Crescimento excessivo da gengiva - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em crescimento excessivo da gengiva

Encontre um especialista em Crescimento Excessivo Da Gengiva na sua cidade:
Natália Faleiros

Natália Faleiros

Dentista

Santos

Paulo Sérgio Nonato

Paulo Sérgio Nonato

Dentista

José Bonifacio

Ricardo Hiller

Ricardo Hiller

Dentista

Natal

Alexandre Dunaev

Alexandre Dunaev

Dentista

Niterói

Marina de Melo Naves

Marina de Melo Naves

Dentista

Uberlândia

Perguntas sobre Crescimento excessivo da gengiva

Nossos especialistas responderam a 2 perguntas sobre Crescimento excessivo da gengiva

O ideal é q se faça a correção do sorriso gengival com gengivoplastia após a alta do tratamento ortodôntico . Salvo algumas exceções : qdo o crescimento da gengiva atrapalha a manutenção do aparelho…
4 respostas

Dr. Daniel Hacomar
Dr. Daniel Hacomar
Cirurgião buco-maxilo-facial
São Paulo
A especialidade que trata das alterações esqueléticas dos maxilares é um cirurgião Bucomaxilofacial. Porém se seu filho tiver ainda na infância ele também pode ser acompanhando por um ortodontista.
5 respostas

Especialistas falam sobre Crescimento Excessivo Da Gengiva

Quando o paciente se queixa de uma aparente exposição excessiva de gengiva, temos que fazer um correto diagnóstico para saber qual a real causa desse problema. Geralmente temos 3 causas: ou a gengiva realmente cresceu excessivamente sobre os dentes, e então precisamos fazer uma gengivoplastia, ou o osso maxilar todo está mais baixo, precisando de uma cirurgia ortognática ou na verdade o lábio superior sobre muito no sorriso. Neste último caso, uma das soluções é a aplicação de toxina botulínica (Botox) para que o lábio suba menos no sorriso. Tudo começa com um diagnóstico preciso por um profissional capacitado.

Dr. Rowan Vilar

Dentista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Crescimento excessivo da gengiva?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.