Dor intratável - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - dor intratável

Erika Souza Garcia Ramos

Erika Souza Garcia Ramos

Médico clínico geral

São Paulo

Fabrício Dias Assis

Fabrício Dias Assis

Especialista em dor

Campinas

Peterson Xavier

Peterson Xavier

Neurocirurgião, Especialista em dor

Suzano

Izabel Carolina Pacheco Rocha Lima

Izabel Carolina Pacheco Rocha Lima

Anestesiologista, Especialista em dor

Ribeirão Preto

Lucas Borges

Lucas Borges

Médico clínico geral, Médico acupunturista, Especialista em dor

Lauro de Freitas

Randy Marcos

Randy Marcos

Fisioterapeuta, Especialista em dor

João Pessoa

Perguntas sobre Dor intratável

Nossos especialistas responderam a 17 perguntas sobre Dor intratável

A dor na região da sínfise púbica pode ter várias causas ortopédicas, no entanto o sintoma de "vontade de urinar" está mais relacionado à problemas urológicos ou ginecológicos (casos…

Difícil dizer sem ver a imagem e o porquê do exame. Essa descrição da ressonância pode estar se referindo ao próprio neuroestimulador, sem necessariamente ser uma alteração patológica. Converse…

Bom dia, com certeza pode irradiar sim, necessita de avaliação presencial para descartar outras causas alem de tratamento fisioterápico. Espero ter ajudado.

Especialistas falam sobre Dor Intratável

O estimulação magnética transcraniana é o novo método de tratamento para os pacientes que apresentam dor intratável com as medicações habituais.

Atualmente há diversos tratamentos para o quadro de dor de difícil controle com o objetivo de controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente. Implante de bomba programada com fármacos, rizotomia facetária, neuroestimulação medular, bloqueio de nervos são exemplos de procedimentos disponíveis no arsenal terapêutico de neurocirurgiões com experiência no tratamento da dor crônica. Consulte um especialista para maiores informações.

João Vitorino

Neurocirurgião

São Paulo


Dor crônica afeta 37% da população brasileira. Muitas vezes a dor não tem uma origem bem definida e torna-se um "fardo" na vida dos pacientes. Uma consulta detalhada focada na dor do paciente, aliada à métodos diagnósticos de imagem e laboratoriais nos ajuda a encontrar a causa e controlar a mesma. Muitas vezes mostra-se a necessidade de uma abordagem multidisciplinar (fisioterapia, acupuntura, psicólogos) para alcançarmos um bom controle. Uma causa muito comum e que causa grande sofrimento é a dor oncológica (durante o tratamento do câncer) que é abordada com medicamentos e bloqueios anestésicos na Medicina da Dor.

Manoel Pedro Rodrigues Soares Júnior

Anestesiologista

Teixeira de Freitas


Conforme descreve o Código Internacional de Doenças (CID), sob a numeração R52.1 - Dor crônica intratável, costumamos dizer que a dor é muitas vezes não curável, mas pode ser tratável. Tratável no sentido de melhorar o nível de dor que o paciente sente, para que a dor passe para um nível tolerável, no sentido que o paciente possa assim voltar às suas atividades do dia a dia mantendo sua dor controlada. Dor é subjetiva, cada indivíduo sente a sua e sabe a dimensão dela, cabendo ao médico especialista em dor fornecer meios para controla-la, dando ao paciente melhor qualidade de vida.

Pablo Nascimento

Especialista em dor, Neurocirurgião

Campinas

Quais profissionais tratam Dor intratável?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.