Doenças uterinas - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em doenças uterinas

Encontre um especialista em Doenças Uterinas na sua cidade:
Hellen Portelinha

Hellen Portelinha

Ginecologista

Passo Fundo

Camila Iung Ribeiro da Costa

Camila Iung Ribeiro da Costa

Ginecologista

Rio de Janeiro

Edson Santos Ferreira Filho

Edson Santos Ferreira Filho

Ginecologista

São Paulo

Ana Flávia Ribeiro S. Cavalcante

Ana Flávia Ribeiro S. Cavalcante

Ginecologista

Goiânia

Cynthia Renault Sandoval

Cynthia Renault Sandoval

Ginecologista

Belo Horizonte

Tiago Santiago

Tiago Santiago

Ginecologista

Mossoró

Perguntas sobre Doenças uterinas

Nossos especialistas responderam a 16 perguntas sobre Doenças uterinas

Dra. Carmem Helena Snel Wehmuth
Dra. Carmem Helena Snel Wehmuth
Ginecologista
Novo Hamburgo
Olá. Sim Nic 3 precisa ser tratada cirurgicamente. Há muitas questões não claras na sua pergunta e portanto, a resposta não poderá ser satisfatória também. Há diversas pílulas, com efeitos hormonais…
2 respostas

Nesse caso, precisaria um estudo mais detalhado do seu útero para uma resposta definitiva.
Talvez valha a pena tentar um outro método dentre tantos existentes.
1 respostas

Olá. Sempre siga as orientações do seu médico. Agende a sua consulta de reavaliação e esclareça suas dúvidas.
A sua avaliação clínica através da sua história clínica, suas queixas e exame…
1 respostas

Especialistas falam sobre Doenças Uterinas

A adenomiose é uma doença que ocorre quando pedaços de endométrio surgem no miométrio, provocando sangramentos cíclicos dentro da camada muscular do útero.Cerca de 1/3 das mulheres com adenomiose não apresenta sintoma algum. Nos 2/3 que desenvolvem sintomas, os principais são grande fluxo menstrual e cólicas intensas. Dor durante o ato sexual e sangramentos fora do período menstrual são outros sintomas comuns.

Fabio Leal

Ginecologista

Vitória

Agendar uma visita

Quais profissionais tratam Doenças uterinas?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.