Lesões de ligamentos cruzados do joelho - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O que é uma lesão no ligamento cruzado?

ACL é chamada cada uma das duas cordas que conectam o osso fêmur da tíbia na profundidade da articulação do joelho. O ACL começa na parte de trás do fêmur e termina na frente da tíbia. A parte traseira tem um sentido transversal, ou seja, começa na frente do osso femoral, e termina na parte de trás da tíbia..

A função dessas seqüências é estabilizar o joelho, impedindo que a perna se mova para frente ou para trás, quando submetido a uma tensão.

Lesões dos ligamentos são chamados de entorses, e constituem uma ruptura. Pode ser de algumas de suas fibras (ruptura parcial) ou todos (ruptura completa). A gravidade da entorse é indicada pelo grau de mobilidade anormal do joelho.

Por que produzir lesão do ligamento cruzado?

A ACL é a mais freqüentemente quebrado, e geralmente ocorre em atletas que sofrem uma entorse, muitas vezes, movendo o corpo sobre a perna que está fixo no chão: o pouso de um salto, bloqueio numa pista de esqui, entrada de um adversário forte no futebol, etc.

A quebra posterior cruciate com menos frequência, e acidentes de trânsito mais frequentes, em que a frente do osso tibial é atingido. A tíbia é movida para trás e quebra a cruz que tenta impedir este movimento: por exemplo, choques ao pára-choque do carro, ou no painel de instrumentos, ou quedas de bicicleta.

Quais os sintomas ocorrem?

  • As rupturas são seguidas de dor. Você pode ter o sentimento abalado, mas depois desaparece.
  • É comum que um vazamento, quando as estruturas no interior da articulação. O vazamento anterior cruciate aparece nas primeiras três horas, e muitas vezes é significativo.
  • As rupturas do ligamento cruzado posterior podem causar um hematoma na dobra do joelho (poplítea fossa).
  • Se a ruptura for pequena, não costuma causar uma sensação de instabilidade, ou seja, que o joelho se move de forma anormal e não controla, a pé.
  • Em ruptura grave ACL,  melhora aparentemente e até pode desaparecer, mas quando o paciente retorna ao esporte vai senti-lo, definindo-o como se o joelho fosse para fora para a frente.
  • Em rupturas severas posterior o sentimento de instabilidade é muito mais raro.
  • A dor de uma ruptura desaparece dentro de dias ou semanas. Se não tratada adequadamente, a instabilidade vai causar dor residual, mas por fricção ou cartilagem meniscal.

O que o médico deve fazer quando  suspeita de entorse de ligamento cruzado?

Você deve executar uma varredura completa de ambos os joelhos, para comparar os resultados e descartar outras lesões associadas.

Se o  joelho incha muito, o líquido deve ser removido. Em 95% dos casos de AVC que contém sangue (chamado de hemartrose), é um ligamento cruciate anterior rasgado.

Lesão recém feita pode prejudicar demais  a exploração. Neste caso, você pode anestesiar localmente, fazer a exploração do joelho e  imobilizar o joelho com uma ou duas bandas de gesso (talas) por 10 dias ou assim, para diminuir a dor.

Testes para ACL

O teste é geralmente obtido pela manobra Lachmann: o médico dobra o joelho um pouco e puxa a tíbia para a frente. Se a tíbia se move para frente da perna, o teste é positivo. Com este teste, podemos avaliar o grau de instabilidade clínica ou laxismo, que é a quantidade de deslocamento que o médico detecta anormal.

No entanto, o teste mais específico é o deslocamento do pivô: o médico aperta o joelho, fazendo um movimento de pressão e rotação. Se o joelho desengata, o teste é positivo e indica um laxismo grave cruciate. O problema é a dificuldade em obtê-lo, pois  é dolorosa e o paciente tem os músculos tensos inconscientemente, para se proteger.

Testes Exploratórios para posterior cruciate

O paciente é dobrado com o  quadril e joelho dobrados em ângulo reto, o médico pressiona a perna para baixo. Se você percorrer a perna cicatriza, o teste é positivo. Permite a avaliação do grau de instabilidade clínica.

Que outras lesões devem ser descartadas?

