Dor no ombro - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Qual o significado de dor no ombro?

O ombro é a região do corpo que contém e envolve a articulação glenoumeral é a dobradiça que formam o osso do úmero e do ombro. No entanto, o movimento do braço que envolve as articulações mais e estruturas musculares e ligamentares. Juntos, nós chamamos a cintura escapular.

Dor no ombro pode expressar uma alteração da cintura escapular ou ser produzida por uma lesão distantes (infarto do miocárdio, por exemplo), mas manifestam nessa área.

Quais são os sintomas de dor no ombro?

Você pode ser basicamente de três tipos:

Mecânico

Melhora com repouso e piora com certos movimentos ou posições (por exemplo, geralmente não é capaz de inclinar-se sobre a cama). Você pode sentir essa dor na frente ou lateral do ombro, lesões do manguito rotador, bíceps e instabilidade do ombro. Se você notar dor no ombro superior pode ser uma contração do músculo trapézio ou músculos profundos do pescoço.

Inflamatório

Limita severamente todos os movimentos do ombro, piora com o repouso e especialmente à noite, impedindo a intensidade do sono. É típico de infecções e artrite, por cristais de depósito na articulação (gota, pseudogout) ou reumática.

Lesões dor distante

Não restringe o movimento ou sem movimento é alterado. A dor é observada no ombro pode exceder o cotovelo, o que geralmente não acontece com o aumento da cintura escapular. É um sintoma, ou lesões de vísceras (coração, pulmão, etc), caso em que é chamado de referência, ou um distúrbio neurológico e é chamado de irradiação. Neste último caso, pode ser acompanhada de formigamento, atrofia muscular e perda de força ou sensação.

Os movimentos limitados podem estar ativados quando o paciente não consegue voluntariamente fazê-los.

O que faz o médico com uma dor no ombro?

Primeiro, o médico realiza uma série de perguntas sobre a doença do paciente, operações anteriores, o trabalho de ombro ou esportes que você joga, ou não, se a dor começou a seguir a um acidente vascular cerebral, e assim por diante.

Depois de passar a fase de inspeção em que ele observa se seu ombro tem atrofia muscular, nódulos, deformações, contusões, etc.

Palpação - está pressionando certos pontos que norteiam o que é a estrutura danificada. Se a área, não dói espontaneamente ao toque, pode ser referida como dor.

Em seguida, explorar a mobilidade, tanto ativa como passiva do ombro e pescoço. Amplitude de movimento é a capacidade de executar um certo movimento, mas em graus da circunferência.

Finalmente, testes específicos realizados para as estruturas da cintura escapular, tais como:

  • Glenoumeral testes de estabilidade: as forças conjuntas do úmero até o ombro.
  • Testes de "invasão": o movimento forçado em determinadas posições desencadeia uma fricção dos tendões do manguito rotador contra as paredes da caixa que os contém. Por exemplo, o paciente tenta separar o braço do corpo contra a resistência aplicada pelo médico, resultando em dor severa que pára de se mover, o que pode ser um sintoma de uma ruptura ou tendinite do tendão supra-espinhal.

Dependendo da suspeita, o médico irá realizar um exame neurológico, além disso, a dor, pulmonar ou cardiovascular abdominal.

Que testes posso encomendar?

  • Radiografias do ombro em várias posições, para descartar fraturas, calcificações e nódulos. Dependendo da suspeita, o médico pode estender o estudo radiográfico do pescoço e nas costas.
  • Um ultra-som para detectar tendinite e desgaste dos tendões e músculos do ombro.
  • Diante de uma possível lesão neurológica pode ser útil estudos eletrofisiológicos e tomografia computadorizada ou ressonância magnética do pescoço.
  • Outros testes, como exames de sangue, eletrocardiograma, ecocardiograma, tomografia computadorizada de tórax e abdômen, e assim por diante., São reservados à suspeita de lesão visceral.

