Hipermetropia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O que é hipermetropia?

Hipermetropia é um defeito da visão que afeta cerca de 10% da população em geral.

Por que é hipermetropia?

No olho hipermétrope, as imagens são formadas atrás da retina. No plano óptico, o olho hipermétrope é demasiado "curto" para o olho que corrige um ponto afastado, assim, a imagem é projetada por trás da retina, por isso torna-se turva.

O olho hipermétrope tenta corrigir o defeito pelo alojamento, ou seja, contração ou alongamento da lente (a lente que está dentro do olho).

O paciente mais novo com hipermetropia pode corrigir o defeito por este mecanismo de acomodação, mas esta capacidade diminui com a idade e em situações de fadiga ocular.

Quais são os sintomas da hipermetropia constitucional?

Os sintomas constitucionais de hipermetropia são variáveis, dependendo do tamanho da anomalia, e geralmente só ocorrem quando a capacidade de acomodar diminui.

No início, distúrbios visuais normalmente produzem envolvimento simples, variável de um dia para o outro, com uma diminuição inicial na visão de perto (leitura), e posterior também a visão à distância.

Hipermetropia pode ser um sinal de outras doenças oculares?

Algumas hipermetropias favorecem a ocorrência de certas doenças oculares como o glaucoma agudo.

Em adultos, um início súbito de hipermetropia adquirida pode revelar uma doença ocular mais grave luxação, ou subluxação do cristalino, edema de retina, tumores orbital

Como o oftalmologista diagnostica a hipermetropia?

O oftalmologista verifica a acuidade visual para visão à distância e de perto, e controla o exato grau de hipermetropia utilizando um aparelho chamado refratômetro, que lhe permite saber o tipo eo grau de hipermetropia o sofrimento de cada. Isso permite que o oftalmologista prescrever lentes corretivas adaptadas a cada caso.

O oftalmologista também procurar anomalias associadas (risco de estrabismo, glaucoma de aguda).

O que você deve prestar atenção especial?

  • Em crianças, em qualquer desvio do olho intermitente ou permanente (estrabismo), ou qualquer história familiar de estrabismo, aconselha-se uma consulta com um oftalmologista para diagnosticar e tratar o mais cedo possível hipermetropia. O tratamento é mais eficaz quanto mais cedo é estabelecida, e se não for feito logo, você corre o risco de que um olho não se desenvolve adequadamente e acabam por ter má visão (ambliopia) permanente.
  • No adulto, se a visão é prejudicada precisa verificar se as lentes corretivas são bem adaptados para a visão.

Como faço para corrigir a hipermetropia?

Não há colírios ou terapia outras drogas para curar a hipermetropia.

  • Em crianças, o tratamento geralmente consiste na adaptação de lentes corretivas em alguns casos, os tratamentos adicionais são necessários.
  • Em adultos, de acordo com o nível de atividade e desejos pessoais de cada um, e dependendo do teste que é feito, o médico pode aconselhar óculos ou lentes de contato, ou, menos freqüentemente, a propor uma cirurgia refrativa.
  • Distúrbios de refração cirurgia são cada vez mais comum nos países desenvolvidos, dada a sua bons resultados e baixo índice de complicações. O mais amplamente usados ??hoje é chamado de LASIK (sigla em Inglês para "laser in situ keratomileusis") que consiste em um corte inicial na córnea para obter pingente folha ("fatia") e finalmente, deslocar-se em colocar o flap corneano. Todo o processo ocorre em poucos minutos, com anestesia local.
  • LASIK pode tratar tanto a miopia e hipermetropia ou astigmatismo, mas tem suas limitações, principalmente com base no número de dioptrias para corrigir.

É obrigatória a correção da hipermetropia?

  • Em crianças, a correção óptica da hipermetropia deve ser feita, neste caso, os sintomas visuais é a visão turva, dor de cabeça,  ... No caso de hipermetropia acompanhada por um estrabismo (criança "pega" um dos olhos para dentro) sempre deve ser corrigido, uma vez que em muitos casos, a correção adequada de hipermetropia pode resolver o problema de estrabismo e permitir adequado desenvolvimento da visão em ambos os olhos.
  • No adulto, na prática, depois de 15 anos, a correção óptica da hipermetropia é fundamentalmente uma questão de conveniência, exceto naquelas atividades onde a segurança está em jogo, tais como a condução, onde é deve usar óculos ou lentes de contato.

Especialistas em hipermetropia

Encontre um especialista em Hipermetropia na sua cidade:
Germana Moura Donaire

Germana Moura Donaire

Oftalmologista

São José do Rio Preto

Dr. Igor Valeriano Cançado

Dr. Igor Valeriano Cançado

Oftalmologista

Navegantes

Pedro Rodrigo Xavier

Pedro Rodrigo Xavier

Oftalmologista

Santo André

Rodrigo Franzoso Almeida de Andrade

Rodrigo Franzoso Almeida de Andrade

Oftalmologista

Vargem Grande Do Sul

Mariana Mayumi Yanaguihara

Mariana Mayumi Yanaguihara

Oftalmologista

Bauru

Perguntas sobre Hipermetropia

Nossos especialistas responderam a 26 perguntas sobre Hipermetropia

 Ediluce Fernandes
Ediluce Fernandes
Oftalmologista
Santo André
É possível em alguns casos sim. Para a concreta indicação são necessários alguns exames da sua córnea e uma avaliação oftalmológica completa. Estou a disposição.
1 respostas

Antes de pensar no valor da cirurgia, marque uma avaliação do seu caso com o cirurgião.
A realização ou não da cirurgia vai depender de uma série de fatores como seu grau, idade, acuidade…
1 respostas

 Ediluce Fernandes
Ediluce Fernandes
Oftalmologista
Santo André
Seria interessante alguns exames de córnea para verificar a possibilidade de cirurgia para o grau. De qualquer forma, a ambliopia não irá melhorar com a cirurgia.
3 respostas

Especialistas falam sobre Hipermetropia

Na hipermetropia os objetos são focalizados atrás da retina, fazendo a imagem perder sua nitidez. O principal sintoma é a dificuldade para visão de perto. Entretanto, tem certa dificuldade também para objetos distantes, pois, exige acomodação constante do cristalino (lente do olho). O esforço para manter o foco pode causar tensão, dores de cabeça e fadiga ocular. Muito comum nas crianças. O tratamento é feito com óculos, lentes de contato ou cirurgia refrativa a laser.

Ana Paula Canto

Oftalmologista

Curitiba

Agendar uma visita

A hipermetropia é a dificuldade em enxergar objetos de perto e acontece quando o olho é mais curto que o normal ou quando a córnea (parte da frente do olho) não tem capacidade suficiente, fazendo com que a imagem se forme após a retina. A hipermetropia normalmente é tratada por meio do uso de óculos ou lentes, no entanto, dependendo do grau, pode ser indicado pelo oftalmologista a realização de cirurgia laser para correção da córnea.

Marcia Cristina Toledo

Oftalmologista

Goiânia


Distúrbio visual que causa uma piora da visão , geralmente necessitando de lente corretivas para uma boa visão. Hoje podemos corrigir esse distúrbio com uso de cirurgia a laser.

Dr Thiago Lima

Oftalmologista

Fortaleza

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Hipermetropia?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.