  • Profunda dor também pode aparecer no menisco ou cartilagem vizinhos.
  • A sensação de instabilidade também pode ocorrer em lesões de ligamentos colaterais da cartilagem patelar, mas o paciente percebe um movimento diferente em seu joelho e senti-lo mais vezes.
  • O paciente deve saber que algumas ou todas essas lesões podem ocorrer simultaneamente.

Que testes são frequentemente pedidos?

Radiografias do joelho

Eles são úteis para descartar ligamento em vez de  iniciar a sua ancoragem no fraturas ósseas chamadas espinhas tibial.

Ressonância magnética nuclear

Geralmente detecta a ruptura dos ligamentos cruzados e sua gravidade, bem como lesões de outras estruturas do joelho.

Como você recebe o diagnóstico?

Normalmente, a exploração realizada pelo médico detecta que o que está quebrado, e o grau de instabilidade clínica que produz.

Em caso de dúvida ou suspeita de que existem estruturas mais danificadas no joelho, o médico irá solicitar uma ressonância magnética. É importante entender que, às vezes, a gravidade de uma ruptura não corresponde à instabilidade da exploração. A ressonância pode ver a integridade de algumas fibras, mas esaes não podem ser úteis para a função do joelho.

Se a dúvida persistir, você deve executar uma artroscopia do joelho para ver o dano real das estruturas e uso de anestesia, para melhor explorar a articulação. Se confirmada a grave instabilidade ACL, o joelho não tem derrame e fica com boa mobilidade, ele usa o tempo de cirurgia para reconstruir a cruz.

Como é tratada?

O tratamento inicial baseia-se em quatro medidas:

  • Compressas Locais Fria, observado o prazo de 72 horas. Ele usa o saco típico de cubos de gelo ou bloco frio (saco selado com um gel dentro que é resfriado na geladeira). Nunca em contato direto com a pele para evitar queimaduras. É usual  manter cerca de 20 minutos a cada hora, tomando cuidado para não exceder três horas no total por dia.
  • Descanse pelo menos 24 a 48 horas, para evitar o agravamento da lesão.
  • Bandagem de compressão elástica, não rígida, para não cortar a circulação sanguínea.
  • Elevação do membro durante vários dias. Se o paciente está deitado, coloque um travesseiro sob a perna de modo que o pé fique mais alto do que o coração. Se o paciente senta, coloque um apoio das pernas em uma cadeira.

O tratamento definitivo:

Para a ruptura grave é radicalmente diferente do anterior e seguinte:

O anterior

ser operado em pacientes mais jovens, mas os resultados são melhores se você esperar até que ela desapareça até o derramamento e a mobilidade do joelho é total e indolor. Existem duas técnicas básicas para reconstruir e cada um tem seus detratores e defensores, mas ambos são eficazes:

  • Utilização de parte do tendão patelar e âncoras ósseas.
  • Usando tendões chamados isquiotibiais, osso, sem pílulas.

A parte de trás:

devem ser tratados com uma série de fisioterapia para os músculos dos membros. Apenas em casos de instabilidade severa e também causar a dor, eles pensam de cirurgia, implantando o tendão patelar com âncoras de osso. O problema é que há sempre uma instabilidade residual após a cirurgia, além de ser uma técnica muito complexa.

A cirurgia é geralmente realizada com anestesia peridural , permitindo que o paciente esteja consciente.

O implante é colocadono  tendão na mesma direção e amarra o ligamento rompido. Devido à forma do ligamento cruzado posterior, que não pode ficar 100%, daí os resultados são muitas vezes pobres, da operação.

O que você faz após a cirurgia do ligamento cruzado anterior?

Durante o período de imobilização (fundido ou em faixas cinta articulada), o paciente fez tonificar os músculos do membro, para evitar a atrofia.

Ao usar a técnica do tendão patelar ajuda a apoiar o membro  antes de usar os isquiotibiais.

Após imobilização, um médico faz um programa de fisioterapia para ganhar mobilidade e força no joelho gradualmente, começando com bicicleta ergométrica, exercícios de alongamento para quadríceps e em poucos meses, começa a correr e saltar. Assim, após seis meses, você pode retornar ao esporte.

Não existe um padrão fixo em termos de tempo de inatividade,  hora de apoiar a perna, ou o tipo de reabilitação do ciclo. Cada cirurgião ortopedista aplica-se o padrão considerado mais eficaz, de acordo com sua escola de cirurgia, a técnica utilizada, a outras lesões nos joelhos e no estado que é a âncora do ligamento reconstruído.

