Estresse - Informações, especialistas e perguntas frequentes

É a reação de defesa fisiológica ativada para enfrentar uma situação de risco frente à ameaça da secreção de substâncias como a adrenalina. Quando o estresse se torna um problema constante, gera uma série de sintomas como dor de cabeça, insônia, indigestão, batimentos cardíacos rápidos ou nervosismo. Você pode até mesmo desenvolver outras doenças graves, como hipertensão, gastrite, úlceras de estômago, depressão, ansiedade, dermatite, disfunção sexual, entre outras.

Especialistas em estresse

Encontre um especialista em Estresse na sua cidade:
Ana Barros

Ana Barros

Psicólogo

Castanhal

Tatiane Neves Nascimento

Tatiane Neves Nascimento

Psicólogo

Barueri

Enete Consorte Amedi

Enete Consorte Amedi

Psicólogo

Santa Bárbara D'Oeste

Karine Lazzari

Karine Lazzari

Psicólogo

Caxias Do Sul

Jacqueline R. C. De Moura

Jacqueline R. C. De Moura

Psicólogo

São José dos Campos

Fabiana Barcelos

Fabiana Barcelos

Psicólogo

Uberlândia

Perguntas sobre Estresse

Nossos especialistas responderam a 36 perguntas sobre Estresse

 Thiago de Sousa
Thiago de Sousa
Psicanalista, Psicólogo
Rio de Janeiro
Certamente. Inclusive podendo levar a problemas gastrointestinais graves. Idealmente, é bom buscar um/a gastroenterologista visando excluir quaisquer questões que sejam de ordem orgânica. Caso…
5 respostas

 Katia Tarouquella Brasil
Katia Tarouquella Brasil
Psicanalista, Psicólogo
Brasília
As técnicas de respiração podem contribuir de modo importante para diminuir a ansiedade, que parece ser um importante fator para essas náuseas. Contudo, entendo que é também importante compreender…
7 respostas

Boa tarde!! É comum que períodos de estresse apareçam algumas dores pelo corpo, pode ser dor crônica, ou mesmo tensão muscular, que são os músculos mais enrigecidos. O terapeuta cognitivo comportamental…
7 respostas

Especialistas falam sobre Estresse

Um dos problemas mais comuns que o ser humano enfrenta, em qualquer idade, é o estresse, que é o resultado da interação entre o indivíduo e o mundo em que ele vive. Todos nós estamos expostos a situações que nos geram estresse e nos causam desgaste da nossa energia física e mental. Este desgaste é causado por fatores que acontecem no mundo externo , sejam eles bons ou ruins, como por exemplo: promoção no emprego ou a perda do emprego e aqueles relacionados ao nosso mundo interno, ou seja, ao modo como pensamos, nossas crenças ,valores e como interpretamos o mundo ao nosso redor .

Valdir Campos

Psiquiatra

Belo Horizonte


O estresse e suas consequências são frequentes na vida moderna. Procuramos combater o estresse com uma abordagem integrativa. Munidas de ferramentas complementares, como a Ortomolecular, Fitoterapia, Terapia Quântica e Terapia Bemer, trabalhamos para o seu equilíbrio, na visão integral do ser humano.

Estresse é o conjunto de reações físicas e mentais de um indivíduo frente a certos estímulos externos, que seriam necessárias para o enfrentamento das exigências do meio ambiente. Quais são alguns dos sinais de que algo não vai bem e que podem indicar estresse? Sensação de cansaço constante alterações de sono (insônia ou excesso de sono) alterações de apetite (perda ou excesso de apetite), dificuldade de concentração e memória irritabilidade,dores de cabeça e no corpo problemas de pele, aumento de pressão arterial, Esses são alguns dos sintomas. Se vc se identificou procure as causas, faça atividade física, evite situações que sejam estressoras e que possam ser cortadas, respire.

Douglas Motta Calderoni

Psiquiatra

São Paulo


Não há dúvidas de que alguma condição significativamente estressante esteja relacionada a maior parte dos problemas levados ao psiquiatra. A questão dos ritmos de vida muito apressados, o curto intervalo para o devido descanso, a sobrecarga de funções , as pressões do meio e as autocobrancas excessivas, o imediatismo dos dias de hoje, o sono inadequado, a dificuldade em lidar com as frustrações inevitáveis e aquelas dolorosas perdas com as quais nos vemos tendo de enfrentar, as diferenças de temperamentos, a lida com gente de diferentes funcionamentos, as crises do nosso meio, o consumo de álcool e outras substâncias, a violência, tudo e mais um tanto, são muito impactantes à saúde mental.

Luiz Carlos Fortes Filho

Psiquiatra

Uberaba


"O Stress é uma resposta do corpo à pressão. Ele ocorre quando o organismo responde com o corpo, com a mente e com o coração às condições inadequadas de vida de forma contínua ou muito intensa. As consequências nocivas são variadas, mas entre elas, temos os Transtornos de Ansiedade e a Síndrome de Burnout." (LIMONGI-FRANÇA, 2004)

O estresse é uma estado físico ou psicológico exacerbado, provocado por fatores internos ou externos e que, direta ou indiretamente, acaba desestabilizando o individuo quando este não consegue lidar com tal condição. Quanto aos sintomas gerais do estresse, estes podem se apresentar em forma de ansiedade/angústia, sensação de opressão, rigidez muscular, pupilas dilatadas, insônia, a falta de concentração, irritabilidade, a perda do convívio social, entre outros. A longo prazo, o individuo pode se isolar e perder várias oportunidades. A psicoterapia ajudará o mesmo a lidar melhor com tais situações de estresse, em busca de melhor qualidade de vida.

