Úlcera varicosa - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - úlcera varicosa

Laércio Bazzanella

Laércio Bazzanella

Cirurgião vascular

Joinville

Nathassia Domingues

Nathassia Domingues

Cirurgião vascular

São Paulo

João Edison De Andrade Filho

João Edison De Andrade Filho

Cirurgião vascular, Angiologista

Fortaleza

Bruno Lorenção de Almeida

Bruno Lorenção de Almeida

Cirurgião vascular

Brasília

Berenice Werlang

Berenice Werlang

Dermatologista

João Pessoa

Perguntas sobre Úlcera varicosa

Nossos especialistas responderam a 103 perguntas sobre Úlcera varicosa

Olá!
Se a etiologia da úlcera for realmente varicosa ,o pilar do tratamento é terapia de compressão e tratar a causa do refluxo,axial,de safenas ,ou perfurantes,com escleroterapia com espuma…
1 respostas

Boa noite.

Sim .Não existe relação entre alimentos específicos e úlcera varicosa.
1 respostas

Esse tempo é muito variável e sem tratamento adequado mesmo que a úlcera cicatrize é normal ela voltar a aparecer, então o melhor é procurar um cirurgião vascular para fazer o tratamento das…
1 respostas

Especialistas falam sobre Úlcera Varicosa

O primeiro passo é controlar a hipertensão e sempre que possível elevar o nível das pernas acima do coração, melhorando a circulação local e acelerando o processo de cicatrização. Intervenção cirúrgica é recomendada para a retirada das veias varicosas acometidas, que normalizará a circulação local.

Clayton De Paula

Cirurgião vascular

Osasco


Úlcera varicosa é o último estágio da doença varicosa de membros inferiores. É causa de dor intensa, bem como fonte de infecção e incapacidade. Atualmente o tratamento da úlcera varicosa vem evoluindo bastante. Hoje consegue-se fazer um tratamento ambulatorial baseado no uso de espuma de polidocanol com excelentes resultados para o fechamento dessas feridas.

Bruno Nanni Alexandrino

Angiologista, Cirurgião vascular

Curitiba

Agendar uma visita

Tratamento da úlcera varicosa através de curativos especializados, tais como bota de Unna, aplicação de espuma densa em veias nutridoras, microcirurgia e compressão.

Ana Paula Augusto Da Cruz Ballerini

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

A úlcera dos membros inferiores pode ser classificada como a manifestação clínica de diversas doenças, tem como causa: doença venosa (insuficiência venosa crônica), doença arterial (insuficiência arterial), doenças infecciosas (pé diabético, leishmaniose e etc) e mista quando apresenta mais de uma causa. O paciente com úlcera / ferida nos membros inferiores deve ser avaliado por um médico e por um especialista em angiologia / cirurgião vascular. Caso você ou um familiar tenha uma ferida de difícil cicatrização nos membros inferiores agende uma consulta para avaliação. Será bem vindo para melhores esclarecimentos.

Victor Zarate

Cirurgião vascular, Cirurgião geral

Fortaleza


Tratamento sem cirurgia no consultório, com alta taxa de cicatrização.

Guilherme De Castro Santos

Angiologista, Cirurgião vascular

Belo Horizonte


Decorrem de um transtorno na circulação de retorno das pernas – toda a circulação sanguínea de retorno ao coração é feita pelas veias. Cerca de 73% das úlceras de perna são de origem venosa e podem estar ligadas a uma série de causas, como: - Ferimentos infectados; - Doenças infecciosas; - Defeitos de glóbulos sanguíneos, como a anemia falciforme; - Doenças auto-imunes, como a esclerodermia; - Hipertensão arterial; - Má irrigação sanguínea da perna (úlceras isquêmicas); - Úlceras dos diabéticos; - Tumores de pele; - Úlceras venosas. Os sintomas mais comuns são dor, cansaço, sensação de peso nos membros inferiores, edema, coceira nas áreas onde há inflamação da pele.

Denisson Macedo

Cirurgião geral, Cirurgião vascular

Juazeiro

Quais profissionais tratam Úlcera varicosa?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.