Quais são as causas de dor no ombro?

dor mecânica

  • Conflito de espaço entre o manguito rotador e do osso e ligamento que o rodeia, geralmente é causado por tendinose (espessamento) ou ruptura do manguito rotador.
  • Ombro congelado: a cápsula articular torna-se rígida e mobilidade é difícil e dolorosa.
  • Omartrosis: osteoartrite da articulação glenoumeral.

dor inflamatória

  • Inflamação aguda causada pela ação de micro-depósitos na articulação (pirofosfato de cálcio hidroxiapatita, que faz com que condrocalcinose).
  • Artrite reumatóide

Causam dor a uma distância

  • Radiculopatia cervical (envolvimento de raízes nervosas saindo da coluna vertebral cervical) na altura da 4 ª e 5 ª vértebras.
  • Lesões do plexo braquial por compressão ou inflamação, constituindo, neste caso Parsonnaje síndrome de Turner (às vezes ocorre após uma infecção viral ou vacina).
  • Lesão do nervo circunflexo, supra-escapular, torácico longo
  • Infarto do miocárdio
  • Lesões pleurais
  • Cólica biliar

Quais são os tratamentos indicados para dor no ombro?

O tratamento depende da causa da dor, individualizado para cada paciente. Drogas que podem ser usadas ??no tratamento da dor são:

  • Analgésicos como o paracetamol puro. Eles têm poucos efeitos colaterais e são muito bem tolerados.
  • Com analgésicos antiinflamatórios como a aspirina. Eles podem causar úlceras pépticas.
  • Esteróides anti-inflamatórios analgésicos, como a cortisona. Pode infiltrar localmente e em alguns casos ser necessário intramuscular ou comprimidos. Neste último caso, deve ser cuidadosamente controlada a retirada da droga, para não causar uma síndrome de abstinência, que pode ser grave.

Base física de massagem terapêutica, exercício e correntes podem ser úteis em certos casos. Quando a dor resiste ao tratamento, pode-se avaliar uma solução cirúrgica em um número de casos.

Especialistas em dor no ombro

Encontre um especialista em Dor no ombro na sua cidade:
Said Nassib Timani

Said Nassib Timani

Médico acupunturista, Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Luiz Henrique Boraschi Vieira Ribas

Luiz Henrique Boraschi Vieira Ribas

Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Leandro Estevão Constantino

Leandro Estevão Constantino

Ortopedista - traumatologista

Cabo Frio

Henrique Pires

Henrique Pires

Ortopedista - traumatologista

Itaberaba

Eduardo Takahashi Garcia

Eduardo Takahashi Garcia

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Caio Checchia

Caio Checchia

Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Perguntas sobre Dor no ombro

Nossos especialistas responderam a 236 perguntas sobre Dor no ombro

Dr. Fernando Cesar Furlan
Dr. Fernando Cesar Furlan
Ortopedista - traumatologista
São Paulo
Boa tarde.
A ruptura do manguito rotador quando completo é na maioria dos casos de conduta cirúrgica. De qualquer forma, é analizar o paciente como um todo e em alguns casos é possível…
1 respostas

Dr. Oliver Ulson
Dr. Oliver Ulson
Ortopedista - traumatologista
São Paulo
Os "parafusos e fios" são utilizados para aproximar as pontas do tendão lesado para cicatrização adequada, após a cicatrização eles não tem mais tanta função. Existem diversas empresas…
1 respostas

Dr. Luis Henrique Savoi de Almeida
Dr. Luis Henrique Savoi de Almeida
Reumatologista, Médico clínico geral
São João Da Boa Vista
É importante uma consulta com reumatologista para exame físico adequado, solicitação de exames de imagem, para um diagnóstico correto e tratamento acertivo.
1 respostas

Especialistas falam sobre Dor no ombro

O tratamento inicial inclui repouso, medicamentos anti-inflamatórios (como ibuprofeno), e exercicios de alongamento. Uma vez que a inflamação inicial é controlada, exercicios de alongamento são importantes para recuperar a amplitude de movimento. Após a série completa do movimento é restaurado, um programa de fortalecimento pode ajudar a prevenir episódios adicionais. Episódios recorrentes e dor que não desaparece com o tratamento inicial pode indicar uma doença mais grave e devem ser avaliados pelo seu médico. O reumatismo recorrente é tratado com a remoção de osso da parte inferior do acrômio (chamado acromioplastia).

