter filhos, mas carregam um peso muito forte podendo gerar sentimentos de insegurança, baixa auto-estima, inferioridade. Em alguns casos, não sabemos o que foi causa e o que foi consequência, fato é que uma bola de neve pode ser criada nesse contexto, acarretando problemas relacionais e mais disfunção.Temos que falar sobre assuntos difíceis. Salvo exceções, a dor gera evitação… e o medo da dor física pode acarretar conflitos e uma “dor emocional” ainda maior. Existe tratamento para as causas físicas e psicológicas.

Thalia Maia

Ginecologista

Brasília

Agendar uma visita

O vaginismo é caracterizado pela contração involuntária dos músculos (espasmo) ao redor do orifício da vagina, causando dor, dificuldade e até impossibilidade de manter relação sexual, sem causa física. É frequente nos depararmos com casais que não expõem este tipo de problema, o que acaba levando a sentimentos de raiva, culpa, frustração, rejeição e distanciamento entre o casal. O tratamento psicológico inclui terapia sexual e emocional, assim como o tratamento físico.

Barbara Ahlert Schneider

Psicólogo, Sexólogo

São Leopoldo

Agendar uma visita

O vaginismo é uma contração involuntária e persistente da musculatura da vagina que interfere na penetração, podendo dificultar ou até mesmo impedir a relação sexual. Tal circunstancia pode comprometer as relações interpessoais e conjugais da mulher acometida por essa dificuldade sexual. O tratamento do vaginismo pode envolver a psicoterapia para compreensão e elaboração dos medos e emoções que estão associados à dificuldade sexual, a fisioterapia específica para a região genitopélvica e medição. Sempre avaliando as necessidades de cada caso individualmente.

Rosemery Otaka Yukimitsu

Psicólogo, Sexólogo

São Bernardo do Campo


O vaginismo é definido como a contração dos músculos ao redor da vagina e pode ser observado no fechamento parcial ou completo da vagina durante a tentativa de penetração. O Vaginismo pode afetar mulheres de diferentes maneiras, há casos de pacientes que têm relações somente com penetração parcial ou relatam dor, sensação de ardência e/ou queimação e aquelas que, realmente não são capazes de permitir a penetração. O tratamento pode ser realizado por uma equipe multidisciplinar e a fisioterapia se vale de muitos recursos, principalmente aqueles empregados na reabilitação do assoalho pélvico.

Luciana Barretto

Fisioterapeuta

Aracaju


O vaginismo é uma contração vaginal durante a relação sexual, que causa desconforto, ardência, dor, problemas de penetração peniana e/ou de dedos e objetos (no exame ginecológico ou absorvente interno, por exemplo) na região vaginal, e a completa incapacidade de vivenciar o intercurso sexual. No tratamento fisioterapêutico é realizado uma anamnese completa, onde vamos conhecer a paciente, e direcionar o melhor tratamento para o seu caso. Trabalhamos com relaxamento corporal e perineal, através de exercícios de propriocepção, massagem perineal, dilatadores vaginais, entre outros.

Gabriela Azeredo Laurini

Fisioterapeuta, Sexólogo

São Paulo

Agendar uma visita

O vaginismos é uma disfunção da musculatura do períneo que causa a impossibilidade de penetração vaginal parcial ou total. O vaginismo é definido como a contração involuntária da contração perineal. A paciente sente dor, ardor e sudorese. E o medo da dor faz com que vire um ciclo vicioso no qual ela não consegue compreender. O vaginismo tem 100% de cura com Fisioterapia e Terapia. O tratamento do vaginismo tem como objetivo, ensinar a paciente o relaxamento e a contração correta da musculatura perineal e o conhecimento desse grupo muscular. A Fisioterapia dispõe de recursos que vão auxiliar a paciente ao entendimento do relaxamento e contração do períneo.

Um número significativo de mulheres apresenta dor intensa às tentativas de penetração vaginal, sem que haja qualquer problema orgânico que explique esta dor. O vaginismo é a contração involuntária da musculatura que circunda a vagina, impedindo ou dificultando a penetração. É um quadro frequentemente associado à ansiedade. Muitas vezes o diagnóstico demora para ser realizado. O tratamento pela terapia cognitivo comportamental pode propor exercícios de auto-conhecimento para serem realizados em casa, a fim de aumentar a consciência corporal e promover a ressignificação das idéias e dos medos associados à penetração.

Vaginismo consiste na contratura do canal vaginal impossibilitando a penetração total ou parcial fato que pode gerar dor local e sofrimento psíquico importante Para saber mais leia a matéria sobre vaginismo no meu blog.

Quais profissionais tratam Vaginismo?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.