Hérnia inguinal - Informações, especialistas e perguntas frequentes

O que é uma hérnia inguinal?

Uma hérnia inguinal é uma protuberância na virilha, e ocorre quando um defeito na parede muscular da região inguinal permite que o conteúdo abdominal (geralmente do intestino ou bexiga) apareça sob a pele coberta por um saco de peritônio.

Podemos distinguir três tipos de hérnia na virilha

Hérnia inguinal indireta:

ocorrendo geralmente em homens jovens e meninos, e podem estar presentes desde o nascimento. Quando evolui pode descer para o escroto.

Hérnia inguinal direta:

geralmente ocorrem em homens de meia idade ou avançado, e muitas vezes em ambos os lados.

Hérnia femoral:

geralmente ocorrem em mulheres mais velhas.

Quais são os sintomas de uma hérnia inguinal?

Normalmente, você vê uma protuberância na região da virilha que aumenta de tamanho com o esforço e diminui ou desaparece em repouso ou na cama. Pode ser acompanhado por vários graus de dor local, até mesmo para evitar a atividade diária. O risco da hérnia inguinal é o estrangulamento.

Hérnia estrangulada é muito dolorosa. A protuberância inguinal parece dura e tenso ao toque, e não pode ser reintroduzida no abdómen. Geralmente aparecem também náuseas e vômitos, e pode ter abdômen distendido. Esta situação precisa de atenção médica urgente, porque em poucas horas o intestino pode ser perfurado por falta de irrigação sanguínea, causando peritonite.

Quais são os fatores de risco para o desenvolvimento de uma hérnia inguinal?

Predispostas a desenvolver uma hérnia inguinal:

  • O enfraquecimento dos tecidos devido à idade
  • Obesidade
  • Gravidez
  • O intenso esforço dos músculos abdominais (levantamento de pesos, prisão de ventre habitual, tosse persistente)

Quando é necessário tratar uma hérnia inguinal?

O único tratamento definitivo para a hérnia inguinal é a cirurgia. Em geral, devem ser operados todos os pacientes com hérnia inguinal, com duas exceções:

  • Pacientes com alto risco para cirurgia
  • Pacientes com hérnia inguinal direta e idosos que não têm sintomas.

Nestes casos, uma cinta pode ser útil.

Cirurgia de hérnia inguinal

Através de várias técnicas o conteúdo herniado é reintroduzido no abdómen, e reparado o defeito na parede muscular da virilha. O procedimento é realizado em regime de cirurgia ambulatorial, ou de curta duração.

O fechamento do defeito que causa a hérnia muscular pode ser realizado:

  • Usando a abordagem e sutura direta dos músculos e tecidos fibrosos da virilha.
  • Pelo reforço com prótese de malha ou de materiais biocompatíveis. O uso de malha permite um reparo com menos tensão, por isso é a técnica mais utilizada hoje em dia. Reparação de malha é especialmente indicada para hérnias grandes, hérnias bilaterais e hérnia direta reproduzida. Pelo contrário, há um pequeno risco de infecção ou rejeição da malha.

A intervenção pode ser realizada por inguinal convencional ou laparoscópica:

  • Inguinal: através de uma incisão de 5-10 cm na virilha. A anestesia pode ser regional (peridural, espinhal), ou local.
  • Malha por laparoscopia, através de quatro incisões 5-10 mm na parte inferior do abdômen, a hérnia é reduzida e colocada para dentro. Geralmente requer anestesia geral. Hoje é debatida, e há estudos clínicos que levantam dúvidas sobre se o procedimento laparoscópico oferece uma vantagem sobre a cirurgia convencional.

Qual é o resultado da cirurgia?

A hospitalização é geralmente menos de 24 horas. Pode haver alguma tensão e dor durante a primeira semana. Não raro, hematomas na virilha ocorrem após a cirurgia, a maioria deles limitados e não requerem tratamento diferente à espera de ser desaparecendo. O retorno às atividades normais ocorre entre 2 e 4 semanas, embora seja aconselhável evitar os grandes esforços por 8 semanas. A taxa de reprodução das hérnias inguinais operadas varia entre 1% e 5%, sendo mais freqüente em pacientes idosos, e hérnias diretas ou já reproduzido acima.