Roberto Rangel Bongiovanni

Ortopedista - traumatologista

São Paulo


A dor típica se caracteriza por: Dor no ombro e na face lateral do braço; Dor ao dormir sobre o ombro; Dor que piora ao se deitar; Dor ao elevar o ombro acima da cabeça; Dor ao pentear o cabelo; Dor ao abotoar o sutiã ou coçar as costas; Perda de força para executar atividades ou esportes com o braço acima da cabeça.

Rafael Patrocinio

Ortopedista - traumatologista

Fortaleza

Agendar uma visita

A dor no ombro é um tipo de dor musculoesquelética e pode envolver inúmeras estruturas acometidas (articulações, tendões, músculos, bursas e ligamentos). A síndrome do impacto é muito frequente como causa de dor no ombro. Sendo que nesse quadro, a elevação do braço reduz o espaço entre a cabeça do úmero e o arco coracoacromial, pressionando (por impacto) as estruturas presentes neste espaço subacromial (bursa, tendões da bainha, tendão do bíceps). Esta sobrecarga mecânica pode inclusive levar à tendinose e ruptura dos tendões do manguito rotador.

Maike Heerdt

Especialista em dor, Terapeuta complementar

São Paulo


As principais causas de dor no ombro são: - Lesão do manguito rotador (conjunto de tendões que ajudam na movimentação do ombro) - Bursistes (processo inflamatório da Bursa) - Tendinites/tendinopatias (processo inflamatório dos tendões) - Sindrome do impacto subacromial O manguito rotador é composto por 4 tendões (supraespinal, infraespinal, subescapular e redondo menor), estes permitem a movimentação do nosso ombro em todas as direçoes. Quando temos uma rotura/lesão em um desses tendões temos dor e limitação do movimento do braço. O tratamento depende do tamanho da lesão e número de tendões rompidos.

Fernando Cesar Furlan

Ortopedista - traumatologista

São Paulo


A capsulite adesiva ou ombro congelado é uma condição na qual há muita dor associada com limitação de movimento. A causa não é bem estabelecida, mas está associada a diabetes e hipotireoidismo e é mais comum em mulheres de 40 a 60 anos. ​O diagnóstico de capsulite adesiva é clínico e deve ser diferenciado de condições que podem se assemelhar com o quadro clínico do ombro congelado como lesão manguito rotador e tendinite calcárea, uma vez que essas condições têm tratamentos diferentes.

Leonardo Hideto Nagaya

Ortopedista - traumatologista

São Paulo


Dor no ombro por se tratar de uma queixa muito genérica deve ser bem examinado e avaliado pelo especialista. Muitos fatores direcionam o médico para um diagnóstico preciso, como idade, comorbidades, sexo, nível de atividade física e exercícios e profissão. Pacientes de mais idade, tendem a doenças mais crônicas degenerativas. Atletas dependendo do movimento e carga realizada, a doenças mais agudas, como sobrecarga ou tendinites.Enfim, o especialista deve checar todos os pontos que o conduzam ao diagnóstico correto e consequentemente, ao tratamento específico e eficaz.

Pâmela De Melo Casagrande

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Campinas

Agendar uma visita

O ombro e o cotovelo são articulações complexas e que apresentam um grande arco de movimento, e para que a mobilidade ocorra da melhor forma é necessário à integridade muscular, óssea, tendínea e articular. Nós oferecemos os cuidados que precisa.