Como viver com uma ruptura de ligamentos cruciate sério?

ACL

  O paciente não será capaz de praticar esportes ou realizar força de trabalho, pois pode acabar com osteoartrite do joelho.

O esforço excessivo são escassos em um paciente de meia-idade  por isso ele não é considerado um candidato para a cirurgia. O médico irá limitar as suas atividades e realizar uma série de meses de terapia física, seguido de um treino de manutenção para os músculos da coxa proteger o seu joelho.

Posterior cruciate

A sentir instabilidade, mais a confiança do paciente no exercício, até que a dor da osteoartrite aparece devido ao desgaste da cartilagem da patela e do interior do joelho.

Especialistas em lesões de ligamentos cruzados do joelho

Encontre um especialista em Lesões de ligamentos cruzados do joelho na sua cidade:
Keipson Costa

Keipson Costa

Ortopedista - traumatologista

Pedro Leopoldo

Marcelo Soares

Marcelo Soares

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Rio de Janeiro

Carlos Eduardo Sanches Vaz

Carlos Eduardo Sanches Vaz

Médico clínico geral, Ortopedista - traumatologista

Londrina

Alvaro Afonso Oliveira Souto

Alvaro Afonso Oliveira Souto

Ortopedista - traumatologista

Dourados

Jonatas Brito

Jonatas Brito

Ortopedista - traumatologista

Lucas Alvarez

Lucas Alvarez

Ortopedista - traumatologista, Médico do esporte

Rio de Janeiro

Perguntas sobre Lesões de ligamentos cruzados do joelho

Nossos especialistas responderam a 423 perguntas sobre Lesões de ligamentos cruzados do joelho

Dr. Roberto Vagner Souza de Carvalho
Dr. Roberto Vagner Souza de Carvalho
Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista
Fortaleza
APÓS A LESÃO DO LCA, PERDEMOS UM REFLEXO CHAMADO DE REFLEXO DE LERICHE. A PERDA DESSE ARCO REFLEXO E DA PRÓPRIA REDUÇÃO DE DEMANDA GERA UMA ATROFIA QUADRICIPITAL QUE PERDURA ATÉ ALGUNS MESES…
1 respostas

 Dimitri Lovisaro Rumiantzeff
Dimitri Lovisaro Rumiantzeff
Ortopedista - traumatologista
Rio de Janeiro
Boa noite.
Cada profissional de medicina esportiva tem seu protocolo próprio de reabilitação. Somente seu médico poderá responder tua pergunta!
boa sorte
1 respostas

Ola!
A reabilitaçao de uma cirurgia como essa costuma levar 6-9 meses.
Relate o problema a seu médico assistente e nao deixe de ir às consultas agendadas.
Boa sorte na sua reabilitação!
1 respostas

Especialistas falam sobre Lesões de ligamentos cruzados do joelho

O ligamento cruzado anterior, ou LCA, é um dos quatro ligamentos principais que compõem o joelho. Ligamentos existem para estabilizar o fêmur (osso da coxa), que fica logo acima da tíbia (osso da canela). Os dois ligamentos centrais do joelho se cruzam (daí o nome “cruzados”). Descrição das lesões do LCA: o LCA é fundamental para manter a estabilidade do joelho. Lesões do LCA são muito comuns entre os atletas de todas as idades e níveis competitivos. Futebol, basquete, handball e vôlei são alguns exemplos comuns de esportes de risco que para um número maior de lesões do LCA. A decisão do tratamento (cirúrgico ou não) depende da idade do paciente, do exame clínico e de exames de imagem.

Marco Tulio Lopes Caldas

Ortopedista - traumatologista

Belo Horizonte


Quando um paciente sofre entorse do joelho na prática esportiva, sente um deslocamento, com dor e um estalo, e sensação clara de que o joelho saiu do lugar, em geral ocorreu rotura do ligamento cruzado anterior , daí passa a sentir uma insegurança , como se o joelho ficasse solto, às vezes até ao descer do carro. Em geral esta lesão pode ser corrigida com a reconstrução do ligamento cruzado anterior (lca), através de pequenos furos na cirurgia artroscópica e coloca-se um tendão no lugar do lca, fixado com pequenos implantes, recuperando novamente a estabilidade e segurança para praticar esportes, também com o ligamento corrigido, o joelho fica protegido de desgastes futuros .