O estresse é uma resposta natural do corpo a situações extremas, nas quais o cérebro nos prepara para reagir, liberando cortisol e adrenalina. Dessa maneira, ficamos prontos para apresentarmos o melhor desempenho possível, fisicamente e mentalmente. Quando somos submetidos, continuamente, a situações estressantes (por exemplo, muitas cobranças no trabalho, relacionamentos abusivos etc.) ou experiências traumáticas, podemos entrar em um quadro crônico de estresse e, o que era uma exceção, passa a perdurar e desgastar corpo e mente. Os principais sintomas são: irritabilidade, insônia, dificuldade de concentração e memorização, cansaço excessivo, dores de cabeça e alterações de apetite.

Karine Cunha

Psiquiatra

São Paulo


Com o excesso de estímulos que as pessoas vivem em seu dia-a-dia acaba acarretando o estresse. Esse mal, gera sintomas tanto físicos como emocionais e acaba interferindo muito na saúde como um todo. No que se trata aos aspectos emocionais, a psicoterapia pode lhe ajudar a conseguir ter um equilíbrio maior do seu estado mental, proporcionando um tratamento eficácio na sintomatização do estresse.

Lilian Ceolin

Psicanalista, Psicólogo

Americana

Agendar uma visita

O estresse é o nome dado aos sintomas e efeitos sobre o nosso organismo quando temos que encarar situações que exigem muito de nossa capacidade de adaptação. Identificar os elementos que produzem o estresse na vida de cada um é o ponto de partida para aprender a gerencia-los ou até mesmo elimina-los, quando possível. Existem muitas técnicas específicas para reduzir os sintomas de estresse e são trabalhadas em conjunto a estratégias para aprender a lidar de forma mais adequada os estressores do dia a dia, desenvolvendo um conjunto de habilidades que permite ao paciente sofrer menos em situações em que é exigido ao seu máximo, em qualquer situação que esteja vivenciando.

Você já pensou em fazer varias pausas para relaxar durante o ano, ao invés de tirar um mês de férias? Você sabia que estas pausas são primordiais para evitar a exaustão, e eficazes na redução do stress? Sim! Pesquisadores finlandeses descobriram que após um longo período sem pausas, há maior vulnerabilidade a doenças cardiovasculares e aumento do risco de morte prematura. Mais uma dica para você, para seu novo estilo vida saudável…

Rose Nassif

Psicólogo

Jundiaí


Vivemos num mundo extremamente dinâmico, cada vez mais repleto de informações e exigências. As atividades em excesso do cotidiano, quando mal orquestradas pelo sujeito, podem causar o estresse emocional. Estresse é uma pressão no psiquismo caracterizada por um conjunto de sintomas e reações desequilibradas do organismo como irritação, frustração, impaciência, cefaléia, pressão alta e taquicardia. A análise se propõe a criar um espaço de desaceleração psíquica. São freadas as reações sintomáticas através da fala reflexiva e de mudanças comportamentais diante dos acontecimentos. Assim, a pessoa torna-se capaz de rever seu posicionamento na vida e de fazer escolhas mais saudáveis.

Fernanda Soares Gonçalves

Psicanalista, Psicólogo

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Identificação de fatores estressantes em sua vida, em todos os setores, desde o ambiente familiar ao ambiente de trabalho.

Daniela Sarmento

Psicólogo

Rio de Janeiro


O estresse é uma resposta física a eventos que perturbam o equilíbrio emocional de uma pessoa que observa e julga o evento como uma ameaça. Quando há o julgamento de perigo, real ou imaginário, o medo e a ansiedade acionam, prejudicialmente, o organismo que, por sua vez, reage de forma sistemática por meio de reações conhecidas como reação “de luta ou fuga”, ou resposta ao estresse. A psicoterapia avalia o perfil de preocupação, compreendendo como reagir e a comportar em função dos acontecimentos e dos estímulos do mundo, restruturando padrões de pensamentos e construir formas de pensar mais produtivas e satisfatórias.

Estresse é um termo que foi importado da física para a medicina. Na física significa as alterações ambientais que um objeto ou material sobre, como elevação ou diminuição da temperatura, mudanças na pressão atmosférica, vibração, impacto, eletricidade. A capacidade de um material de manter suas características frente aos estresses do meio é chamada de resiliência. Quando o estresse supera a resiliência do material, este se deforma. Como uma barra de metal que você esquenta até ela se derreter. Ainda é metal, só que deformado. Na medicina é o mesmo conceito. Se o estresse que uma pessoa sofre é maior que a capacidade de resiliência da pessoa, a pessoa começa a se deformar (adoecer).

