Úlceras de perna e pé - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Quais são as úlceras?

Úlceras nos pés e pernas são a perda da pele (em algumas ou todas as suas camadas) que não cicatrizam bem e pode ser acompanhadas de inflamação. Às vezes, elas não se curam e se tornam crônicas. Quando úlceras crônicas estão localizados nas pernas e pés, afetam principalmente as pessoas mais velhas.

Qual é a causa da úlcera?

A causa mais comum de úlceras crônicas de perna é má circulação sanguínea (arterial e úlceras venosas). Outras causas incluem:

  • Lesões (úlceras traumáticas, queimaduras, abrasões, etc) ..
  • Diabetes, em que as úlceras são causadas por má circulação do sangue ou perda de sensibilidade, resultando em úlceras de pressão.
  • Certas doenças de pele, doenças vasculares, tumores e infecções.

Úlceras arteriais nas pernas causadas por má circulação do sangue

Aproximadamente 10% de todas as úlceras de perna são úlceras arteriais. As artérias são os tubos que transportam o sangue do coração para os tecidos do corpo. Os tecidos recebem oxigênio e nutrientes do sangue. O sangue contendo dióxido de carbono e outros produtos residuais dos tecidos é levado de volta ao coração através das veias.

Úlceras arteriais nas pernas são causadas por má circulação do sangue através das artérias que têm estreitado devido à aterosclerose, por exemplo.

Úlceras arteriais freqüentemente afetam os pés (dedos dos pés ou calcanhares). As pernas e os pés são muitas vezes frios e podem parecer brilhantes e esbranquiçados ou azulados.

A úlcera arterial de perna  pode ser dolorosa. Dor geralmente aumenta quando as pernas estão em repouso e elevados. A dor pode ser reduzida quando se  senta na beira da cama com os pés no chão. Neste caso, a gravidade fará com que mais fluxo do sangue vá para as pernas.

Pacientes com úlcera arterial de perna  muitas vezes sofrem de claudicação intermitente, uma doença que provoca dor semelhante à cãibras nas pernas ao caminhar, já que os músculos da perna não recebem sangue oxigenado suficiente para funcionar corretamente. Dor e claudicação são geralmente aliviados se o paciente encontra-se ainda por vários minutos. Nem todos os pacientes com claudicação intermitente tem úlceras de perna.

Úlceras de perna venosa causada pela má circulação sanguínea

Aproximadamente 70% das úlceras de perna são úlceras venosas. A maioria ocorre porque as válvulas de conexão superficial com as veias profundas não funcionam corretamente.

O sistema venoso é composto de veias superficiais e profundas. As veias superficiais estão localizados entre a pele e os músculos, enquanto as fundas estão entre os músculos. Sistemas das veias superficiais e as veias profundas estão conectados por perfuração dos músculos.

A usina de retorno do sangue venoso ao coração são os músculos da panturrilha que, ao andar ou se exercitar, empurram o sangue para o coração.

A perna com problemas venosos tem um aspecto muito característico:

  • A perna está inchada.
  • A pele em torno de uma úlcera venosa é seca, coça e, às vezes tem uma cor acastanhada.
  • Você pode ter um eczema (eczema varicoso).
  • A úlcera pode ser  exudativa (líquido retirado) mas geralmente não é dolorosa, a menos que seja infectada.
  • Úlceras venosas são normalmente encontrados nas pernas um pouco acima do tornozelo, geralmente no interior da perna.

O que pode causar ou agravar uma úlcera de perna?

  • Úlceras anteriores, que podem ter danificado parte do sistema venoso.
  • A fratura ou outra lesão.
  • Um coágulo sangüíneo em veias profundas (trombose venosa profunda).
  • Uma operação.
  • Um trabalho que exige que você esteja muito tempo em pé ou sentado.
  • Uma inflamação das veias (flebite), especialmente nas veias profundas.
  • Gravidez.
  • A obesidade.

O que pode causar ou agravar a úlcera de perna arterial?

  • Fumantes
  • Hipertensão
  • Diabetes
  • Artrite (artrite reumatóide)
  • Úlceras nas pernas anteriores.
  • Doença coronariana, incluindo trombose coronária
  • Aterosclerose nas pernas.

O que você pode fazer para prevenir úlceras de perna arterial?

  • Se você fuma, parar de fumar.
  • Perder peso se sobrepeso.
  • Reduzir a quantidade de gordura na dieta e comer mais frutas e legumes.
  • Fazer exercício, tanto quanto possível. Exercícios  forçam o sangue dos vasos sanguíneos a formar novos ramos, que melhoram a circulação sanguínea nas pernas. É normal que as suas pernas doam um pouco.
  • É possível exercitar-se enquanto está sentado. Mover seus pés em círculos e depois para cima e para baixo. Isso permite o bombeamento de sangue. É também benéfico para pacientes com úlceras de perna venosa.