Alexandre Terruggi Jr

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

São Carlos


A lesão do ligamento cruzado posterior é muito rara (graças a Deus). Mesmo assim, há tratamento para ela, e deve ser vista por um especialista. A lesão do cruzado anterior (LCA) é mais comum, e quase sempre, é tratada com a reconstrução cirúrgica. O LCA impede que o joelho faça movimentos de cisalhamento, movimento totalmente intolerado pela cartilagem, que sofre lesões profundas e rápidas, levando à artrose (desgaste irreversível) precoce. Podem haver lesões associadas, como meniscos e outros ligamentos. Procure um especialista rapidamente para minimizar o dano. Se precisar, tenho muita experiência para poder te ajudar de forma eficaz. Será uma honra.

George Alfred Delatorre

Ortopedista - traumatologista

Vila Velha

Agendar uma visita

São originadas de entorses no esporte, principalmente no futebol. Costumam dar inchaço, dor e frouxidão no joelho (instabilidade). O paciente passa a ter entorses sempre que pratica o esporte ou ao girar na perna apoiada em suas atividades de vida diária. Nos pacientes mais jovens e ativos o tratamento costuma ser cirúrgico, proporcionando geralmente o retorno ao esporte e atividades usuais. Nos com mais idade e menos ativos, a fisioterapia geralmente traz bons resultados. Fazemos a técnica anatômica e biológica, preservando o remanescente do ligamento antigo, minimizando a agressão e otimizando a capacidade de cicatrização e propriocepção do novo ligamento.

Alexandre Pagotto Pacheco

Ortopedista - traumatologista

Piracicaba


Temos dois ligamentos cruzados o anterior e o posterior, o mais comumente lesado é o anterior embora temos embasamento na literatura para tratamento conservador, na maioria dos pacientes ativos com atividades que envolvam mudança de direção ou choques, deveremos optar pelo tratamento cirúrgico, buscando restabelecer a biomecanica do joelho e evitar complicações a longo prazo.

Leonardo Monteiro

Ortopedista - traumatologista

Recife

Agendar uma visita

A lesão do ligamento cruzado anterior (LCA) é muito comum no nosso meio devido a acidentes motociclisticos e esporte de contacto ( ex: futebol ). Esse tipo de lesão comumente leva os joelhos à instabilidade e, assim, o tratamento cirúrgico é frequentemente indicado no intuito de estabilizar o joelho, diminuir lesões em outras estruturas dessa articulação e propiciar retorno rápido à prática esportiva. Porém há estudos que mostram bons resultados funcionais com tratamento conservador em lesões isoladas do LCA.

Ulbiramar Correia

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Goiânia

Agendar uma visita

Essas lesões são mais comuns em práticas esportivas, amadoras ou profissionais, mas também podem ocorrer em atividades comuns do dia a dia, causadas por tombos ou movimentos muito bruscos. Diante de uma lesão do ligamento cruzado, pode ocorrer um comprometimento só dele, mas também dos tendões, meniscos, cartilagens e ossos. Mesmo tão comum, há muitas dúvidas a respeito desse tipo de lesão, que pode dificultar a sua prevenção e tratamento. A cirurgia é inevitável para o indivíduo não-compensante, que sofre perda funcional com constante instabilidade do joelho, tendo limitações que o incapacitam a realizar atividades.

Ronald Bispo Barreto

Ortopedista - traumatologista

Aracaju

Agendar uma visita

O ligamento cruzado anterior ( LCA ) é o principal ligamento do joelho. Quando o LCA está rompido o joelho fica frouxo e o paciente experimenta a sensação de falseio toda vez que força o joelho. No nosso meio a maioria dos pacientes rompe o LCA jogando futebol. O tratamento da lesão do LCA, com algumas poucas exceções, é cirúrgico. O ligamento precisa ser reconstruído para que o joelho fique estável, evitando assim lesões nos meniscos e artrose. O ideal é operar logo o joelho. Estudos mostraram que os melhores resultados das cirurgias do LCA são naqueles pacientes operados algumas semanas depois da lesão. A cirurgia pode ser feita por artroscopia ( cirurgia por vídeo ).