O estresse é uma reação do organismo que ocorre quando ele precisa lidar com situações que exijam um grande esforço emocional para serem superadas. Quanto mais a situação durar ou quanto mais grave ela for, mais estressada a pessoa pode ficar. Cada pessoa tem uma maneira própria de se estressar e a evolução do estresse não tem prazo definido. Quando o nível do estresse é muito alto, algumas doenças podem surgir então em função desse estado de redução da atividade do sistema imunológico. Ex: Coceiras, hipertensão, colesterol alto, herpes. Existem 4 níveis de estresse, por isso, cabe uma avaliação minuciosa para identificar os níveis e a partir daí, buscar estratégias de enfrentamento.

Letícia Aparecida Batista

Psicólogo

Vinhedo


Você já sentiu aquela vontade de simplesmente abandonar tudo? Você não sabe bem o porquê, mas a confiança que tinha em si mesmo já não está igual e, de repente, sente que não será capaz de fazer nada direito. Seu senso de humor já não é mais o mesmo, nem sua vontade de sexo. Além disso, trabalhar tornou-se penoso, sente-se sempre cansado e, sem causa nenhuma, irrita-se intensamente com qualquer coisa. Então, estes são sintomas de estresse. A psicoterapia é a forma mais eficaz de tratamento do estresse, pois buscará suas causas pela investigação de como você mesmo contribui para seu agravamento e trará mais clareza para pensar e agir de diferentes formas sobre o que vive e sente.

Rogério Cogo

Psicanalista, Psicólogo

Campinas

Agendar uma visita

É uma manifestação emocional que surge na pessoa por uma insatisfação interna consigo mesma. Acarreta prejuízos físico, emocional e mental, que se refletem em seu desempenho na vida pessoal, afetiva, laboral e social. Alguns de seus principais sintomas são: irritação frequente, isolamento, insatisfação, raiva, falta de entusiasmo, lapsos de memória e dificuldade de concentração, insônia, etc. Além disso, também produz alterações físicas, como coração acelerado, músculos contraídos,  pressão arterial alta, respiração curta, etc. No tratamento são utilizadas técnicas de relaxamento e reflexões sobre os fatores desencadeantes do estresse, permitindo a ressignificação destes.

Lúcia Dornelas Cavalcante

Psicólogo

Recife


No tratamento do estresse são utilizados questionários, Inventários e testes, além de entrevistas e psicoeducação para ajudar ao paciente a se automonitorar, compreender e tentar modificar as crenças e pensamentos disfuncionais que perpetuam a sensação de estresse.

Edith Vieira Carneiro Andrade

Psicólogo

Nova Iguaçu


Estresse é o resultado do frequente gasto de energia que o organismo necessita para voltar ao equilíbrio em seu funcionamento. Quando o indivíduo está diante de eventos promotores de ansiedade, medo, preocupação constantes surgem sintomas que caracterizam o estresse como impaciência, irritação, cansaço, imunidade baixa, alergias, queda de cabelo, dificuldade de dormir. Em terapia é avaliado quais eventos contribuem para os sintomas, a maneira como o indivíduo lida para fortalecê-lo e mudar o que precisa para proporcionar qualidade de vida.

Os sintomas de estresse podem ser físicos e/ou emocionais. Sintomas Físicos podem aparecer como facilidade de ficar doente; e como alergias; insônia; diabetes; pressão alta, etc. Já os de estresse emocional podem surgir como tonturas; irritabilidade; medos; problemas de concentração, dentre outros. Quando surgem tais problemas, que podem ser devidos a situações de traumas ou outros, é necessário buscar Tratamento Psicoterápico, com Profissional Especializado em Psicoterapia Psicanalítica ou Psicossomática.

Fabiana Cruz Destro

Psicanalista, Psicólogo

Araraquara

Agendar uma visita

A síndrome de burnout e o estresse são fatores muito comuns na nossa sociedade atualmente. O estresse é muito relacionado a outras doenças psiquiátricas como depressão e ansiedade. Pode apresentar uma necessidade intensa de autoafirmação, dores de cabeça, dores no corpo, insônia, fadiga, oscilações de humor, desatenção e até queixas gastrointestinais. O tratamento é feito com antidepressivos e psicoterapia. Há grande melhora do quadro com retomada da normalidade desde que feito tratamento correto. A demora em procurar ajuda piora os sintomas levando a depressão e outras doenças psiquiátricas.

Luís Guilherme De Oliveira Labinas

Psiquiatra

São José dos Campos


O stress é uma resposta fisiológica e comportamental normal a algo que aconteceu ou está para acontecer que nos faz sentir ameaçados ou que, de alguma forma, perturba o nosso equilíbrio. Quando nos sentimos em perigo real ou imaginado, as defesas do organismo reagem rapidamente, num processo automático conhecido como reação de "luta ou fuga” ou de “congelamento", é a resposta ao stress. Inicialmente, o stress pode ser positivo, contudo para além de um certo nível, este deixa de ser proveitoso e começa a prejudicar gravemente a saúde, a alterar o humor, a produtividade, os relacionamentos e a qualidade de vida, em geral.

