Doenças do pé - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - doenças do pé

Encontre um especialista na sua cidade:
Sandrelli Araujo Melo

Sandrelli Araujo Melo

Ortopedista - traumatologista

Recife

Renato Caravellos

Renato Caravellos

Ortopedista - traumatologista

Rio de Janeiro

Leonardo Grandi

Leonardo Grandi

Especialista em medicina física e reabilitação

Rio de Janeiro

Marcelo Nogueira Kokis

Marcelo Nogueira Kokis

Ortopedista - traumatologista

Rio de Janeiro

Maxsuel Fidelis Almeida

Maxsuel Fidelis Almeida

Médico de tráfego, Ortopedista - traumatologista

Campina Grande Do Sul

Silvio Maffi

Silvio Maffi

Ortopedista - traumatologista

Porto Alegre

Perguntas sobre Doenças do pé

Nossos especialistas responderam a 103 perguntas sobre Doenças do pé

Depende do tipo de fratura,mas a melhora da dor é boa evolução,que deve ser confirmado com a radiografia,que foi solicitada com tempo minimo para diagnosticar consolidação por exame de rx.
2 respostas


tudo depende do tipo de fratura, localização, e o acompanhamento ortopedico regular. Essa pergunta não pode ser respondida sem avaliação clinica e radiografica adequadas. Procure seu medico…
2 respostas


É normal sentir alguma dor na adaptação da órtese, mas ela é causada pela fratura, que foi originada no trauma. Provavelmente não é uma dor causada pela órtese, mesmo assim, é sempre indicado…
2 respostas

Especialistas falam sobre Doenças Do Pé

Malformações congênitas podem afetar o pé provocando várias anomalias, destacando-se: 1) duplicação de dedos (polidactilia); 2) falta de separação de dedos (sindactilia); 3) combinação de duplicação com falta de separação dos dedos (polissindactilia); 4) dedos excessivamente grandes (macrodactilia) ou excessivamente pequenos (microdactilia); 5) ausência de dedos (agenesia); 6) formas aberrantes do antepé como por exemplo a deformidade em "pinça de lagosta" ou o gigantismo provocado pela neurofibromatose (doença do "homem elefante"). Outras deformidades congênitas que requerem devida atenção e tratamento são: o pé talo vertical congênito; a coalizão tarsal (barra óssea); o pé metatarso aduto.

Ricardo Cardenuto Ferreira

Ortopedista - traumatologista

São Paulo


Para um pé ser saudável, ou seja, que não leve a dificuldade na forma de andar, que não seja doloroso e que tenha um boa adaptação aos sapatos, ele precisa ser plantígrado e ter mobilidade. Dores localizadas, desgaste irregular do calçado ou limitação do movimento dos pés, são sinais de alterações importantes, e é necessária a avaliação do especialista para tratamento adequado.

Caroline Abreu

Ortopedista - traumatologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Doenças do pé?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.