Adriano Karpstein

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Curitiba


O joelho humano apresenta os ligamentos cruzados anterior e posterior. As lesões destes ligamentos são comuns especialmente na prática esportiva, bem como em acidentes de maior energia, como os motociclísticos e automobilísticos. O ligamento cruzado anterior atua impedindo o deslocamento anterior da tíbia e secundariamente auxilia na estabilidade medial do joelho. Não possui potencial de regeneração, sendo que, uma vez lesado necessita de reconstrução cirúrgica. O ligamento cruzado posterior evita o deslocamento posterior da tíbia e auxilia na estabilidade lateral. A lesão deste ligamento pode gerar graus variados de instabilidade, cujo tratamento pode ser conservador ou cirúrgico.

Mario Pacheco Jr

Ortopedista - traumatologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

As lesões os ligamentos cruzados do joelho são muito comuns em esportes que envolvem rotação do joelho , mudança de direção e saltos. A lesão geralmente ocorre durante uma torção mais forte do joelho, seguido de estalo e inchaço. Saindo lesões que geralmente não cicatrizam direito e evoluem com uma instabilidade do joelho, que pode será sentida, tanto durante as atividades do dia a dia, nas lesões mais graves, quanto somente durante a pratica esportiva, nas lesões parciais ou quando o paciente tem uma musculatura bem desenvolvida. Porém dificilmente o tratamento não cirúrgico é suficiente pra devolver o paciente a prática esportiva integral, a não ser as atividade se de baixa demanda.

Eduardo Ramalho De Moraes

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Agendar uma visita

As lesões ligamentares do joelho são comuns em indivíduos que praticam esportes, sendo a lesão do ligamento cruzado anterior (LCA) a mais frequente. A ruptura desse ligamento provoca uma frouxidão articular, principalmente nos movimentos rotacionais e causa, frequentemente, incapacidade para a prática esportiva e evolução para desgaste articular. O tratamento cirúrgico tem como objetivo reconstituir o ligamento lesado, por meio da sua substituição por uma estrutura que assemelha-se ao tecido ligamentar, permitindo o retorno a prática esportiva, evitando instabilidade do joelho nas atividades diárias e prevenindo novas lesões, protegendo assim o joelho de desgaste (artrose) precoce.

Leandro Rodrigues Brandi

Ortopedista - traumatologista

Sorocaba

Agendar uma visita

A lesão dos ligamentos cruzados gera instabilidade articular e limitação de atividades, porém com tratamento adequado o paciente pode voltar a sua pratica esportiva e melhorar muito sua qualidade de vida. A reconstrução dos ligamentos cruzados é uma das cirurgias mais realizadas por mim, com 10 anos de experiencia e resultados muito bons. Tenho experiencia com atletas profissionais de diversas modalidades, porém o futebol é a mais comum em nosso meio. Realizo a reconstrução com diversas técnicas e tipos de enxertos (tendão patelar, tendões flexores, enxerto homólogo), avaliando em cada caso qual a melhor opção e discutindo as diferentes alternativas com o paciente.

Leandro Queiroz Pinheiro

Ortopedista - traumatologista

Ribeirão Preto

Agendar uma visita

Quando o ligamento cruzado anterior é lesionado, geralmente é possível ouvir um estalido e sentir o joelho deslocar-se. Outros sintomas típicos incluem: Dor e inchaço. Em até 24 horas depois da lesão, o joelho inchará. Se não forem tratados, o inchaço e a dor passam sozinhos. Mas, se tentar retomar as atividades físicas, o joelho estará provavelmente instável, o que pode causar novos danos na cartilagem de amortecimento (menisco) do joelho. Amplitude de movimento reduzida Sensibilidade a longo da linha da articulação Desconforto ao caminhar

Thiago Leal

Ortopedista - traumatologista

Juazeiro Do Norte

Agendar uma visita

A lesão do ligamento cruzado em casos de rotura completa causa instabilidade nos joelhos - falseios, que causam limitação e consequencias graves no futuro com a artrose. Realizamos, atualmente , o tratamento da lesão do cruzado anterior através de técnicas modernas e equipamentos de última geração para que o retorno às suas atividades seja completa e o mais rápido póssivel. Para maiores informações assista ao nosso vídeo. Tem alguma dúvida? Pode enviar a sua pergunta aqui eu responderei.

