Síndromes de compressão do nervo ulnar - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em síndromes de compressão do nervo ulnar

Encontre um especialista em Síndromes De Compressão Do Nervo Ulnar na sua cidade:
Gabriel Faria de Oliveira

Gabriel Faria de Oliveira

Ortopedista - traumatologista

Campinas

Luiz Sorrenti

Luiz Sorrenti

Cirurgião da mão, Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Guilherme Reiff Toller

Guilherme Reiff Toller

Ortopedista - traumatologista

Bebedouro

Daniel Sabatini Teodoro

Daniel Sabatini Teodoro

Ortopedista - traumatologista

Guaçuí

Bernardo Barcellos Terra

Bernardo Barcellos Terra

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Vitória

Carlos Augusto Seito

Carlos Augusto Seito

Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Perguntas sobre Síndromes de compressão do nervo ulnar

Nossos especialistas responderam a 14 perguntas sobre Síndromes de compressão do nervo ulnar

Dr. Carlos Barbosa
Dr. Carlos Barbosa
Cirurgião da mão, Ortopedista - traumatologista
Salvador
Olá a compressão do nervo deverá ser avaliada clinicamente , mas se não houver dor e incomodo no membro afetado , teoricamente você poderá fazer musculação , mas melhor consultar um especialista…
1 respostas

Dra. Ana Claudia Chu
Dra. Ana Claudia Chu
Cirurgião da mão, Ortopedista - traumatologista
Rio de Janeiro
No cotovelo o nervo ulnar passa por um túnel que pode se tornar estreito com alguma fratura antiga ou por inflamação por atrito (como relatado que o nervo “salta”) e consequentemente leva a dormência…
3 respostas

Dr. Carlos Alencar
Dr. Carlos Alencar
Especialista em diagnóstico por imagem, Radiologista
Porto Velho
Como a dor está importante, é prudente procurar um ortopedistas, pois não se pode descartar fratura, lesões tendíneas ou até lesões de nervos, com o ulnar
1 respostas

Quais profissionais tratam Síndromes de compressão do nervo ulnar?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.