Cesar Bastos

Psicólogo, Terapeuta complementar

Brasília

Agendar uma visita

Ainda hoje, o estresse é um tema amplamente estudado à nível mundial. Foi considerado, em 2001, pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como o grande mal do século XXI. Alguns autores o definem como uma consequência de uma situação na qual um indivíduo compreende que as demandas ambientais estão além do que ele é capaz de atender. O stress é desencadeado por uma situação estressora que envolverá componentes físicos, emocionais e bioquímicos o qual o indivíduo interpretará o evento como uma ameaça ou um desafio que exigirá do organismo uma grande capacidade adaptativa. O propósito da reação de stress seria proteger o organismo do perigo, tendo como objetivo primordial a preservação da vida.

O estresse é uma resposta natural do corpo diante de uma situação que o cérebro interpreta como perigosa, agressiva, de risco. No entanto, estresse em excesso e constante é nocivo. Na terapia cognitiva, o sujeito aprende a avaliar se o pensamento diante de determinada situação é realista (ou não) e sua capacidade de lidar com aquela situação. Aprende a identificar os sinais emitidos pelo corpo, entender e controlar os sintomas (com técnicas de respiração e relaxamento muscular), enviando assim uma mensagem ao cérebro de que nenhum ataque ocorrerá (lembrando que o estresse é o mecanismo de evolução que faz com que o animal lute ou fuja para sobreviver diante de uma ameaça).

Sandra Mara Comper

Psicólogo

Balneário Camboriú

Agendar uma visita

O estresse está associado a qualquer situação ou pensamento que provoca frustração e nervosismo, que acaba passando espontaneamente. Já a ansiedade está relacionada com medo irracional, aflição, preocupação excessiva, angústia e enorme desconforto interior devido à sensação de perigo e incerteza que é mais comum em doenças psiquiátricas, como ocorre na depressão. O stress é geralmente, a sensação de perda de controle da situação e pode contribui para um melhor desempenho porque pode se tornar motivador. No entanto, quando esta reação é muito exagerada e crônica pode ser muito tóxico. Em 31 anos de atuação como psicoterapeuta aprendi a tratar o stress sem medicação, com ótimos resultados.

Deroni Sabbi

Psicólogo, Terapeuta complementar

Porto Alegre

Agendar uma visita

"O estresse é uma reação psicofisiológica complexa que tem na sua gênese a necessidade do organismo enfrentar algo que ameaça a sua homeostase interna" (Lipp, 2003, pág.18). Para compreender o estresse devemos examinar tanto o ambiente onde ele acontece (P.ex.: trabalho estressante) como as pessoas envolvidas (sentir-se estressado). O estresse envolve aspectos: *cognitivos: filtrar, processar e avaliar as situações. *comportamentais: enfrentamento, evitação ou passividade. *fisiológicos: respostas de “luta ou fuga”. Existem diferentes níveis de estresse e para diminui-lo é preciso identificar suas fontes, que podem ser internas ou externas, e aprender novas formas de lidar com elas.

Taisa Borges Grün

Psicólogo

Florianópolis

Agendar uma visita

Receber uma massagem terapêutica é sentir-se acolhido, cuidado e reintegrado consigo mesmo como um todo. A massagem integrativa é um conjunto de técnicas com objetivos terapêuticos, principalmente para relaxar a musculatura, Além de atuar na manipulação tradicional, esta técnica tem como base reequilibrar as energias do corpo, atuando portanto nos campos físico e emocional.Por atuar na manipulação dos tecidos, a massagem integrativa melhora a circulação sanguínea e é capaz de proporcionar a eliminação das toxinas do organismo pois estimula o sistema imunológico que é nossa defesa natural.

Celi Piernikarz

Psicólogo

São Paulo


O Estresse tem trazido muito desconforto e atrapalhando o dia a dia de das pessoas no meio profissional e familiar. A irritabilidade, insônia, falta de paciência, falta de concentração e pessimismo, são alguns dos sintomas que caracterizam o estresse. O autoconhecimento auxilia o paciente a identificar os focos de estresse e decidir ações que tragam mudanças na maneira de pensar e reagir diante dos desafios diários. Excesso de estados de estresse, pode gerar sérias consequências físicas, tais como problemas cardíacas e outras doenças psíquicas, o ideal é acompanhar o quanto antes as causas, de modo que o tratamento seja uma prevenção de quadro mais avançados.

Bruna Rodrigues

Psicólogo

Itaquaquecetuba


Pode ser desencadeado por estados emocionais negativos e positivos, sendo a adaptação ao meio o objetivo final ao processo. Existem três fases sucessivas: alarme, resistência e esgotamento. Algumas causas:Pressões e Cobranças, Monotonia e Rotina, Falta de Perspectiva, Insatisfação pessoal como um todo. Através da Terapia Cognitivo Comportamental identificar os estressores internos e avaliá-los,mudanças de abito e comportamentos,nutricional, relaxamento da tensão física e mental e exercícios físicos. Desta forma, aprende a lidar melhor nas diversas áreas de atuação e obter melhor qualidade de vida.

Rilda Rodrigues

Psicólogo

Recife


As pessoas conhecem bem o que é estresse, suas causas e a contribuição que a vida moderna acarreta.O transito caótico, excesso de trabalho, cumprimento de metas e problemas de relacionamento entre outros. Mas quais as razões que levam o indivíduo a continuar sofrendo, mesmo com uma gama de tratamentos e medicamentos? Os motivos aparentes são uma pequena parte do que é conhecido ou vivenciado por serem inconscientes. O estresse pode chegar a níveis intoleráveis ocasionando adoecimento psíquico e físico e a Psicoterapia poderá ser uma grande aliada e ajudá-lo a se conhecer e a dar novos significados em sua vida. Pense nisso.

