Otite - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em otite

Encontre um especialista em Otite na sua cidade:
Paula De Oliveira Oppermann

Paula De Oliveira Oppermann

Otorrino

Porto Alegre

Daniela Boeira da Silva

Daniela Boeira da Silva

Otorrino

Joinville

Jose Dantas

Jose Dantas

Otorrino

Rio de Janeiro

Marília Camargo de Souza Sardeto

Marília Camargo de Souza Sardeto

Otorrino

Guarapuava

Leandro Morioka

Leandro Morioka

Otorrino

Jataí

Fernando Gatti de Menezes

Fernando Gatti de Menezes

Infectologista

São Paulo

Perguntas sobre Otite

Nossos especialistas responderam a 77 perguntas sobre Otite

Dra. Sarah Angelica Maia
Dra. Sarah Angelica Maia
Pneumologista pediátrico, Pediatra
Curitiba
Olá! Não utilize a medicação sem orientação médica (em especial, exame do ouvido constatando sinais de infecção bacteriana). O Otomixyn é uma associação entre analgésico e antibiótico, e, caso…
1 respostas

Boa noite! Retorne ao otorrino para revisão da otoscopia, e caso realmente não haja obstrução do conduto auditivo externo, realizar uma audiometria. Boa semana!
1 respostas

Boa tarde!
O ideal é retornar ao otorrino após o tratamento pois, muitas vezes é necessário sim fazer a limpeza. Mas também é importante avaliar o tratamento após o antibiótico
1 respostas

Especialistas falam sobre Otite

As dores de ouvido são uma das principais causas de atendimento no consultório do otorrinolaringologista. Podem indicar desde infecções na parte externa do ouvido (otite externa), como complicações de gripes e resfriados (otites médias). Além disso, problemas musculares e da articulação da mandíbula também podem causar dores nos ouvidos, portanto, uma avaliação especializada é sempre indicada para se obter um tratamento adequado.

Milene Massucci Bissoli

Otorrino

São Paulo


É uma infecção de ouvido que pode ser de infecciosa, eczematosa ou acumulo de secreção proveniente do nariz. A otite pode ser classificada em externa quando acomete o canal do ouvido, geralmente após entrar agua da praia/piscina/banho ou uso recorrente de cotonete. E pode ser a otite média geralmente após um quadro de resfriado comum em crianças e em alguns adultos, é importante também a avaliação do nariz para estes pacientes. Com a otoscopia que realizar no consultório, posso diferenciar se é externa ou interna, como também com a consulta medica avaliar qual a possível causa e se for necessário a avaliação do nariz, posso realizar uma endoscopia nasal em consultório sem sedação.

Ficha técnica: Otite Média com Efusão (OME) Apelido: Otite Serosa Principal sintoma/queixa: Plenitude aural / ouvido tampado População de risco: Crianças pré-escolares e escolares, profissionais que trabalham em altura/submersos / pacientes submetidos à radioterapia. Principais causas: Tonsila faríngea (adenóide) aumentada ou infectada, tabagismo na família, refluxo gastroesofágico, anatomia desfavorável. Tratamento: Acompanhamento com exame físico periódico, medicamentos e em alguns casos cirurgia.

Vitor Guo Chen

Otorrino

São Paulo


A otite é uma inflamação da orelha. Na otite externa ocorre a infecção do conduto auditivo por germes, como bactérias ou fungos. Geralmente causa dor de ouvido intensa, com inchaço do conduto e até saída de pus. É bastante comum no verão, após banhos de mar/piscina ou após manipulação excessiva, como após o uso de cotonete. Normalmente requer o uso de antibiótico em gotas no ouvido. Já a otite média aguda é uma inflamação atrás do tímpano, com o acúmulo de pus, causada por bactérias ou vírus. Os sintomas mais comuns são febre, dor de ouvido importante e, caso o tímpano rompa, há a saída de pus. É mais comum em crianças e muitas vezes requer uso de antibiótico oral.

Carolina Fischer Becker

Otorrino

Estância Velha


Otite é o nome que damos a inflamação localizada nos ouvidos. Por isso, existem várias classificações para diferenciá-las. Otite Externa: inflamação do conduto auditivo, ou seja, o canal externo recoberto por pele. Costuma causar dor, inchaço, secreção e, até mesmo, piora auditiva. As causas podem ser bacterianas, fúngicas, alérgicas, entre outras. É muito comum se manifestarem após contato com água de piscinas ou rios. Otites Média Aguda: inflamação da parte do órgão localizada após a membrana do tímpano. Causa dor, secreção e muitas vezes febres. Associada a vírus e bactérias que colonizam também as vias aéreas, por isso os sintomas podem se manifestar de maneira similar a resfriados.

Paula De Oliveira Oppermann

Otorrino

Porto Alegre


Otite média aguda é o principal motivo de indicação de antibióticos em crianças, sendo que toda criança até os três anos de idade terá um episódio e algumas terão episódios de repetição. Geralmente é uma complicação de gripes e resfriados, sendo que as crianças apresentam como principais sintomas: febre, obstrução nasal, dor de ouvido, vômitos, irritabilidade e recusa alimentar. Em torno de 70% dos casos curam em cinco dias, sem necessidade de antibiótico, somente com tratamento da gripe ou resfriado, desde que haja confiança da família com esta conduta menos agressiva de seu pediatra.

Otites são inflamações do ouvido, que podem ser da parte externa (otite externa) ou da parte média (otite média). As otites externas podem acometer o conduto auditivo externo e o pavilhão auricular. A otite média acomete o local onde estão os ossículos da audição e a membrana timpânica. A otite média pode ser aguda ou crônica, sendo que a aguda é a doença de ouvido mais frequente em crianças. Cada uma apresenta um quadro clínico diferente, com gravidades diferentes e exige tratamentos específicos, além de orientações sobre medidas preventivas para que esses sintomas não sejam recorrentes.

Janaína Kopp

Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Complicação frequente das infecções agudas virais infantis

Yukimi Takanaca

Pediatra

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Otites são inflamações do ouvido, que podem ser da parte externa (otite externa) ou da parte média (otite média). As otites externas podem acometer o conduto auditivo externo e o pavilhão auricular. A otite média acomete o local onde estão os ossículos da audição e a membrana timpânica. A otite média pode ser aguda ou crônica, sendo que a aguda é a doença de ouvido mais frequente em crianças. Cada uma apresenta um quadro clínico diferente, com gravidades diferentes e exige tratamentos específicos, além de orientações sobre medidas preventivas para que esses sintomas não sejam recorrentes.

Hamilton Leal Moreira Ferro

Otorrino

Presidente Getúlio


O ouvido infantil tem particularidades que devem ser valorizadas durante o exame físico e tratamento da criança. O médico com treinamento especial em doenças pediátricas do ouvido pode oferecer um conhecimento específico e delicada habilidade no manejo destes problemas. Alterações anatômicas como o tamanho e a posição da tuba auditiva (que é um canal que comunica o ouvido e o nariz da criança) implicam em maior predisposição a infecções recorrentes e acúmulo crônico de líquido atrás do tímpano.

Dra. Viviane Pandini

Otorrino

Jundiaí

Quais profissionais tratam Otite?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.