Daniel Carvalho

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Curitiba

Agendar uma visita

Pacientes sintomáticos com um estilo de vida mais sedentário, podem ser considerados bons candidatos para o tratamento não cirúrgico, devendo realizar um intenso programa de reabilitação. Para retorno à esportes de alta demanda física e que exijam movimentos de parada súbita e de mudança de direções repentinas a reconstrução do LCA é bem indicada. Tratamento cirúrgico é realizado por artroscopia, método no qual são feitas incisões minimamente invasivas no joelho do pcte, soro fisiológico é instalado sob pressão na articulação, e através de uma câmera na qual observamos o joelho por dentro do mesmo podendo desta forma identificar e tratar as lesões não visualizadas nos exames de imagem.

José Leonardo Rocha De Faria

Ortopedista - traumatologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O ligamento cruzado anterior é responsável por estabilizar o joelho evitando o deslocamento anterior excessivo da tíbia sob o fêmur o que compromete a função do joelho, gerando instabilidade. A lesão do ligamento cruzado anterior pode ocorrer de diversas maneiras. Geralmente ocorre devido a uma torção do joelho. Essas torções são muito comuns durante atividades esportivas que exigem mudanças de direção, como por exemplo futebol, basquetebol e handebol. O tratamento da lesão do ligamento cruzado anterior é geralmente cirúrgico. Porém, em alguns casos, pode-se optar pelo tratamento não cirúrgico sendo fundamental a avaliação do médico ortopedista.

Anderson De Aquino Santos

Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Agendar uma visita

Quando o ligamento cruzado anterior é lesionado, geralmente é possível ouvir um estalido e sentir o joelho deslocar-se. Outros sintomas típicos incluem: 1) Dor e inchaço. Em até 24 horas depois da lesão, o joelho inchará. Se não forem tratados, o inchaço e a dor passam sozinhos. Mas, se tentar retomar as atividades físicas, o joelho estará provavelmente instável, o que pode causar novos danos na cartilagem de amortecimento (menisco) do joelho. 2) Amplitude de movimento reduzida. 3) Sensibilidade ao longo da linha da articulação. 4) Desconforto ao caminhar. O tratamento para a ruptura do LCA rompido variará conforme as necessidades de cada paciente.

Saulo Morais Rodrigues De Castro

Ortopedista - traumatologista

Brasília

Agendar uma visita

Os ligamentos cruzados são importantes estabilizadores do joelho e suas lesões podem gerar instabilidade e iniciar um processo degenerativo a médio prazo. Existem diversos tipos de lesões possíveis e o mais importante para definir tratamento é o exame fisico minucioso realizado no consultório.

Rafael Mançãno

Ortopedista - traumatologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O ligamento cruzado anterior (LCA), quando lesado parcial ou totalmente, tem potencial de cicatrização pobre. O tratamento não cirúrgico tem resultados insatisfatórios, o que indica a substituição do ligamento insuficiente por um enxerto que, após a cicatrização, proporciona função semelhante ao LCA em níveis pré-lesionais, fazendo com que o indivíduo volte a ter um joelho estável. O enxerto é fixado no joelho e cicatrizará passando por um período de revascularização e repopulação celular, que chamamos de “ligamentização”. Nesse período, o paciente estará em processo de reabilitação, para se ganhar massa muscular e arco de movimento.

Guilherme Barbosa Moreira

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Belo Horizonte

Agendar uma visita

O Ligamento Cruzado Anterior (LCA) é uma estrutura anatômica, tipo um “cordão”, que fica dentro do joelho conectando o fêmur (osso da coxa) à tíbia (osso da perna) e que tem por função principal estabilizar o joelho, preservando as estruturas internas (meniscos e cartilagem). O LCA é lesionado na maioria das vezes durante práticas esportivas. Os mecanismos mais comuns de lesão do ligamento ocorrem com rotação do joelho com o pé fixo no chão ou por hiperextensão (quando estica de mais a perna). Após o trauma pode ocorrer intensa dor e inchaço com dificuldade para andar. Devendo o paciente ser examinado por um especialista para determinar as lesoes, bem como o tratamento.

