Aneurisma - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O que é?

Aneurisma é uma dilatação permanente de um vaso sanguíneo. Isso ocorre quando o vaso sanguíneo perde sua elasticidade. O grande perigo é o rompimento. A gravidade do quadro de aneurisma vai depender do local de sua localização. Os aneurismas mais comuns ocorrem na aorta (maior artéria do corpo), na base do cérebro ou atrás do joelho. Quando esses vasos rompem causam hemorragia interna com risco de morte ao paciente. Também podem gerar quadros bastante sérios como trombose (oclusão) e embolização (desprendimento de coágulos).

Qual é a causa?

A idade é o fator preponderante para a formação do aneurisma. Eles atingem aproximadamente 2% das pessoas com mais de 50 anos e 5% de pacientes com idade igual ou superior a 70 anos. Algumas pessoas já nascem com o aneurisma, mas são casos raros. Hipertensos e fumantes têm maior propensão à doença.

Quais os sintomas?

A maior parte dos aneurismas não apresenta sintomas até que se rompam. No entanto, quando há a manifestação de sintomas, os mais comuns são: dor de cabeça, vômito, convulsões, desmaios e alterações na vista.

Como fazer o diagnóstico

Apesar de serem assintomáticos em sua grande maioria, os aneurismas podem ser encontrados em exames clínicos. Mas isso depende de sua localização. Podem ser percebidos pelo médico quanto estão muito perto da pele (na artéria carótida, por exemplo) ou mesmo um pouco mais profundos em pacientes magros. Entretanto, apenas apalpar o local não oferece a certeza de diagnóstico. Há a necessidade de recorrer a exames de imagem como: raios-X, ultrassonografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

Qual o tratamento?

Quando percebido no começo, o aneurisma pode ser tratado de forma convencional. O médico precisa fazer um acompanhamento periódico para perceber o ritmo do aumento do tamanho do aneurisma. A mudança de hábitos alimentares e comportamentais do paciente pode ajudar. Porém, os aneurismas raramente regridem ou param de crescer. O tratamento cirúrgico é a outra opção para quando o aneurisma já atingiu um tamanho capaz de oferecer risco de morte.

Especialistas em aneurisma

Encontre um especialista em Aneurisma na sua cidade:
José Justiniano Torrico

José Justiniano Torrico

Médico clínico geral

Rio Branco

William Jofre Almeida de Barros

William Jofre Almeida de Barros

Médico clínico geral, Médico do trabalho

Blumenau

Thiago Cesar Rocha Azevedo

Thiago Cesar Rocha Azevedo

Médico clínico geral

Recife

Sergio Hashiba

Sergio Hashiba

Radiologista

Matão

Bruno de Vasconcelos

Bruno de Vasconcelos

Radiologista

Serra

Nayguel Campos Almeida

Nayguel Campos Almeida

Cirurgião geral

Aracaju

Perguntas sobre Aneurisma

Nossos especialistas responderam a 60 perguntas sobre Aneurisma

Dr. Alexandre De Arruda Martins
Dr. Alexandre De Arruda Martins
Angiologista, Cirurgião vascular
São Paulo
Olá, os aneurismas tendem a romper mais durante a gravidez, por causa das alterações fisiológicas que ocorrem, como o aumento do volume de sangue circulante bem como da força que o coração faz…
1 respostas

O aneurisma em si fica em geral dentro do crânio mas fora do cérebro... ou seja, não afetaria a função do cérebro se for pequeno e for descoberto antes de romper.
Mas se houve rompimento…
1 respostas

Boa tarde!
A indicação de tratamento cirúrgico dependerá da presença de fatores que levam a uma maior tendência de ruptura, como: a forma, o tamanho, a velocidade de crescimento, doenças…
3 respostas

Especialistas falam sobre Aneurisma

O aneurisma é uma dilatação de um vaso sanguíneo. O tamanho maior do que o normal pode levar o vaso a romper, com grande perda de sangue ou a entupir, fazendo faltar sangue mais a frente. Existem tratamentos modernos que realizamos como cirurgias feitas apenas por pequenos buraquinhos nas virilhas, mas nem sempre é necessário operar. Um olhar crítico entre os riscos e benefícios da cirurgia aplicados a cada caso é nosso compromisso.

