Câncer de ovário - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em câncer de ovário

Encontre um especialista em Câncer de ovário na sua cidade:
Antonio Paulo Malmann

Antonio Paulo Malmann

Ginecologista

Campos Novos

Anne Rafaella Carneiro Roza

Anne Rafaella Carneiro Roza

Oncologista

Recife

Carlos Jose da Fonseca

Carlos Jose da Fonseca

Ginecologista

Cabo de Santo Agostinho

Norberto Nora

Norberto Nora

Ginecologista

Caxias Do Sul

Rozeilda Francisca

Rozeilda Francisca

Ginecologista

Ana Lucia Neves Semmelmann

Ana Lucia Neves Semmelmann

Ginecologista, Radiologista

Porto Alegre

Perguntas sobre Câncer de ovário

Nossos especialistas responderam a 8 perguntas sobre Câncer de ovário

Dr. Maurício Viana Jr
Dr. Maurício Viana Jr
Oncologista
Recife
Sim. Cirurgião Oncologico é o cirurgião que geralmente tem uma formação ampla para tumores da pelve. Fundamental o atendimento em uma equipe multidisciplinar com cirurgiao treinado, e oncologista…
3 respostas

 Gustavo Bonilha Lisboa
Gustavo Bonilha Lisboa
Cirurgião oncológico, Mastologista
São Paulo
O câncer de ovário , em geral, não provoca sintomas em seu estágio inicial.O diagnóstico tende a acontecer em fases mais avançadas , com queixa de aumento do volume do abdome, saciedade alimentar…
2 respostas

Dr. Heládio Feitosa Neto
Dr. Heládio Feitosa Neto
Oncologista, Cirurgião geral
Fortaleza
A cirurgia para o tumor de ovário em estágios iniciais é dita estadiadora para se ter o máximo de certeza quanto ao grau de disseminação do tumor e faz-se quimioterapia após a cirurgia caso necessário.…
3 respostas

Especialistas falam sobre Câncer de ovário

O pilar fundamental no tratamento desta doença é a remoção de todo o tumor da cavidade abdominal. O câncer de ovário inicial pode ser tratado com segurança por cirurgia minimamente invasiva (laparoscopia ou robótica). Já o tumor avançado deve ser abordado pela cirurgia aberta (tradicional) que possui melhores taxas de remoção completa do tumor. Entretanto, existem casos que são inoperáveis no princípio, devendo começar o tratamento com quimioterapia (QT) e, no intervalo das sessões de QT, fazer a cirurgia. Por isso é fundamental equipe multidisciplinar com experiência na área para orientar a melhor sequência de tratamento e via de acesso.

Jose Carlos Sadalla

Ginecologista, Mastologista

São Paulo

Agendar uma visita

O câncer de ovário não é o tumor ginecológico mais comum na mulher, mas é o mais letal. É um tumor com comportamento peritoneal, ou seja, a disseminação ocorre preferencialmente para o peritônio. Geralmente é diagnosticado em uma fase mais avançada, quando o tumor já saiu dos ovários e se implantou em outras regiões do abdômen. Apesar de grandes avanços com a quimioterapia, a cirurgia segue sendo o tratamento mais importante. Por se tratar de uma cirurgia de altíssima complexidade, é fundamental que o tratamento cirúrgico seja realizado por um cirurgião oncológico especialista em tumores ginecológicos ou em tumores peritoneais.

Andrea Petruzziello

Oncologista, Cirurgião geral

Curitiba

Agendar uma visita

O câncer de ovário pode ocorrer em qualquer faixa etária, mas acomete principalmente as mulheres acima de 40 anos, são tumores de crescimento lento com sintomas que levam algum tempo para se manifestarem. O quadro clínico não é muito específico e pode se manifestar com dor abdominal difusa, isto é, que se apresenta em vários locais, constipação, aumento de volume do abdome e desconforto digestivo ou dispepsia. Esse tipo de câncer se desenvolve principalmente em mulheres mais velhas. Cerca de metade das mulheres que são diagnosticadas com câncer de ovário tem 63 anos ou mais, sendo mais comum em mulheres brancas do que nas mulheres negras.

O câncer é inicial e existe o desejo de preservação da fertilidade, pode ser feita apenas a retirada do ovário doente e tuba uterina do mesmo lado (esta cirurgia deve ser complementada após a paciente ter seus filhos ou, caso não tenha, até os 40 anos de idade). Nos demais casos, se realiza a histerectomia total, ooforectomia e salpingectomia (retirada de útero e anexos), além de omentectomia, apendicectomia e linfadenectomia pélvica e retroperitoneal. Caso existam outras lesões de câncer disseminadas pela cavidade abdominal, preconiza-se também a retirada desses órgãos ou tecidos. A via preferencial desta cirurgia é a aberta (com corte).

Sibele Klitzke

Ginecologista

Porto Alegre


O câncer do ovário ocupa o terceiro lugar entre os canceres genitais no Brasil, atras do câncer do colo uterino e do câncer endometrial. Seu tratamento envolve idealmente a abordagem cirurgica por cirurgião oncológico experiente, preferencialmente por videolaparoscopia (salvo nos casos mais adiantados), em conjunto com oncologista clinico, por vezes com realização de tratamento em varias etapas, com uso de quimioterapia antes e apos a cirurgia.

Carlos Bernardo Cola

Oncologista, Cirurgião geral

Rio de Janeiro


Os tumores de ovários são subdivididos em diversos grupos. Cada um desses grupos se apresentam de uma forma diferente e com certas peculiaridades, como por exemplo a idade em que ele ocorre. Eles podem ser malignos, benignos ou borderline. O tratamento depende do tipo de tumor e do "grau" de malignidade do mesmo. O subtipo de tumor mais comum é o epitelial, e dentre os epiteliais malignos o mais comum é o tumor seroso. Infelizmente ainda não dispomos de métodos de rastreio para este tipo de doença. Fique atento para aumentos súbitos do volume abdominal, associados a dor/desconforto; lesões ovarianas maiores do que 5 cm de uma foram geral também devem ser investigadas.

Victor Hugo Ribeiro Vieira

Oncologista, Cirurgião geral

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Câncer de ovário é uma doença que acomete um ou ambos ovários, podendo estar associado a fatores de risco genético, é um dos canceres com maior mortalidade porque na maioria dos casos é detectado tardiamente. A depender do estadiamento e o tamanho do acometimento tumoral, o tratamento pode ser unicamente cirúrgico ou depender da necessidade de quimioterapia. A cirurgia consiste na retirada do útero junto com as trompas e os ovários, assim como a retirada completa dos tumores que possam ser espalhado pela cavidade abdominal. A cirurgia pode ser feita por videolaparoscopia que consiste em colocar uma câmera no umbigo e umas pinças através de incisões pequenas de ate 10 mm.

Ronald Delgado

Cirurgião geral, Cirurgião oncológico

Salvador

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Câncer de ovário?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.