Roseane Pereira Santos Corso

Psicanalista, Psicólogo

Mogi das Cruzes


O estresse é uma reação normal do corpo a qualquer estímulo, é o que faz o corpo reagir e é positivo e essencial na vida. Porém, na atualidade, o estresse é excessivo e se torna prejudicial, pois são tantas atividades acontecendo ao mesmo tempo que não temos tempo de voltar a um equilíbrio antes de um novo estimulo. Isso pode se tornar uma doença, e desencadear sintomas de ansiedade, preocupação excessiva, e favorecer o aparecimento de doenças como pressão alta e gastrite, entre outras. No extremo pode se tornar uma síndrome do pânico ou ansiedade generalizada que impede a pessoa de realizar suas atividades normalmente. Procure ajuda se tiver sintomas!

Mayra Kruse De Morais

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo

Agendar uma visita

O estresse é uma resposta do organismo (física ou mental) a um evento de esforço extremo ou importante, geralmente quando se sente ameaçado ou sob pressão. Essa resposta libera uma série de reações químicas no seu organismo, o que provoca reações fisiológicas.

Claudia Paleari

Psicólogo

Londrina


O Estresse um evento fisiológico que mobiliza o indivíduo para resolução de problemas e conflitos diários. O estresse só é um problema quando se torna crônico e acentuado, nessas situações as descargas emocionais (com implicações físicas, como o excesso do hormônio cortisol) deixa as pessoas com baixa imunidade, vulneráveis a doenças comuns e psiquiátricas. O psicoterapia tem um papel fundamental em ajudar as pessoas a compreender que o estresse é impossível de evitar, mas possíveis de manejar e superar.

Clarice Lopes Gentilli

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo

Agendar uma visita

O stress pode ser definido como uma reação do organismo a eventos externos vistos como ameaçadores, sendo uma reação neuropsicofisiológica do organismo que o prepara, através de alterações orgânicas e psicológicas para reagir a estes eventos vistos como ameaçadores. Ele pode ser benéfico e prejudicial, quando há uma carga prolongada de stress pode gerar um desgaste prejudicial ao organismo. Durante minha formação produzi pesquisas sobre stress: Afastamento do trabalho e estresse: um olhar para a diferença entre homens e mulheres e Afastamento por problema de saúde mental: quando a doença invisível incapacita o trabalhador. O que traz conhecimentos especifico sobre o mesmo.

O estresse está presente na vida de quase toda a população e não deve ser tratado como um problema corriqueiro. É importante que ele seja tratado para que não venha a prejudicar a saúde física e mental do indivíduo. Considerando o sujeito e suas experiências, deve-se achar formas possíveis de lidar e erradicar situações de estresse de sua vida.

O estresse é uma resposta do organismo (física ou mental) a um evento de esforço extremo ou importante, geralmente quando se sente ameaçado ou sob pressão. Essa resposta libera uma série de reações químicas no seu organismo, o que provoca reações fisiológicas. O estresse pode ser reconhecimento e aparecer através de sensações como medo, desconforto, preocupação, irritação, frustração, indignação e nervoso.

Melissa Costa

Psicólogo

Chapecó


O estresse acomete a maioria das pessoas, as vezes uma simples prática pode diminuir consideravelmente esse mal estar. A respiração é muito utilizada nesses casos, voltar a sua atenção para você no momento de desespero por meio da respiração pode ser uma saída inteligente. Acalmar-se por meio da respiração é um exercício difícil porém eficaz. Imagine você em uma paisagem linda, experimente e sinta a paz e tente ficar nesse momento por alguns instantes.Viva o aqui-e-agora e deixe de viver no automático. Simples assim, faça a sua escolha.

Hoje em dia e cada vez mais, o estresse vem acometendo as pessoas de um modo geral, desde crianças a adultos. Por que será? Importante considerarmos a particularidade de cada pessoa para entendermos individualmente, contudo, podemos observar uma sobrecarga, gerando esforços extremos para arcar com o que lhe é demandado, sejam responsabilidades ou emoções... e então, o corpo reage com reações quimicas, o que provoca reações fisiologicas e podem surgir diversos sintomas como: cansaço, irritação,falta de concentração, tensão, insonia, coração acelerado, alteração da pressão arterial, dentre outros ... O importante é perceber que você está acima do seu limite.

Fernanda Ignácio

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo


Trata-se do grande vilão da atualidade. Atualmente a sociedade impôs a todos os seus indivíduos um ritmo frenético que leva muitos a exaustão. No espaço oferecido pela psicoterapia podemos encontrar quais são as reais prioridades de nossa vida e deixar de lado aquilo que só nos rouba energia e assim nos dedicarmos com mais intensidade àquilo que realmente interessa.