Um aneurisma é uma dilatação de uma artéria maior que 50% do seu diâmetro normal. Qualquer artéria pode ser acometida. O tratamento vai depender de qual artéria é comprometida e do tamanho do aneurisma, uma vez que a principal complicação é a ruptura do mesmo. As possibilidades de tratamento podem ser: acompanhamento clinico, tratamento cirúrgico convencional ou endovascular. É importante a avaliação de um especialista.

Fernando Trés Silveira

Angiologista, Cirurgião vascular

Serra


Aneurismas arteriais são dilatações de uma determinada artéria. Consideramos aneurisma quando a dilatação do vaso é 1,5 vezes maior que o diâmetro normal da artéria. A grande maioria dos pacientes é assintomática e tem o aneurisma descoberto de forma incidental em um exame realizado para outra finalidade. Em alguns casos, o paciente pode sentir uma massa pulsátil nos casos do aneurisma da aorta abdominal em fase avançada. Uma vez tendo indicação cirúrgica, o tratamento é feito através da cirurgia aberta ou através da cirurgia endovascular.

Nayara Cioffi Batagini

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo


Consiste na dilatação localizada de uma artéria. O seu aumento progressivo pode levar à ruptura com consequente hemorragia, ou à formação de trombos no seu interior. Estes, por sua vez, podem embolizar ou interromper totalmente o fluxo sanguíneo, causando isquemia e posterior necrose do membro ou órgão por ela irrigado. A artéria mais comumente afetada por aneurismas é a aorta, e sua ruptura pode causar morte súbita por intensa hemorragia. Mais da metade dos pacientes com aneurisma roto falece, mesmo com o tratamento. Portanto, identificar os aneurismas da aorta e tratá-los precocemente é de suma importância.

Breno França Vieira

Angiologista, Cirurgião vascular

Niterói

Agendar uma visita

Aneurismas arteriais são dilatações de uma determinada artéria. Consideramos aneurisma quando a dilatação do vaso é 1,5 vezes maior que o diâmetro normal da artéria. Qualquer artéria do corpo pode sofrer esta dilatação. O aneurisma mais comum é o da aorta abdominal, ou seja, o que acomete a porção da aorta abaixo do nível dos rins. Outras artérias que podem ser acometidas são: aorta torácica, artérias ilíacas, artérias poplíteas, artérias viscerais (tronco celíaco, mesentérica, renais). Em nossa clínica realizamos o tratamento dos aneurismas com todas as técnicas mais atuais para o melhor tratamento (cirurgia aberta ou técnica endovascular - percutânea e sem cortes)

Bruno Donegá Constantin

Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

Aneurismas são dilatações anormais das artérias, quando está atinge o dobro de seu tamanho normal. Atualmente o tratamento cirúrgico para correção dos aneurismas é feito por cateterismo com pequenas incisões na região da virilha do paciente, proporcionando uma recuperação mais rápida e com menos complicações. Aneurismas são, em geral, doenças silenciosas e quando se manifestam com ruptura podem ser letais.

Bruno Nanni Alexandrino

Angiologista, Cirurgião vascular

Curitiba

Agendar uma visita

O aneurisma é uma dilatacao de algum vaso do seu corpo. Nem sempre é uma doenca que necessita de cirurgia. na medicina moderna, os casos cirurgico, sao menos invasivos, menos dolorosos e mais seguros.

