Doenças das tubas uterinas - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em doenças das tubas uterinas

Encontre um especialista em Doenças Das Tubas Uterinas na sua cidade:
Isabela Miranda Condé de O. Rangel

Isabela Miranda Condé de O. Rangel

Ginecologista

Vila Velha

Paulo Homem de Mello Bianchi

Paulo Homem de Mello Bianchi

Ginecologista

São Paulo

Pedro Doria

Pedro Doria

Ginecologista

São Paulo

Luiz Fernando Dale

Luiz Fernando Dale

Ginecologista

Rio de Janeiro

Priscila Lima

Priscila Lima

Ginecologista

São Paulo

Priscila Terra Cruz

Priscila Terra Cruz

Ginecologista

São José dos Campos

Perguntas sobre Doenças das tubas uterinas

Nossos especialistas responderam a 4 perguntas sobre Doenças das tubas uterinas

Olá. O antecedente pessoal de gravidez ectópica na trompa é o principal fator de risco para uma nova ectópica na outra trompa ou na mesma trompa (caso você não tenha retirado). Você pode fazer…
2 respostas

inflamacao no colo do utero... podendo ser por infeccao mais provavelmente.
1 respostas

Nesse caso o ideal seria tratar essa trompa.
3 respostas

Especialistas falam sobre Doenças Das Tubas Uterinas

A principal patologia que acomete as tubas uterinas é a hidrossalpinge. Caracterizada pelo acúmulo de líquido na trompa, que pode ser consequente de alguma infecção ginecológica do passado. Normalmente, causa dor pélvica e infertilidade. É uma patologia facilmente diagnosticada com uma ultrassonografia. A videolaparoscopia é a cirurgia mais indicada, pois a recuperação é mais rápida do que a cirurgia com a barriga aberta. Além disso, a dor pós operatória é menor na videolaparoscopia. Como a trompa está dilatada, normalmente temos que retirar a trompa doente, pois dificilmente essa trompa será capaz de transportar o óvulo.

As doenças tubárias podem ser obstrutivas pré-existentes ou adquiridas Pré-existente - malformação tubária (origem genética ou de desenvolvimento) Adquirida - DIPA (doença inflamatória pélvica), endometriose, aderências Ou pode ser por dilatação - Hidrossalpinge. Independente da origem deve ser feito exames como Histerossalpingografia ou Videolaparoscopia com cromotubagem para fins de identificar o tipo de patologia e viabilizar função ou salpingectomia, quando detectado comprometimento irrecuperável e que traga riscos para paciente em tratamentos de Reprodução Humana ou que traga risco de Gestação ectópica em tentativas futuras.

Luis Ie

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Doenças das tubas uterinas?

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.