Leandro Marano Rodrigues

Ortopedista - traumatologista

Vitória


A dor no ombro pode ocorrer por diversos motivos. Entre os mais comuns, estão as tendinites e as bursites que tecnicamente são conhecidas como Síndrome do Impacto ou Síndrome do Manguito Rotador. Nesta doença o grande perigo é a possibilidade de rompimento tendinoso que pode levar à indicação de tratamento cirúrgico, enquanto a inflamação a melhor conduta seria a fisioterapia. Além desta doença temos também como causa de dor a Capsulite Adesiva e a Tendinite Calcárea que tem como opção e preferência o tratamento conversador (não cirúrgico). Em todos os casos, é necessário a avaliação do especialista em Ombro para a definição da melhor conduta.

Guilherme Do Val Sella

Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Agendar uma visita

Atendo há 10 anos pacientes com dor nos ombros no setor de Reumatologia do Hospital Federal dos Servidores do Estado do RJ . Esta minha experiência utilizo para o cuidado especial dos pacientes com bons resultados de resolução dos quadros dolorosos. Na consulta individual iremos fazer uma diagnóstico clínico e radiológico, programar e efetuar um plano teratêutico e também esclarecer dúvidas. Canal aberto para comunicação após consultas (via telefone ou mensagens).

Leonardo Romeiro

Médico clínico geral, Reumatologista

Rio de Janeiro


Câncer de mama e a Ortopedia A Síndrome Dolorosa Pós-Mastectomia acontece quando há dor persistente por mais de 3 meses após qualquer cirurgia na mama, mesmo que seja apenas uma Nodulectomia. É comum encontrarmos causas de dor de componente nociceptivo (exemplo: lesão de manguito rotador) e neuropático (exemplos: lesão de nervo intercostobraquial, neuromas cicatriciais, síndrome da mama fantasma). O exame físico deve englobar postura, arco de movimento dos ombros, assim como a avaliação do ritmo escapuloumeral. A avaliação multidisciplinar é importante para promover uma boa recuperação e minimizar causas de dor no pós-operatório.

Felipe Machado Do Amaral

Ortopedista - traumatologista

Barueri

Agendar uma visita

A dor no ombro pode surgir em algum momento da vida em até 10% da população. É importante destacar que a dor no ombro pode ter como causa uma alteração fora do ombro, por exemplo: uma compressão da raiz nervosa cervical, uma inflamação na vesícula, etc. Dentre os problemas que podem acometer o ombro e gerar dor, destaco a síndrome do impacto (bursite, tendinites e rupturas do manguito rotador), a artrose, a instabilidade/luxação do ombro, entre outros problemas. Na vigência de quadro doloroso do ombro, é fundamental uma avaliação com ortopedista especializado em cirurgia de ombro para um correto diagnóstico e tratamento.

Joao Henrique Dias Apolinário

Ortopedista - traumatologista

Belém


A dor no ombro é uma queixa bastante comum nos serviços de urgência e consultórios de ortopedia, principalmente do especialista de ombro. Existem diversas causas, associadas a cada faixa etária, atividade física e gênero do paciente. O exame físico bem feito, além da história e comorbidades relatadas pelo paciente é essencial p/ direcionar a hipótese diagnóstica e os exames de imagem necessários p/ confirmação. De acordo com o diagnóstico estabelecido, o tratamento será conservador, englobando medicações orais ou injetáveis, infiltrações e fisioterapia, ou cirúrgico, podendo ser indicada artroscopia (cirurgia por vídeo) ou procedimentos cirúrgicos abertos, a depender da doença existente.

Diego Pedrosa Carneiro Leal

Ortopedista - traumatologista

Recife

Agendar uma visita

A dor no ombro é muito comum e pode ser devida a diferentes fatores, tanto inflamatórios quanto degenerativos. Para o correto diagnóstico, o ideal é o paciente ser devidamente examinado por um médico habituado ao reconhecimento das diferentes patologias que acometem o ombro. Os exames complementares sem um bom exame físico são insuficientes para o correto diagnóstico.

Verônica Mello Maia

Médico clínico geral, Reumatologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Dor no ombro?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.