Bexiga urinária hiperativa - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - bexiga urinária hiperativa

Encontre um especialista na sua cidade:
Maria Simões Dias

Maria Simões Dias

Fisioterapeuta

Cachoeiro de Itapemirim

Miriam Leticia Alves

Miriam Leticia Alves

Fisioterapeuta

Ribeirão Preto

Fernanda Torres

Fernanda Torres

Fisioterapeuta

Itaboraí

Yasmin Melo

Yasmin Melo

Fisioterapeuta

Taubaté

Agnes Luciana Souza de Mendonca

Agnes Luciana Souza de Mendonca

Fisioterapeuta, Dentista

Niterói

Auri Ferreira dos Santos

Auri Ferreira dos Santos

Nefrologista, Médico clínico geral

Porto Alegre

Perguntas sobre Bexiga urinária hiperativa

Nossos especialistas responderam a 31 perguntas sobre Bexiga urinária hiperativa

Olá
São duas coisas diferentes. A bexiga hipodistendida significa que ela não estava cheia suficiente e a bexiga hiperativa é um problema no qual paciente fica com vontade de ir no banheiro…


Bexiga pouco distendida (pouca quantidade de urina). Provavelmente você leu em um laudo de ultrassonografia. Para esses exames, o ideal é a bexiga estar bem distendida pela urina.


Ola
Esse remédio é uma outra classe de remédio para o tratamento da bexiga hiperativa , mas para saber se vai piorar a gastrite teria que tomar para avaliar.
Espero ter ajudado…

Especialistas falam sobre Bexiga Urinária Hiperativa

A bexiga hiperativa é caracterizada por frequência urinária aumentada, sensação de que se não urinar naquele momento a pessoa pode perder urina e perdas urinárias por forte desejo. Existem várias medicações, além de fisioterapia que podem melhorar estes sintomas. No entanto, alguns casos não respondem ao tratamento convencional (medicação e fisioterapia) e então necessita de abordagem mais efetiva. Nessa linha existem duas boas opções: injeção na bexiga de toxina botulínica (botox) e neuromodulação sacral (que consiste na estimulação contínua através de eletrodo do nervo que inerva a bexiga). De uma maneira geral, o resultado do tratamento proporcional bons resultados.

Jose Ailton Fernandes Silva

Urologista

Rio de Janeiro


Bexiga Hiperativa é um conjunto de sintomas urinários caracterizados pelo aumento das vezes que você precisa ir ao banheiro de dia e/ou de noite que pode estar associado a necessidade urgente de urinar e perda de urina. Esses sintomas são bastante incômodos e atrapalham muito o dia a dia das pessoas. O mais importante é que existem várias formas de tratamentos eficazes para este distúrbio. Procure um Médico Urologista especializado nesta doença para saber qual a melhor maneira de resolver seu problema e melhorar a sua vida.

A Síndrome da Bexiga Hiperativa é um conjunto de sintomas, tais como: urgência (forte desejo para urinar), aumento da frequência urinária (aumento das idas ao banheiro para urinar durante o dia) e noctúria (aumento das idas ao banheiro à noite para urinar), na ausência de infecção urinária ou outras patologias. Pode ser acompanhada por incontinência urinária que é a perda involuntária de urina.

É a associação de alguns sintomas: urgência urinária, com ou sem incontinência associada, geralmente acompanhada de aumento de frequência e noctúria (incontinência urinária noturna).Para o seu diagnóstico é fundamental afastar infecção urinária, condições metabólicas ou outras doenças que podem disfarçar o quadro clínico de bexiga hiperativa.

Fabio Leal

Ginecologista

Vitória

Agendar uma visita

Bexiga Hiperativa é uma síndrome caracterizada por um conjunto de sintomas, com destaque para a urgência miccional, geralmente associada à polaciúria. A polaciúria é a necessidade de urinar com maior frequência, superando 8 vezes ao dia. A noctúria, necessidade de acordar durante a madrugada para urinar, também é um sintoma da bexiga Hiperativa. Todos os sintomas descritos prejudicam a qualidade de vida do paciente, podendo causar constrangimentos e problemas sociais. A noctúria também pode causar distúrbios do sono, afetando a produtividade do indivíduo. Felizmente, os avanços da medicina permitem tratamento adequado para grande parte dos pacientes.