Bruno Machado Pereira

Ortopedista - traumatologista

Teresina

Agendar uma visita

A lesão do joelho, principalmente do ligamento cruzado, é muito comum em atletas. Esta lesão, se mal conduzida, pode levar o paciente ao sedentarismo. Para isto a medicina esportiva evoluiu muito nos últimos anos, sendo que atualmente nós reconstruímos e refazemos todas as lesões dentro do joelho, trazendo a melhor função possível de volta a esta articulação.

Bernardo Ferreira Da Luz

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Curitiba

Agendar uma visita

O ligamento cruzado anterior é um dos quatro ligamentos que estabilizam a articulação do joelho. Ele limita a anteriozação da tíbia. Durante uma súbita mudança de direção na corrida, queda, súbita torção ou choque, há um excesso de tensão muscular, sobrecarregando o ligamento, gerando a ruptura do mesmo. A maioria das lesões são cirúrgicas, sendo a reconstrução por artroscopia o tratamento de escolha.

Fabricio Roberto Severino

Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Agendar uma visita

O LCA é um ligamento que ajuda nas estabilidade do joelho. Sua lesão geralmente ocorre em traumas esportivos. Durante a lesão do LCA é comum ouvir um estalo (“POP”) e ter a sensação de que o joelho saiu do lugar. Logo após a lesão o joelho incha e o paciente fica com sensação de instabilidade. O tratamento conservador pode ser tentado em pacientes que não apresentam queixa de instabilidade para o nível de demanda funcional desejado. Para pacientes que desejam manter prática de atividades que exijam movimentos rotacionais, mudança de direção e aceleração/desaceleração brusca o tratamento recomendado habitualmente é a reconstrução cirúrgica do LCA.

Iberê Datti

Ortopedista - traumatologista

São Paulo


O LCA é o mais lesionado do joelho e acomete principalmente os indivíduos que praticam esportes de forma recreacional ou profissional. Os sintomas mais comuns são: dor e estalo no momento do trauma podendo ter inchaço ou não e posteriormente apresenta uma frouxidão(instabilidade) com regressão da dor. O diagnóstico da lesão do LCA é clínico, podendo ser complementado pela RNM. O tratamento vai depender de cada caso individualizado, relacionando-o a profissão, idade, pretensões futuras, entre outras. No entanto, a instabilidade do joelho levará ao desgaste rápido da articulação se não tratada corretamente causando danos irreversíveis.

Klinger Luciani Lucena Monteiro

Ortopedista - traumatologista

Juazeiro Do Norte

Agendar uma visita

As lesões ligamentares dos cruzados anterior(mais comumente lesado) e do cruzado posterior(traumas de alta energia) são reconstruidos de forma artroscópica com pequenos cortes e minimamente invasiva. utilizamos a técnica anatômica que reproduz melhor os ligamentos originais e tem melhor resultado para o paciente reestabelecendo a função e retorno as suas atividades laborais e esportivas precocemente.

Luís Cláudio Chagas Silva

Ortopedista - traumatologista

Salvador

Agendar uma visita

Lesões multiligamentares do joelho estão frequentemente relacionadas com o desencaixe completo dos ossos do joelho (luxação da articulação). A luxação do joelho, por sua vez, está associada a lesões de nervos e vasos ao redor do joelho. Por isso, é importante fazer uma investigação diagnóstica específica para proceder o rápido tratamento das lesões quando houverem, já que nos casos mais graves podem levar até a amputação do membro quando diagnosticadas tardiamente. O tratamento depende dos ligamentos, dos outros tecidos lesionados e do grau de instabilidade. Porém, na maioria dos casos, a solução é cirúrgica com o reparo e/ou reconstrução dos ligamentos e outros tecidos atingidos.

Alexandre Ribeira Provenza

Ortopedista - traumatologista

Londrina


Os ligamentos cruzados tem a função de estabilizar os joelhos, tanto nas atividades do dia-a-dia, quanto nas esportivas. A instabilidade da articulação pode resultar em um desgaste precoce do joelho, bem como lesões associadas (meniscos, capsula, demais ligamentos). Sem dúvida o diagnostico e tratamento precoce e individualizado trazem os melhores resultados.