Cuide de seus pés:

  • Certifique-se que os sapatos são confortáveis.
  • Manter os pés quentes e tentar evitar lesões nos pés e pernas.
  • Verifique seus pés e pernas diariamente para ver se há mudanças na cor ou lesões ocorrem.

O que você pode fazer para prevenir úlceras de perna venosa?

Mantenha um estilo de vida saudável:

  • Ative os músculos da panturrilha regularmente por andar e se exercitar.
  • Reduza a quantidade de gordura nos alimentos. Comer mais frutas e legumes.
  • Se você estiver com sobrepeso, perder peso vai ajudar a prevenir úlceras.
  • Sente-se com as pernas para cima sempre que possível e, se possível, acima do nível do coração.
  • Evite sentar com as pernas cruzadas. Isso prejudica a circulação sanguínea.
  • Se seu trabalho exige que você gaste muito tempo em pé ou sentado, tente mudar de posição sempre que possível. Passear, fazer caminhadas, se você puder.
  • Se você deve se sentar por um longo tempo, mover os pés para cima e para baixo de vez em quando.
  • Meias elásticas podem ser úteis, mas você deve consultar o seu médico.
  • Vigíe pés e pernas diariamente. Procure por úlceras ou mudança de cor.

Como úlceras são diagnosticada?

O diagnóstico geralmente é feito com base na aparência e localização da úlcera.

Se o paciente tem úlceras de perna, vai explorar e investigar as artérias para ver em que estado estão.

Em pacientes com úlceras de perna venosa, também pode precisar de uma profunda veia de ultra-som Doppler.

Em todos os casos, você deve comparar a pressão arterial na parte inferior das pernas com o braço.

Como as úlceras v tratadas?

O tratamento depende dos fatores que levaram à úlcera ou que impedem a cura. Quando estes fatores são controlados, a úlcera-cura.

O tratamento pode incluir a limpeza do ferimento, um tratamento anti-inflamatório, antibiótico, a aplicação de curativos e / ou curativos.

As úlceras venosas da perna, na ausência de doença arterial, irão melhorar colocando-se os pés para cima e usando uma bandagem de compressão.

Pacientes com úlceras arteriais podem se beneficiar da cirurgia vascular: a inserção de novas artérias nas pernas, ou angioplastia com balão, um procedimento que reduz o estreitamento e entupimento das artérias.

Em alguns pacientes é necessário fechar a úlcera por cirurgia. O procedimento é feito geralmente tomando a pele de outra parte do corpo do paciente e colocando-a sobre a úlcera.

É muito importante  o tratamento de qualquer doença que pode estar oculta, como diabetes.

Previsões

As úlceras da perna tendem a aparecer nos idosos e, às vezes, pode exigir meses de tratamento e até mesmo tratamento cirúrgico com enxertos de pele (em uma úlcera crônica o câncer de pele pode aparecer).

A úlcera arterial de perna  e claudicação intermitente são sinais de alerta importantes que, se não forem tratados, pode levar a outras complicações e requererem cirurgia.

Especialistas em úlceras de perna e pé

Encontre um especialista em Úlceras de perna e pé na sua cidade:
Charles Esteves Pereira

Charles Esteves Pereira

Angiologista, Cirurgião vascular

Goiânia

Paulo Petterle

Paulo Petterle

Cirurgião vascular, Radiologista

Cuiabá

Marcelo Lopes

Marcelo Lopes

Cirurgião vascular

Erechim

Rodrigo Bruno Biagioni

Rodrigo Bruno Biagioni

Cirurgião vascular, Radiologista

São Paulo

Reinaldo Ernani

Reinaldo Ernani

Angiologista, Cirurgião vascular

Santo André

Giovanna Guarinello

Giovanna Guarinello

Cirurgião vascular, Angiologista

Curitiba

Perguntas sobre Úlceras de perna e pé

Nossos especialistas responderam a 56 perguntas sobre Úlceras de perna e pé

Dra. Cristina Chahestian
Dra. Cristina Chahestian
Angiologista, Cirurgião vascular
São Paulo
O tratamento da Úlcera Varicosa é ambulatorial . Feito em casa . Só indica-Sr internação se houver infecção associada grave que exija limpeza Cirurgica ou antibióticos injetáveis , ou outras…
2 respostas

Dra. Cristina Chahestian
Dra. Cristina Chahestian
Angiologista, Cirurgião vascular
São Paulo
Ela deve ser avaliada por um cirurgião vascular que irá diagnosticar corretamente o tipo de doença vascular e outras doenças para orientar o tratamento completo
1 respostas