O que é estresse? Uma situação onde a pessoa tem um intenso esforço físico ou emocional, exemplo: muito serviço, cobrança do chefe, a pessoa pode vê uma situação como ameaçadora. Sintomas fisiológico: Dor cabeça, muscular. Psicológico: Ansiedade, irritabilidade. Sintoma Comportamento: isolamento. Pode ocorrer por diversos motivos. Exemplo: Assalto; Trabalho; Mudança estilo vida; Sem perspectiva de crescimento profissional. Por que é importante tratar O estresse? A terapia possibilita o desenvolvimento de uma maior percepção de si e do mundo, pensamento e sentimento. Identificar os estressores, técnica relaxamento, aprender novas habilidades, mudar a forma de enfrentar situações.

Miriam Da Cruz Seifert

Psicólogo

Santo André


A Síndrome de Burnout A principal característica da Síndrome de Burnout (SB) é a persistente tensão emocional e o estresse crônico associados a condições de trabalho desgastantes nos aspectos físico ou psíquico. A SB se manifesta especialmente em pessoas cuja profissão ou ocupação exige contato interpessoal frequente e mais intenso. São fatores de risco para a SB o perfeccionismo e a dedicação exagerada. O sintoma típico da SB é a sensação de esgotamento físico e emocional que se expressa em atitudes negativas, tais como ausências no trabalho ou presença improdutiva, aumento da irritabilidade, isolamento progressivo, mudanças bruscas de humor, dificuldades de atenção e lapsos de memória.

Renan Rocha

Psiquiatra

Criciúma


Quando a ansiedade se torna constante e chega a um nível alto, o paciente acaba dominado por um cansaço intenso físico e emocional. Pode então desenvolver uma série de sintomas como irritabilidade, cansaço, insonia, dores de cabeça, gastrite... O termo stress vem da Física e se refere ao grau de deformidade que uma estrutura sofre quando submetida a esforço e pressão. No caso do ser humano, é comumente utilizado quando este é submetido a um conjunto de reações que exigem do organismo um esforço de adaptação. Há variados graus de stress, sendo que um nível baixo é necessário a nossa sobrevivência, o problema é quando chega a níveis altos e "fase de alarme", levando o organismo a exaustão.

Mariana Pavani

Psicanalista, Psicólogo

Campinas


O estresse hoje é considerado uma síndrome geral de adaptação. O Individuo busca constantemente se adaptar as mais diversas e diferentes situações; viver e se adaptar a diversidade requer energia e autoconhecimento. Se adaptar significa de adequar a algo, há um proposito. Logo, quanto maior minha capacidade de adaptação, mais saudável eu sou e menos estresse eu desenvolvo. A Terapia Cognitivo Comportamental, trabalha com crenças limitantes e disfuncionais; através de autoconhecimento e exercícios adequados, ajudando a encontrar oportunidades nas situações do dia a dia e para auto superação.Uma mente saudável faz conexões saudáveis com a realidade.

Patricia Souza

Psicólogo

São Paulo


O estresse é a resposta do organismo a qualquer estímulo ambiental que fuja da rotina e, com isso, possa representar uma ameaça a sua integridade. Com muita frequência as pessoas se estressam. Ou seja, têm o corpo preparado para escapar de situações desagradáveis. Como uma voz que irrompe no silêncio, um esbarrão na fila do cinema. Uma luz que se acende de repente, uma colherada de sopa escaldante. No entanto, quando se reconhece que o acontecimento é inofensivo. O complexo sistema de emergência, do estresse, costuma ser cancelado. Alguns não conseguem colocar um ponto final...

Felipe Schardong

Psicólogo

Gravataí


Uma categoria que muito se ouve é o TEPT = Transtorno do Estresse Pós-Traumático. Este se dá por uma experiência traumática que lhe acometera ou quando aconteceu com um familiar, amigo próximo ou conhecido como assalto, abuso sexual, acidentes, entre outros. O termo estresse não é da psicanálise, porém nos perguntamos como isso ficou para o sujeito e que consequências isso tem com suas demandas pessoais. Recebemos muitos pacientes que relatam diversos casos e como isso foi fazendo com que ele se fechasse cada vez mais, como que se auto-protegesse. Vale à pena investigar e aderir ao tratamento, afinal, como bem sabemos, sintomas só dão um pequeno alerta de algo maior.

Jeneson Cruz

Psicanalista, Psicólogo

Curitiba


Os sintomas de Estresse são: insatisfação com a vida, tristeza, isolamento social, cansaço, irritabilidade, falhas de concentração e memória, insônia e baixa produtividade no trabalho, além de sintomas físicos como: ganho ou perda de peso, dores de cabeça, agitação, febre e queda de cabelo.

Ao contrário do que se imaginava, estudos comprovaram que o estresse é fator desencadeante de diversos problemas de saúde. Podemos citar alteração da pressão arterial e problemas gastrointestinais, como também síndrome de burnout, depressão e outros problemas emocionais. A Psicoterapia apresenta resultados significativos na redução ou prevenção do risco de adoecimento. O tratamento é pautado na busca pelo equilíbrio e estratégias para controle e respeito aos limites físicos e mentais.