Janiel Ponte Vieira

Angiologista, Cirurgião vascular

Fortaleza

Agendar uma visita

Aneurisma é a dilação de um vaso além de 50% do seu tamanho habitual. Essa dilatação é progressiva causada pela força da pressão do sangue na parede doente do vaso. O aneurisma de aorta é o que mais nos preocupa porque a aorta é o maior vaso do corpo humano com um grande fluxo de sangue. O aneurisma de aorta é uma doença geralmente silenciosa, que é descoberta em um exame por outros motivos ou ao palpar a barriga sentindo uma “bola que pulsa“. Porém é uma doença potencialmente fatal por isso faz parte do checkup vascular, principalmente para homens após 65 anos, tabagistas ou antes se antecedentes familiares.

Aneurisma é uma dilatação permanente e localizada (focal) de uma artéria, tendo pelo menos 50% de aumento comparado ao diâmetro esperado para a artéria em questão. A indicação do tratamento varia de acordo com a presença de sintomas, sua taxa de crescimento, sua localização e seu tamanho. Podem ser fusiforme, sacular ou dissecante. O Eco-Doppler arterial e a angiotomografia computadorizada são os exames mais indicados para o diagnóstico e a definição terapêutica. A ruptura é o risco mais temido. São opções de tratamento, dependendo de sua localização: (a) embolizações ( com molas e/ou polímeros ); (b) implante de endopróteses; (c) ressecção cirúrgica com ou sem pontes ("bypass").

Daniel Leal

Angiologista, Cirurgião vascular

Rio de Janeiro


- É uma dilatação de um vaso sangüíneo. - O local mais acometido é a artéria aorta ao nível abdominal. - O risco é a ruptura.

Almondi Fagundes

Angiologista, Cirurgião vascular

Passo Fundo

Agendar uma visita

Aneurisma são dilatações que podem ocorrer nos vasos sanguíneos, sendo mais comuns nas artérias. Os aneurisma apresentam crescimento no tamanho do vaso, podendo evoluir para trombose (oclusão) ou ruptura (sangramento) desse vaso. Quando tratado de forma eletiva (antes da complicação) apresenta ótimos resultados. Os aneurisma da aorta abdominal são os mais comuns dentre os periféricos. Seu tratamento da forma endovascular é o de primeira escolha, apresentando curto período de internação (máximo 2 dias) e rápido retorno a suas atividades (2 semanas), além de baixo risco. Para retirar suas dúvidas agende uma consulta na clínica ANGIODERM, será um prazer atende-lo.

Caio Knihs

Angiologista, Cirurgião vascular

Criciúma

Agendar uma visita

Os aneurismas da aorta são doenças geralmente silenciosas, sem sintomas, geralmente descobertos por outras pesquisas clínicas. A história familiar de aneurisma é um importante dado de alerta para a pesquisa nos demais familiares. O tratamento estará indicado caso hajam sintomas ou a dilatação esteja superior a 5cm de diâmetro. A ressecção cirúrgica ou exclusão endovascular do aneurisma são os tratamentos disponíveis, estando suas indicações na dependência do estado clínico do paciente. O tratamento endovascular: implante de endoprótese, atualmente permite rápida reintegração do paciente a suas atividades sociais e profissionais.

Fabio Luiz Costa Pereira

Angiologista, Cirurgião vascular

Vitória

Agendar uma visita

Dilatação da artéria Aorta, em decorrência de fatores genéticos e outros fatores de risco, como o tabagismo, a hipertensão e a arteriosclerose. O Diagnóstico pode ser feito com um ultrasson de rotina, sendo mais precisamente analisada através de uma tomografia. Existem diversas técnicas de tratamento, sendo a mais recente a terapia totalmente percutânea (PEVAR), que significa o reparo endovascular (por dentro do vaso), totalmente percutâneo, quer dizer sem cortes.

William Fonseca

Cirurgião vascular

Guaratinguetá

Agendar uma visita

Aumento do vaso (artéria), podendo envolver a aorta, vasos das pernas, dos órgãos da barriga ou do pescoço, podendo romper, entupir e soltar coágulos, trazendo problemas como sangramentos e/ou falta de circulação.

Alexandre De Arruda Martins

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Aneurisma?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.