Epilepsia do lobo temporal - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas - epilepsia do lobo temporal

Luana Antunes Maranha Gatto

Luana Antunes Maranha Gatto

Neurocirurgião

Curitiba

Robson Luis Oliveira de Amorim

Robson Luis Oliveira de Amorim

Neurocirurgião

Manaus

Aline Bertolace de Oliveira

Aline Bertolace de Oliveira

Neurofisiologista, Neurologista

Manhuaçu

Rogério Figueiredo Barros

Rogério Figueiredo Barros

Neurocirurgião

Jequié

Perguntas sobre Epilepsia do lobo temporal

Nossos especialistas responderam a 8 perguntas sobre Epilepsia do lobo temporal

Pacientes com crises do lobo temporal podem ser tratadas cirurgicamente. Estes pacientes devem ser avaliados por equipe multidisciplinar (neurologistas, neuropsicólogos, etc) Sugiro que procure…
2 respostas


Epilepsias podem se apresentar de maneira complexa. Estudos da doença com equipe multidisciplinar é sempre indicado para o melhor entendimento das crises e se há respaldo anatômico (correlação…
2 respostas


Bom dia,

A epilepsia do lobo temporal, caso seja a esclerose medial temporal, em geral não causa prejuízos intelectuais ao paciente. Mesmo após a cirurgia de amigdalohipocampectomia,…
1 respostas

Especialistas falam sobre Epilepsia Do Lobo Temporal

Epilepsia do lobo temporal é um tipo de epilepsia que se inicia em uma região do cérebro chamada de lobo temporal. O tipo de crise que mais se observa nessa condição são as crises focais com alteração de consciência e consiste na pessoa ficar com olhar parado e apresentar movimentos automáticos manuais e orais. Um grupo de pessoas com esse tipo de epilepsia não controlará apenas com medicação sendo importante avaliação por um especialista em epilepsia para indicar qual outro método deve ser empregado. Podemos optar por tratamentos cirúrgicos ou de neuromodulação dependendo do quadro.

A epilepsia do lobo temporal, com esclerose ou degeneração do hipocampo, uma estrutura contida no lobo temporal, é a causa mais frequente de epilepsia resistente ao tratamento medicamentoso em adultos. O tratamento cirúrgico nesses casos resistentes à medicação é uma opção que, quando bem indicado, apresenta bons resultados no controle das crises epilépticas. Lembrando que o objetivo principal da cirurgia não é a retirada total das medicações, e nem o controle total das crises, mas sim a melhora substancial na frequência e intensidade das crises, e consequentemente na qualidade de vida dos pacientes.

Quais profissionais tratam Epilepsia do lobo temporal?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.