Dra. Cristina Chahestian
Dra. Cristina Chahestian
Angiologista, Cirurgião vascular
São Paulo
Embora o Bepantal seja um bom produto , a úlcera crônica deve ser avaliada quanto a sua causa . A doença e o motivo que a provocou devem ser tratados concomitantemente . Para cada tipo de úlcera…
1 respostas

Especialistas falam sobre Úlceras de perna e pé

São extremamente comuns. Podem ter diversas causas, como diabetes, insuficiência arterial ou venosa. O angiologista / cirurgião vascular é capaz de diagnosticar a doença causadora, na imensa maioria das vezes, com uma simples anamnese e exame físico. O tratamento envolve uso de medicações e curativos específicos. Mas o principal é tratar a causa, ou seja, a doença que provocou o seu aparecimento.

Breno França Vieira

Angiologista, Cirurgião vascular

Niterói


Úlceras de perna e pés é um assunto muito extenso e as causas são diversas, mas vou tentar resumir ao máximo. Se o acometimento for venoso ou linfático, devido ao alagamento do tecido subcutâneo com líquido proteico e celular, ocorre inflamação crônica da pele devido esse depósito e que levam à fibrose do tecido subcutâneo e ulceração. No caso de comprometimento arterial de microvasinhos capilares ocorre a isquemia, a pele morre por falta de sangue com nutrientes e oxigênio necessários à vida.

Maira Souza

Angiologista, Cirurgião vascular

Aracaju

Agendar uma visita

Existem diversas causas para as úlceras dos membros inferiores. Cada uma deve ser tratada de maneira diferente. Assim, é muito importante entender que a sua úlcera não é igual à da vizinha... A melhor maneira de se tratar a úlcera é entender o por que ela apareceu. Assim, trata-se a causa da ferida, bem como a própria ferida, de tal maneira que esta não volte a aparecer. As principais causas são: Varizes, trombose, traumas, infecção, pressão alta, diabetes, entupimentos arteriais.

Alex Lederman

Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

Existem várias causas de úlceras em pernas e pé. Desde a doença varicosa, problemas na circulação arterial, diabetes, infeccões, alterações neurológicas, etc. A Dra Anna Sincos trabalha com equipe capacitada e treinada para oferecer o melhor tratamento da úlcera, visando cicatrização precoce e alívio dos sintomas associados. Já na primeira consulta é realizada a investigação das causas da ferida, os exames da circulação e programado todo o tratamento, com os materiais e curativos mais modernos do mercado: curativo a vácuo, desbridantes, compressivos, etc

Anna Weinhardt

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo


As úlceras na perna são feridas que não cicatrizaram após semanas, podendo ter varias causas além dos problemas de circulação. O mais importante é cuidar da úlcera e em paralelo planejar um tratamento para a causa da mesma na tentativa de evitar que a ulcera retorne.

Bárbara Ruivo

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo


Tratamento especializado de lesões tróficas, na dependência da causa.

Ana Paula Augusto Da Cruz Ballerini

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

As úlceras são feridas abertas na perna e pé e estão relacionadas a problemas de circulação. As mais comum são as úlceras venosas ou varicosas, que se mantêm abertas por causa das varizes que estão na região do ferimento. Essas úlceras que se mantêm abertas por longo tempo criam uma película chamada biofilme, que impede a penetração de pomadas cicatrizantes e dificultam a cicatrização. O tratamento é cirúrgico com anestesia local, totalmente indolor, realizado no consultório. É necessário o uso de medicamento para a circulação (flebotônicos) e curativos diários. Utiliza-se também o uso de compressão inelástica. Às vezes é necessário a cirurgia de varizes quando elas participam desse processo.

Teodorico Neto

Angiologista, Cirurgião vascular

Olinda

Agendar uma visita

O aumento da pressão nas veias dos membros inferiores, promove, a longo prazo, alterações na parede das veias, tornando-as tortuosas e incompetentes, ou seja, incapazes de desempenharem suas funções adequadamente (levar o sangue de volta ao coração). Esta hipertensão Venosa pode provocar sintomas e sinais da doença, como dor, sensação de peso nas pernas, manchas na pele e até mesmo feridas, as chamadas Úlceras venosas. O diagnóstico, na maioria das vezes, é realizado durante uma consulta com um cirurgião vascular, através de exame clínico. A partir disso, exames complementares, como a ultrassonografia Doppler, são indicados e um plano de tratamento é traçado de acordo com as individualidades

Fernanda Mescolin De Paula Dias

Cirurgião vascular

Muriaé

Quais profissionais tratam Úlceras de perna e pé?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.