Doenças do nervo óptico - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - doenças do nervo óptico

Rafael Miranda Sousa

Rafael Miranda Sousa

Oftalmologista

Lauro de Freitas

Clara Lima Afonso

Clara Lima Afonso

Oftalmologista

Salvador

Fernando Mauro Del Faveri Corio

Fernando Mauro Del Faveri Corio

Oftalmologista

Osvaldo Cruz

Marcio Mendes

Marcio Mendes

Oftalmologista

São Paulo

Sarita Pazetto Turchetti Camargo

Sarita Pazetto Turchetti Camargo

Oftalmologista

Cascavel

Luis Felipe Silva Dias

Luis Felipe Silva Dias

Oftalmologista

Poços de Caldas

Perguntas sobre Doenças do nervo óptico

Nossos especialistas responderam a 83 perguntas sobre Doenças do nervo óptico

Que tal levar o exame para o médico que solicitou? Pelo exposto no exame apenas da para suspeitar que você é um paciente míope.
1 respostas


Já levou o exame ao médico que solicitou? É importante dar sequência a linha de raciocínio.
1 respostas


BOA TARDE,
INFELIZMENTE NÃO HÁ ATÉ O MOMENTO TRATAMENTO PARA RECUPERAÇÃO VISUAL NESTA SITUAÇÃO. MAS HA ESTUDOS COM CELULAS TRONCO, E ATÉ MESMO IMPLANTE DE ELETRONICOS NA RETINA. CUIDE-SE…
1 respostas

Especialistas falam sobre Doenças Do Nervo Óptico

Nosso caso apresentado no Congresso Mundial de Oftalmologia 2018 ( em Barcelona, Espanha) permitiu a discussão do uso dos anti-oxidantes, em especial a Idebenona, no tratamento da neuropatia óptica hereditária de Leber. Acredita-se que a recuperação parcial da visão pode ser atribuída à combinação do uso da medicação e da história natural da mutação mitocondrial presente no nosso caso.

Luciano Mesquita Simao

Oftalmologista

Belo Horizonte

Quais profissionais tratam Doenças do nervo óptico?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.