Thiago Rocha Protta

Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Agendar uma visita

No joelho, existem quatro ligamentos: os cruzados anterior (LCA) e posterior (LCP) e os colaterais medial (LCM) e lateral (LCL). A lesão do LCA, frequente nos esportes que exigem mudanças de direção e movimentos de rotação, é uma das lesões mais comuns do joelho. O LCA é o restritor primário do joelho, responsável por estabilização anterior da tíbia em ralação ao fémur. Decorrente dos resultados insatisfatórios após o tratamento conservador, a cirurgia para reconstrução permanece como tratamento de escolha para a maioria dos indivíduos jovens que desejam manter um estilo de vida ativo. Consulte seu médico e mantenha a saúde em dia.

Marcelo Abdulklech Santos

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Campinas

Agendar uma visita

As lesões ligamentares do joelho estão entre as causas mais comuns entre praticantes de esportes como: futebol, handebol e basquete. O entorse do joelho acompanhado de um "estalo" e o seu inchaço imediato são fortes sinais de que pode ter ocorrido uma lesão ligamentar. O nível de atividade do paciente e o sintoma de falseio são fatores importantes na decisão do tipo de tratamento a ser realizado. O exame físico é importante para diagnosticar lesões associadas (menisco, cartilagem) e possíveis fatores de falha (alinhamento do membro inferior) no tratamento. O tratamento pode ser não cirúrgico (fortalecimento) e cirúrgico (reconstrução do ligamento cruzado anterior), dependendo de cada caso.

Rodrigo Pires Matsuo

Ortopedista - traumatologista

São José dos Campos

Agendar uma visita

O ligamento cruzado anterior (LCA) é o ligamento mais lesado do corpo humano. A maioria das lesões do LCA está relacionada à prática desportiva, principalmente aqueles esportes que exigem mudanças rápidas de direção associada ao contato corporal. À depender de avaliação clinica criteriosa, um tratamento cirúrgico com reconstrução do mesmo por video-artroscopia poderá ser instaurado.

Estevão Marques Santos

Ortopedista - traumatologista

Uberlândia

Agendar uma visita

Os ligamentos cruzados (anterior e posterior) são estruturas importantes do joelho pois estabilizam a articulação em todo seu arco de movimento. Sua lesão pode estar ou não associada a lesão meniscal. O paciente pode se queixar de falseio no joelho, eventualmente associado a edema local, e deverá ser examinado por profissional para determinar qual estrutura esta lesada. Exames de imagem podem ser solicitados para confirmação e planejamento cirúrgico, se este for o caso. Não deixe de procurar o seu médico para tirar duvidas e avaliar risco e benefícios do procedimento.

Breno Chaves De Almeida Pigozzo

Ortopedista - traumatologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O ligamento cruzado anterior é uma estrutura anatômica, tipo um cordão, que fica dentro do joelho conectando o fêmur ( osso da coxa ) à tíbia ( osso da perna ) e que tem a função principal estabilizar o joelho no sentido da rotação. É necessário fazer cirurgia após ruptura do Ligamento Cruzado Anterior (LCA)? Depende muito de vários fatores. Por exemplo, se existe uma lesão ou desinserção (soltura) do menisco, o que se orienta é fazer uma artroscopia para resolver a lesão meniscal e refazer o ligamento cruzado anterior para estabilizar novamente o joelho.

Leonardo Portilho De Resende

Ortopedista - traumatologista

Uberlândia

Agendar uma visita

O LCA (ligamento cruzado anterior) é o tecido que liga o fêmur à tíbia, na altura do joelho. A maioria das lesões do LCA ocorre durante a prática de determinados esportes, como basquete, futebol, esqui e tênis. Os sintomas incluem inchaço no joelho, instabilidade e dor. O tratamento pode incluir intervenção cirúrgica e fisioterapia.

Rounilo Furlani Costa

Ortopedista - traumatologista

Vitória

Agendar uma visita

O joelho possuiu diversos tipos de ligamentos, entre os principais podendo contar com os cruzados e os colaterais. o ligamento cruzado é comumente o mais lesionado. é muito comum a sua lesão durante as atividades desportivas e recreativas. Os principais sintomas são a instabilidade e o edema expresssivo do joelho. Uma avaliação deve ser feita pelo especialista do joelho.

Jose Jorge Mizrahy Otsuka

Ortopedista - traumatologista

Corumbá

Quais profissionais tratam Lesões de ligamentos cruzados do joelho?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.