Doenças das glândulas salivares - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em doenças das glândulas salivares

Encontre um especialista em Doenças Das Glândulas Salivares na sua cidade:
Gleyciane Santos

Gleyciane Santos

Dentista

Andrea Vieira Laercio Pontes

Andrea Vieira Laercio Pontes

Dentista

Fortaleza

Silvania Barcelos

Silvania Barcelos

Dentista

Belo Horizonte

Anselmo Anselito

Anselmo Anselito

Dentista

Ana Cristina Barbosa Castelo Branco

Ana Cristina Barbosa Castelo Branco

Dentista

Rio de Janeiro

Perguntas sobre Doenças das glândulas salivares

Nossos especialistas responderam a 50 perguntas sobre Doenças das glândulas salivares

 Daniel de Souza Pereira
Daniel de Souza Pereira
Dentista
Paulínia
Uma avaliação clínica e por imagem são imprescindíveis para o diagnostico correto nesse caso.
2 respostas

Dr. Diego Limoeiro
Dr. Diego Limoeiro
Cirurgião buco-maxilo-facial, Dentista
Rio de Janeiro
Olá! Inicialmente tem que se ter o provável diagnóstico para o aumento de suas glândulas, antes de qualquer decisão.
Sugiro consultar um especialista em estomatologia.
1 respostas

Dr. Alexandre Bezerra Dos Santos
Dr. Alexandre Bezerra Dos Santos
Cirurgião de cabeça e pescoço
São Paulo
Em geral esse tumor tem crescimento lento e tem pouca sintomatologia. Não trata-se de uma urgência, basta agendar uma avaliação com o especialista, que devera solicitar os exames pre-operatorios…
3 respostas

Especialistas falam sobre Doenças Das Glândulas Salivares

Em muitos casos de doenças inflamatórias das glândulas pode-se, atualmente, utilizar a Sialoendoscopia. A Sialoendoscopia é um método de diagnóstico e tratamento para as doenças obstrutivas não neoplásicas das glândulas salivares, como sialodenites inflamatórias, obstrutivas por radioiodoterpia após tratamento de câncer de tireóide por estenoses, cálculos, etc... O objetivo sempre é tratar destas afecções sem ter que retirar a glândula. Uma adequada seleção do paciente sempre é necessária para o sucesso da técnica.

Giulianno Molina De Melo

Cirurgião de cabeça e pescoço

São Paulo

Agendar uma visita

As doenças de glândula salivar mais comum é a mucocele ou "bolha na boca" que desaparece do mesmo jeito que aparece. Crianças são mais afetadas, traumatismos frequentes nos lábios (queda) obstruem o ducto salivar impedindo o funcionamento de pequenas glândulas. Essa patologia tem indicação de ser removida quando causar dor ou desconforto. Algumas patologias tem potencial infeccioso ou tumoral. Recomento a procura de um especialista para melhor avaliação e se necessário realizar biópsia ou remoção total.

Thiago Bonifácio De Souza Guimarães

Cirurgião buco-maxilo-facial, Dentista

Goiânia

Agendar uma visita

As glândulas salivares incluem as glândulas maiores (parótidas, submandibulares e sublinguais) e glândulas menores. Podem ser acometidas por doenças infecciosas (bacterianas e virais), inflamatórias autoimunes, neoplásicas e ainda podem formar pedras. Nas infecciosas ocorre aumento rápido de volume, com dor e sinais de inflamação. Pode sair pus na boca e algumas vezes está associado a quadros de pedra na glândula. No entanto, as causas neoplásicas são as mais dramáticas. Podem ser tanto benigno como maligno, sendo que ambas devem ser tratadas com cirurgia. E os processos inflamatórios autoimunes e a doença reumáticas com tratamento mais complexos e normalmente medicamentosos.

Murilo Catafesta Das Neves

Cirurgião de cabeça e pescoço

São Paulo

Agendar uma visita

Temos várias glândulas que produzem saliva. Por vezes, inflamam ou chegam a formar nódulos. Devem ser bem avaliadas para que o diagnóstico correto seja feito, e tratamento adequado seja instituído, que pode ser desde um simples cuidado alimentar, até eventualmente uma biópsia ou cirurgia.

José Chacra Jr.

Cirurgião de cabeça e pescoço

Jundiaí

Agendar uma visita

As glândulas salivares são responsáveis pela produção de saliva. Apesar de pouco conhecidas, podem sofrer processos inflamatórios, auto-imunes, infecciosos e neoplásicos como qualquer outra glândula. As mais conhecidas são as glândulas parótidas, submandibulares e sublinguais, mas existem glândulas microscópicas, chamadas de glândulas salivares menores que também podem apresentar processos neoplásicos. Sempre que há necessidade de uma cirurgia de glândula salivar, o ideal é que ela seja feita por um cirurgião de cabeça e pescoço, pois sempre exige muito conhecimento da anatomia e expertise suficiente para evitar as complicações que estão relacionadas a este tipo de procedimento.

Francisco Bomfim

Cirurgião de cabeça e pescoço

Fortaleza

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Doenças das glândulas salivares?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.