Especialistas em hérnia inguinal

Encontre um especialista em Hérnia Inguinal na sua cidade:
Rommel De Sousa Carneiro

Rommel De Sousa Carneiro

Cirurgião geral

Alfenas

Cesar Giovani Conte

Cesar Giovani Conte

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Campo Grande

George Tsutomu Kimura Nakasima

George Tsutomu Kimura Nakasima

Cirurgião geral

Campo Grande

Herivelto de Oliveira Martins Filho

Herivelto de Oliveira Martins Filho

Cirurgião geral

Dourados

Diego Carvalho Gomes de Moraes

Diego Carvalho Gomes de Moraes

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Patos de Minas

JOAO FRANCISCO DE SOUZA

JOAO FRANCISCO DE SOUZA

Cirurgião geral

Mafra

Perguntas sobre Hérnia inguinal

Nossos especialistas responderam a 792 perguntas sobre Hérnia inguinal

Dr. Henrique Camilo Martins da Costa
Dr. Henrique Camilo Martins da Costa
Cirurgião oncológico, Cirurgião geral
Belo Horizonte
Bom dia.
Esta avaliação deve ser feita primeiramente em consulta médica com seu cirurgião. Deve ser considerado o risco de encarceramento provocado por esforço físico, tamanho da hernia,…
2 respostas

Dr. Diogo Stinguel Thomazini
Dr. Diogo Stinguel Thomazini
Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral
Cariacica
A princípio não há contra indicação. Caso a hérnia torne-se sintomática ou aumente de tamanho, procure um cirurgião para uma avaliação.
2 respostas

Bom dia. Essa evolução não é a esperada normalmente. Precisa retornar ao seu médico assistente ou ao serviço em que foi operado para reavaliação e ser submetido em caso de dúvida a um procedimento…
2 respostas

Especialistas falam sobre Hérnia Inguinal

As hérnias abdominais consistem na saída de estruturas intra abdominal através de orifícios naturais ou adquiridos ou fraqueza da parede do abdome. Exemplo clássico são as hérnias inguinais que se apresentam, em geral, pela saída de parte do intestino delgado ou grosso para região inguinal ou mesmo bolsa escrotal. As hérnias, salvo algumas contra indicações, são de tratamento cirúrgico.

Marcelo Sette

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Recife

Agendar uma visita

A hérnia inguinal é uma patologia frequente, principalmente em pacientes que se exercitam ou que realizam esforço físico em seu trabalho diário. Seu tratamento é, na imensa maioria dos casos, cirúrgico e tem como objetivo prevenir as complicações, como dor ou estrangulamento da hérnia. Hoje em dia, a cirurgia por vídeo permite uma melhor recuperação pós-operatória e retomada mais precoce das atividades profissionais.

Daniel Mariano De Andrade

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Hérnias inguinais são falhas na parede do abdômen localizadas na virilha, região naturalmente mais frágil pois nela há uma comunicação entre o interior do abdômen e a bolsa escrotal (nos homens) ou a região genital (nas mulheres). Geralmente, as hérnias geram dor e nota-se aumento do volume na região inguinal com esforços de tosse ou ao permanecer em pé por longo tempo. A avaliação de um cirurgião é importante para o diagnóstico correto e diferenciar de outras patologias comuns nessa área.

Pedro Carlos Muniz De Figueiredo

Cirurgião geral

Salvador


Hérnia inguinal é um abaulamento ou crescimento na região da virilha. Pode ter como sintoma dor na região da virilha ao esforço físico. Sua principal causa é fraqueza muscular e pode acometer os dois lados simultaneamente. O risco de encarceramento e estrangulamento de alças intestinais no anel herniário indicam seu tratamento imediato, assim que realizado o diagnóstico. Seu tratamento é cirúrgico, e pode ser realizado por vídeo-laparoscopia, com rápida recuperação e retorno às atividades físicas.

Daniel Kruglensky

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

São Paulo


Hérnia inguinal é uma fraqueza na parede abdominal na região da virilha levando a abaulamento na região principalmente aos esforços Atualmente o tratamento é realizado com a colocação de uma tela realizado por via videolaparoscopia A cirurgia possui um breve período de recuperação e retorno às atividades, com o menor índice de dor

Joao Paulo Maciel

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

São Paulo


Hérnias são uma falha na parede abdominal. As hérnias podem doer ou não. Podem ser desde pequenas, imperceptíveis, até bem volumosas. As hérnias aparecem como se fossem bolas, abaulamentos na barriga. Quando aparecem na virilha, tratam-se de hérnias inguinais. Hérnias inguinais são muito comuns em homens, pesquisas afirmam que 25% deles podem desenvolver esse tipo de hérnia durante a vida. O tratamento, quando indicado, é sempre por cirurgia. Se você percebe um aumento de volume na virilha, pode ser uma hérnia. Agende uma consulta. A cirurgia por videolaparoscopia muitas vezes é a melhor opção.