Existem vários fatores que geram o Estresse, um deles é a nossa péssima mania de comparar, competir e disputar. Toda vez que nos comparamos, estamos entrando na porta do inferno. Notamos que algumas religiões pregam a ideia das pessoas se compararem com os menos afortunados. No entanto, quando uma pessoa cria o habito de se comparar, não consegue mais escolher o alvo, e acaba se comparando com os menos e os mais afortunados também. Isto gera muito estresse, além de ser algo injusto, uma vez que cada pessoa é única e singular, não há comparação. Portanto, uma via para diminuir o Transtorno de Estresse, é desenvolver esta consciência e libertar-se da comparação, competição e disputa.

Você pode aprender técnicas de como controlar o estresse e levar uma vida com mais qualidade.

Petra Rosa

Psicólogo

São José dos Campos

Agendar uma visita

O estresse é a resposta biológica que temos de lutar ou fugir, ou seja, é a tensão que responde a algo ou alguém. Muitos colocam como se fosse algo ruim, porém é necessário para sobreviver em situações que é necessário uma atitude extrema em ocasiões de perigo intensa. O problema é quando essa tensão se torna frequente, como se o tempo todo algo de ruim fosse acontecer e raramente se sentir seguro ou poder relaxar. São pessoas que responde a maior parte dos estímulos gritando, com agressões verbais e físicas e enxerga essa atitude como única. A terapia se torna uns instrumento eficaz para rever suas atitudes, melhorar o sono, conseguir relaxar, confiar mais em si e nos outros.

Nathália Colombo

Psicólogo

São José do Rio Preto


O que é estresse? O estresse é uma resposta do organismo (física ou mental) a um evento de esforço extremo ou importante, geralmente quando se sente ameaçado ou sob pressão. Essa resposta libera uma série de reações químicas no seu organismo, o que provoca reações fisiológicas. Causas: São vários os itens que podem desencadear um evento estressante, medicamentos, produtos com cafeína, cocaína, álcool e tabaco também podem provocar ou piorar os sintomas. Quando os sintomas ocorrem com frequência, o indivíduo pode sofrer distúrbios de ansiedade.

Vivian Peratelli

Psicólogo

Jundiaí


Confronta com qualquer situação da qual exija que o seu organismo se adapte. O estresse é uma reação psicofisiológica complexa, desencadeada automaticamente no organismo, para que esse possa reestabelecer seu equilíbrio interno, sempre que o mesmo seja abalado por algum elemento estressor. Temos também o chamado estresse pós-traumático que se caracteriza pelo desenvolvimento de sintomas característicos após a exposição a um ou mais eventos traumáticos.

O estresse é uma reação do organismo com elementos físicos, mentais, psicológicos e hormonais. Geralmente ocorre quando surge a necessidade de uma grande adaptação a um evento ou uma situação de suma importância, quando o organismo precisa  lidar com situações que exijam um grande esforço emocional para serem superadas. As situações que causam estresse podem ser positivas ou negativas e quando muitas mudanças ocorrem em nossa vida ao mesmo tempo, mesmo que seja para melhorar nosso dia a dia, estas podem ter um efeito somatório de pressão além do que estamos preparados para suportar e esta sobrecarga de emoções podem desencarrilhar o estresse.

Pesadelos e lembranças involuntárias de situações traumáticas, necessidade de afastamento de situações, contatos ou atividades da vida cotidiana, distanciamento emocional e diminuição do interesse afetivo por atividades ou pessoas que anteriormente eram prazerosas, reações de fuga, episódios de pânico (coração acelerado, calor, medo da morte), dificuldade de atenção ou distúrbios do sono, irritabilidade, são alguns dos sintomas mais recorrentes do estresse. Esses sentimentos negativos, como a sensação de incapacidade de se proteger de situações de perigo, sensação de vazio e perda de esperança com relação ao futuro, comprometem a qualidade de vida de pacientes dos mais variados perfis.

O estresse é um sintoma que muda nosso estado de forma indescritível. Ele pode ser caracterizado por sensações de irritação, medo, desconforto, preocupação, frustração, indignação, nervoso, e ser motivado por diversas razões distintas. Quando o estresse interfere na sua vida, ele pode ser mais perigoso tanto para mente quanto para o corpo. Isso acontece porque o estresse também leva a incômodos físicos. No Tratamento do Estress é aplicado escalas e testes para verificar o grau de estress do paciente, após analisado esse grau é proposto um tratamento que é efetuado em conjunto com o paciente, no qual é composto de técnicas e atividades.

Expertise em atendimento humanizado, voltado a diminuição do estresse no dia-a-dia, orientações e dicas para diminuir o estresse, acolhimento do paciente.

Rhuam Carlos Rocha Castello

Generalista

Cariacica


Muitas vezes nos deparamos com situações, que sem perceber, acabamos assumindo a responsabilidade do outro, podendo assim gerar mais estressores para o dia a dia.Essa absorção da responsabilidade do outro, pode impactar e influenciar diretamente no bem estar e nas relações, bem como ser associado com o ambiente que o indivíduo está inserido.Para exemplificar, podemos utilizar a “esponja”, na qual absorve toda água que é depositada. E no momento que se retira o excesso da água, a mesma ainda fica úmida. Sendo o mesmo processo na qual o indivíduo vivencia no momento que assumi as responsabilidade do outro.Compreenda os seus limites!.

