Déficit do processamento auditivo central - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em déficit do processamento auditivo central

Encontre um especialista em Déficit do Processamento Auditivo Central na sua cidade:
Milena Reis

Milena Reis

Fonoaudiólogo

Nilópolis

Samanta Marques Reis Fortes

Samanta Marques Reis Fortes

Otorrino

São José dos Campos

Luci Mara Geroldo

Luci Mara Geroldo

Fonoaudiólogo

São Paulo

Leandro Morioka

Leandro Morioka

Otorrino

Jataí

Eliane Mauro Santiago

Eliane Mauro Santiago

Fonoaudiólogo

Rio de Janeiro

Claudia Eckley

Claudia Eckley

Otorrino

São Paulo

Perguntas sobre Déficit do processamento auditivo central

Nossos especialistas responderam a 21 perguntas sobre Déficit do processamento auditivo central

 Daniela De Oliveira Prust
Daniela De Oliveira Prust
Otorrino
Brasília
Boa tarde. Existe sim, é preciso avaliar para saber quais são as dificuldades do seu filho e qual seria o tratamento mais indicado, pois as alterações do processamento auditivo geralmente estão…
8 respostas

 Larissa Corrêa Batista Guimarães
Larissa Corrêa Batista Guimarães
Fonoaudiólogo
Rio de Janeiro
A disortografia tem solução com terapia fonoaudiologica sim, porém depende de como a criança vai responder aos estímulos dados. A disortografia pode sim ter uma questão de processamento auditivo,…
4 respostas

Dra. Roseli Cardoso
Dra. Roseli Cardoso
Fonoaudiólogo, Psicopedagogo
Nova Iguaçu
Sim a disortigrafia pode ter relação com DPAC, dificuldade de decodificação dos sons verbais por exemplo. Agora em nenhum dos casos são tratados com medicamento, apenas terapia.
4 respostas

Especialistas falam sobre Déficit do Processamento Auditivo Central

O transtorno do processamento auditivo central caracteriza-se por uma dificuldade em analisar o sinal acústico recebido, mesmo que o indivíduo tenha sensibilidade auditiva preservada. Na fase adulta, o impacto deste distúrbio é mais evidente nos ambientes social e profissional. Na maioria das vezes, a reabilitação convencional de linguagem não contempla as expectativas do paciente. Sendo assim, o treinamento auditivo formal pode ser oferecido como uma abordagem terapêutica para estes indivíduos.

Carine Cruz Ferreira

Fonoaudiólogo


Sistema Auditivo Central: ​ Para escutar, a audição periférica tem que funcionar bem. Mas não basta. Do nervo auditivo em diante, até a parte do cérebro que processa os sons, há um longo caminho, que possibilita a compreensão daquilo que se escutou. São um conjunto de habilidades auditivas como: figura fundo (ex: conseguir prestar atenção em uma conversa e ignorar fala de fundo); fechamento auditivo (ex: entender uma palavra mesmo que um pedacinho dela seja encoberto por um ruído de fundo), integração binaural (reconhecer duas informações diferentes ao mesmo tempo), entre outras habilidades,  que  dependem do bom funcionamento do processamento auditivo e a avaliação permite identificar.

Quais profissionais tratam Déficit do processamento auditivo central?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.