As hérnias inguinais se manifestam, na maioria das vezes, como abaulamentos na região da virilha especialmente durante a realização de atividades físicas. O paciente pode sentir também dor ou desconforto no local afetado. A melhor forma de tratamento é a cirurgia, realizada com o objetivo de corrigir o defeito (buraco) herniário, podendo ser necessário o uso de tela para reforço conforme o tamanho e a localização da hérnia. O procedimento cirúrgico geralmente é feito com cirurgia minimamente invasiva (laparoscópica ou robótica), proporcionando maior conforto no pós-operatório e retorno mais rápido às atividades do dia-a-dia.

Jorge Vasquez Del Aguila

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Belo Horizonte

Agendar uma visita

Durante o desenvolvimento, os testículos se formam junto aos rins e vão para o escroto ("saquinho" da criança) atravessando a parede abdominal. Algumas vezes, o caminho que ele faz na parede não se fecha, ficando então pérvio à passagem de conteúdo abdominal. Nas meninas, isso ocorre em virtude de ligamento que dá sustentação ao útero. A hérnia inguinal não tem resolução com medicamentos e não cura espontaneamente. O tratamento é cirúrgico.

Rafael Miranda Lima

Cirurgião pediátrico

Florianópolis


A hérnia inguinal é uma fraqueza (orifício) que ocorre na virilha, por onde podem passar outras estruturas, como gordura e alça intestinal. Ela se manifesta na maior parte das vezes com abaulamento e dor na região. E nos casos mais graves pode apresentar algumas complicações. O diagnóstico é realizado através do exame físico, podendo ser necessário ultrassom para confirmação do diagnóstico. O tratamento para correção das hérnias é através de cirurgia. A cirurgia pode ser realizada pela técnica aberta ou pela técnica da Videolaparoscopia. A utilização de prótese (Tela ) é muito frequente, sendo poucos os casos em que não se utiliza a fixação da Tela atualmente.

Ivan Matavelli Santos

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Vitória


Quando há ruptura da musculatura da região da virilha( inguinal), passando conteúdo com da cavidade abdominal como alças intestinais ou gordura pré peritoneal. Fatores de risco para a frouxidão ou ruptura da musculatura inguinal são: Idade avançada, doenças que levam a frouxidão de tecidos, aumento da pressão abdominal ( Tosse crônica, Carregar peso excessivo em longo prazo, constipação crônica, aumento do volume prostático), tabagismo. Sintomas presentes são dor na região inguinal e aumento do volume na região. Diagnostico realizado por exame físico, em casos duvidosos o ultrassom da região inguinal pode auxilar. Tratamento é cirurgico com colocação de tela de polipropileno.

Eduardo Rodrigues Zarco Da Câmara

Cirurgião geral, Cirurgião oncológico

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

São os abaulamentos na região da virilha ("caroços" na virilha). As hérnias inguinais são de tratamento eminentemente cirúrgico. Atualmente essa cirurgia pode ser realizada por via laparoscópica (a cirurgia dos furinhos), com bons resultados e retorno mais precoce para as atividades habituais, com menos dor pós-operatória.

Fabio Faleiro Vieira

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Goiânia

Agendar uma visita

A hérnia inguinal é uma doença cirúrgica, sempre que operamos optamos por colocar uma tela, para evitar que a hérnia volte. realizamos todo os exames pré operatórios, para operarmos com tranquilidade e segurança. Temos a opção de correção por via aberta (incisão na região inguinal, na região da hérnia) ou videolaparoscópica ("furinhos" no abdomem).

Ricardo Scheepmaker

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

São Paulo

Agendar uma visita

Trata-se de uma patologia benigna, cirúrgica. Alguns pacientes referem abaulamento na região inguinal(virilha), outros referem dor. Nunca se sabe quando poderá surgir uma complicação como encarceramento, tornando-se uma cirurgia de urgência, por isso, uma vez feito diagnóstico é indicada a correção da hérnia com a colocação de uma tela( material ultilizado para correção da hérnia). O diagnóstico é feito através do exame físico. Como exame complementar é solicitado ultassonografia da região inguinal. A cirurgia é realizada por videolaparoscopia onde três orifícios são realizados no abdome e introduzido uma câmera para a visualização do interior da cavidade abdominal, tratando a hérnia.

Fátima Mohamed

Cirurgião geral

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A hérnia inguinal (também chamada hérnia na virilha) ocorre quando temos algum “defeito”ou enfraquecimento na musculatura da região inguinal. Esse defeito permite a passagem de algum órgão do interior do abdômen ( geralmente o intestino) para região inguinal (“virilha”), formando um “caroço” ou tumefação local. Esta pode ser dolorosa, sobretudo quando a pessoa faz algum esforço físico como tossir, praticar algum esporte ou pegar objetos pesados. O principal sintoma da hérnia inguinal é, além da dor, é a sua saliência na região da virilha. Conforme o tempo vai passando, a hérnia tende a aumentar de tamanho, nos homens podendo até descer à bolsa escrotal.