A síndrome da bexiga hiperativa (BH) é definida pela sociedade internacional de continência (ICS) como uma síndrome clínica caracterizada pela presença de urgência miccional, frequentemente associada a aumento da frequência e noctúria, acompanhada ou não de incontinência urinária, na ausência de fatores metabólicos, infecciosos ou locais1. Por sua vez, hiperatividade do detrusor, refere-se a um diagnóstico urodinâmico que se caracteriza por contrações involuntárias do detrusor durante a cistometria, podendo ser neurogênica ou idiopática. A prevalência de sintomas de BH na população adulta de ambos os sexos chega a 17%, sendo que na mulher, durante o menacme, apresenta prevalência entre 8 a 5

O que é? A bexiga hiperativa é um problema pouco conhecido, mas extremamente comum É uma síndrome que se caracteriza pelos seguintes sintomas: urgência urinária, que pode vir acompanhada ou não de incontinência urinária, aumento da frequência das micções ao longo do dia e necessidade de levantar algumas vezes à noite para urinar.

Michel Salim Khouri

Urologista

Visconde Do Rio Branco

Agendar uma visita

Bexiga hiperativa é caracterizada pela associação dos sintomas como: urgência urinária ( vontade súbita e difícil de adiar) com ou sem incontinência associada, geralmente acompanhada de aumento de frequência e noctúria ( acordar várias vezes de noite para urinar). O tratamento com eletroestimulação, cinesioterapia específica, biofeedback e orientações comportamentais, normalmente, tem bom resultado.

Causada por contrações involuntárias do músculo da bexiga, vontade incontrolável de urinar podendo levar a perda de urina durante o percurso do banheiro, urinar demasiadamente inclusive durante à noite. O tratamento consiste em alterações de hábitos de vida diários individualmente, conscientização corporal, fortalecimento da musculatura perineal e modulação dos impulsos que levam o Detrusor (músculo da bexiga) trabalhar em excesso.

Danielly Fialho Amado

Fisioterapeuta

Belém


Lembrem da criança hiperativa!!! A bexiga Hiperativa é uma bexiga que se contrai na hora errada, na fase de enchimento da bexiga ela deveria ficar relaxada, mas essa não!! Então surge uma vontade súbita de urinar. O sintoma principal é a urgência em ir ao banheiro e por vezes acompanhada de dor. Outro sintoma é frequência urinária aumentada, que para mulher, significa ir mais de 7 vezes ao banheiro durante o dia. A incontinência de urgência é a necessidade súbita de ir ao banheiro seguida de perda de urina. Ir muitas vezes à noite ao banheiro é outro sintoma frequente.

Carolina Barreto

Fisioterapeuta

Salvador


Paciente após realizar um exame de urodinâmica, com o diagnóstico de bexiga hiperativa, as primeiras opções de tratamento são os anticolinérgicos. Caso nenhum resolva, a opção seria injeção de Botox intra vesical.

Andre Luiz Oliveira

Urologista

Campinas


É uma síndrome que se caracteriza pelos seguintes sintomas : urgência, aumento da frequência, urge incontinência ( perda involuntária de urina acompanhada ou precedida imediatamente de urgência).A fisioterapia pélvica tem atuado de forma eficaz no tratamento da BH, possibilitando assim melhora na qualidade de vida desse paciente.

A Síndrome da Bexiga Hiperativa traz muitos transtornos à qualidade de vida. O aumento da frequência e a sensação de vontade urgente de urinar e, por vezes, até a impossibilidade de controlar a urina, com perdas, podem ser sinais deste problema. O diagnóstico adequado é o passo essencial para iniciar o tratamento dessa situação. Em algumas situações, o exame urodinâmico pode estar indicado. Fazemos o exame no próprio consultório.

Quais profissionais tratam Bexiga urinária hiperativa?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.