Juliana Gomes

Psicólogo

Sorocaba


O estresse é um sintoma que muda nosso estado de forma indescritível. Ele pode ser caracterizado por sensações de irritação, medo, desconforto, preocupação, frustração, indignação, nervoso, e ser motivado por diversas razões distintas. Além disso, muitas vezes, a causa para o estresse é desconhecida. E é preciso fazer terapia para estabilizar ou minimizar os sintomas.

Queixa muito comum nos dias atuais, o estresse, se não tratado, pode desencadear outras demandas. Dificuldades no trabalho, problemas com concentração e produtividade, piora da qualidade das relações interpessoais e na saúde física são algumas das consequências mais comuns. O processo psicoterapêutico visa buscar respostas mais funcionais e saudáveis para lidar com esse problema.

Jamille Façanha

Psicólogo

Fortaleza


Todos nós já sentimos isso. Às vezes, o estresse pode ser uma força positiva, motivando o indivíduo um melhor desempenho. Outras vezes, o estresse pode ser uma força negativa. Se você está exposto ao estresse por períodos prolongados, ele provavelmente se tornará crônico, a menos que você tome alguma ação. Agressividade é uma tendência em agir ou responder de forma violenta que podem se manifestar com intensidade variável, desde as expressões verbais e gestuais à agressão física causando estresse, ansiedade, etc.

Vivemos em uma sociedade cujo o impossível se faz uma regra, devemos ser felizes o tempo todo, ter tempo para família, amigos, trabalho, estudos, estar sempre em boa forma, estar disposto, não negar o que lhe é requisitado, comer saudável, ter dinheiro para viajar, cumprir ambições carreiristas antes dos 30 e isso para listar apenas alguns. Cada um desenvolve, com o decorrer da vida, quais são os fatores que lhe são requisitados e podem tornar-se fortes promotores de stress. A consulta psicológica pode auxiliar o paciente a lidar com os seus problemas, ambições e sentimentos, fazendo uma reconstrução do que pode estar estabelecido como uma regra imutável hoje, um amanhã menos pesaroso.

Yohann Eiji Mori Saracho

Psicólogo, Psicanalista

Londrina

Agendar uma visita

O estresse nos dias de hoje se faz presente no dia a dia de cada pessoa, e ter o autocontrole diante de situações de estresse é fundamental para ter saúde mental.

Pressão no trabalho, trânsito, dificuldades financeiras, faculdade, filhos, rotina desgastante... tudo isso pode acarretar um quadro de estresse. O estresse é um sintoma que aparece em nossas vidas nas formas física e emocional. Geralmente vem seguido por irritabilidade, nervosismo, ansiedade, sensação de perda de controle, insônia (sintomas emocionais); queda de cabelo, acne, sudorese, boca seca, dores de cabeça (sintomas físicos). Nada melhor do que saber as causas do estresse e tratá-las, e para isso um psiquiatra ou um psicólogo são os profissionais mais indicados. Saber evitar o estresse e conviver com ele é uma das coisas mais importantes para se ter uma vida melhor.

Estresse é um sentimento normal quando nos deparamos com uma situação ou desafio que nos exige atuar de forma determinante. A adrenalina do desafio cria um ciclo de tensão que para algumas pessoas é positivo. Quando o estimulo estressor se torna extremamente intenso o nosso sistema nervoso aperta o botão das funções autônomas fazendo com que a pessoa simplesmente perca o controle da situação. Ou seja, sintomas como sudorese, tremores, intestino solto, necessidade de urinar, queda de cabelo, dificuldade de engolir ou dormir, dores de cabeça, refluxo são sintomas de que o estresse está em níveis insuportáveis. Aprenda a reconhecer seus limites e a enfrentar o estresse de forma produtiva.

Luciana Nunes

Psicólogo

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Existe o stress físico, emocional, ambiental, mental e situacional. Observe que um simples barulho no carro já nos perturba e nos faz ir ao mecânico, mas muitas vezes nosso corpo grita por meio de fadiga excessiva, insônia, compulsão, humor, tristeza, dores musculares, dores de cabeça e outros sintomas psicossomáticos, e não procuramos ajuda. Algumas pessoas só ouvem a voz dos sintomas quando estão num hospital, enfartados, quase mortos ou completamente aprisionados pelas drogas. Seja inteligente: respeite sua saúde, opte pela vida! Aprenda técnicas psicológicas, divida seu estresse mental compartilhando com um profissional especializado o qual poderá te ouvir e te ajudar.

Existe o stress físico, emocional, ambiental, mental e situacional. Observe que um simples barulho no carro já nos perturba e nos faz ir ao mecânico, mas muitas vezes nosso corpo grita por meio de fadiga excessiva, insônia, compulsão, humor, tristeza, dores musculares, dores de cabeça e outros sintomas psicossomáticos, e não procuramos ajuda. Algumas pessoas só ouvem a voz dos sintomas quando estão num hospital, enfartados, quase mortos ou completamente aprisionados pelas drogas. Seja inteligente: respeite sua saúde, opte pela vida. Aprenda técnicas psicológicas, divida seu estresse mental compartilhando com um profissional especializado o qual poderá te ouvir e te ajudar.

Andreia De Miranda

Médico clínico geral, Médico de tráfego

Brasília

Quais profissionais tratam Estresse?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.