Henry Taia

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Goiânia

Agendar uma visita

Para o diagnóstico de hérnias, tem ocorrido atualmente, a exigência de exames de imagem, tanto por parte de planos de saúde quanto por alguns médicos. Isto traz uma importante reflexão, porque muitas vezes aquilo que se imagina ser uma hérnia pela imagem, pode não ser confirmado pelo exame físico ! Portanto prefira profissionais experientes, que saibam como proceder nestes casos, evitando uma indicação do tratamento cirúrgico que poderá ser evitada.

Hamilton Brasil Ribeiro

Cirurgião geral

São Paulo


Cirurgia de Hérnias da Parede Abdominal e Região Inguinal Dentre os defeitos herniários da parede abdominal e região inguinal mais comuns, podemos destacar: Hérnia ventral; Diastáse de retos abdominais; Hérnia umbilical; Hérnias incisionais (em cirurgias prévias); Hérnias da região inguinal; Hérnia femoral. A videocirurgia está indicada por apresentar: Recuperação mais rápida; Menos dor em pós operatório; Efeito estético menor; Menor índice de complicações.

Norberto Martins

Cirurgião geral

Porto Alegre

Agendar uma visita

As hernias inguinais consiste no aparecimento de abaulamentos nas regiões inguinais, podendo ser a direita, esquerda ou, até mesmo, bilateral. Muitas vezes o paciente percebe como um ligeiro desconforto na região que piora no esforço físico. O tratamento da hérnia inguinal é cirúrgico, podendo ser realizado, inclusive, por videolaparoscopia, onde a recuperação pós operatória é bem melhor. Para saber mais, marque uma consulta com a gente e tire todas suas dúvidas.

Rodrigo Martins De Paiva Sales

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Fortaleza

Agendar uma visita

A hérnia inguinal é uma protuberância que surge na região da virilha, mais frequente em homens, que geralmente se deve a uma parte do intestino que se sai através de um ponto fraco dos músculos abdominais. O tratamento é feito com cirurgia, para recolocar o intestino no local correto e fortalecer os músculos do abdômen, para que não volte a acontecer.

Rafael Martins De Oliveira

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

São Paulo

Agendar uma visita

Pode ser feito de 2 formas com eficiência semelhante: por via aberta (corte maior) ou laparoscopia. Em ambas as cirurgias geralmente é colocada uma tela e o resultado é satiafatório.

Henrique Cunha Mateus

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

São Paulo

Agendar uma visita

A hérnia inguinal é um defeito na parede muscular do abdomem que permite que os conteúdos da cavidade abdominal "deslizem" para o canal inguinal, causando um abaulamento nessa região (um caroço que aumenta aos esforços). O tratamento é sempre cirurgia, nesse caso. Coloca-se uma tela sintética de polipropileno que impede que a hérnia volte, resolvendo o problema na maioria das vezes. Também é possível fazer a cirurgia por videolaparoscopia, resolvendo o problema "por dentro", também com colocação de tela.

Hérnia inguinal é um defeito na musculatura da região da virilha que provoca a percepção de um volume doloroso ou apenas a sensação dolorosa durante momentos de esforço. Esse é um excelente exemplo de situação em que o exame físico durante a consulta é fundamental para o diagnóstico. O tratamento, via de regra, é cirúrgico, porém o momento e a indicação final dependem de variáveis que seu médico deverá explorar, como presença de doença grave associada, uso de medicação que interfere na coagulação, obesidade, entre outros.

Daniel Weiss Vilhordo

Cirurgião do aparelho digestivo, Endoscopista

Porto Alegre

Agendar uma visita

As hérnias inguinais são fragilidades da região inguinal,percebidas como abaulamento na virilha ou em saco escrotal relacionado a dor local ao realizar esforço físico. A origem desta doença é similar as demais hérnias abdominais,porém, o anel inguinal interno,onde passam os vasos testiculares e o deferente,comunicando a cavidade abdominal e bolsa escrotal,em pessoas predispostas a formação de hérnia é mais um local de fragilidade. A correção das hérnias inguinais são realizadas por dois acessos cirúrgicos: inguinotomia(incisão na pele da região inguinal a cerca de 10 cm) ou videolaparoscopia(3 incisões de 0,5-1,0cm). A via cirúrgica depende das indicações e da avaliação cirúrgica de cada caso.

Doença que acomete principalmente homens com resolução cirúrgica devido ao risco de encarceramento (a hernia sair e não voltar mais). A técnica para correção da hernia utilizada é a videolaparoscópica a qual é realizada com tela e sem grandes cortes na região inguinal.

Quais profissionais tratam Hérnia inguinal?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.