Estrabismo - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em estrabismo

Encontre um especialista em Estrabismo na sua cidade:
Marisa Novaes Figueiredo Rassi

Marisa Novaes Figueiredo Rassi

Oftalmologista

Goiânia

Angela de Sant Anna Moraes

Angela de Sant Anna Moraes

Oftalmologista

Goiânia

Adele Christiana Manso Marques

Adele Christiana Manso Marques

Oftalmologista

São Paulo

Marcia Ferrari Perez

Marcia Ferrari Perez

Oftalmologista

São Paulo

Cassiano Ricardo Goulart

Cassiano Ricardo Goulart

Oftalmologista

Farroupilha

Michele Campos Barreto Hyodo

Michele Campos Barreto Hyodo

Oftalmologista

Ipatinga

Perguntas sobre Estrabismo

Nossos especialistas responderam a 205 perguntas sobre Estrabismo

Dr. Alvaro Fernandes Ferreira
Dr. Alvaro Fernandes Ferreira
Oftalmologista
Fortaleza
Só um exame oftalmológico minucioso para avaliar as possibilidades cirúrgicas desse olho .
1 respostas

Olá, é bem provável que seu Estrabismo seja congênito e não tenha sido causado por esse trauma. Em relação ao seu filho marque uma consulta com especialista para avaliar qual tipo de estrabismo…
3 respostas

 Ediluce Fernandes
Ediluce Fernandes
Oftalmologista
Santo André
Sim, seria outra cirurgia. Acho 30 dias pouco tempo para indicar reoperação de estrabismo e mesmo para procedimentos de superfície ocular. Use óculos solar e os colírios indicados. Que se recupere…
1 respostas

Especialistas falam sobre Estrabismo

O estrabismo decorre da perda de alinhamento ocular em qualquer fase da vida. O desvio pode ser horizontal (convergente ou divergente) ou vertical. Em alguns casos pode causar ambliopia ("olho preguiçoso") e diplopia (visão dupla). Não é apenas um problema estético", mas também psicológico, já que causa grande constrangimento em relacionamentos sociais e a autoestima fica perturbada de modo acentuado. O tratamento pode ser feito com a prescrição de óculos, injeção de toxina botulínica, ou cirurgia, dependendo de cada caso.

Bruna Lana Ducca

Oftalmologista

São Paulo


O estrabismo nada mais é que um desalinhamento ocular, que pode ser tanto na horizontal (para dentro ou para fora) quanto na vertical. Pode ocorrer ao nascimento, na infância, ou ainda no adulto e no idoso, podendo provocar nas crianças um atraso ou bloqueio do desenvolvimento da visão de um dos olhos, e quando aparece no adulto, costuma provocar visão dupla. O tratamento depende do tipo de estrabismo, tamanho do desvio, e da idade de aparecimento. Pode ser realizado através de óculos e tampão, prismas, aplicação de toxina botulínica, ou correção cirúrgica.

Estrabismo é o desalinhamento dos olhos e acomete de 2 a 4% da população. Pode se manifestar desde o nascimento, em crianças maiores ou mais tarde, na idade adulta. Os olhos podem encontrar-se desviados para dentro (estrabismo convergente ou esotropia), para fora (estrabismo divergente ou exotropia) ou apresentar algum desvio vertical (hipotropia ou hipertropia). Dependendo do tipo de estrabismo, pode-se tratar com o uso de óculos, tampão, exercícios ortópticos, toxina botulínica, prismas ou cirurgia dos músculos extraoculares.

Dayane Issaho

Oftalmologista

Curitiba


O estrabismo geralmente surge na infância, porém também pode aparecer durante a fase adulta, em todos os casos é necessária uma avaliação com especialista na aérea para que seja indicado o tratamento adequado que pode variar de clinico a cirúrgico, o tratamento com toxina botulínica (ex; Botox) também está presente entre as opções terapêuticas.

Carolina Magalhães Bianchi

Oftalmologista

Fortaleza


Estrabismo é o termo que usamos quando os olhos não estão alinhados corretamente. Existem diversos tipos de estrabismos: horizontais, verticais, convergentes, divergentes, constantes, intermitentes, etc. Consequentemente temos também vários tipos de tratamentos, desde o uso de óculos até a cirurgia, dependendo do caso.

Ana Gabriela Zum Bach Melo

Oftalmologista

Belo Horizonte


O estrabismo pode ser de 3 tipos, o estrabismo divergente, quando o desvio do olho é para fora, ou seja, em direção ao lado do rosto, estrabismo convergente, quando o olho está desviado em direção ao nariz, ou estrabismo vertical, se o olho está com um desvio para cima ou para baixo. O tratamento para estrabismo no adulto normalmente é iniciado com o uso de óculos ou lentes de contato para corrigir dificuldades de visão que podem estar causando ou agravando o problema. Já nos casos mais graves, pode ser necessário utilizar cirurgia para equilibrar os músculos dos olhos e corrigir o desalinhamento.

Marcia Cristina Toledo

Oftalmologista

Goiânia

Quais profissionais tratam Estrabismo?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.